1. Spirit Fanfics >
  2. Um ato do destino ( Imagine kim taehyung e sn) >
  3. Primeiros Passos...

História Um ato do destino ( Imagine kim taehyung e sn) - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


oii gente boa leitura pra voces!!! (vejam as notas finais) desculpem qualquer erro

Capítulo 14 - Primeiros Passos...


Fanfic / Fanfiction Um ato do destino ( Imagine kim taehyung e sn) - Capítulo 14 - Primeiros Passos...

Sua respiração contra meu ouvido, seu toque em minha cintura descoberta, nossas faces coladas uma a outra, eu com certeza estou arrepiada, e se você olhar bem de perto, vai notar minhas pupilas dilatadas, eu so tenho um certeza sob tudo que esta acontecendo...Eu estou meramente e estupidamente apaixonada por Kim Taehyung;
 Ele aperta minha cintura, logo depois repete o ato com minha mão, erguendo meu braço, ele tomba sua cabeça pra mais colada ainda na minha, fechamos um de nossos olhos miramos e BUM acertamos em cheio a cabeça do homem desenhando na tela de pvc, então ele se afasta de mim lentamente, logo descansando suas mãos no bolso 
Tae: agora, atire sozinha— voltei o olhar pra arma a me posicionei como ele havia  feito comigo, afastei as pernas, fiquei de lado, segurei a arma com uma mão so, tombei a cabeça de lado, mirei, puxei o gatilho, e acertei 5 cm de onde seria o cérebro do desenho, se fosse uma pessoa teria matado do mesmo  jeito mais eu errei, e como uma boa garota eu só competitiva, mirei de novo, puxei o gatilho, errei 2 cm dessa vez mais ta melhorando, restava mais 3 balas na arma, mirei, puxei o gatilho e atirei errei mais uma vez, jimin ja estava perto de mim se preparando pra me tirar a arma, e falar clichês de irmãos, mais pra minha surpresa sinto Taehyung me "abraçar" por trás colocando a mão em minha cintura e a outra na mão encima da arma, ficando na mesma posição que ele me colocara mais cedo 
Tae: Não se cobre muito, você precisa estar calma pra acertar o alvo — disse num sussurro em meu ouvido então ele se afastou me deixando sozinha de novo, fechei os olhos, respirei fundo, contei de um ate cinco, olhei pro alvo mirei e acertei em cheio, soltei um sorriso e olhei pro Tae que esta de braços abertos pra que eu que eu o abrassace, e assim fiz pulei em seus braços e o abraçei apertado,em meio o abraço vi de canto de olho as meninas baterem palminhas e dar pulinhos de alegria, no separamos do abraço, logo vi elas reseberem as pistolas, Jin fez a mesma coisa com Jisoo a abraçando por trás e a ajudando a atirar ele teve dificuldade pra pegar na arma, quanto Lisa tava muito agitada e ansiosa pra poder mexer na arma mal deixando Jungkook falar, já Rose e jimin super consentrados ela parecia absorver tudo que ele falava, Jennie fez parecido com Yoogi mais estava muito agitada....

            ~•Lisa on•~
Jungkook me entregou a pistola calabre, celibre? Calibra? A pistola Ca...sei la o que; Enfim eu a peguei e me posicionei igual nos filmes, Uau to me sentindo foda de mais!, bom mais esse não e o ponto, ele falou alguma coisa sobre me concentrar e bla bla, tudo bem eu to um pouquinho ansiosa pra atirar e não to dando a mínima pro que ele ta falando, na real? Ele ta pior que meu pai falando sobre “escolher o namorado certo”, bom eu mirei de acordo com o testamento literalmente citado por ele, bom separei as pernas, e segurei com as duas mãos na arma e me virei de ladinho, e tentei “relaxar” pra atirar, atirei? Atirei, acertei? Não exatamente...poise eu acertei em cheio o fio fino que segurava as placas, bom eu matei, ne? Ele caiu, vo considera que sim...bem eu me virei toda alegre pro Jungkook que se encontra com seu dedão e seu dedo indicador unindo as sombrancelhas com os olhos fechados, fiz merda ne? 
Lisa: eu matei, ne?—vi ele respirar fundo, e assentir lentamente com a cabeça de um modo sarcastico e desprezível
Jungkook: É, você mato!— disse soltando o ar, e me olhando sarcastico, com uma dose de impaciência, agora eu estava certa, fiz merda...ele me pegou por trás e me posicionou, logo se afastando, fiquei retinha que nem pedra, congelada nem respirava pra não sair da posição, sinto seu olhar sobre mim, e em seguida sua mão em minha cabeça, e a virando pra minha direita tendo a visão da mira na arma onde tinha algo que imitava uma cruz so que sem a parte do meio, usei a lógica e mirei o meio da cruz no cérebro do desenho me concentrei ate eu indentificar que era a hora certa pra puxar a alavanca, chamada de "gatilho", e acertei mais o menos não foi em cheio mais, agora sim, matei!, Me virei para o Jeon que me olhava dessa vez mais feliz ainda com a leve pontada da decepção, mais valeu 
Lisa: Eai?— falei toda animada, ele olhou pensativo
Jkook: Parabéns— disse estendendo a mão para que eu a apertace, formal de mais pra minha pessoa, não resisti e o abraçei com força me próprio tirando do chão, ele demorou um pouco mais cedeu e me abraçou também logo me descendo pro chão, e sorrindo, simpático! e... muito fofo, pe-pera ai, que que eu to pensando senhor? Lalisa manoban se organiza, se organiza...ele e gatinho!...mais, Não, não, e não, NÃO! N-A-O-~, não! 

           •Jisoo on•
Eu assim como as meninas eu resebi a tal arma, ainda não gostei muito dessa ideia, mais fazer o que, Jin me entregou a pistola, ela ate que e bonita...mais da medo, sim, eu estava tremendo, espero que Jin não note isso, ele me posicionou e eu tentei mirar, tive uma leve dificuldade ao pegar a arma, então me concentrei de alguma forma Jin me deixo um pouco mais calma do modo que ele me explicou foi claro me perguntando se eu entendi se certificado que em não tivesse nenhuma vírgula de duvida, ate perguntei algumas coisas como " se após o gatilho tem o impacto" ou "quais são os lugares que matam e os que apenas paralisam" bom me posicionei mais eu realmente estava tremendo, você deve estar se perguntando o por quê tanta tremedeira, simples alem de eu nunca ter tocado em uma arma, eu tenho medo de acabar machucando alguem sem querer, acho que ele percebeu meu nervosismo e ficou por trás e me olhou nos olhos meio que me pedindo permissão pra me tocar eu assenti de leve, ele colocou sua mão delicadamente na minha cintura, um pouco tímido mais firme, ele fez a mesma coisa com a minha mão a segurando firme contendo meu tremor ele ergueu meu braço e apertou minha mão acredito que na tentativa de alcançar o gatilho e foi oque ele fez, o puxou nos acertamos perfeitamente o alvo "na mosca", não pude evitar e sorri, ta bom eu fiquei feliz...me virei pra ele meio tímida, e sorrindo do mesmo modo, tímida, ele retribuiu mais diferente do meu seu sorriso era gentil
Jisoo: foi...—olhei pra baixo brincando com os dedos—foi, foi legal...— disse agora o olhando ainda um pouco timida 
Jin: É... é, foi sim...— disse simpático, e simplista, eu abaixei a cabeça e acariciei meu cotovelo simplista

          •Rose on•
Peguei a arma que a jimin me deu, levei a serio, tudo bem que de vez em quando eu parava de prestar a atenção pra admirar um pouco da beleza de Jimin...quis muito conhecer ele melhor depois de apresentar a escola a ele, bom tenho que ser boa nisso pra chamar a atenção  dele...quem sabe ele não me nota se eu for boa? Ele falou muito sobre manter a consentraçao no alvo e não perder o foco independente de qualquer coisa, ele disse também que se eu errasse não tinha problema algum, que sempre devia manter o foco e a calma pra acertar, com um pouco da ajuda dele posicionei, eu tinha reparado como a Sn havia atirado então a copiei de certa forma, respirei bem bem fundo e exclui todos ao meu redor ficando apenas eu e o alvo, cerrei levemente os olhos a vista deu uma leve desfocada mais se recuperou rapido, conti todo tipo de nervosismo e tomei impulso e puxei o gatilho, pra minha surpresa eu acertei em cheio a cabeça, sorri convencida, e olhei pro jimin que estava ao meu lado
Jimin: to impressionado...ja atirou antes?— disse com bajulação
Rosé: bem...talvez, bem talvez eu va todo sábado ao parque pra treinar o tiro ao alvo da barraca do hyung— ele sorriu um pouco surpreso e eu não deixei de retribui...ele era tão fofo...
         •Jennie on•
Resebi a famosa pistola calibre 22, fiquei nervosa, não por medo mais por ansiedade, 
Yoogi: pronta?— disse frio e com a arrogância visível em sua voz
Jennie: Talvez, vai me ensinar direitinho?— disse simpática com um sorriso acioso esboçado em meus lábios
Yoogi: se você não se comportar feito criança, eu posso tentar— disse seco, ingnorante! Puxa to sendo simpática, não da nem pra sorrir?
Yoogi: vamos logo acabar com isso— disse se virando
Jennie: grosso...— sussurrei pra mim mesma 
Yoogi: eu não sou surdo senhorita Jennie...—A jura? Não sabia! E agora eu sou senhorita? A me poupe fui simpática e esse grosso foi ingnorante...Aish, nem acredito que eu achava ele gatinho, ele ainda é mais e estupido, Aigoo, respirei fundo pra não explodir na frente dele e me direcionando ficando ao lado dele me possicionando igual havia visto as outras fazerem to muito agitada conferço mais eu vo conseguir, por que? Por que eu vo provar pra esse grosso que so boa so pra ferir o orgulho e o ego dele
Yoogi: e mais facil do que parece e so voce ficar...calma! e não ser, como eu posso dizer?... você— disse ainda seco,fiz uma careta de deboche, como eu vou ficar calma com esse garoto sendo grosso comigo? Ava, name lembro dele tão chato comigo no dia que tivemos que dividir a cama, no dia ele tava fofo e simpático,  me concentrei exclui, bom tentei excluir as fincadinhas da raiva so pra deixar ele de queixo caído....me acalmei um pouco mais que ja era o suficiente pra manter o foco, mirei tive uma certa dificuldade na mira mais não deixei isso visível, agradeci mentalmente por ir quase todos os sábados junto com Rose, obrigada por me obrigar a ir miga, esperei um pouco pra que tivesse certeza que a mira não sairia do lugar e atirei BUM acertei o coração, mirei mais uma vez e acertei a cabeça, ambos em cheio mais por capricho, mirei nos mesmos lugares so pra ter certeza, olhei pro lado sorrindo irônica
Jennie: acho que sou tão fria quanto você playboy!— disse com as mãos na cintura, deixando uma leve piscadinha e caminhando a te a mesa onde tinha o resto das armas e coloquei a minha la, senti seu olhar pesado sobre mim, missão comprida! Acabei com o ego dele, ha garota você e de mais, caminhei ate a Sn que me olhava contendo o sorriso
Jennie: eu sei, eu arrasei!— disse rindo, e a mesma se soltou rindo também
Sn: você e minha nova ídolo!— disse me abraçando ainda rindo dei tapinhas nas costas dela me exibindo, vejo as meninas se aproximarem da gente todas felizes,
Tae: vem mmeninas quero mostrar alguns brinquedinhos pra vocês— disse com um sorriso de canto torto, se virando e caminhando nos o seguimos claro...
      •Taehyung on•
Pedi que as me seguissem, francamente estou impressionado de como elas se sairam, atirar não e uma missão plenamente fácil, mais a maioria delas acerto em cheio no 2 tiro ou ate mesmo de 1°, vou levar elas a sala de equipamentos onde Namjoon e Hoseok estão, depois pretendo as levar a sala de reuniões pra dizer a responsabilidade de cada um e quem sabe dar a elas algumas, caminhamos ainda nos mantendo no subsolo, chegando a grande porta grossa de aço temperado e concreto, bom eu mandei porem indentificadores de digitais pra não correr o risco eu ja tinha colocado as digitais delas
Tae: suas digitais ja estão no registro, so nos 13 podemos entrar aqui!— disso um tanto quanto firme vi elas analisarem cada detalhe do andar pareciam captar tudo 
Lisa: Isso e de mais!— disse ela toda animada
Jisoo: mais o que tem ai dentro?— perguntou, eu sorri
Tae: vejam com os próprios olhos— disse colocando minha mão sobre o sensor fazendo as grandes e pesadas portas se abrirem...
            •Sn on• 
As portas se abriram revelando uma mesa central media iluminada em suas partes de meio, cobertas por equipamentos de todos os tipos sendo: bombas, facas...espadas? Arco e flechas? Estamos em que ano por a caso? 
Namjoon: bem vindas ao paraíso!— exclamou convencido, Eu e as meninas se aproximaram correndo ate a mesa observando cuidadosamente cada pesa 
Rose: o que e isso?— disse apontando para uma espécie de circulo pequeno
Namjoon: isso minha cara, e um silenciador de bala, igual a esse—disse pegando um circulo so que bem maior— porem este e um silenciador de granadas, bom fazendo jus ao nome ele serve pra diminuir o som da granada deixando apenas as pessoas próximas o suficiente ou seja dentro de 3 metros escultarem o som— disse um tanto quanto esnobe 
Rose: Ha...— 
Nam: deixe me apresentar essas belezinhas pra vocês— disse se aproximando de uma parte repleta por espadas e facas— bom essas como podem ver são nossas lâminas, catanas, facas medias, facões, kamas, Suyari— disse apontando pra vários tipos de facas presentes, logo caminhando pra parte eletronica— bom aqui ja temos nossos brinquedinhos— ele pega um óculos comum encima da mesa— esses meninas, esses óculos contem a maior tecnologia de toda Ásia e vai por mim diria que ate do mundo—
Jisoo: ta legal o que um óculos pode ter de tanta importância?— disse 
Nam: esperimente!— ele entregou os óculos a ela, e a mesma os colocou e arregalou os olhos logo em seguida
Jisoo: Co-como i-isso e po-possivel?— ele sorriu
Nam: eu avisei, deixe as outras verem também, ela entregou pra Jennie que também ficou de queixo caido, logo pra Rose que teve a mesma reação, logo depois a mim, como isso e possível?....


Notas Finais


oiii de novo, gente eu queria primeramente pedir desculpas por demorar a postar mais eu vo explicar o porque da demora no sabado minha criatividade tava 0 sem contar que eu tive que sair entao eu fiquei meio sem tempo mais eu consegui começar pelo oh menos, ja no domigo eu passei mal entao realmente eu nao consegui mais hoje eu acordei cedo e começei a escrever pra voces eu juro que quando faltar capitulo pra voces e por que alguma coisa aconteceu, enfim, eu nao tenho ideia do tamanho do capitulo ate le ser lançado entao se ficar curto me perdoem mais agora se ficar grande nao tem problema, e eu quero agradecer a W1sland ela me deu ideias muito boas, e vejam a fanfic dela tambem (https://www.spiritfanfiction.com/historia/garota-voce-nao-presta-19329310) ela e realmente muito boa vao la, bjs amo voces


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...