História Um amor que nasceu na Infância. - Capítulo 64


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Infância, Marichat, Plakki, Romance
Visualizações 22
Palavras 2.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estamos chegando aos 150 favoritos, espero que gostem do capítulo de hoje
Uma boa leitura.

Capítulo 64 - As origens de Volpina


  Enquanto Mabel estava indo para dentro do restaurante, para fazer algumas das ordens de Volpina, o casal finalmente chegou para a sua mesa, que ficava na área dos nãos fumantes, então, como sempre , o gato cedeu a sua vez para a sua namorada, sorrindo para ela.

 

 

 

Com um sorriso de agradecimento, a azulada se sentou na mesa , depois esperou que o gato se sente com ela , assim eles poderiam conversar mais um pouco sobre algum assunto em mente.

 

 

( ... )

 

 

 

  Marinette :  __  E então, Chaton , como foi morar em um outro país, durante a nossa separação ,quando a gente era criança ? -  disse para o gato, querendo saber sobre a sua vida de modelo infantil  em um outro país, olhando curiosa para ele.

 

 

 

Chat :  __  Bem, no inicio era tudo muito novo para mim, eu cheguei a ficar confuso com os costumes deles , mas em algumas coisas, eles são parecidos com a gente ! - disse para a namorada, começando a contar sobre a sua vida no exterior ,olhando calmo para a azulada.

 

 

 

Marinette :  __  Chegou a ficar com medo de algo , Chaton ?  - perguntou para o namorado, ficando interessada com a conversa.

 

 

 

Chat :  __  Eu não vou mentir para você , tive sim , um pouco de medo, mas eu fui me acostumando com o tempo, também fiz vários amigos , eu converso com eles de vez em quando , eles são boas pessoas, tirando a Volpina !  -  disse para a azulada, olhando calmo para ela.

 

 

 

Marinette :  __  Me desculpe por te perguntar isso, mas como conheceu a Volpina ? - disse para o gato, querendo saber em como o gato conheceu a sua rival.

 

 

 

Chat :  __  Foi em uma sessão de fotos, ela ia ser a minha parceira , mas quando eu entrei na sala , ela já estava começando a dar berrar com as pessoas, sendo ruim com elas , jogando coisas ao chão, pior de tudo, é que a mãe dela estava apoiando o mau comportamento dela !  -  disse para a azulada, se lembrando do dia que conheceu a rival da azulada.

 

 

 

Marinette :  __  Eu imagino que agora eu sei , aonde vem aquele comportamento explosivo da Volpina !  -  disse para o gato, acreditando que tinha conhecido mais uma coisa da vida de sua rival.

 

 

 

Chat :  __  Sim, ela estava levando todos á loucura , também a mãe dava apoio a ela , dizendo que ela estava certa em fazer aquilo, também a mãe de Volpina xingava qualquer um , por uma coisa de nada !  -  disse para a azulada, concordando com ela.

 

 

 

Marinette :  __  E então, o que a Volpina fez, quando o viu pela primeira vez ?  -  disse para o namorado, querendo saber mais sobre aquele dia .

 

 

 

Chat :  __  Bem, ela quando me viu, ficou paralisada, deixando um copo de vidro cair no chão, depois ela pulou em cima do objeto quebrado por ela , veio na minha direção, sorrindo de maneira doentia !  - respondeu para a azulada, olhando calmo para ela.

 

 

 

Marinette :  __  Eu imagino que você queria fugir no momento, Chaton !  -  disse para o gato, adivinhando o que ele ia fazer em seguida.

 

 

 

 

Chat :  __  Sim, mas a Nathalie não deixou ,porque ela considerou uma atitude muito feia da minha parte , então, eu tive que ficar , assim que a Volpina se aproximou ,ela me pegou pelo braço , começou a arrastar para a mãe dela !  -  disse para a azulada, assentindo com a sua cabeça ,contando sobre o restante da história.

 

 

 

Chat :  __  Eu tentei me soltar do aperto de Volpina, fiz um grande esforço , eu pedi ajuda para a Nathalie , mas ela não quis me atender !  -  disse para a azulada , olhando calmo para a namorada.

 

 

 

Marinette :  __  Me desculpe por fazer este tipo de pergunta , eu acho que eu estou te incomodando muito !  - disse para o namorado, pedindo desculpas ao acreditar que as suas perguntas estavam causando mal para o amado.

 

 

 

Chat :  __  Não ,minha princesa, eu estou gostando de desabafar, assim eu me sinto bem melhor !  -  disse para a azulada, dando um sorriso para ela.

 

 

 

Marinette :  __  Que bom, eu fico muito melhor, bem, pode continuar do ponto que parou !  -  disse para o gato, sentindo-se aliviada com aquilo, pedindo para que o gato continue com a sua história .

 

 

 

Chat :  __  Bem, continuando ... !  -  disse para a azulada, começando a ter um flashback do seu passado longe de Paris.

 

 

 

( ... )

 

Flashback de Chat Noir.

 

 

 

 

 Em uma tarde de primavera , fazia um bom tempo que o Chat Noir tinha deixado Paris, para começar a sua carreira de modelo , sobre as ordens do seu pai ,então, ele estava em uma sessão de fotos para uma marca infantil de roupas , ele ia ter uma parceira , mal sabia ele que essa menina ia causar grandes problemas em seu futuro.

 

 

 

 Ao entrar na sala do fotografo , o gato viu uma menina raposa brigando com todos ao seu redor, jogando objetos no chão , dando vários gritos , olhando feio para os adultos, enquanto a sua mãe xingava a todos .

 

 

 

( ... )

 

 

 

Melanie :  __  Senhora Rossi, por favor, controle melhor a sua filha, ela está fora de controle , precisa de um bom corretivo !  - disse para a mãe da garota, pedindo para que a senhora controle o comportamento da filha, sugerindo para que a morena cuide da filha com um castigo.

 

 

 

Margareth :  __  Fica quieta, sua chata , eu não estou aqui para levar desaforos para a minha casa, não está vendo que a minha filha está infeliz, desde ser por sua culpa, ela queria uma coisa de você, mas você não procurou atender o simples pedido da minha filha !  - disse para a jovem, olhando com rebeldia para ela, ouvindo que a sua filha já tinha quebrado mais uma coisa.

 

 

 

 

Melanie :  __  Senhora Rossi, isso não se trata que eu deixei de atender um pedido de sua filha, isso tem a haver com a educação dela , se a senhora não colocar os devidos limites, a sua filha pode se tornar uma pessoa anti-social em seu futuro.!  - disse para a senhora, olhando calmamente para ela, dando um bom aviso para ela .

 

 

 

 

Margareth :   __   Está me dizendo de como educar  a minha filha , sua vadia ?  -  disse para a moça, começando a discutir com ela , olhando feio para ela.

 

 

 

 

Melanie :  __  Por favor, não considere isso como falta de respeito, eu estou apenas tentando te ajudar , assim  a sua filha vai se tornar uma pessoa melhor !  - disse com paciência para a senhora, olhando calmamente para ela.

 

 

 

 

Margareth :  __  Não me venha com bobagens, sua imbecil , eu quero que a minha filha seja tratada como uma princesa de verdade, por que não atendeu o pedido dela ?  - disse com raiva para a moça, continuando a xingar ela , querendo saber o motivo para que a jovem em não atender o pedido da filha.

 

 

 

 

Melanie :  __  É que eu estava ocupada com as minhas tarefas para o meu chefe , que não tive tempo para isso !  - disse em resposta, mantendo se firme com a senhora, ouvindo mais um grito vindo da menina que estava perto delas.

 

 

 

Volpina :  __  Eu quero o meu sorvete de flocos, por que não me atendeu agora ? -  voltando a fazer o seu pedido, fazendo muita birra , olhando nervoso para a jovem.

 

 

 

 

Margareth :  __  O que está esperando , sua imbecil, vá atender o pedido da minha filha !? -  olhando feio para a jovem, exigindo para que as coisas sejam feitas naquele momento.

 

 

 

 

Melanie :  __  Não é bem assim, senhora Rossi , a sua filha vai ter que esperar mais um tempo, temos que tirar as fotos com o parceiro dela, mas não vamos conseguir nada , com  a sua filha simplesmente quebrado tudo em seu caminho !  - disse com paciência para a senhora, olhando preocupada com o comportamento hostil da modelo.

 

 

 

 

Margareth : __  Escuta uma coisa, sua vadia, o que a minha filha quer, é um simples sorvete de flocos, quando a minha filha pede a algum empregado meu, eles fazem imediatamente , do contrário de você, que está fazendo que a minha filha perca o seu tempo !  -  disse irritada para a fotografa , olhando feio para ela.

 

 

 

 

Melanie :  __  Isso é bom, mas eu trabalho para uma outra pessoa, vamos fazer um acordo, assim todos vão sair ganhando !  - disse para a senhora, olhando com cautela para a senhora nervosa com ela , querendo fazer um acordo com as duas.

 

 

 

Margareth :  __  Não estou interessada em nenhum acordo bobo, eu exijo que sirvam sorvete de flocos á minha filha !  - disse azeda para a jovem , olhando mortalmente para ela ,voltando a  fazer exigências .

 

 

 

 

Melanie :  __  Eu já te disse que eu não trabalho para a senhora, eu tenho muito o que fazer , também os outros estão ficando com medo da sua filha ,por favor, controle ela !  -  disse para a senhora, implicando para que a senhora atenda o pedido.

 

 

 

 

Margareth :  __  A minha filha só vai se comportar , quando vocês dão o sorvete de flocos á ela !  - disse para a jovem, começando a fazer chantagem com ela.

 

 

 

Melanie :  __  Sabia que isso que está fazendo , é chantagem ? - disse para a senhora, ficando completamente nervosa com a falta de colaboração das duas .

 

 

 

 

Margareth :  __  Não, eu quero que a minha filha seja bem tratada aqui, eu não aceito um ‘’ não ‘’ como resposta !  -  disse em resposta, olhando sério para a mulher.

 

 

 

Volpina :  __  Eu quero o meu sorvete de flocos, eu quero , quero , quero .... !  -  voltando a pedir pelo sorvete, fazendo uma forte birra , batendo os pés no chão.

 

 

 

Margareth :  ___  Está vendo, a minha filha quer o sorvete dela agora, então manda logo !  -  disse para jovem, mandando nela que nem fosse a sua empregada, gesticulando para ela.

 

 

 

 Melanie :  __  Eu já te disse que eu não trabalho para você , por favor, controle a sua filha, porque senão, a sessão de fotos vai estar arruinada !  -  disse com calma para a senhora Rossi, olhando ansiosa para ela , tentando-se manter calma.

 

 

 

Margareth :  __  Não vai ter  a essa sessão de fotos vadia , se o pedido da minha filha não for atendido !  -  disse em um tom de ameaça para a jovem , olhando feio para ela.

 

 

 

Melanie :  __  Está bem,  a sua filha vai ter o seu sorvete de flocos ... !  -  disse para a senhora, cedendo a vontade da Volpina, olhando sério para a senhora.

 

 

 

Margareth :  __  Obrigada mesmo, Melanie, agora vá embora !  -  disse para a jovem, gesticulando ao ordenar para que ela fosse buscar o sorvete para a filha.

 

 

 

 Melanie :  __  Por nada, senhora Rossi .... !  -  disse para a senhora, dando de costas , começando a ir embora para pegar o sorvete.

 

 

 

Melanie :  __  Tomara que essa pirralha chata , mimada , se sufoque com o sorvete, porque tanto ela , como a mãe dela, são insuportáveis !  -  disse para si mesma , desejando a morte prematura da Volpina.

 

 

 

 

Margareth :  __  Pronto, meu amor, a moça já vai trazer o seu sorvete !  -  disse para a filha, ficando feliz pelo pedido da filha fosse realidade ,sorrindo para ela.

 

 

 

 

Volpína :  ___  Eba, obrigada , mãe !  -  disse em comemoração com o seu pedido realizado , agradecendo a mãe por tudo.

 

 

 

Margareth :  __  Por nada, minha bonequinha !  - disse para a morena, olhando sorridente para a filha.


Notas Finais


me desculpe por algum erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...