1. Spirit Fanfics >
  2. Um bom namorado >
  3. Capítulo Único

História Um bom namorado - Capítulo 1


Escrita por: kIefan

Notas do Autor


Oie! Espero que gostem dessa one, ficou curtinha, mas gostei do resultado hihihi <3 desculpem por algum erro ortográfico, a capa peguei no google mesmo
Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Capítulo Único 

Um bom namorado merece um mimo. 

LuHan observava Minseok sentado no sofá vendo que ele seguia corrigindo as provas e sempre deixava um sorrisinho escapar quando via sua expressão mudar com o cenho franzido e um biquinho com os lábios não gostando de alguma resposta de seus alunos. 

O alfa coreano que vivia na China desde quando começou sua universidade já era formado e hoje dava aulas em uma escola tanto para alunos do fundamental quanto para alunos do ensino médio. 

― Quando vai parar de corrigir as provas? ― LuHan estava no outro sofá e já cansado de ficar somente mexendo em seu celular, olhando as notícias e conversando com seus amigos. 

― Até o final da tarde, eu irei terminar. ― Minseok murmurou. ― E então lhe levarei para um restaurante e poderá comer o quanto quiser. 

― Você está me mimando muito. ― O chinês disse desconfiado. 

― Ora, você não merece? ― Minseok parou de olhar as folhas e passou a encará-lo. ― Aguentou minhas frustrações enquanto pensava nas perguntas para as provas e depois pensava nas recuperações, não lhe dei atenção várias vezes por focar nas minhas tarefas e vi como você ficou chateado. 

― Não fiquei não. ― LuHan retrucou e quase fez um bico com os lábios. 

― Ficou sim. ― O Kim sabia que estava certo. ― E não lhe julgo, fiquei bem chato com aquilo e meu cio ainda apareceu para me deixar fora da minha zona de conforto. 

― É mesmo... Você ficou bem selvagem. 

Ele lembrava bem já que ficou ajudando o namorado e nem conseguiu aparecer na universidade durante aqueles três dias. Ficou com o corpo todo dolorido e sentindo cada músculo seu implorar por algum descanso depois de lidar com Minseok de forma tão insaciável. 

Ainda conseguiu preparar um café delicioso para que o Kim tomasse para repor as energias e então ele próprio dormiu por quase um dia inteiro já que nem pregar os olhos conseguiu durante o cio. 

― Ah, eu lembro bem pouco. ― Minseok coçou sua nuca e deixou as provas sobre a mesinha de centro, já não iria conseguir ter a concentração necessária para aquilo. ― Mas, lembro que disse que você não iria dormir.

― Sim e eu não dormi. ― LuHan desviou o olhar. ― Você é baixinho, mas consegue ser muito insaciável. 

― Eu poderia dizer que a culpa é sua. ― Minseok se levantou do sofá e andou até a direção de seu namorado, apoiando as próprias mãos contra os joelhos dele. ― Com seu corpo delicioso que facilmente consegue me hipnotizar, me fazendo gozar até eu ver estrelas e lhe dar meu nó quantas vezes você desejar enquanto é preenchido por mim.

― Min... ― O ômega murmurou, sentindo-se excitado. 

Era impossível conseguir se controlar com a voz de seu namorado quando ele começava a diminuir seu tom e falar quase entre sussurros somente frases obscenas. 

― Eu deveria mimá-lo de outra forma. ― Minseok passou uma das mãos pelo tronco do maior, deixando um sorriso escapar quando sentiu um dos mamilos ficando rígidos por conta de seu toque. ― Aposto que se eu chupá-los...

LuHan deixou um suspiro escapar sentindo-se quente enquanto os botões de sua camisa eram abertos um por um e quase de forma lenta para provocá-lo. 

― Seu gosto é tão docinho. ― Minseok se ajoelhou em sua frente após deixar seu abdômen a mostra e aproximou seus dedos do cinto que ele usava. ― Eu quero senti-lo novamente. 

― Eu sou todo seu, Min. ― LuHan mordeu seu lábio inferior já ansioso enquanto sua calça era aberta e o cinto era retirado. 

― Oh, posso sentir como já está excitado. ― O alfa apertou fracamente seu volume e ele ofegou. ― Tudo isso para mim...

― Min, não enrola. ― O chinês já sentia sua lubrificação vazando pela cueca. ― Não seja malvado. 

― Não, vou somente mimá-lo hoje. ― Minseok sorriu malicioso e puxou suas roupas íntimas para baixo deixando o pênis a mostra. ― Tão apetitoso e gostoso. 

LuHan deixou um gemido alto escapar assim que sentiu sua glande adentrando a boca macia e apertada de seu alfa. Independente de sua classificação, Minseok sempre gostava de dar prazer para seu namorado e durante o próprio cio não foi diferente, mas estava tão focado na parte da penetração e fazer seu ômega gozar que esqueceu como o mais novo gostava de ser chupado por ele. 

O chinês já segurava com certa força uma almofada enquanto observava seu namorado lhe engolir e passar a língua sobre cada parte sua além de masturbá-lo quando voltava sua atenção para o topo.

― Você é tão bom nisso. ― LuHan elogiava mesmo com a respiração já ofegante. 

― Graças a você, meu amor. ― Minseok sorriu depositando um suave beijo sobre a glande antes de voltar a lhe engolir. 

Os movimentos de sucção eram intensos como se o alfa estivesse brincando com o pirulito mais suculento já feito. 

― Minnie... ― O chinês já podia sentir um friozinho em seu ventre enquanto levava uma das mãos até o ombro do menor. ― Eu vou gozar logo.

― Me ajude. ― Minseok pediu e segurou os dedos do namorado deixando a mão dele sobre sua cabeça. 

Um convite mudo para que o ômega pudesse ditar os movimentos e o ritmo como desejava naquele momento. Deixou que o Kim afundasse a cabeça contra seu pênis enquanto acelerava também a masturbação ouvindo os ofegos de LuHan e seus pedidos. 

― Não pare, por favor. ― Sussurrava mesclando o mandarim e o coreano que havia aprendido com ele. ― Porra!

Quando sentiu o primeiro jato atingindo sua língua, Minseok afastou a boca apenas para que pudesse receber melhor todo o gozo do ômega de bom grado e ainda em uma grande quantidade.

― Wow, porra. ― LuHan se sentia todo trêmulo e principalmente as pernas tremiam de forma visível devido a intensidade do orgasmo. 

Ainda se arrepiou quando viu o alfa abrir a boca para exibir o que ele havia jorrado e engoliu tudo completamente. 

― Muito docinho, meu amor. ― Minseok sorriu e se levantou depositando um leve beijo sobre seus lábios. ― Eu podia ‘te comer agora mesmo, fodê-lo deitado no sofá já que não se aguenta em pé no momento. 

― Então faça isso, Min. ― LuHan ainda queria mais apesar de seu estado. 

― Não, não posso lhe maltratar e cansá-lo demais. ― O Kim começou a ajeitar sua camisa. ― Ainda temos que ir ao restaurante, não esqueça. 

― Ah, eu estava com fome. ― O chinês lembrou e o menor riu. 

― Eu quero que você seja a minha sobremesa. ― Minseok segurou em suas bochechas. ― E vou desfrutar a noite inteira. 

― Sim, isso parece uma ótima ideia. ― LuHan prontamente concordou com ele antes de se beijarem. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...