História Um beijo Diferente - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Os Barbixas
Personagens Daniel Nascimento, Elidio Sanna
Visualizações 2
Palavras 1.076
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo 8


P.O.V. ELÍDIO:

Hoje o dia seria corrido, mas acorda ao lado do Dani, mesmo depois de tanto tempo, ainda é indescritível.

Amo cada pedacinho dele, cada sorriso seu me deixa ainda mais apaixonado, a cada dia que passa eu me apaixono ainda mais por ele.

Amanhã completamos um ano juntos, pretendo fazer algo para comemorar essa data. Amanhã sairei para compra algumas coisas, para fazer um jantar romântico.

Quero fazer - lo muito feliz, tanto quanto ele me faz.

Pelo fato de hoje ter uma reunião de trabalho, sair mais cedo de casa, deixando o Dani dormindo.

-Lico quero conversar? - Andy entra na sala e senta de frente para mim.

-O que foi Andy?

-Eu sei que já se passou um ano desde o que aconteceu...

-Desde sua traição? - o interrompi.

-Você ainda não me perdoou né?

- Andy não se trata de perdão e sim de caráter, você me traiu com meu próprio irmão, como você queria que eu ficasse? - Ele abaixa a cabeça e fica em silêncio. - Olha isso já passou, eu já superei, você também deve superar, hoje estou com o Dani e eu amo ele.

-Eu não vou desistir de nós.

-Andy entenda não existe " nós " acabou.

-É o que vamos ver.

Ele sai da sala, me deixando sozinho novamente. Sofri muito com a traição dele, porém hoje não sinto mais nada, o Dani preencheu toda e qualquer falha que avia em meu coração.

Resolvo checa o celular para ver se avia alguma mensagem do Dani e quando vi que sim meu coração acelerou quase parou.

Mensagem onn:

Dani: oiee amor, acordei agora e vi seu bilhete.

Dani: bommmm diaaaa meu amor

Dani: o dia só não tá mais bonito, por que você não está aqui.

Dani: tenha um bom dia.

Dani: até mais tarde.

Logo respondo.

Lico: boa tarde meu amor.

Lico: desculpa a demora, a reunião terminou agora.

Lico: tbm queria está aí com você, não demora pra vim tá

Lico: até mais tarde.

Lico: ♡♡

Mensagem off :

Desligo o celular e volto aos afazeres.

**~**

Dani finalmente chega, estamos todos reunidos no palco, percebo ele um pouco distante, de cochicho pelos cantos, não sei o que ele está tramando, só sei dizer o quanto ele estava lindo, é incrível como ele só gosta dessa roupa, mas não ligo ela o deixa muito lindo.

Terminamos o ensaio e a única coisa que eu quero nesse momento é toma um banho e troca de roupa.

Entro no camarim, tiro minha roupa e tomo um banho, pego minha roupa para veste, antes que eu termine de veste minha camisa, a porta se abre e da lugar a um Andy que fica paralisado enquanto me olha.

- Vai fica aí parado? - falo tirando ele do transe.

- Você continua tão lindo.

-Anderson já conversamos.

-Não, tem muita coisa mal resolvida entre nois ainda. - ele fala e vem até mim.

- Já disse "nós " não existe mais.

- Lico eu não desiste de você...

-Ander....

- Deixa eu termina, preciso desabafar. - ele para de fala e me olha nos olhos antes de continuar. - Lico eu amo você e  só vim percebe isso depois que te perde, eu sei que tô errado, pra fala a verdade eu não queria ter feito aquilo, mas mesmo assim fui lá e fiz... eu me arrependo muito de ter te magoado, eu fui um imbecil, deixei o homem da minha vida escapa por entre minhas mãos.... Não sou melhor que ninguém e  hoje sei disso, mais todos erramos.... Lico me perdoa, me deixe te mostra que não sou o mesmo de antes, deixa eu te mostra que posso te fazer feliz, não aquento  mais acorda sem seus beijos, suas carícias, não pode ser que você não se lembre de nenhum dos momentos maravilhosos que tivemos, não pode ser que tudo que vivemos tenha se acabado assim, não acredito que seu amor por me tenha acabado, me dar mais uma chance por favor?

- Anderson Bizzocchi você acabou com o pouco de amor que eu sentia por você e não, eu não esqueci nenhum desses momentos, mais você não soube dar valor a eles, mesmo sabendo que podia me perde foi lá e me traiu, mas tudo bem eu já te perdoe, porém hoje não sinto mais nada por você, como disse antes eu amo o Dani.

- O que você viu nele? Eu sou muito melhor que ele, eu sim te amo, ele não.

-Eu vi tudo nele, vi o amor da minha vida, vi uma pessoa maravilhosa, incrível, diferente de você ele me ama de verdade, acredite ou não ele foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida, se você me amasse mesmo não teria me feito sofre.

-Meu amor por favor me dar mais uma chance?

-Para Anderson eu já disse, não.

-Eu não vou desiste.

-Tá perdendo seu tempo.

-Eu te amo....

-Mais eu não te amo...

-Eu te amo.... - Andy dizia enquanto segurava meu rosto. Aquilo me deixará sem ação, era como se quisesse que alguém visse, ele cola nossos lábios num beijo, antes que eu pudesse fazer algo, escuto alguém batendo a porta com força, saio dos braços do Andy e olho quem era.

-Dani!... Não é o que você tá pensando... eu posso explicar! - Vou até o Dani, mas ele me empurra  para longe, afastando - o de mim.

-N-não tem o que explicar.... eu vi tudo, eu vi o beijo. - senti que suas forças estavam se esvaindo.

-Ele que me beijou Dani! -  Tento me justifica.

-E você gostou! - Andy responde.

-Cala a boca Anderson! - Grito com ele.

-Já escutei de mais.

-Dani, meu amor por favor deixa eu explica?

-Não me toca!

-Meu amor, ele não quer ouvi deixa. - Dani fica furioso com ele e lhe acerta um soco, Andy cai no chão, mais logo se levanta e vai na direção do Dani, seguro ele impedindo que batesse no meu amor.

-Seu filho da pu......

-Já falei para você calar a boca Anderson. - grito novamente  com ele.

Vejo o Dani sair, tento  chama - lo, mais não me responde.

-Dani?...

Ele sai correndo do camarim, a dor no meu peito começa a aumentar, minhas vistas está ficando turva, sinto que vou perde a consciência a qualquer momento, porém não posso deixa isso assim.

Saio correndo de lá, pego meu carro e com muita dificuldade chego em casa...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...