História Um Casamento Eterno - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Chad, Dizzy, Doug, Dude, Evie, Harry Gancho, Jay, Mal, Personagens Originais, Príncipe Ben, Uma
Tags Auradon, Carlos De Vil, Chad, Descendants, Descendants 2, Descendentes, Descendentes 2, Disney, Dizzy, Doug, Dude, Evie, Harry, Ilha Dos Perdidos, Jade Weber, Jay, Mal, Malen, Malévola, Príncipe Ben, Rainha Má, Uma
Visualizações 190
Palavras 1.347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 40 - O Primeiro Aviso


Melissa acordou com Dizzy posando os braços na cabeça dela, a garota a empurrou de leve e saiu da cama, tomou um banho e foi para a sala de jantar com um vestido soltinho ela comeu rápido quando saia estava Ben e Mal chegando pelo corredor.

- Como está Mel? - A mulher de cabelos roxos perguntou sorrindo.

- Não tão bem quanto vocês. - Melissa disse baixo mas Mal ouviu arqueando a sombrancelha confusa. - Tenho que ver a Dizzy. - Mal e Ben tentaram intervir mas Jay chegou na hora.

- Preciso de vocês agora! - Ele disse puxando os dois.

- Algum problema? - Ben perguntou enquanto olhava para Jay que estava nervoso.

- Mais ou menos. - Ele disse com a voz trêmula.

Mal e Ben se olharam sabendo que algo de errado estava acontecendo e temiam ser o pior.

[ … ]

Dizzy foi acordada por Melissa e Vinícius de uma forma nada agradável com o grito dos dois dizendo que o castelo estava pegando fogo, os cabelos da garota estavam bagunçados e altos, os olhos ainda se abriam de vagar e a pele clara estava quente da adrenalina.

- Eu já disse que odeio vocês? - Ela bufou enquanto levantava da cama.

- Se arruma logo, hoje quero levar vocês a um lugar especial. - Melissa disse com um sorriso de orelha a orelha.

~ • ~

Malévola estava com um sorriso macabro enquanto andava perto dos corpos ensanguentados e mortos, aqueles que tinham se recusado a sair de Auradon acabaram tendo uma morte triste e injusta sem ao menos terem chances de lutar.

- Tirem os corpos e mandem alguém limpar essa sujeira. - Malévola disse voltando para dentro do castelo.

- Querida, quando vamos atrás da pirralha? - Gancho perguntou se referindo a Melissa.

- Preciso ter a localização da garota primeiro. - Ela disse enquanto eles deciam as masmorras.

- Mas como? ela levou tudo oque precisavamos para localiza lá. - Gancho disse confuso.

- Nem tudo. - Malévola abriu a cela aonde Harry estava.

Os olhos fechados, a pele pálida e o cheiro de decomposição, ele morria dentro de uma cela mas para Malévola seria útil o rapaz mesmo morto.

- Morte eis você tão má mas tão bela, me mostre a localização de Melissa e te deverei. - Ela disse sussurrando.

Uma fumaça das mãos saíram dela e foram para corpo de Harry, o rapaz chacoalhou até a fumaça voltar para Malévola e os olhos dela se fecharem, ao abri los teve a visão de uma ilha.

- Ela está em uma ilha. - Malévola disse pensativa.

- Ótimo. Tem muitas, como iremos encontra lá em uma delas? - Gancho perguntou cruzando os braços.

- Ela virá até nós. - A mulher disse convencida. - Pegue os pequenos aviões e envie para todas as ilhas, mandarei o primeiro aviso. - Um sorriso se formou nos lábios de Malévola.

~ • ~

Ben e Mal estavam em choque com a notícia, cerca de dez animais estavam mortos e dois alunos que eram de Auradon também tinham morrido através de um pequeno avião que saia fumaça.

- A Malévola sabe que estamos aqui. - Carlos disse andando de um lado para o outro. - Antes era o Harry, agora é esse capeta. - Ele estava com os olhos em chama de tanta raiva.

- Precisamos achar a Melissa, ela não sabe. - Ben levantou da cadeira.

Ele e Mal saíram a procura de Melissa mas ela não estava no quarto e nem no quarto de Evie, apenas sabiam que ela estava com Vinícius e Dizzy andando pela ilha oque preocupou os dois.

[ … ]

Os cabelos loiros voltaram a ficar roxos, Dizzy admirava aquela tonalidade enquanto Vinícius estava encantado com o sorriso de Melissa. Eles andavam entre as rochas para chegarem ao destino que a menina escondia dos dois pois era uma surpresa para eles.

- Andem mais rápido. - Melissa disse rindo de Dizzy que estava cansada e andavam de vagar.

- Você é uma bruxa ou feiticeira e eu sou apenas a filha de uma das filhas da madrasta da Cinderela então pega leve comigo ok? - A menina tentou aumentar os passos.

Eles chegaram a uma colina e desceram do outro lado se deparando com uma cachoeira, Dizzy e Vinícius estava de boca aberta, Melissa apenas admirava pois já tinha visto antes aquele lugar.

- O Harry me mostrou uma foto desse lugar e prometeu me trazer. - Dizzy e Vinícius ficaram acalados. - Vamos, é mais bonito de perto. - Melissa puxou as mãos dos dois.

Chegando a beirada da cachoeira eles colocaram as mãos na água estava quente, Melissa viu eles sorrirem e se sentiu culpada por desejar Harry ali.

- SAIAM DAÍ AGORA! - Ben gritou de longe.

Melissa respirou fundo sentindo o cheiro de sangue, Dizzy gritou ao ver um corpo indo até eles morto, Vinícius puxou as duas mas Melissa não se moveu do lugar.

- Oque ela tá fazendo? - Dizzy sussurrou.

- Não sei mas é melhor tirar ela daqui antes que seja tarde. - Vinícius voltou a se aproximar. - Mel, vem! - Ele pós a mão em frente a Melissa.

Ela olhou a aproximação do corpo se deparando com um garoto que estava com a roupa mas o rosto deformado, Melissa abriu a boca em choque enquanto Ben agarrava a menina. Ela estava pálida, o loiro abraçou ela a impedindo de olhar aquela cena torturante.

- Não deveriam ter saído. - Mal disse olhando para Dizzy e Vinícius. - Temos que voltar, fora do castelo é perigoso. - Mal pegou no ombro dos dois e os empurrou de leve para começarem a andar.

Todos voltaram para o castelo em silêncio, Dizzy parou logo que Evie apareceu em frente a eles mas Melissa foi a única que continuo a andar e antes que Ben ou Mal pedissem para ela esperar, a garota já batia a porta com tudo.

Deitando na cama, as lágrimas rolaram, Melissa sentiu os olhos verdes brilharem ao se olhar no espelho e os cabelos ficarem mais roxos escuro.

- Por que foi para a floresta? A Malévola está solta por aí e você vai arriscar a sua vida? - Ben perguntou sério enquanto Melissa levantava da cama.

- Eu prefiro arriscar a minha vida do que deixar as pessoas morrerem por minha causa. - Ela esbravejou.

- Ninguém esta morrendo por sua causa, estamos tentando sobreviver contra aquela mulher.

- Isso é mentira! A Malévola quer meus poderes! PODERES QUE EU NÃO SEI USAR. ELA VAI CONTINUAR MATANDO ATÉ ME TER NAS MÃOS DELA. ISSO NÃO TERÁ FIM BEN! - O rapaz segurou nos pulsos dela para se acalmar porém Melissa se debateu em vão tentando se soltar.

- A culpa não é de ninguém. - Ben disse abraçando com força a filha. - Eu e a Mal vamos te proteger, somos seus pais, é nosso dever… - Ele acariciou os cabelos roxos que voltavam a tonalidade loira.

- E vocês podem morrer por isso… - Ela murmurou.

- Já vivemos muito, é a sua vez de continuar por nós. - Ben a fez olhar nos olhos.

- Eu não vou continuar sem meus pais. - Ela disse voltando a abraçar Ben.

Um sorriso se formou nos lábios de Ben, Mal entrou no quarto preocupada depois de ouvir gritos mas se emocionou ao vez Ben e Melissa ajoelhados no chão abraçados.

~ • ~

Malévola vestiu a roupa de sempre e saiu do quarto enquanto Gancho estava dormindo, ela foi para o salão principal aonde estava um homem parado em frente ao trono.

- Oque faz em meu reino?

- Majestade, uma garota tentou me roubar enquanto eu tentava entregar os mantimentos para o castelo, ela está lá fora amarrada. - Malévola o seguiu até a entrada do castelo e sorriu ao ver Uma amarrada e com muita raiva.

- Não acredito… faz tanto tempo que eu não te vejo. - Ela deu uma gargalhada. - Você receberá alguma coisa em troca dessa pequena recompensa. - Malévola pegou no braço de Uma e a empurrou para frente.

O homem foi embora mas Uma estava sendo levada para as masmorras, Malévola a jogou na cela e trancou.

- Você será a minha chave para achar a Melissa. - Ela disse saindo mandando um tchau com uma das mãos para Uma e rindo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...