1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor Unico >
  3. Capítulo 26

História Um amor Unico - Capítulo 26


Escrita por: e story_binuel


Capítulo 26 - Capítulo 26


Fanfic / Fanfiction Um amor Unico - Capítulo 26 - Capítulo 26

Manuel on

Acabou que eu e Bia dormimos um pouco, logo a gente acordar e nos dois escutamos o meu irmão no quarto dele conversando com alguma garota que eu não sei quem é.

Eu e a Bia nos levantamos da cama, em seguida a gente vai para o quarto do meu irmão e encontramos o dois se beijando na cama.

Manuel: Não querendo atrapalhar você irmão, mas poderia dizer onde está o meu filho??

Os dois pareciam assustando com o que nos estávamos falando, por isso eles se separam um pouco e olham para mim.

Caio: Então eu tenho que contar um coisa um pouco seria para você.

Manuel: Pode dizer?

Caio: Meio que o Alex e o Ângelo estava atrás de mim e do Tommy e a única solução que eu tive foi jogar eles pelo penhasco que não teria como eles sobreviverem e o Tommy viu tudo eu sinto muito.

Eu olho para a Bia em seguida ela sorri para mim sabendo o que deveria dizer, logo eu sorrio para ela e digo:

Manuel: A gente sabe que você fez o melhor para o nosso filho irmão, tem coisas que vão acontecer que a gente não espera irmão entao o importante e que você conseguiu salvar o nosso filho.

Caio: Eu fico feliz que vocês não queiram me afastar dele, ele está durmindo no quarto do nosso pai e eu dizer que você vai ser tio daqui uns meses.

Eu nem sabia que o meu irmão tinha namorada, e agora ele aparece me dizendo que eu vou ser tio o que me deixar bastante confusso porém ao mesmo tempo me deixa feliz por ele.

Bia: Olha eu e o Manuel ficamos muito felizes por vocês dois, só que faça o favor de apresentar a sua namorada para a gente fazendo o favor.

O meu irmão se levanta sorrindo para mim, em seguida ele apresenta a namorada dele que segundo o se chama Bruna e ele conta varias coisas sobre ela e dava para quer a mesma estava com um pouco de vergonha da gente.

Eu e Bia resolvemos ir para o quarto do meu pai atrás do meu baixinho, a gente deixa o novo casal sozinho no quarto e vamos para o correndo que fica o quarto do meu pai.

Quando estávamos chegado lá eu senti uma dor muito forte da minha cabeça, logo um tanto de imagens apareciam na minha mente me fazendo lembrar de todas as coisas que eu vivo incluído o tempo que eu passei sumido com o meu pai.

Eu olha para a Bia em seguida eu dou um beijo na mesma, ela não estava entendo muito bem o motivo da minha felicidade e por isso quando eu termino de beijar ela eu olho para a mesma e digo:

Manuel: Eu me lembre amor, eu me lembre de tudo o que eu tinha esquecido.

Ela ficoi feliz por mim, eu vejo que ela literalmente estava preocupada comigo e que estava contente por agora eu me lembrar de tudo o que eu tinha Há esquecido.

Depois de uns minutos nos voltamos a nosso trajeto, logo a gente entra no quarto do meu pai e vê o nosso filho durmindo e o meu pai sentando ao lado dele vendo o nosso bebê durmir tranquilamente.

Manuel: Pai, você quer que a gente leve ele para o nosso quarto??

Cauã: Não precisa, só se vocês quiserem até por que eu não tenho problemas em ficar olhando o meu netinho.

Bia: Você parece estranho.

Cauã: A polícia me ligou hoje mais cedo, eu tive que ir até um lugar para reconhecer os corpos do meu irmão e daquele menino lá o tal de Alex. Os dois sofrem um acidente de carro muito sério, e acabaram morrendo e estranho por eu simplesmente não sinto nada ainda mais que do eu lembro de tudo o que eles fizeram a gente passar.

Eu posso contar uma coisa do meu irmão para o meu pai, por isso eu agradeço por ele cuidar do meu filho e eu e a Bia vamos para o quarto que ela estava durmindo.

Afinal eu não quero atrapalha o casal lá, e tipo o quarto que eu durmo e ligado com o do meu irmão o que faz as coisas ficarem bastantr tensas.

Já no quarto da Bia, a mesma fica nua e se deita de baixo das cobertas e logo eu também já estou lá abraçado a mulher que eu tanto amo.

Bia: Você está feliz com a nossa vida Manuel??

Manuel: Agora que eu me lembrei de tudo, eu começo a pensar que sim eu estou feliz por que eu tenho a mulher que eu amo e um filho que minha vida inteira. Além de ter vocês dois, eu tenho meu pai, meu tio Leo e o meu irmão gêmeo que sempre me apoiam em tudo o que eu faço.

Bia: Eu fico feliz que você pense assim meu lindo, eu posso dizer que eu sou a garota mais sortuda por ter você na minha vida e cada dia eu me apaixono mais ainda por você.

Eu beijo a Bia com um única certeza, que ela e a mulher da minha vida e que eu não quero perder ela jamais por que ela e o meu filho são os meu tesouro e não quero jamais perder eles.

Manuel: Eu sei que isso deveria ser um pedido mais fofo e romântico, mais eu preciso perguntar isso Amor, minha princesa você aceita se casar comigo??

Bia: Você nem precisa pergunta isso amor, saiba que a resposta sempre vai ser simm e sim por que eu só vejo a minha vida com você e como os nossos filhos.

Manuel: Quer dizer que a gente te vai ter mais filho, eu sinceramente gostei muito dessa ideia o que acha da gente já começar agora mesmo??

Bia: Eu adoro a ideia gatinho, mais para isso você tem que me dizer que me ama.

Manuel: Eu falo isso toda hora, afinal eu tenho o maior orgulho de dizer que você e a garota que eu amo com toda a convicção do mundo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...