1. Spirit Fanfics >
  2. Um Caso Perdido. Jung Hoseok >
  3. Hobi. (Pt.2)

História Um Caso Perdido. Jung Hoseok - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Explicação:

S/n - Seu Nome;
S/ap - Seu Apelido.

Boa Leitura !

Capítulo 9 - Hobi. (Pt.2)


Fanfic / Fanfiction Um Caso Perdido. Jung Hoseok - Capítulo 9 - Hobi. (Pt.2)


07:30 AM

            [ Hoseok - P.O.V's ]


- não queria chatear o Hobi. - comenta fazendo voz fofa.

- na moral cara, o que você tá querendo com essa provocação de merda ?- Yoon questiona o rapaz a nossa frente.

- eu só vim dá um recado que a Jisoo pediu, não vim pra magoar o Hobi ou o cachorrinho dele. - responde irônico. Yoongi fechou os punhos e contrai o maxilar, o mesmo está se segurando para não bater no menor.

- sai daqui. - comento em um tom alto de voz.

- quem vai me tirar daqui ?- questiona-me com um sorriso cínico. Movimento minha cabeça rapidamente negando sua atitude idiota.

- só sai daqui. - comento tentando manter-me calmo. Vou até a minha mochila e pego-a do chão, procuro sair de perto do rapaz.

- por que está indo embora Hobi ?- questiona-me tentando fazer uma voz fofo, mas sua atitude me deu ódio do garoto.

- qual seu problema cara ?- Yoongi calmo questiona o rapaz a nosso frente.

- não tô falando com você. - retruca arrogante. Yoon virou-se completamente ao garoto e encarou o mesmo duvidoso.

- na moral cara, sai daqui. - Yoongi comenta ainda calmo. Ou simplesmente tentando.

- e quem vai fazer isso ?- pergunta empurrando o Yoon, fazendo o mesmo quase cair no chão. O mais velho respira fundo e continua na minha frente. - então um fracote feito você que vai me explusar daqui ?- questiona o Yoongi.

- eu que vou te tirar daqui. - anúncio afastando o Suga para o lado e solto minha mochila no chão novamente, empurro o garoto na minha frente dando um soco no seu rosto.

 O rapaz vai ao chão, subo em cima do mesmo e começo a desferir mais soco no rosto do garoto. Yoon começou a puxar-me para sair de cima do jovem e tentar acabar com a briga, mas eu empurro o mais velho e continuo a socar o garoto, que está com um rasgo na sobrancelha, boca e o nariz passou a sangrar.

- solta ele. - comenta pegando na minha cintura, me retirando de perto do garoto. O garoto jogado ao chão, cospe sangue e fica observando-me com ódio.

- me solta. Quero ver tentar bancar o homem agora, filho da puta. Me solta, porra. - pronuncio tentando soltar-me dos braços do garoto que impediu meu ato. O mesmo me coloca no chão assim que ficamos um pouco distante do rapaz no chão, o homem entra na minha frente e impede minha passagem. - Namjoon, sai da minha frente. - digo empurrando-o.

- Hoseok, para. - Nam anuncia fazendo eu evitar olhar o garoto.

- sai da minha frente. - grito com o homem em minha frente, que continua negando e impedindo-me. 

 As pessoas estão observando tudo, chamado atenção de mais e mais pessoas. É ridículo o fato de todos estarem com os celulares em mãos, eles querem ganhar uma faminha e foder com a imagem de outro, porém estou totalmente errado em render-me a provocação do rapaz jogado no chão.

- Oliver e Hoseok. - escutamos uma voz feminina ecoar ao nosso lado. Viro-me para pessoa e vejo minha mãe, sua feição demonstra-me sua raiva e indignação por mim. - para minha sala. AGORA. - comenta tentando esconder sua raiva.

 Solto-me das mãos do Namjoon, encarando o garoto no chão com ódio, e sigo minha mãe até sua sala.


[ . . . ]

12:00 PM

* Fim das aulas *


- estão liberados. - a professora de Biologia anuncia com um sorriso simpático e brilhante.

 Após seu anúncio, todos levantaram-se rapidamente e retiraram-se da grande sala. Permaneço sentado em meu lugar guardando o meu material na mochila, enquanto os meninos esperam-me terminar.

- mantenha acalmá, senhor Jung Hoseok. - Namjoon anuncia, quebrando um silêncio agradável ao meu ver.

- infelizmente, paciência eu não tenho. - respondo-o enquanto levanto-me de meu lugar com a mochila nas costas.

- na moral Hoseok, você não pode ficar puto por causa de uns babacas. - Jin retruca calmo. 

- mano, não tem como. Não tem. Não é você que está sendo motivo de risada para um bando de adolescentes sem noção alguma, então falar é super fácil. - retruco ficando alterado.

- tô ligado que não é comigo, mas eu sei que não é assim que você vai resolver alguma coisa. - responde simples.

- sem brigas. - Yoon entra no meio da conversa.

- não estou brigando, estou avisando apenas. - Seokjin explica respirando fundo e negando com um aceno de cabeça. - só acho que vai piorar sua imagem. Hobi. - anuncia saindo da sala levemente irritado.

- hyung ?- questionam em conjunto. 

 O silencio tomou a enorme sala de aula, deixando-me desconfortável com o clima intenso que começou a reinar. Nem consigo olhar para os meninos sem sentir-me culpado, pelo clima desagradável e pela intensidade das minhas atitudes, e isso tortura-me de uma maneira horrível.

 Respiro fundo, chamando a atenção dos meus amigos.

- olha, eu sinto muito por está agindo feito um idiota desde de sábado, mas não tem como eu evitar isso. - comento quebrando um silêncio e clima devastador. Algum dos meninos tocou-me no ombro direito, encarei a pessoa.

- temos noção do motivo de está assim, não é necessário pedir desculpas por nada; somos seus amigos e estamos aqui para ajudar-te com essa situação constrangedora e engraçada. - Yoon pronúncia com um mini sorriso. - Jin hyung apenas está fazendo o que todos os amigos fazem, brigamos com você por sermos grandes amigos. - comenta com um sorriso de lado.

- exato. Amigos de verdade brigam, pois eles arriscam suas amizades para te ajudar sempre. - Nam se pronuncia em um tom alto. Dou-lhes um sorriso.

- valeu. Vamos ir atrás do hyung ?- questiono andando na frente.

- ele precisa de um tempo. - Taehyung anuncia andando ao meu lado. Concordo com um aceno de cabeça.

 No corredor notei os olhares do pessoal sobre mim, porém ignorei e continuei meu caminho ao meu armário. Ao chegar próximo de meu armário, abro o mesmo e uma pilha de dinheiro caiu de meu armário quando abrir, junto a um bilhete. O bilhete havia sido assinado pela diretora, mas não acreditei muito nisso por causa dos erros gramaticais e das palavras, coisa que minha mãe não usaria em hipótese alguma.

- peço desculpa por seu armário não ter vindo com uma barra de pole dance para sua vagabunda, Hobi. - fico encarando o bilhete com um sorriso tenso, tentando manter-me calmo perante essa situação ridícula.

 Ouço risadas vindo do meu lado direito, provavelmente os donos da brincadeira estariam rindo de minha reação. Deixei minha mochila no chão do corredor e recolho o dinheiro. Há pelo menos trinta reias espelhados pelo chão, e mais de dez que ainda está no armário. Pego todas e as enfio na minha mochila, fecho meu armário.

- digam aos queridos pais de vocês que agradeço. - passo pelo grupinho que gargalhava e ignoro os olhares fulminantes. - pizza por minha conta na casa do Namjoon. - pronuncio para meus amigos, que gargalham com minha reação.



Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...