História Um bom motivo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias DAY6
Personagens Jae, Young K
Tags Jaehyungparkian, Jaek, North Korea, Rpdk
Visualizações 60
Palavras 650
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá~

Aquele plot que brota na sua cabeça quando você tá no caminho pra escola e escreve mesmo com fanfic pra atualizar-oi

Boa leitura! ♡

Capítulo 1 - Kim Il Sung square


Jaehyung estava ansioso.

Era inverno em Pyongyang, a neve começava a cair e tingir o chão, pincelando-o ali e aqui com seu branco. E havia, realmente, um bom motivo para tirá-lo de casa naquele dia. Caso contrário, poderia muito bem permanecer no conforto de seu quarto acompanhado de algum romance ou estudos referentes às matérias da escola, afinal, estava prestes a ingressar na universidade.

Alegando aos pais que iria dar apenas uma volta com um amigo, já estava dentro do coletivo, embora Sungjin não soubesse nada desse suposto passeio que, para os Park, estava fazendo com Jaehyung.

Ajeitando por uma última vez o casaco para ter certeza de que não iria sentir seu pescoço congelar quando descesse, o rapaz saiu do ônibus juntamente a uma senhora com lá seus 50 anos. Ironicamente, tomaram a mesma direção pelos próximos 5 minutos, o que fez a mais velha rir da coincidência quando olhou para o Park.

Mais ironicamente ainda, ambos se depararam com um turista que se encontrava um pouco desorientado. Jaehyung, que sabia inglês e estava aprendendo espanhol, auxiliou-o, ouvindo logo em seguida o destino do rapaz:

Kim Il Sung square.

O Park pediu simplesmente para que ele os acompanhasse, pois estavam indo para o mesmo lugar.

Menos de um minuto depois, chegaram e logo se dispersaram, a senhora se encontrando com uma irmã e o turista agradecendo gentilmente pela ajuda e procurando o melhor ângulo para uma fotografia do local.

Jaehyung mantinha as mãos dentro dos bolsos do casaco, assim como tentava esconder seu rosto ao máximo para se aquecer. Sentia um frio exagerado, mas isso porque, na pressa em sair de casa, havia esquecido de colocar outra camisa por baixo.

Poderia até mesmo andar de um lado para o outro numa tentativa de esquecer daquela temperatura, porém, no momento seguinte, percebeu uma agitação a mais por parte de alguns meninos.

Naquele local, era comum ver crianças brincando com a neve. Ora jogando nos colegas, ora fazendo bonecos ou qualquer outra diversão possível com gelo. Jaehyung achava engraçado como alguns pareciam empacotados pelos pais, mas ao menos estavam protegidos do frio e conseguiam se divertir.

Certo que não eram nada silenciosos. No entanto, quando ele chegava, uma agitação surgia. As vozes dos garotos elevavam o tom e havia um que não conseguia parar de correr tentando atacá-lo com bolas de neve até cair de cara no chão.

Jaehyung olhou discretamente para a cena, sabendo pelo que esperar.

Em meio àquelas miniaturas, alguém não tão pequeno assim. Tratava-se de um garoto que parecia ter a mesma idade do Park, tinha cabelos de um castanho escuro e um sorriso que conseguia atrair qualquer criança.

Por falar em coisas pequenas, elas adoravam quando ele aparecia. De tanto ouvir aquelas vozes empolgadas, Jaehyung descobriu que o nome do rapaz era Younghyun; e, até então, era só isso que sabia.

Claro, e um pouco mais — sabia que Younghyun gostava de crianças o suficiente para estar em meio a elas. Participava das brincadeiras, conversava e esbanjava animação, sendo sempre esperado naquele mesmo lugar por seus pequenos amigos. Estava sempre sorrindo, exibindo aquele curvar de lábios e dentes que lembravam a própria neve; e, de certa forma, vendo-o pela primeira vez, o Park pensou que seria uma boa ideia estar ali novamente no dia seguinte para saber se ele também estaria.

E, como sempre, Younghyun estava. E não foi preciso mais do que alguns dias para que o outro passasse a dar a mesma desculpa para os pais a fim de sair de casa.

Não tinha planos tampouco coragem de falar com o rapaz. Talvez Jaehyung não precisasse de fato trocar alguma palavra com Younghyun, apenas estar ali, àquele horário, sentindo seu nariz congelar e assistindo à mesma cena.

Não era lá fã do inverno, sentia frio até demais; mas, se fosse — assim como é — para observar de longe aquele garoto brincando com as crianças e como uma criança, então não era um sacrifício muito grande aguentar alguns graus abaixo de zero.


Notas Finais


Chu~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...