História Um Caminho Cheio De Escuridão - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Visualizações 35
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Meninas ta ai mas um capítulo espero que gostem
E boa leitura.

Capítulo 28 - Capítulo A confusão


Fanfic / Fanfiction Um Caminho Cheio De Escuridão - Capítulo 28 - Capítulo A confusão

Helo_ chego em casa e vou pro meu quarto e vou pro banheiro tomo meu banho e coloco uma calça de coro preta um corpete preto com um decote que marca bastante meu feios,uma maquiagem bem pezada e uma bota de salto, um batom preto e prendo meu cabelo num rabo de cavalo ,me olho no espelho e coloco meus brincos e saio do quarto e vou pra sala e La esta todos e eles me olham assustado e eu olho pra todos e falo. O que foi gente hoje vou liberta meus demôniose o Robert fala. 

Robert _ vai matar quem minha rainha. 

Helo _ por  quanto ninguém a Inda eu olho pro Patrick e falo vamos. E ele fala 

Patrick_ vamos, eu acho que hoje eu vou ter muito trabalho. 

Helo _eu olho pra ele e falo  que nada só quero me divertir mas nada, seguro em sua mão e pucha ele pra sair e entramos no carro e não demora muito chegamos na boate. Saímos da carro e o Patrick me pucha para o bar, e eu peço uma bebida hoje eu quero beber todas  mas logo começa a tocar uma música que eu gosto e eu vou dançar e de pois de um tempo dançando sinto uma mão na minha cintura e ver Ivo e coloco minhas mão em seu pescoço e viro ele pro lado quando os minhas presas crava na sua jugular e seu sangue escore lenta mente pela minha boca, e eu o largo espero outro e de pois mas outro e asim vai sinto uma sede insaciável largo o último no chão e vou até o bar e o Patrick me olha e fala. 

Patrick_ vai com calma prima se não não vai sobrar nenhum ser humano aqui. 

Helo_ não me encha o saco eu quero me divertir. Volto pra pista de dança quando eu sinto alguém me tocar, mas este e diferente, me viro bora ver quem e e não acredito. Ele me olha e fala. 

?? _ oi minha rainha agora você não me escapa. 

Helo _ mas eu não pretendo fugir de você bores, eu não preciso fugir de ninguém. Só que eu pensei que voce tinha aprendido. 

Bores_ eu nunca vou desistir de voce  Heloyze, você vai ser minha. 

Helo_ Boris desiste eu não sou sua e nem de ninguém , o Patrick ver que estou   descutindo e vem pro meu ladoas, mas eu faço um sinal que não com a cabeça e ele fica de longe olhando. 

Bores_ você vai sair comigo ou vai querer que todos vejam quem você e. 

Helo _ você não aprende mesmo né bores. Ele segura no meu braço e me leva pra fora, e ela não vinha ninguém e eu me solto de sua mão. O que você vai fazer agora bores. 

Boris _ você não vai escapar de mim, desiste. 

Helo_ bores eu tenho tanta coisa na minha vida me deixa em paz. Ele vem pra cima de mim e me prende na paredi eu vejo o anel que era do Patrick e seguro duas mão e ranço o anel do seu dedo e falo. Já falei eu não sou sua nem de ninguém e este anel não e seu. Seguro ele pelo pescoço e jogo ele na parede tão forte que ele chega fazer um buraco, viro minhas coisas e entro e todos na boate me olham, eu vou até o Patrick e jogo o anel em cima dele e falo. Toma que isto te pertence. 

Patrick_ mas como você conseguiu isto. 

Helo _ digamos que foi um presente de um amigo meu, mas agora vomos porque já deu pra mim. Mas não adiantou muito pois quando eu olhei pra porta tinha alguns homens ,entrando e vindo direto pra gente. Eu olho e falo. 

Danace se alguém vai me ver e corro pra cima de uma e aranco o seu coração ,e logo vem outro e sou jogada Lange,e me levanto e pego uma cadeira, e quebro com o pé e enfio uma estaca  no coração dele, e olho pro lado e vejo o Patrick se transforma em um lobo e arrancar a cabeça de um, mas logo dois seguram ele ,e eu não penso duas vezes e corro e a garota a cabeça de cada um  e arrancando elas ,e o Patrick olha pra mim e fala. 

Patrick_ vamos lago se não vai da rum aqui. 

Helo_ahahahah você acha que vai dar rum aqui Patrick, quando um vem e me segura eu me viro e mordo sua jugular bebendo o seu sangue largando seu corpo sem vinda no chão. E olho pro lados e todos estão encolido no canto e eu olho pra todos nós olhos, meus olhos  de cores vão pra  vermelho com prata e eu falo ninguém viu quem fez isto aqui. E saímos. 

Patrick_ entramos no carro e fomos sem dar uma palavras, e eu olha pra ela e fico pensando. Se ela quiser ninguém obriga ela fazer nada, não demora muito e chegamos ela sai do carro e pula pra janela do seu quarto e eu falo. O que esta fazendo.

Helo_ ué não quero que ninguém me veja assim toda suja. Entro e vou tomar um banho coloco ,uma roupa de dormir e desso. Quando chego lá vejo o Patrick explicando o que aconteceu e falo. Vai tomar banho Patrick pois você e até sujo. Ele me olha e fala. 

Patrick_ já vou, e agora o problema e de vocês. 

Helo _ o Patrick sai ,e todos olham pra mim, e eu falo .não quero perguntas só quero ver filme. Me sento do lado do Robert coloco na netflix, e deito no colo do Robert e penso. Isto não vai ser a primeira vez tenho  me acostumar com isto. 

Continua... 




Notas Finais


Gente espero que tenham gostado e desculpa os erros
E até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...