1. Spirit Fanfics >
  2. Um clichê quase não clichê >
  3. A viagem

História Um clichê quase não clichê - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - A viagem


Fanfic / Fanfiction Um clichê quase não clichê - Capítulo 1 - A viagem

Finalmente, está chegando o dia.

Até agora não acredito que estou indo para Nova York, quando me inscrevi nisso achei que não tinha nem chance, e agora estou terminando de arrumar minha mala, ainda tenho que passar na faculdade pegar alguns últimos papeis e alguns relatórios para terminar antes de ir, mas estou com praticamente um pé na estrada.
Moro em uma cidade do interior de Santa Catarina, então daqui tenho que ir até a capital antes de pegar o avião, vai ser horas de viagem, ainda bem que gosto...

- Alice... Vem almoçar - Gritou minha mãe. Esse é meu último almoço brasileiro antes de morar um mês em Nova York. Ok, sei que não é morar. Mas igual, imagina o quão feliz que estou.

- Ai nem acredito que não vou comer sua comida por um tempo mãe...

Pai - Vai ser por uma boa causa- assenti e comemos.

Depois do almoço descansei um pouco e me arrumei, vesti (1) e fui para a faculdade, como tenho 21 anos, sei dirigir há um tempo, cheguei em 10 minutos e logo fui para a coordenadoria do curso.

- Oi. Alice Almeida dos Santos do sétimo semestre, deve ter alguns papeis aqui pra mim. - A moça assentiu e foi procurar. Em seguida, vem a Fabiana, a coordenadora

F - Oi Isa querida, como está? Ansiosa? 

- Oi tia - chamo ela de tia quando estamos a sós pois nós conhecemos há muito tempo, desde antes de eu entrar para o curso, ela e o marido são muito amigos dos meus pais - eu to muito ansiosa, muito feliz, eu nem acredito que to tendo essa oportunidade.

Fiquei por volta de uma hora na faculdade terminando de rever alguns papeis do intercambio e dos meus relatórios das aulas práticas. Depois fui para o centro da cidade comprar algumas coisas finais e voltei para casa por volta das 17:00. Ao chegar em casa estacionei o carro e escutei alguns barulhos, lá estavam alguns poucos amigos para me dar tchau antes de viajar. Esse "último" dia foi ótimo.

Dormi pouco. Me arrumei rapidamente e então, com a coordenadora Fabiana e seu marido e o professor Carlos e sua esposa, fomos rumo ao aeroporto. Em 6 horas chegamos. Esperamos por volta de 2 horas até então fazer o check-in e então logo estávamos dentro do avião. 

---

F- Isa, acorda, chegamos.

Quando acordei me inclinei e olhei pela janela. Era Nova York. O lugar onde sempre quis conhecer e viver uma vida quase que igual da Blair e da Serena em Gossip Girl. Ao fazer todos os procedimentos necessários do aeroporto, estávamos livres.

- Ai meu deus eu nem acreditoooooooooo - falei dando alguns pulinhos e então esbarrei em alguém -  meu deus desculpa

X - Tudo bem -  e saiu rápido. Tá. Só posso ta loca.  Quase achei que era o Austin Mahone mas não era, era um outro menino lindo. Não podia ser que no primeiro minuto que estou em Nova York eu esbarro no Austin Mahone. Eu era apaixonada nele há 9 anos atrás. Eu era muito mahomie. Só que logo depois comecei a crescer e... bom, não o que aconteceu mas parei de me importar tanto assim. Mas do mesmo jeito eu conhecia algumas musicas novas dele mas não muito sobre ele. Gostava ainda dele mas aquilo que disse, não me importo muito. E como era muita loucura e coincidência não podia ser ele, então deixei pra lá.

Chegamos em Nova York  e eram 9 da manhã de quarta, e só amanhã começaria o juri, então o dia ainda dava para aproveitar muitoooooo. Passamos no hotel e organizamos as coisas por lá e saímos a passear um pouco. O meu professor Carlos e sua esposa também são muito amigos dos meus pais, então chamo eles de tio e tia também. Depois do almoço os homens ficaram cansados, nos demos uma passadinha no hotel para descansar um pouco só mas logo nos três voltamos para a rua, eu estava assim (2) e passeamos e fomos em algumas lojas, eles mais tarde passariam para dar o ok que chegamos no juri e tudo mais.

Eram quase 8 da noite da noite quando já estávamos cansadas e iriamos voltar para o hotel, porém a tia Fabiana e a tia Jane já estavam em mais uma vitrine kkkkkkkkk. Foi quando ouvi gritos e achei estranho. Umas meninas estavam vindo da direção onde eu achei era o barulho e então perguntei

- Oi. Da onde vem esse barulho?

X - Vem dali - apontando o lugar - ta tendo um show aberto surpresa e ele é muito gatinho - saíram rindo e então fiquei curiosa, avisei as tias que iria ali e depois encontrava elas.

Atravessei duas ruas e então cheguei em uma praça bem grande, tinha muita gente mas não muito, e logo pela voz reconheci de quem era o show. Era do Austin Mahone. O cara que se fosse há 9 anos atras eu estaria me descabelando. Ri com esse pensamento e fui em direção a uma árvore e me encostei. A noite ainda não estava completamente escuro e pelas luzes da praça e do palco estava bem claro. Dava pra ver muito bem o show e estava feliz por ouvir algumas musicas conhecidas ao vivo. Fiquei só olhando e balançando a cabeça, quando do nada, ele me olha.

Não sei o que aconteceu. Só sei que eu estava olhando o show e do nada ele me enxerga e fica encarando. Meu coração quase saiu pela boca.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...