1. Spirit Fanfics >
  2. Um conto de Amor >
  3. Dominick é levado ?

História Um conto de Amor - Capítulo 21


Escrita por:


Capítulo 21 - Dominick é levado ?


Fanfic / Fanfiction Um conto de Amor - Capítulo 21 - Dominick é levado ?

Yurik e Esmeralda tiveram um ótimo descanso. Dominick crescia forte e saudável. As vezes os tres andavam pelo campo que tinha perto da casa deles. Esmeralda estava observando Yurik deitado no gramado, enquando ela brincava com Dominick. De repente ela começou a se recorda da historia dele, ela observou que ele tinha algumas marca bem claras no pescoço, algo que ainda não tinha reparado. Ele repara que ela estava olhando então decide perguntar.
- o que foi ?
- o que são essas marcas ?- apontou.
Ele coloca a mao sobre a marca e disse:
- foi o treinamento.
- O que eles fazem ? Você é cheio de marcas... Por que eles fazem isso ?
Yurik se levanta.
- Eles chamam de aprovação.- ele olha pra Dominick e passa maos nos seus cabelos- quando as crianças são levadas para a base, passam por alguns testes. Acredite ou não sou modificado- disse sorrindo- pouco sobrevivem a isso.
- Por isso eles pegam as crianças tão pequenas ?
- Sim. Nosso genes são modificados para termos alta resistência, eles são ativados a partir dos três anos de idade. Por isso consegui resistir ao tiro no meu peito. É um pouco agonizante esses testes.
Ele muda de expressão.
- Não quero que Dom passe por isso. Quando as crianças não resistem, acabam morrendo.
Esmeralda coloca não seu rosto.
- Até que idade são esses testes?
- até os doze anos. Depois começam os treinamentos. A aprovação é a mais difícil.
- Como assim?
- É a cerimônia, dizem que tem que passar por algumas coisas. Tive sorte de Não passa por elas, pois fugi na época.
- Eu sinto muito por tudo que passou.
- Relaxa... esta tudo bem.
Ele se levanta.
- Vamos para casa.
Os meses iam se passando rapidamente. Yurik volta a trabalhar, Esmeralda arruma um emprego como educadora infantil. Estava tudo indo muito bem. Yurik enfim termina de compra os móveis para casa, agora era só relaxar. Em uma noite uma situação engraçada acontece.
Yurik havia comprado uma cama de casal, Esmeralda estava um pouco envergonhada ao saber que iria dormir novamente com Yurik. A última vez que ela dormiu com ele, foi quando estava grávida de Dominick. Ela observava a cama e pensava.
" vai ser um pouco estranho dormir com ele novamente. Depois de tudo o que aconteceu. Devo esta horrível. Depois da gravidez fiquei tão inchada, tomara que ele não repare. Que falta sinto do meu antigo corpo"
Ele aparece atrás ela.
- Por que esta olhando para cama com essa cara ?
Esmeralda leva um susto.
- Não chega de fininho assim Yurik.
Yurik começa rir.
- O que foi?
- É que... vai ser um pouco estranho dormimos juntos novamente.
- Já tem um tempo não é mesmo ?
- Pois é - tentou sorri
Esmeralda tentou se cobrir, estava com vergonha de Yurik. Depois da gravidez ela tinha ganhado alguns quilos a mais e isso a incomodou um pouco. Não era mais a Esmeralda que Yurik conheceu, que tinha um corpo perfeito.
- Por que esta se cobrindo toda?
- Estou com frio ué... Por que? - Tentou disfarcar.
- Com frio? Esmeralda esta fazendo 26 graus.
- Que tal a gente ir se deita ?- sorriu.
Yurik não entendeu nada aquela situação. Esmeralda por sua vez, foi rapidamente para cama. Ao tirar seu roupão ela pensou.
" Não olhe pra mim, por favor. Não repara que engordei."
Ele chega perto do seu ouvido diz.
- Está estranha...
Esmeralda olha para ele e repara que mesmo com tudo que havia lhe acontecido ele ainda continuava em forma.
- Está tudo bem?
- Esta...
- Não parece. Me diz, o que você tem?
- Yurik, você acha que mudei?
- Hã?
- Não sou a mesma de antes, olha só estou usando pijama de bolinhas. Quando nos reencontramos eu usava langeris.Alem de esta acima o peso.
- É por isso ?- riu.
Ele se aproxima dela e diz:
- Você acha mesmo que ligo para essas coisas? Para mim continua a mesma e nada vai mudar.
Ela a faz deita na cama.
- A propósito, gostei esse pijama.
Ela começa a rir e ele a beija e começou a fazer cocegas nela.


E assim em um piscar de olhos se passaram três anos. Foram ótimos anos para ambos que fez até mesmo Yurik acreditar que em não estava mais sendo perseguidos, mais nunca abaixava a guarda. Durante esse tempo Esmeralda acaba ficando grávida novamente de Yurik, o casal ficaram felizes e ao mesmo tempo preocupados com a situação, mas talvez não teriam problemas, pensaram. Já que nada lhe aconteceram durante esses anos. Mas no terceiro aniversário de Dominick algo acontece.
Esmeralda trabalhava no mesmo lugar onde Dominick ficava. Era uma creche de um lado e uma escola o outro. Assim ela não ficava muito tempo longe do seu filho. Sua gravidez estava indo muito bem dessa vez. Muito contrário a de Dominick, onde Esmeralda ficava todo tempo em repouso já que era de alto risco. Ela tinha completado sete meses. Ainda continuava trabalhando. Dessa vez ela não queria descobri o sexo, queria que fosse supresa.
Porém nesse dia algo iria acontecer.
Yurik leva Esmeralda e Dominick para a escola. Chegando lá Esmeralda deixa Dominick com a professora e depois ela foi pra sua turma da terceira série. Estava fazendo um belo dia. Yurik tinha ido encontra Levih em Criveland. Ele estava com uma proposta de uma missão. As horas iam se passando normalmente. Durante o almoço, Esmeralda conversava com Yurik pelo celular e todas as mulheres do serviço ficavam provocando ela.
- Olha lá a Esmeralda, já esta falando com o maridão.
- Ela fala tão apaixonada no celular que da até inveja.
Quando Esmeralda termina ela diz:
- Como sempre fazendo piadinhas ne, ele ainda não é meu marido
- mais moram juntos , praticamente ao casados.
- Quando vamos conhecê ele Esmeralda ?
- Está vendo Dominick, está vendo o pai dele. Só muda a cor do cabelo, já que ele é loiro.
- Seu marido é loiro?
- sim, talvez o segundo possa puxa esses cabelos dourados dele- disse Esmeralda sorrindo.
Ela vai em direção a porta.
- Em poucos meses vocês iram conhecer ele já que ele que vai vim buscar o Dom. Mas aí de vocês tirar um pedaço dele- bricou.
Mais horas se passam
Em Criveland Yurik conversava com Levih
- Então, aceita a missão?
- Não sei não Levih, Esmeralda esta com sete meses nao quero deixa ela sozinha.
- Ela esta gravida novamente nao é. Não perdeu tempo hein.
Yurik deu uma risada.
- Como esta o casamento com a senhora cabeça quente ?
- Abby e eu também estamos tentando ter um filho, mais esta difícil. Ela já teve três aborto.
- sinto muito Levih.
- fora isso estamos bem, liam sofre com ela - sorriu.
- imagino, aquela ali é doida por natureza.
Em magnólia
O Expediente de Esmeralda tinha acabado, ela pega suas coisas vai até a turma de Dominick.
Eles estavam no parquinho.
- Oi Lili, onde está o Dom?
- Ele...- a professora olha em direção a ele mais nao o encontra- ele estava ali agora a pouco.
Esmeralda vai atrás dele.
- Dom!!- chamou- Responda filho!!
Elas procuraram ele em todos os lugares.
- Dominick !- Esmeralda começou a se desesperar.
De repente outra professora vai ate Esmeralda.
- Eu vi ele saindo com um homem.
- Que homem?!- disse irritada.
- Ele era um homem alto, disse que era seu marido.
- Meu marido não está na cidade !!
Mesmo gravida Esmeralda vai para rapidamente para frente da escola. Ela procura por todos os até que ela vê Dominick em um carro.
- Dom!!- gritou.
Um homem aparece trás dela.
- Não faria isso se fosse você.
O homem apontava uma faca para a barriga de Esmeralda.
- Só não mato você pois ainda carrega algo que eu quero.
- Quem é você? Você é um daqueles lunáticos da família Boyka?
- Sou pior querida... Sou Robert. Já deve ter ouvido meu nome.
Ela se recorda do nome e diz em seus pensamentos.
 o pai de Yurik!
- Você fez um ótimo trabalho querida, dessa vez não vou fazer o mesmo erro que fiz com Yurik. Em breve nos veremos novamente já que ainda carrega um descendente da família. - riu.- não se preocupe, vamos cuida muito bem dele.
O que ele não esperava era que Esmeralda aprendeu auto defesa com Yurik e quando ela se solto de Robert, ele se irritou e logo lhe deu um tapa que a faz cair no chão.
- tome isso como aviso, mulher. 

Esmeralda grita de dor. Ele se aproxima do rosto dela e diz.

- diga a Yurik que adorei o trabalho dele, obrigado.

Quando percebe que pessoas iam em sua direção Robert foi embora.
Ela caiu de mal jeito e bateu a barriga o chão, os professores logo foi em direção ela quando a viu.
Esmeralda tenta se levanta e diz
- Espere... Espere!! Volte!
Sua amiga Lili vai até ela.
- Esmeralda o que foi?
- O meu filho... Ele foi levado! - gemia de dor,- Chamem o pai dele.
- Alguém chame a ambulância!- disse um homem.

Esmeralda começa a chorar e diz em seus pensamentos.

Por que tem que ser assim ?!... Dom

Ela grita.

- DOOOOM!!!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...