História Um amor sombrio e misterioso (Infi x Shin) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Revelaçoes
Visualizações 7
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Perdão pelo erros de português , boa leitura 😌🙌🏻

Capítulo 2 - Um novo lar (Visão do infi)


Fanfic / Fanfiction Um amor sombrio e misterioso (Infi x Shin) - Capítulo 2 - Um novo lar (Visão do infi)

' Infi tinha acabado o horário e turno de seu trabalho na sua consulta com uma mulher , ele pegou as coisas e as ajeitou assim colocando numa mochila pequena ele acenou para seus colegas de trabalho assim saindo do local , ja tinha pego seu pagamento mensal com o seu chefe na sala de administrativa caminhando em passos calmos , Ele foi chegando sua casa finalmente? ou não... O garoto de cabelos pretos assim que virou a esquina logo viu que na frente da casa do seu pai teria malas e algumas sacolas estavam do lado de fora , Ele correu até elas assim vendo que era suas coisas , quando olhou de relance para a porta tinha um bilhete o mesmo o puxou da porta retirando-o e lendo em seguida : 

"— Escrevi sai correndo , pau no cu de quem ta lendo ” - Narrador

* Cof cof Take 1 👺 *

"— Casa a venda *Tinha um numero logo abaixo que era de seu pai* ” 

' Infi olhou pro lados assim riu de leve como aquilo fosse uma pegadinha, mas na realidade mau sabia que era verdade e que seu pai tinha o despejado pra fora '

— Cadê as câmeras? Hahahah muito engraçado , pai. 

' Infi colocou a mão na maçaneta e a girou mas a porta não abria, assim ficando nervoso ele aplicou um chute na porta assim suspirando e descendo as escadas pegando suas coisas. Perto de uma das sacolas tinha um papel escrito e caiu quando o adolescente puxou a sacola , Então ele logo leu. '

"— Desculpa filho...- "

' Infi parou de ler assim amassando o papel e o jogando na lixeira , o mesmo tinha a expressão de raiva mas logo suspirou de leve e passou um pouco assim ele saiu correndo pra longe da casa , tinha dado um trovão e o tempo estava dando um sinal que iria chover. Parou em frente a uma cafeteria assim entrando nela e sentando em uma das cadeiras '

— Aquele filho da .... 

' Ele se conteu para não xingar na cafeteria pois as pessoas voltariam a atenção ao mesmo , então ele se controlou abrindo as sacolas e guardando o seu salário no bolso esquerdo , lá dentro tinha suas roupas , acessórios como anel e o seu celular e alguns mantimentos como comida e água , olhando a chuva cair a atendente da cafeteria ofereceu os algum café para ele mas o garoto recusou , logo entrava uma pessoa de cabelos azuis no local assim reparando nas malas dele , então essa pessoa se senta na frente do mesmo e fala : 

“— Vai viajar rapaz? - Falou o homem de cabelos azuis 

— Não vou não ...- Infi respondeu sério e com um pouco de raiva entre suas palavras

“— Então qual o motivo das malas? - O moço apontou com o dedo indicador

— Bem, É uma longa história... 

' Infi tinha contado o que tinha acabado de acontecer com o mesmo para o homem de cabelos azulados , assim o moço ficava com dó menor estendendo um endereço e um cartão. Assim o outro pergunta : 

— Oque é isso? - Infi ficou confuso com oq tinha recebido do homem desconhecido .  

“— Isso é um endereço de um apartamento onde você pode alugar um quarto lá por uns dias , o preço é bem barato 

' Infi segurou cartão e olhou lendo e vendo o endereço assim olhando de relance para o homem , ele acenou com a cabeça fazendo um sinal de "sim" logo falando :

— Ok...isso é minha única opção num momento como esse 

"— Perfeito! , posso te levar lá de carro se quiser - O homem parecia feliz por o outro aceitar sua proposta , então ele se levantou da cadeira e fez um sinal com as mãos para que infi o seguisse até o carro, 

' Infi seguiu o homem levando suas malas e suas coisas colocando seu celular no bolso , assim suspirando de alivio afinal tinha  conseguido uma moradia , melhor do que morar na rua ou dormir nela. Ele entrou no carro assim os dois sairam até o apartamento chegando lá assim que o adolescente saiu do carro o moço pisou fundo no pedal vazando de lá , infi ficou confuso mas nem ligou assim entrando na recepção falando com a atendente :

— Olá ..tem algum quarto que eu possa alugar? - Ele perguntou 

'— Claro ! Temos somente o quarto 202 que está vago - A atendente sorriu 

— Ótimo, parece meu dia de sorte ...- Infi retirou um dinheiro do bolso que era seu salário , assim entregando para a moça e preenchendo alguns papeis assim que terminou e estava tudo certo , a atendente estende o palmar logo mostrando a chave : 

' — Aqui está jovem , aproveite seu quarto 

— Obrigado ..- Infi pegou a chave do quarto e foi até o elevador assim apertando o botão o chamando , logo um ser misteriosamente de cabelos esbranquiçados e olhos vermelhos apareceria bem do seu lado , ele percebeu olhando de relance que na sua direita estava uma sacola de cor preta mas o mesmo ficou quieto na sua esperando o elevador chegar. Após alguns minutos o elevador desceu e abriu assim ele entrou o ser que tinha aparecido entrou junto com ele, e ficou parado parecia que ele iria ao mesmo andar que o outro , com curiosidade ele perguntou : 

— Errr..você vai em que andar ? - Infi perguntou com um pouco de receio 

-- Vou ao quarto 201...no 3 andar - A voz dele parecia um pouco grossa 

— Ah! então você é meu vizinho de quarto? Eu aluguei o quarto 202 ... 

' O garoto de cabelos brancos parecia ter ignorado a fala do outro assim apertando o botão pro 3 andar , logo o elevador começou a subir , infi ficou calado depois que deu a entender que a coisa que estava do seu lado não era muito de conversar. Então após alguns segundos o elevador parou abrindo a porta, o ser de cabelos brancos saiu em passos rapidos indo até o quarto e entrando lá o trancando levando a tal sacola , Infi apenas se retirou do elevador também onde foi pro seu quarto colocando a chave e abrindo assim entrando : 

— Lar doce lar... - Infi respirou o ar daquele local era silencioso e calmo , muito diferente da sua casa antiga assim ele foi ajeitar as malas e suas coisas por sua nova moradia , quando terminou se jogou na cama assim bocejando ja estaria a anoitecer : 

— Tomara que o dia de amanhã seja melhor .. - Infi colocou o dispertador pra funcionar logo adormeceu na cama assim dormindo 

Passou algumas horas depois...

' Um barulho forte teria vindo da parede ao lado da cama , infi logo acordou assustado pelo barulho assim dizendo baixinho : 

~ Mas que porra é essa , que caralhos foi esse barulho

' Outro barulho forte tinha vindo da mesa aonde estava o abaju '

~ ...Isso está acontecendo do quarto 201? mas esse quarto é daquele garoto que encontrei na porta do elevador ..oque será que ele está tramando? - Infi saiu da cama assim foi até a porta do seu quarto abrindo ele com a chave em passos calmos ele foi chegando até a porta do quarto 201. Ele então curioso se agachou vendo se via alguma coisa por debaixo da porta , até que derrepente alguém chega por trás e coloca a mão no seu ombro [....]


Continua . . .



Notas Finais


'>' Foi curta não?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...