História Um Casal "Nada Estranho". - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens , Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Konan, Naruto Uzumaki, Sasori, Shino Aburame, Temari, Utakata
Tags Gaaino, Konapein, Naruhina, Naruto, Sasofuu, Shinotema, Utakaru
Visualizações 70
Palavras 724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nem todos os casais desta fanfic são reais ,muitos são inventados!

Capítulo 1 - "O Começo"


Fanfic / Fanfiction Um Casal "Nada Estranho". - Capítulo 1 - "O Começo"

Ino Yamanaka estava se mudando de sua antiga cidade Magnólia, para uma nova cidade chamada Konoha também conhecida como aldeia da folha.

Depois de pegar suas últimas bagagens e colocá-las no porta malas, Ino entra no carro, e demonstra felicidade com um lindo sorriso que direciona para seu pai.

— Vejo que está animada com a ideia de se mudar, isso é bom, empolgação é tudo — disse Inoichi.

— Sim estou muito animada para fazer novos amigos, e para conhecer nosso novo lar — disse Ino.

—  É ótimo saber que você não está triste de se mudar de Magnólia, depois de morar aqui durante tanto tempo — disse Inoichi.

— De forma alguma, muito ao contrário gostei muito da ideia de respirar novos ares — disse Ino.

INO POVS ON:

Eu olho pela janela do carro, e percebo que já estamos passando da placa "bem-vindo a Magnólia", para falar a verdade não estou nem um pouco triste de estar me mudando daqui, nunca gostei deste lugar  as pessoas são tão chatas e falsas, que não dá nem pra se acostumar, e olha que eu morei aqui durante toda a minha vida, pelo menos até agora.

Eu me distraí tanto com a paisagem, que nem percebi que meu pai  já estava parando o carro, quando me dei conta já estávamos na frente de um hotel.

—Porque paramos? — perguntei à meu pai.

— Precisamos descançar, amanhã será um dia muito corrido — disse ele.

— Ok.

Meu pai estaciona o carro, e nós descemos. Ao entrar no hotel percebo que é um lugar bem simples, há uma recepcionista de cabelos loiros e olhos pretos.

Além da recepcionista , há também uma mesa com revistas e quatro poltronas vermelhas.

Eu me sento em uma das poltronas, e pego uma revista, enquanto meu pai se direciona a recepção.

Vejo ele falando com a recepcionista, ele parece estar negociando ao que parece, meu pai está pechinchando para não ter que pagar por um quarto caro. Eu percebo que a  revista é de política, odeio política, sinceramente , para mim os políticos são todos iguais.

Eu procurei entre as revistas uma que seja do meu interesse, e percebo que há uma revista de fofocas, eu adoro fofocas, eu começo a ler, mas meu pai chegar perto de mim e diz:

— como você disse que eu o ronco, eu decidi alugar um quarto para você e outro para mim, para depois você não ficar reclamando a viagem inteira, que eu fiquei roncando enquanto você estava tentando dormir.

— Que ótimo! E é  bom que você saiba que eu ia ficar reclamando, e com toda razão.

Ele dá uma risadinha tosca, e me dá a chave do meu quarto, então subimos. Ao chegar lá em cima eu procuro o número que está na minha chave entre as portas do imenso  corredor.

Para sorte do meu pai, ele acha o quarto dele primeiro que eu, então ele acena com a mão  me desejando boa noite.

Eu continuo procurando pelo meu quarto, eu olho mais uma vez o número em minha chave, e ando sem  prestar atenção no que tem no caminho. De repente  esbarro em alguém.

Rapidamente eu me recomponho, e ao olhar para cima percebo que é uma garota,  cujo os cabelos são verdes, olhos laranjas e de pele escura.

Eu me desculpo.

Ela me olha por um instante, e logo em seguida responde:

— Tudo bem acontece.

Eu aproveito que ela ainda está parada me olhando e pergunto:

— Você sabe onde fica o quarto 43?

— Sim — ela responde toda empolgada.

— Fica entre o quarto 42 e o quarto 41.

Eu a olho e dou uma risadinha, essa garota deve estar curtindo com a minha cara, então eu digo:

— você tá me zuando né?

— Não é sério — disse ela.

— Tá mas onde fica o quarto 42 e o quarto 41? Digo em que parte?

— Ah porque não disse antes?

Eu a olho com uma cara sarcástica.

— fica no final do corredor a direita — Diz ela.

— Ok obrigada.

Eu ando em direção ao final do corredor, ao chegar no quarto eu destranco a porta, e olho  para trás, então percebo que ela está me olhando com olhar de psicopata, eu fico com medo e entro no meu quarto rapidamente, eu tranco a porta, e percebo que há um banheiro em meu quarto, entro escovo meus dentes, pego minha camisola na minha mala a visto, e deito na cama quase morrendo de tão cansada.

INO POVS OF          











Notas Finais


Vamos fazer a história de cada um dos quatro protagonistas desta história ( Ino,Gaara,Sasori e Konan ) contando um pouco de cada um e mostrando a personalidade de todos eles.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...