1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor Unico >
  3. Capítulo 21

História Um amor Unico - Capítulo 21


Escrita por: e story_binuel


Capítulo 21 - Capítulo 21


Fanfic / Fanfiction Um amor Unico - Capítulo 21 - Capítulo 21

Caio on

Depois que o meu irmão saiu simplesmente correndo, eu sai do quarto para procurar o meu sobrinho e pensei que ele estaria no quarto com a mãe dele porém quando eu chego lá eu não acho ele.

Eu vou para o quarto do meu pai ver se ele estava lá, porém ele não estava em lugar nenhum assim como o meu irmão.

Eu fico pensando que talvez o Manuel tenha pedido desculpas para o filho e tenha saído com ele para algum lugar, porém eu sinto que também tem alguma coisa muito errada acontecendo.

Bia: O que esta acontecendo??

Eu não poderia dizer que estava suspeitando que o Tommy tinha sumido, então eu digo que ele saiu com o meu tio Léo que realmente não estava aqui em casa.

Mesmo desconfiada ela acreditou em mim, só que tenho que arrumar um jeito de achar o Manuel e o meu sobrinho antes que o meu tio Leo volte para a casa.

Eu pego a minha carteira e o meu celular, em seguida eu vou para o meu carro procurar o meu sobrinho e o meu irmão que eu não sei que foi..

Sinceramente eu espero que o Manuel não suma com o meu Sobrinho, por que se não vai dar muita merda para o lado dele.

Eu começo a procurar ele só que o grande problema é que já estava escurecendo e até agora eu não tinha encontrando ele, imagina se a Bia descobrir que o filho simplesmente sumiu com o pai dele que não tem memória de nada.

Irmão sinceramente eu espero que você não esteja fazendo nada que seja prejudicar para o Tommy por que eu querendo ou não eu amo aquele garotinho e não posso perder ele e muito menos você irmão.

Eu vejo o meu telefone tocando, em seguida eu pego ele e vejo que quem está me ligando e o meu pai.

Caio: O que você quer pai??

Eu já estava ficando nervoso, por isso a única coisa que eu consegui falar era aquela.

Cauã: Filho, o Ângelo me mandou uma mensagem estranha eu não quero ir lá sozinho você pode me acompanhar filho???

Caio: Tudo bem, eu já passou ai para te pegar.

Eu desligo o telefone e vou para a minha casa, como o meu pai já está a do lado de fora a gente já estava no caminho da casa do tio Ângelo que esta a procurando a gente.

O estranho disso tudo e que no mesmo dia que o meu irmão some com o meu sobrinho, o Ângelo manda mensagem para o meu pai ir lá não sei fazer o que.

Tudo isso acontecendo junto esta me deixando muito preocupado, eu olho para o meu pai que parecia esta mais nervoso que eu.

Caio: Pai, o que você acha que o Ângelo quer com a gente?

Cauã: Vindo do seu tio eu espero qualquer coisa, tanto que eu achei melhor trazer as nossas armas em caso que ele tente alguma coisa contra a gente.

Eu acho que o meu pai precisar saber que o Manuel e o Tommy estão sumidos, talvez ele concorde comigo que esta muito estranho essas estória que o Ângelo quer falar com ele no mesmo dia que os dois sumiram literalmente.

Caio: Pai, o Manuel e o Tommy sumiram e eu já procurei por todo lugar e não achei eles você não acha essa estória meio estranha??

Meu pai fica me olhando como se tivesse confusso, depois de alguns minutos ele parece ter Racionado o que eu disse, logo após ele diz:

Cauã: Você acha que o Ângelo pegou eles??

Eu não tinha pensado muito bem, para mim tinha alguma coisa haver só que agora que eu fui racionar que talvez isso realmente tenha acontecido por que não acredito que o meu irmão iria simplesmente sumir com o meu sobrinho do nada.

Caio: Eu não tinha pensado nisso exatamente pai, mais pelo jeito que você está falando faz sentido por que e difícil acreditar que o meu irmão iria simplesmente sumir com o próprio filho.

Cauã: Olha agente tem que tomar muito cuidado quando a gente chegar lá, você sabe o tanto que o Caio e perigoso e pode nos machucar ou até mesmo o Manuel e o Tommy caso ele realmente esteja com eles.

Se o Ângelo estiver com eles eu vou acabar com ele, por eu já estou cansado dele mexer com a minha família.

Esse cara e um retardado que já tentou matar o meu irmão, e agora se ele tiver pegado os meus dois baixinhos eu acabo com a ração dele.

A gente vai ter que esconder as armas para que o ele não tente algum com os dois caso eles estejam lá, ainda faltava um bom caminho até a caso do Ângelo e agora eu estava sentido uma estranha sensação.

Não e qualquer sensação, sabe e aquela sensação que gêmeos sentem quando está prestes a acontecer alguma coisa com ele.

Caio: Pai, eu estou com falta de ar tem como o senhor dirigir por que eu acho que esta acontecendo alguma coisa com o Manuel que esta me afetando.

Eu paro o carro, em seguida eu desço do carro trocando de lugar com o meu pai ele até perguntou se eu queria ir embora para casa porém eu respondo que não.

O meu pai dirigia e as vezes perguntava se eu estava bem, agora a falta de ar estava um pouco melhor e por isso eu prefiro ficar um pouco quieto pensando no que pode estar acontecendo com o meu irmão que me afetou a ponto de eu ter uma falta de ar.

Quando a gente estava chegando perto da casa do Ângelo eu e o meu pai escutamos barulho de tiros vindos lá de dentro.

Em seguida eu vejo duas pessoas saírem da casa correndo, eles pareciam muitos assustados e eu ainda não tinham conseguido ver quem eram as pessoas.

Assim que eu reconheco as pessoas, eu desço do carro correndo e vou até eles. Um deles pareciam bastante machucado, e outro estava assustando mais estava ajudando a todo momento a outra pessoa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...