1. Spirit Fanfics >
  2. Um casal não tão convencional >
  3. Cap. 37

História Um casal não tão convencional - Capítulo 37


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoas, vim aqui avisar que faltam poucos capitulos para encerrar a fic, mas tera uns extras!!!
Boa leitura e desculpe qualquer erro ok.

Capítulo 37 - Cap. 37


Fanfic / Fanfiction Um casal não tão convencional - Capítulo 37 - Cap. 37

- Hun. – Respondeu novamente puxando o Uzumaki para um beijo. Foi um simples selar de lábios em meio aos sorrisos do loiro – Nos vemos no aniversário da filha dos meus tios. – Comentou ao se separar do Uzumaki.

- Ok, nós nos vemos, espero que você não morra de saudades de mim. – Se gabou descendo do carro mandando um beijo no ar enquanto piscava um dos olhos.

Sasuke negou saindo com o carro agora para sua residência, Naruto riu entrando em casa, Sasuke era realmente uma peça muito rara.

ATUALMENTE

Gaara estava voltando com seus amigos para a casa dos Uzumakis/Namikazes, mas algo não lhe parecia certo, suspirando pediu que Lee parasse o carro.

- Alguma coisa errada Gaara? – Temari perguntou preocupada, seu irmão estava um pouco estranho esses dias em Konoha.

- Não é nada, só quero caminhar um pouco. – Respondeu descendo do carro.

- Não volte tarde, sabe que dona Kushina fica preocupada. – Lembrou ao irmão que confirmou com a cabeça.

Ficou a ver o carro sumir pela pista em meios aos outros automóveis, suspirando começou a andar em direção a quadra aberta do parque, não sabia o porquê, mas algo o dizia para ir até lá, andou tranquilamente e quando chegou no local, estava vazio. Não ligou, simplesmente foi andando pelo parque, mas antes que chegasse no banco escutou um som de choro.

Franzindo o cenho andou até a fonte do som, a pessoa estava atrás de uma das maiores arvores do lugar todo encolhido, piscando achou melhor se afastar, não tinha que se meter nos problemas dos outros, quando se virou escutou uma voz baixinha cantarolando uma música que ele não conhecia, mas ele já havia escutado aquela voz, fechando os olhos tentou buscar em sua mente de quem era.

Quando abriu os olhos já havia lembrado do nome da pessoa, girando nos calcanhares deu alguns passos até chegar perto do garoto sentado.

- Akira? – Chamou com o mínimo de coragem que conseguiu reunir.

Quando ouviu seu nome ser chamado seu corpo ficou imediatamente tenso, pensava que poderiam ser os mesmos rapazes que estavam a lhe perturbar a minutos atrás que por sorte conseguiu fugir, quando levantou o rosto viu que era o mesmo rapaz de uns dias atrás suspirou aliviado.

- Oi. – Respondeu baixinho enquanto limpava o rosto das lagrimas que insistiam em cair.

- O que houve? Se é que posso saber. – Perguntou mais uma vez enquanto se sentava ao lado do moreno.

- Nada de mais, só estava sendo importunado por uns caras. – Respondeu ainda de cabeça baixa, estava envergonhado por sua situação.

- Hun. – Resmungou, já havia passado por isso e Naruto havia lhe ajudado a sair do buraco que estava se afundando – Eu... – Quando ia começar a falar escutou vozes bem perto deles.

- Achamos você! – Exclamou um dos garotos, Gaara estreitou os olhos que estavam sem sua maquiagem diária por ter tomado a ducha na escola do amigo.

Akira automaticamente se escondeu encolhido atrás do Sabaku que não tinha tirado os olhos dos três adolescentes a sua frente.

- Sai da frente ruivo ou vai apanhar também. – Ameaçou um deles estralando os dedos sorrindo ameaçadoramente.

- E se eu não quiser? Vai fazer o que? – Ameaçou de volta sem nem mudar a expressão em seu rosto, aquele tipo de pessoa eram as que mais odiava.

- Então quer dizer que o viadinho arrumou um namorado. – Falou rindo sarcasticamente – Vamos do que você é capaz ruivo idiota, peguem ele. – Mandou fazendo um movimento com a cabeça.

Gaara se soltou de Akira, quando um dos garotos veio em sua direção desferindo um soco Gaara se abaixou acertando um de volta bem na altura do estomago o deixando sem ar, ele caiu de joelhos envolvendo o abdômen com os braços, imediatamente o segundo veio em sua direção chutes foram desferidos, mas o Sabaku já estava acostumado com esses golpes típicos de rua, ele havia lutado por tempos nas ruas já sabia o que fazer para acabar com eles.

Soltando um suspiro rápido desferiu alguns golpes se livrou dos dois e parou bem em frente do líder do trio sorriu de lado com a cabeça tombada levemente para o lado.

- Agora é a sua vez? – Perguntou desfazendo aos poucos o sorriso deixando seu sorriso se desfazer aos poucos.

- Quem você... – Ele não terminou de falar, pois Gaara acertou uma joelhada bem em seu estomago o fazendo cair como fez com o primeiro, se agachando o Sabaku parou seu rosto bem ao lado do rosto alheio.

- Incomode ele novamente e não vai poder andar novamente. – Sussurrou, se levantando andou até Akira o ajudado a levantar – Vamos embora daqui. – Seguro-o pelo braço e saíram andando pelo parque.

Quando já estavam distantes do trio de garotos sentaram-se em um banco. Ficaram em silencio, não que isso incomodasse ao Sabaku, ele era uma pessoa que apreciava o silencio.

- Obrigado. – Sussurrou Akira enquanto mexiam em suas próprias mãos, unhas pintadas de preto o famoso anel preto nos dedos.

- Está tudo bem, não precisa me agradecer, só o fiz o que achei necessário. – Respondeu enquanto fechava os olhos, foi quando sentiu uma mão apoiar em seu braço.

- Pode me passar seu número? – Pediu um pouco vermelho por estar pedindo – Vamos ser amigos. – Falou sorrindo pequeno, Gaara pegou o celular que lhe foi estendido digitado seu contato e entregou de volta ao dono – Obrigado. – Agradeceu com um sorriso um pouco mais suave.

- Por nada, mas agora eu preciso ir, minha irmã e amigos estão me esperando, até outro dia. – Se levantou em seguida bagunçou os cabelos negros do garoto que fechou os olhos sentindo a caricia em seus fios.

Assim que Gaara se afastou o garoto levou uma das mãos a cabeça e o celular apertado contra seu peito, estava feliz por ter um amigo, se levantando colocou seu capuz, rumou para sua casa, pensando em como conversaria com o outro por seu celular.

Gaara logo que chegou entrou vendo Kyuubi deitado perto da porta, piscou algumas vezes, mas entrou, assim que chegou na sala viu as meninas assistindo a algum filme de drama romântico junto a Kushina, se aproximou delas.

- Cheguei. – Falou alto para que sua irmã o escutasse, Temari abanou a mão para sinalizar que havia escutado, negando com a cabeça Gaara subiu as escadas.

Assim que o Sabaku entrou no quarto do loiro estancou na porta vendo Kiba ao celular, enquanto Sai desenhava algo em seu caderno e Naruto pulava junto ao Inuzuka na cama parecendo duas gazelas.

- Gaara!!! – Naruto praticamente gritou se levantando e o puxou para se juntar a eles na cama – Hinata realmente mandou mensagem para o cachorro! Isso é inesperadamente inesperado. – Comentou rindo da cara emburrado do castanho.

- Eu sabia que ela era minha Deusa!!! – Kiba exclamou enquanto esperava que a Hyuuga o respondesse.

- Deixa disso, você teve foi uma baita sorte dele ter ti mandando mensagem. – Gaara respondeu recebendo uma travisseirada que o fez rir.

- Realmente, se fosse eu nem sinal de fumaça teria mandado haha. – Naruto desviou de uma almofada enquanto ria descaradamente.

- Quietos! Não podem ficar felizes por mim! – Dramatizou colocando a mão sobre o peito.

- Deixe de ser dramático, esse papel é do pinto pequeno. – Sai falou arrancando risadas dos demais, menos do Uzumaki que fez careta jogando o sapato no moreno que desviou.

- Sei chato. – Reclamou abraçando o travesseiro mais próximo – O que foi que ela respondeu? – Perguntou ao Inuzuka que respondia a mensagens de Hinata, ignorando Sai deliberadamente.

- Ela falou que está livre esse fim de semana. – Respondeu com os olhos brilhantes – Será que enfim vou ter uma namorada! – Falou soltando um suspiro sonhador.

- Olha no domingo vai ser o aniversário da filha do Hashirama e do Madara então pode cancelar tudo pra esse dia. – Relembrou a Kiba sobre a festa da pequena.

- Verdade tinha me esquecido disso, vou perguntar se podemos sair amanhã, uma ida ao cinema seria maravilhoso. – Pensou sorrindo ao começar a digitar a mensagem.

- Ela é bem tímida vê se não assusta a menina. – Aconselhou Naruto por já ter visto como ela era em sala de aula.

- Ok ela disse ok! – Exclamou mais do que feliz. Naruto e os demais sorriram enquanto começavam a conversar de como tinha sido o jogo de mais cedo.

Depois do jantar todos já estavam em seus devidos lugares, alguns dormiam, outros estavam no celular que era o caso do Sabaku. Akira havia lhe mandado mensagem a poucos segundos perguntando se já estava a dormir, Gaara sofria de insônia desde novo então sempre demorava a pegar no sono.

Eles conversavam sobre várias coisas desde suas cores favoritas a onde eles mais gostavam de ir após um tempo se despediram e foram visitar o reino de Morfeu.

Sasuke acordava com o som de alguém batendo em sua porta, piscando se sentou olhando a hora no celular enquanto andava até a porta, eram 9 horas soltando um bocejo abriu a porta vendo seu irmão.

- Se arrume e desça nós vamos para a casa do tio Madara. – Informou sorrindo – Vamos ajuda-lo com a festa. – Falou enquanto Sasuke piscava.

- Está bem. – Concordou fechando a porta assim que Itachi deu as costas.

Se alongou um pouco e foi para o banheiro, retirou seus shorts e cueca box entrando embaixo do chuveiro, assim que o ligou sentiu a água morna bater contra sua pele soltando um suspiro de alivio, quando terminou o banho fez o resto de suas higienes e se vestiu.

Assim que chegou a cozinha fez um café preto sem açúcar pegando uma fatia de bola de cenoura começando a comer, logo que terminou se café da manha andou até o terraço onde Itachi se encontrava com sua mãe.

- Bom dia Oka-san. – Cumprimentou a matriarca com um beijo na testa que a deixou com um sorriso.

- Bom dia meu filho. – Cumprimentou de volta beijando o rosto do Uchiha.

- Vamos Nissan. – Chamou e Itachi se levantou, ambos se despediram e entraram na garagem.

Em pouco tempo eles chegaram na casa de seus tios, Itachi estacionou o carro e ambos desceram, a casa era mediana, aconchegante, andaram até a porta onde tocaram a campainha, quando a porta foi aberta os garotos não esperavam que fosse uma garotinha a abri-la, ele os observava com grandes olhos curiosos.

- Olá pequena, seus pais estão? – Mal Itachi perguntou quando ouviram um grito vir de dentro da residência.

- Naomi querida não saia abrindo a porta assim! – Era Madara que vinha pelo corredor – E ai pirralhos. – Cumprimentou os irmãos Uchihas pegando a menina nos braços – Naomi esses dois são meus sobrinhos e seus primos, Itachi e Sasuke. – Falou apontando respectivamente para eles.

- Oi. – Falou timidamente, mas com um sorriso no rosto onde se mostrava uma janelinha pela falta de um dente.

- Eles vieram para nos ajudar a montar sua festa! Hoje eles estão encarregados de realizar todos os seus pedidos para a decoração enquanto eu e seu papa vamos cuidar dos docinhos, então pode pedir qualquer coisa a eles. – Falou sorrindo, a menina encarrou os dois garotos enquanto fazia um bico adorável em seus lábios – Se eles forem maus com você diz pra papai aqui que eu dou um jeito neles. – Cochichou fazendo a criança rir gostoso e abraça-lo enquanto fazia que sim com a cabeça.

- Sim papai. – Respondeu para o mais velho que lhe deu um beijo estralado na bochecha.

- Cuidem bem dela ou eu capo vocês. – Ameaçou baixinho para que Naomi não o escutasse – Se divirtam estaremos na cozinha. – Falou saindo da sala indo se encontrar Hashirama.

Eles passaram o dia todo cuidando da menina e arrumando a sala onde ocorreria a festa, para a sorte dos Uchihas a pequena Naomi não deu nenhum trabalho, agora estavam os cinco reunidos na sala de estar bebendo um refresco comendo biscoitos.

- Precisamos ir, foi ótimo passar o dia com você Naomi-chan. – Itachi falou sorrindo enquanto se despedia da pequena que o abraçou feliz.

- Até amanha pirralhinha. – Sasuke falou bagunçando os fios da menina.

- Até, Ita-chan, Sasu-chan. – Se despediu fofamente, arrancando olhares bobos dos pais babões.

Sasuke estava sentado confortavelmente no banco do carona quando seu celular começou a tocar, olhando a tela viu que era sua mãe, atendeu imediatamente.

- Oka-san? – Chamou, sua mãe raramente ligava para eles, então nunca era alguma coisa boa – O que houve? – Perguntou pela linha ter ficado muda.

- Desculpe querido, mas podem comprar um presente para a Naomi-chan? Acabei esquecendo de compra-lo com tantas coisas para fazer. – Pediu com um tom triste na voz.

- Certo nós iremos, não se preocupe. – Concordou sem nem pensar duas vezes – Xau. – Se despediu desligando a ligação – Vamos passar no shopping, temos que comprar o presente de Naomi-chan. – Informou e logo ambos estavam indo para o local.

Eles estacionaram o carro e entraram no elevador, andaram por quase todo o shopping, mas não acharam nada que os agradasse a presentear a menina. Sentaram-se em um banco, logo Sasuke começou apesquisar brinquedos para crianças e achou uma linda pelúcia de gato siamês, mostrando a imagem para seu irmão eles concordaram em compra-la.

Andaram até a loja indicada efetivaram a compra e voltaram para casa.

- Sasuke você sabe que eu realmente gosto de trabalhar na empresa de nosso pai, não sabe? – Perguntou antes que o mais novo descesse do automóvel, Sasuke o olhou intrigado.

- Sim eu sei, mas também sei que você ama tocar e cantar. – Falou vendo Itachi o olhar surpreso – Esperava o que? Que eu não soubesse? Nissan você sempre amou tocar violão e quando fomos ao show de seus amigos eu soube que você era mais feliz ali, em um palco. – Itachi estava emocionado, sabia que seu irmão lhe conhecia, mas não tanto – Seja lá o que você escolher eu irei apoia-lo, mesmo que seja para ser cantor de bar aos fins de semana. – Falou fazendo ambos rirem.

- Obrigado, obrigado Sasuke, sua opinião é muito importante pra mim. – Falou batendo de leve com os dois dedos na testa do mais novo.

- Você nunca vai deixar de fazer isso, não é? – Comentou soltando um suspiro – Vamos entrar, estou começando a ficar com fome. – Falou e ambos entraram em casa com o presente de Naomi em mãos.

- Boa noite meninos, deixem o presente dela sobre o sofá e venham jantar. – Chamou da cozinha. Fugako já se encontrava na mesa que estava posta e organizada.

- A esta hora em casa Oto-san? – Perguntou Itachi com as feições demonstrando confusão.

- Terminei mais cedo para jantar em casa e comparecer ao aniversário de minha sobrinha amanha. – Informou recebendo sorrisos por parte de Mikoto e Itachi.

- Ótimo, agora vamos jantar. – Eles jantaram em silencio.

Sasuke estava em seu quarto de banho tomado e só de box, pensando que em pouco mais de 3 messes estaria casado, suspirando mandou uma mensagem de que buscaria o loiro pelas nove horas, suspirando fechou os olhos decidindo que estava na hora de ir dormir, pois amanhã seria um dia cheio.


Notas Finais


Até o proximo mochis de tia!!!
Novamente desculpa qualquer erro!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...