História Um bebê em minha vida - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow, Legião dos Super-Heróis, Supergirl, The Flash
Personagens Alex Danvers, Barry Allen (Flash), Brainiac 5, Cat Grant, Cisco Ramon (Vibro), Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Eliza Danvers, Felicity Smoak, Iris West, James "Jimmy" Olsen, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor, Maggie Sawyer, Mon-El / Valor, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Ronald "Ronnie" Raymond (Nuclear / Firestorm), Roy Harper (Arsenal), Samantha Arias (Reign), Satúrnia / Moça de Saturno, Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Amizade, Amor, Dark Over, Família, Filhos, Flash Reverso, Guardiancorp, Kara, Karamel, Mon-el, Nazistas, Olicity, Overgirl, Sanvers, Snowstorm, Supervalor, Terrax, Westallen
Visualizações 85
Palavras 794
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Cd


-Kara conta! -Mon-el diz, olhando para mim, vi seus olhos brilhando e lembrei do tempo que aqueles olhos brilhantes eram seguidos por vários beijos e elogios.

Flashback on:

-Amor cheguei! -Mon diz, ele fecha a porta do apartamento, vem até mim e me beija.

-Oi meu amor. Como foi no trabalho hoje? Espero que nenhuma piriguete tenha dado em cima de você. -Eu digo e sorrio para ele

-Ninguém deu em cima de mim Amor. E o meu dia no trabalho foi muito bom. E você? Como foi no seu trabalho hoje? -Mon pergunta e se senta ao meu lado

-Foi muito bom Amor. Só o meu chefe que vive pegando no meu pé, fora isso tá tudo bem. -Eu digo

Flashback off:

-Contar o que mesmo? -Eu pergunto, tinha esquecido o que estávamos conversando.

-Quem a Alex acha que são os pais da Alura. -Winn diz

-Não é ninguém. A Alex é que pirou. -Eu digo

-Eu pirei? Conta logo Kara! -Alex diz

-Aff! Tudo bem eu conto! -Eu digo

           Ouvimos a Alu chorar, peguei ela que já estava no colo da Imra, acho que ela se incomodou, ou melhor não gostou da Imra, fui até a Imra e peguei a Alu no colo.

-Pronto meu amor, não precisa mais chorar. -Eu digo, vi que todos me olharam espantados mas eu não liguei. -O que você acha de combinarmos uma coisa? Se você ficar quietinha e deixar a mamãe explicar para eles o que eu preciso explicar e depois, quando chegarmos em casa eu te deixo comer um pouquinho, mas só um pouquinho de chocolate. O que acha hein? Vai colaborar comigo? -Eu pergunto, vejo ela sorrir como se concordasse com a minha proposta. Coloquei a Alu no bebê conforto que estava em cima da mesa.

-Agora podemos conversar sem interrupções ou ela vai chorar de novo? -Imra pergunta, ela parecia não ter gostado muito da Alu mas eu não liguei, nem a Alu ligou, até porque a Alu também não gostou dela.

-Fiquem tranquilos ela não vai nos incomodar. -Eu digo

-Como tem tanta certeza? -Brainy pergunta

-Não sei. -Eu digo

-Conte logo Kara! -Imra diz em um tom um pouco grosseiro

            Eu expliquei tudo para eles, eles ficaram um pouco chocados, eu diria até que a Imra não queria acreditar naquilo, a versão do marido dela da Terra X era casado com a minha versão da Terra X.

-Então quer dizer que a Alura pode ser filha da Kara e do Mon-el desse tal de Terra X? -Winn pergunta

-É o que a Alex acha. -Eu digo

-E o que você acha am… Kara? -Mon pergunta, senti que ele me chamaria de amor.

-Eu acho que é impossível. Eu vi ele e ela morrem na minha frente. Ela explodiu e ele foi flechado bem no peito. Impossível eles terem sobrevivido e eles serem os pais da Alu. -Eu digo

-Eu acho possível. Você mesma disse que eles tinham um velocista, e um velocista pode voltar no tempo, não pode? -Alex pergunta

-Pelo o que o Nate me explicou, sim, velocistas podem voltar no tempo. -Eu digo

-Para termos certeza é melhor a Alex fazer o exame de DNA e a Kara procurar alguma coisa nas coisas da Alura para termos certeza. -Winn diz

-É claro. Vou procurar hoje mesmo. -Eu digo

-E eu vou fazer esse exame. -Alex diz

Algumas horas depois:

            Alex pegou a Alu no colo e a levou para a enfermaria onde cuidou dela. Alex arrancou um fio do cabelo da Alu, um fio do meu cabelo e depois de muito conversar ela conseguiu convencer a Imra a deixar o Mon entregar um fio de cabelo para  fazermos o exame e sabermos se somos “tecnicamente” os pais da Alu.

            Depois disso Alex entregou a Alu para mim, a coloquei no bebê conforto, me despedi de todos e fui para o meu apartamento. Chegando lá, percebi que já estava tarde, dei a mamadeira para a Alu e a fiz dormir, depois que ela dormiu eu a coloquei  no bercinho dela, enquanto ela dormia eu peguei a cestinha onde eu a achei e comecei a procurar algo que pudesse me contar quem eram os pais da Alu, se era mesmo a Kara e o Mon-el nazistas que eu conheci e vi morrer há alguns meses atrás.

            Procurei por muitos minutos, não tinha achado nada, estava estressada então eu acabei pegando a cestinha e a sacudindo, assim que a sacudi vi que uma coisa caiu, peguei no chão o que tinha caído e vi que era um cd, provavelmente gravado pelos pais da Alu.

            Assim que vi que tinha um cd ali eu decidi não ver ele hoje, decidi dormir e esperar para ver esse cd e descobrir quem são os pais da Alu amanhã. Coloquei meu pijama, escovei meus dentes e fui dormir.

         


Notas Finais


Me desculpem pelo capítulo ter ficado pequeno mas o próximo vai ser maior eu prometo.
Comentem o que acharam dele.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...