1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor temeroso >
  3. Colapso mental

História Um amor temeroso - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oiee gente, espero que gostem do capítulo. se houver erros de portugues, por favor, noticiem!!!!

Capítulo 6 - Colapso mental


Fanfic / Fanfiction Um amor temeroso - Capítulo 6 - Colapso mental

                Zack ficou encarando tifa, impressionado com a beldade que estava diante de si, porém, não tão angelical como alguém que conhecera por meio de eventos inesperados, nenhuma jamais superaria aquela que residia em sua memória, sonho e coração. Se perguntava o quão louco essa acharia que ele estava. Para o moreno, seu melhor amigo havia morrido durante a batalha que teve contra um grande agrupamento de soldados da Shinra enquanto escapavam, seu amigo estava debilitado de envenenamento por mako, não conseguia lutar, e zack se culpava por não ter o protegido.

                -Então... – dizia tifa, interrompendo os pensamentos desse. Ele apesar de um pouco perturbado ainda sobre a situação, logo presumiu que algo havia de diferente no percurso que havia tomado, algo estranho aconteceu quando seguiu aquele homem repugnante. Logo deu um sorriso galante, para que seu nervosismo ficasse oculto.

-o que ele tem? –inquiriu o EX-SOLDIER, de maneira arrogante e prepotente, virando sua cabeça para Cloud.

-Ele.... eu... eu... não sei- respondeu tifa desapontada- parece algo... relacionado com suas memórias... de você... e daquele homem de cabelos prateados -terminou. O moreno então andou na direção de cloud, com seus punhos cerrados.

-vamos esperar alguns dias, vamos ver se ele vai melhorar... - disse zack, com uma voz seca- enquanto isso, me diga o que aconteceu com ele, e me diga a história de como vocês se encontraram após o incidente de nibelheim-terminou, de forma áspera, com um tom de superioridade. Tifa, apesar de demonstrar resistência, aquele homem não parecia representar ameaça, muito pelo contrário, seus modos não estavam muito distantes de certo alguém.

                 A morena começou a lhe dizer sobre quando o encontrou em uma estação, de como esse estava perdido, e que havia lhe chamado para fazer parte de um serviço para Avalanche.  Disse em como ele se descrevia como um EX-SOLDIER de 1ª classe, o que era incontestável, devido seus olhos mako. Disse sobre seu lado implacável, e sobre sempre ter aquele orgulho, prepotência, soberba e honra de ter sido parte da SOLDIER. E começou a falar sobre o quando discutiam certos detalhes, parecia estar contando a versão do moreno das histórias, e não as do próprio, ao menos até onde ela sabia, quando começavam a discutir sobre Nibelheim. Continuava contanto que, esse havia assumido uma vontade de se tornar um mercenário, e que havia começado a trabalhar para as favelas dos setores, ajudando inúmeras pessoas. Zack parecia estar atento aos detalhes, percebeu logo de cara o que havia de errado, mas em nada se pronunciou. Por fim, terminou os contos de suas histórias com os ataques aos reatores, cloud se vestindo de mulher para salva-la, o que rendeu ao moreno boas risadas, e sobre a queda da placa do setor 7. Quando a morena finalmente terminou, ele se levantou, e se dirigiu a porta de saída.

- por qual razão ele sofre tanto quando pensa em você? – perguntou tifa

-Retornarei em breve- disse Zack- ...cuide dele- terminou, indo embora, ignorando a pergunta da morena. Zack estava pensativo sobre tudo, porém, de uma coisa sabia, sua amada também estava viva, e precisava protege-la, aerith estava viva, e assim que o loiro acordasse, ambos precisavam ir resgata-la. Foi em direção ao subterrâneo mencionado pela moça de olhos vermelhos, para pegar uma velha amiga sua que eles tinham deixado lá, sua amada espada, de seu mestre, Angeal.

                A morena claramente se irritou com aquele comportamento arrogante e cheio de soberba, mas claro que aquilo lembrou ela de alguém, logo olhou para Cloud, e então teve certeza, eram realmente parecidos, esse novo Cloud e aquele homem. Porém, não conseguia sentir o esplendor que em vários momentos sentiu com o loiro.  Ela começa a andar em direção a cama e sentou-se do lado do loiro, seu rosto estava em paz, queria que esse acordasse logo, que ele melhorasse. Lembrou dos momentos breves que tiveram antes, aqueles que a enchiam de paixão, quão bom foi o sentimento que lhe dera os lábios daquele nos seus. Colocou sua mão em sua face, dando lhe carinho, mexendo em seu cabelo, a morena inclinou seu copro, dando um beijo na testa de cloud, e em seguida colocando seus lábios sob os dele. A jovem de cabelos negros parou um momento perto dele encarando-o, encostou sua testa sobre a dele, e em seguida sentou-se na cama, e puxou o loiro para seu colo, continuando a dar para ele uma série de carinhos, continuando a mexer no seu cabelo, esperando que logo voltasse pra si.  Contudo, não demora muito para que essa ceda ao cansaço, e caia em um sono profundo.

                A mente de cloud estava fragmentada, coisa que nem tifa, nem zack sabem.  Após os eventos, com um número inconcebível de imagens, momentos, memórias voltando a si, o loiro tinha sua mente entrando em colapso. Não era capaz de juntar suas memórias, sua mente estava adoecida por sua falta de capacidade de compreender as informações jogadas a ela. Não era capaz de dizer quem era ele.

                Quando tifa finalmente acordou, via o loiro olhando para o teto, de olhos abertos, começou a se alegrar pelo despertar desse.

- Cloud... acordou? - perguntou tifa, docilmente –como você está? – terminou. No entanto, apesar de tê-lo chamado, esse nada aquele respondeu. O loiro parecia continuar olhando para o teto, sem aparentar nem ao menos ter ouvido ela, sem aparentar estar pensando, ou consciente.

-Cloud?- perguntava tifa, mais alto- Cloud... Cloud.... Cloudd.... CLOUD- chamava, e chamava tentando aumentar sua voz a cada pronuncia. Porém, em nada respondia o loiro, a morena passou a sentir lágrimas escorrendo de seus olhos, percebia que ele não tinha consciência, que ele estava mal, estava doente. Mexendo ainda nos seus cabelos- não se preocupe- dizia chorosa- eu vou cuidar de você... não importa o que aconteça- terminou.

                Cloud não se movia, ou respondia ou fazia qualquer ação. Parecia somente olhar de forma vazia para o teto e respirar. Era como se estivesse vivo, porém sem vida.  Tifa estava muito abalada, não conseguia pensar em viver sem ele, ainda mais agora. Permaneceria cuidando dele, enquanto estivesse viva, o estado dele pouco importava...pois...o amava... o amava mais que tudo... não poderia perder mais um que residisse em seu coração, ainda mais, aquele que era pilar de sua vida, aquele que residia da forma mais profunda naquele, cuja falta transcende a de todos os outros, aquele que em sua ausência... de alguma forma...sentisse que não poderia mais viver... que seu mundo... desabaria sem ele.

                Mais cedo naquele dia, quando zack saiu do quarto de ambos, indo em direção ao seu maior presente, aquele recebido de seu mestre, caminhava pensando nos eventos que haviam acontecido consigo. Não poderia explicar de forma correta, pois, não entendia o desdobramento dos eventos. Tantos vivos, que supostamente estavam mortos. Lembrava- se de uma batalha, em que ele defendia seus sonhos, sua honra como SOLDIER. Lição por ele muito herdada de seu tutor e mentor, Angeal. Lembrava-se que estava em uma última batalha contra sephiroth, no entanto estava ferido, incapaz de derrotar o homem de cabelos prateados, ele era muito poderoso, mais do que imaginava. Começou a se recordar que surgira uma grande quantidade de seres monstruosos, com capas pretas, rodando o local, girando por toda parte, quando o antigo herói da shinra, em um só movimento de sua grande katana, masamune, destruiu a todos naquele único golpe.  Momento no qual, acabou surgindo um feixe de luz branco, e quando se deu conta, estava no meio dos escombros no setor 7, com seus ferimentos e sem sinal de seu oponente.  Havia se encostado em algum canto, e com seus suprimentos, havia iniciado uma série de tratamento de suas feridas, rasgando pedaços de sua roupa, e os usando para cobrir os suas enfermidades. E partiu andando para o setor mais próximo, que era o 6, onde estava ouvindo histórias de um EX-SOLDIER  de 1ª classe que havia derrotado inúmeros inimigos com uma mulher de cabelos castanhos, no torneio de don corneo, e que agora, hospedava-se em um hotel, um homem de cabelos pontudos amarelos, e com uma espada grande, a descrição muito era parecida com um falecido amigo seu, apesar de se mostrar resistente a essas ideias, preferiu checar. E de fato eram verdadeiras, quando estava em sua frente, porém estava tudo errado, tifa estava lá também, ela havia, pra ele, morrido no reator mako do setor 5, ao menos, até onde se lembrava.

                Apesar de confuso, continua a seguir em seu caminho, estava de pé em frente a um lugar que muito visitava com alguém especial a ele, um escorregador que embaixo havia um caminho secreto até o setor 5. Dava uma risada ao se lembrar desses tempos, havia caído praticamente do céu na vida daquela jovem moça. Logo desviou aqueles pensamentos e desceu para a passagem, e começou a caminhar na direção em que pretendia. Conforme fora andando, dentro de 30 minutos de caminhada, já viu seu objetivo principal, sua espada, buster blade, ali abandonada. Pegou-a, colocou em suas costas, e seguiu seu caminho ao setor 5. Aquele caminho, que havia sido mostrado a ele por sua falecida namorada, era um atalho que sairia logo atrás da casa dela.

                Após quase uma caminhada de 7 horas, finalmente chegou ao fim, estava diante de uma cachoeira a sua frente, uma que se de lá saísse, já estaria perto de uma antiga lembrança. Precisava averiguar se estava na casa dela aquilo que procurava, algo de extrema importância para sua batalha, algo que salvará tudo, apesar de que não sabia se o mundo em que estava era realmente o seu, pois, tudo parecia estar diferente em certos aspectos. Procurava um certo tipo de materia, uma chamada holy, uma materia branca que somente ela teria, somente aerith. Começou a caminhar em direção a casa, porém algo logo de cara parecia errado, as janelas da casa estavam quebradas conforme via a certa distância, começou a correr pelos campos floridos que a menina de cabelos castanhos cultivava, e adentrou na casa, sem resistência alguma, pois a porta já estava aberta, e para sua infelicidade, sua primeira visão fora sangue, e em seguida, a mãe de aerith no chão, morta, decapitada, e sua casa aos pedaços, destruída, como se procurassem por algo. O homem de cabelos negros sentia-se péssimo, não pode fazer nada para impedir essa calamidade, começou a andar pela casa, e via então fotos daquela que um dia muito amou, porém, aquele homem, aquele pretenso herói da shinra usurpou-a da vida, tirou aerith dele, usurpara ele dos momentos que tiveram juntos, começou a cerrar seus punhos com força, com tanta que parecia que suas unhas entravam na carne e começava a  fazer feridas e sangrar,  e começou esse a escorrer pela sua mão a pingar seu sangue no chão, a única coisa que conteve momentaneamente sua raiva foi saber que ela estava viva, capturada pela shinra, não sabia se era a sua aerith, mas não podia desistir. Pegou as fotos, e guardou em seus bolsos, queria manter pra si a memória. Pegou o corpo da mãe de sua amada, e deu a ela um enterro digno, um junto as flores da filha que tanto a deixava orgulhosa e feliz, da filha que fizera companhia a aquela quando na perda de seu amado marido. Ficará ao menos feliz nesse pós vida do lifestream, sabendo que repousa ao lado de uma das maiores paixões de sua filha.

                Zack, apesar de entristecido, partia de volta ao hotel, queria ver o estado do amigo, precisava da ajuda dele para resgatar aerith, não conseguiria entrar lá sozinho, ou apenas com tifa, apesar de conhecer que era habilidosa em batalha, não era forte o suficiente para que ambos adentrassem na shinra e resgatar sua amada, ainda era estranho esse pensamento ao moreno, pois, até pouco tempo atrás, estava morta para si e para o mundo.

                Tifa mesmo após horas encarava o loiro, incrédula da condição dele, será que se estivesse ficado quieta, teria evitado aquilo? Será que foi sua culpa? Se remoía de culpa, e não queria largar ele de seus braços. Em seguida, fez uma ligação ao atendimento para que deixassem uma cadeira de rodas em seu quarto, que não demorou muito para o fazerem, e atenderem às suplicas de ajuda para colocarem-no naquela cadeira, e assim a ajudaram. A moça de cabelos negros não se aguentava de chorar mais, não aguentava ver ele daquele jeito. Porém dava-lhe comida na boca, fazia-o beber. Não saia dali, sentava ao seu lado, bem como deitava junto a ele também. E sabia que não poderia ali remanescer para sempre, o que a fez perceber da necessidade daquele homem retornar, se for realmente o amigo de cloud, ele a ajudará a leva-lo para algum lugar, ao menos que seja um lugar que poderiam ficar sem problemas financeiros, e também seguros, até que o loiro melhorasse, ao menos, assim esperava.

O homem de cabelos negros se aproximava novamente do hotel, estava com um pressentimento ruim, que pouco sabia que estava correto até alguns momentos depois. Tantas coisas lhe pareciam diferentes, não demorou para acreditar que estava em outro mundo, e pelo que olhava, um melhor do que aquele em que vivia, em que sua amada estava morta, seu melhor amigo também junto com todo outro grupo de pessoas que havia conhecido. Aquele mundo que se lembrava parecia estar no fim, queria entender qual a participação daquelas monstruosidades pequenas, com capas pretas tinham no contexto, porém viu que aquelas não eram exclusividades de seu mundo, ao menos pelo que aparentava, pois já havia visto pelo menos duas dispersas pela cidade em que estava, o que diabos seriam aquelas coisas, se perguntava.

A porta do quarto estava aberta, o que naturalmente havia preocupado zack, ele então pegando sua grande espada em mãos adentra o local, com seus passos naturalmente fazendo barulho devido ao peso que consigo carregava. Chegando viu tifa deitada com sua cabeça sobre as pernas do loiro, enquanto esse com seus olhos abertos, boquiaberto, nada fazia ou se mexia, apenas estava acordado sem aparente sinal de vida. Logo percebeu que seu amigo estava péssimo, parecia até envenenamento nako, porém, pior. Abaixando sua espada é a encostando na parede, logo em seguida fechando a porta pensativo, sobre o que farão a seguir, mas nada podia fazer antes de tifa acordar, e essa parecia exausta com os cuidados que o loiro necessitava, bem como o impacto daquilo havia lhe dado, com sua face molhada de lágrimas, e sussurros desacordados.

Ao despertar, os olhos de tifa percorreram pela sala, e logo viu zack descansando sentado ao chão, encostado na parede ao lado da espada de cloud. Não muito depois, já começou a procurar os olhos do loiro que tanto amava, esperando que esse estivesse melhor, porém nada foi alterado, deixando-a naturalmente com um humor tristonho.

-zack- chamava tifa, fazendo o homem a acordar e encara-la com seus olhos azuis mako- precisamos leva-lo para um lugar seguro e barato, aqui é um lugar que não podemos ficar, não temos dinheiro o suficiente- falava tifa com certo tom de desespero.

-Está tuda destruída a casa dela... de aerith... acabei de retornar de lá- é possível ficar em uma das camas... mas demorará para arrumar toda aquela bagunça – respondeu o EX-SOLDIER ainda sonolento.

-A mãe dela? – perguntou tifa, porém quando fez a pergunta zack olhou para o lado, dando a resposta a tifa- Entendo... foi... a shinra? – terminou com uma voz ainda fraca.

-Não sei... mas... acho que não- respondeu zack preocupado.

-vamos lá para a casa dela... é tudo que podemos fazer... tentar arrumar o lugar, ao menos por hora... temos que dar um jeito nele- continuou zack, com tifa concordando. E dali partiram.


Notas Finais


eae galera espero que estejam curtindo!! o que acharam???? estão gostando????? estou resetando o prazo de 7 dias para novo cap!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...