História Um Anjo Demoníaco - YoonMin - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Namjin, Taekook, Vhope, Yoonmin
Visualizações 56
Palavras 1.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Plimeilamente: Desculpa MESMO o tempo em que eu sumi do mapa... Primeiro eu fiquei sem internet, depois sem celular e depois sem luz.

SEGUNDAMENTE: Que tal... Eu criar outra fanfic, porém de mini imagines aleatórios ou imagines hot? Podem escolher... Please...

TERCEIRAMENTE: Eu amo vocês ❤❤!

Então? Bora?

Capítulo 8 - Capítulo - 08 Pequena Crise de Ciúmes


Jimin levanta da cama delicadamente, para não acordar Yoongi, que dormia abraçado em sua cintura.

Jimin, quando já de pé, olhou o horário no celular do pálido, e colocou sua roupa íntima e uma camisa aleatória de Yoongi, que dormia serenamente.

Entre passos desnorteados e lentos, o menor chega na cozinha, onde senta-se em cima do balcão, de frente para a pia e de costas para a escada, e pega algumas cerejas para comer.

O garoto deitou sua cabeça para o lado, passando a mão em seu pescoço e fechando os olhos, enquanto mordia um pequeno pedaço de uma das cerejas que tinha pego.

– Bom dia... – Yoongi sussurrou no ouvido do menor, que se assustou e caiu no chão. – Nossa! Eu não sou tão feio assim! – O mesmo disse enquanto apoiava os braços no balcão.

– Bom dia... – Disse o menor enquanto levantava-se do chão junto das cerejas. – E também não precisava ter me assustado! Ao menos se fizesse algum barulho quando estives-! – O garoto foi interrompido por um beijo dado pelo pálido através do balcão.

– A culpa não é minha se você fica fofo quando está bravo... – Yoongi disse mirando os olhos do menor, que pulou do balcão para bater em Yoongi. – Calma... Tu sabe se eu te amo muito... – Yoongi disse subindo as escadas enquanto tentava se defender. – Socorro, o Jiminniie está me agredindo... Socorro...! Fofo...

– Ah! Vai se foder Yoongi! – Jimin disse quando ia descer as escadas de volta para cozinha, mas foi impedido por Yoongi, que o colocou contra a parede.

– Calma... Meu baixinho invocado... – Yoongi disse enquanto se aproximava do rosto do menor, que nesse exato momento queria socar a cara de Yoongi, se não estivesse com suas mãos uma a cada lado de sua cabeça.

– Eu não so-! – Novamente, ele foi interrompido por um beijo, só que dessa vez de língua. Yoongi não queria brigar com ele, muito menos... Acabar descontrolado de seu próprio demônio. Às vezes ele não tem controle sobre suas duas almas, muito menos quando está irritado.

Aos poucos, Yoongi intensificava o beijo, e desceu uma de suas mãos até a cintura de Jimin, que conseguiu tirar sua outra mão da de Yoongi, colocando os braços sobre o ombro do maior.

O maior pegou Jimin no colo que entrelaçou as pernas na cintura do mesmo, e Yoongi os levou para o cômodo mais próximo, o banheiro, fechando a porta e o colocando contra a mesma, anida em seu colo.

Jimin levou suas mãos da nuca até o rosto de Yoongi, onde as deixou nas bochechas do mesmo, e depois das bochechas, desceu as mãos para as costas de Yoongi, e arranhou de cima a baixo.

Jimin parou o beijo por falta de ar, e então, Yoongi começou a escurecer mais as marcas que já havia deixado no pescoço do menor.

– Y-Yoongi... P-para... – Jimin pediu entre gemidos, pedido que não foi atendido, pois o maior dessa vez, começou a morder forte o pescoço de Jimin. – P-para...

– Por que? – Yoongi perguntou enquanto mirava novamente os olhos do menor.

– Porque sim... – Jimin disse cruzando os braços logo após de descer do colo de Yoongi, que novamente, segurou os pulsos do menor, porém com mais força e um a cada lado do pescoço.

– Tudo tem um motivo, e se não tiver um motivo para parar, eu irei continuar... – Yoongi sussurrou enquanto voltava a morder o pescoço do menor, que começou a gemer alto pelas mordidas mais fortes que recebia.

Quanto mais forte a mordida, mais alto o gemido, então, para descansar um pouco os gemidos do menor, Yoongi deu início a outro beijo, um beijo mais intenso que o primeiro.

Jimin não tinha como escapar, muito menos argumentos para usar, e mesmo contra sua vontade, ele ou terá de se entregar, ou tentar resistir.

– Jimin! Abre a porra dessa porta que eu já bati três vezes! – Hoseok gritou do lado de fora da entrada da casa, e Yoongi ficou emburrado.

– Vai pro quarto, finge que tá dormindo que eu abro para ele. – Yoongi disse enquanto ia para o quarto pegar uma camisa para esconder os arranhões.

– Beleza... – Disse Jimin sereno, sereno até demais, o que Yoongi estranhou, mas ignorou.

– E... Dá um jeito de esconder as marca do seu pescoço... – Yoongi disse enquanto saia do quarto do com uma camisa de manga cumprida.

– Oi... – Yoongi disse abrindo a porta para Hoseok.

– Oi... – Hoseok disse analisando perfeitamente o pálido. – Não está com calor vestindo uma calça jeans e uma camisa de manga cumprida?

– Não... Por que? – Yoongi indagou com a pergunta de Hoseok.

– Porque está um calor do inferno. – Disse Hoseok adentrando a casa. – E por que os dois não foram a aula?

– Ele acordou com asma e eu com bronquite... – Yoongi disse fechando a porta atrás de Hoseok, que sentou-se no sofá.

– Dá para chamar o Jimin? – Hoseok perguntou olhando para as escadas.

– Ele está dormindo agora. – O pálido o respondeu coçando a nuca e corando levemente, ato que fez Hoseok o analisar mais ainda. – O que foi? – Perguntou Yoongi indo para a cozinha.

– Por que ficou corado? – Hoseok perguntou, o que fez o pálido corar mais ainda.

– N-nada... – Respondeu Yoongi de forma envergonhada.

– Agora está gaguejando... – Hoseok fez o garoto novamente corar mais ainda, até que Jimin apareceu nas escadas com uma carinha de sono. – Apareceu o meu amigo que antes morreu!

– Bom dia... – Disse Jimin coçando os olhos e descendo das escadas lentamente.

– Bom dia! – Hoseok e Yoongi falaram juntos, e logo se olharam.

– Bom... O que pretende fazer a tarde? – Hoseok perguntou para Jimin que ficou curioso.

– Trabalhar... Por quê? – Jimin perguntou, analisando a carinha triste de Hoseok.

– Queria ir ao cinema com vocês... Nós sete... – Hoseok disse com um biquinho triste nos lábios.

– Podemos ir... – Disse Yoongi, atraindo os olhares dos que estavam presente ali. – Ele está com asma e eu com bronquite... A gente pode ir ao médico e depois nos encontramos no shopping...

– Ok! – Um lindo e largo sorriso se formou no rosto de Hoseok. – Vou ver o horário que mais fica melhor para nós encontramos... Tchau!

Hoseok disse saindo de casa saltitando.

– Idiota! Como iremos faltar o trabalho?! – Jimin perguntou enquanto se aproximava de Yoongi.

– Eu sei falsificar atestados médicos... Tenho diversas assinaturas de diversos médicos que já fui na minha primeira vez aqui na Terra... – Yoongi disse com uma cara de convencido.

– Tá né... – Jimin disse enquanto deitava-se no sofá.

– Quer algo para comer? – Yoongi perguntou e Jimin negou. – Ok... Eu vou comer é maçã! – Yoongi disse mordendo uma grande parte de uma maçã que havia pego.

(…)

– Cadê os outros? – Jimin pergunta enquanto procurava os outros pelo shopping.

– Não sei, mas tem uma coisa que não estou gostando... – Yoongi disse olhando de canto e discretamente para duas garotas que analisavam Jimin.

– Do que? – Jimin perguntou e Yoongi se aproximou, segurando a nuca do menor.

– Dias garotas estão te olhando... É isso não está sendo legal... – O mesmo fala para Jimin, que fica levemente corado. – E afinal... Como escondeu as marcas?

– Eu tenho base para a pele! – Disse Jimin mirando os olhos do maior.

– Aproveitando que os garotos não estão ou não chegaram... – Disse Yoongi, puxando Jimin para o banheiro.

– O que pretende f-! – O mesmo teria sido interrompido por Yoongi, com um selinho rápido.

– Nada de mais... – Yoongi respondeu com um pequeno sorriso malicioso no rosto.

– E-eu conheço e-esse sorriso Yoongi... – Jimin disse indo um pouco para longe do maior, até o mesmo bater de costas na parede. _ S-socorro... – Jimin disse enquanto virava o rosto para o lado e fechava os olhos.

Nesse mesmo instante, Yoongi deu uma pequena e forte mordida na divisa da bochecha e do pescoço do menor, o que fez o mesmo gemer baixo.

– Mais alguma coisa para marcar território?! – Jimin perguntou pouco histérico.

– Sim... – Yoongi disse dando-lhe um beijo quente, sem separar-se dos lábio do menor. Jimin tentava se separar, tentava, não conseguia, insistia, não aguentava, então, acabou se rendendo.

Antes de Yoongi separar-se da boca do menor, ele mordeu fortemente o lábio inferior do mesmo, deixando-o uma marca vermelha escurecida.

– ... Doeu... – Disse Jimin passando a mão no lábio.

– Óbvio que ia doer, eu mordi forte! – Respondeu-lhe Yoongi, com suas mãos na cintura. – Tá... Vamos ver se os garotos chegaram...

Enquanto eles saiam, Jimin já havia grudado os olhos em uma garota, que olhando para Yoongi, mordeu o lábio inferior.

– Mentira, vamos voltar rapidinho... – Disse Jimin puxando a mão mão de Yoongi de volta para o banheiro.

– Calma Jiminniie... – Disse Yoongi enquanto colocava as mãos para trás do corpo.

– Por que calma? Pra que?! – Jimin havia ficado histérico.

– Deixa eu ficar quieto... – Yoongi disse em tom assustado.

– Realmente... – Jimin disse mordendo fortemente o pescoço de Yoongi, que segurou o gemido para não precisar ter que explicar tal coisa para desconhecidos. Jimin, ainda na mesma marca, mordeu mais forte, o que fez Yoongi se ver obrigado a gemer, mas tentou não gemer alto.

– Oushi... Para uma pessoa fofa, tua mordida é bem forte! – Disse Yoongi enquanto passava a mão em seu pescoço.

– E? – Disse Jimin enquanto saia do banheiro, acompanhado de Yoongi.

– E aí que doeu! – Disse Yoongi pondo uma de suas mãos no ombro de Jimin

– E a mordida que tu deu na minha boca não dói?! – Jimin perguntou se virando para Yoongi e colocando suas mãos em sua cintura.

Enquanto caminhavam pelo shopping procurando os outros cinco, as garotas analisaram bem os seus "amores a primeira vista", notando as marcas em cada um deles.

(…)

– Yoongi... Por que tentou me beijar doze vezes no cinema? – Jimin perguntou curioso.

– Não posso? – Yoongi perguntou, e Jimin negou. – Interessante...

– Por que está fazendo essa cara? – Jimin perguntou analisando o sorriso malicioso de Yoongi.

– Por que talvez, a parte mais interessante possa começar... – Respondeu-lhe Yoongi, segurando levemente a cintura de Jimin, e dando início a um beijo calmo.


Notas Finais


Annyeong!!

Então... Desculpa se não ficou muito legal o capítulo e desculpa qualquer erro ortográfico (que eu sou nível hard em ter erros ortográficos)... E espero que tenham gostado (mesmo... Eu escrevi com o coração, demora, mas com o coração)!

Se quiserem, isso vai a critério de vocês, o próximo pode ser outro hot (o minha mente de lixão né??)... Como eu disse, critério de vocês (porque eu sou indecisa e insegura)...

Tchau, e até o próximo capítulo!

{\__/}
( * - *)
( >❤>


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...