História Um Conto Nada De Fadas - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adulto, Boate, Cassino, Froy Gutierrez, Hentai, Hot, Jackson Wang, Kylie Jenner, Las Vegas, Originais, Poker, Romance, Stripper, Taylor Hill, Ton Heukels, Victoria's Secret
Visualizações 17
Palavras 3.824
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Dps de tantas mudanças no roteiro dessa fic eu decidi manter esse;
Nesse temos Hentai :b
Boa leitura...

Capítulo 11 - Alice no País das "Maravilhas"


Fanfic / Fanfiction Um Conto Nada De Fadas - Capítulo 11 - Alice no País das "Maravilhas"

Lucille fora criada numa cidade de interior, "no meio do nada" como alguns dizem, então ela nunca fora ensinada sobre glamour e elegância ao extremo, na verdade esse luxo era totalmente ignorado por seu pai que a ensinava mais sobre moral e esforço no trabalho. E era exatamente isso que Lucy seguia até seu pai ser seduzido por uma conservadora, que se achava glamourosa como Perséfone, sua madrasta e terrível treinadora de comportamentos. Esta viu que não conseguia mudar o próprio marido de seus modos antiquados, então ela descontou essa falha em Lucy que era uma presa mais fácil.

Mesmo diante de tal mundo Lucy não mudou muito seus costumes quando veio para Vegas, ela ainda era uma moça forte, trabalhadora e não deixou que as más influências de caráter da cidade a mudassem, deixando claro mais um traço da sua firme personalidade.

Assim reforçou a idéia em sua mente, ali diante dos olhares sagazes sobre ela e Logan, um brilho de status que ela nunca provará a recaiu com vontade, Lucy estava andando com a classe que nunca se preocupou em exibir, levando em conta o que Reed disse sobre eles não estarem só olhando ele mas estarem de olho nela, e igualmente que suas roupas não condisse-sem com o ambiente, ainda sim percebia o martírio de inveja e desejo presos em seus olhares, Hayes desfrutou daquilo como nunca antes, estava enfeitiçada e demonstrava isso cada vez que passava e cumprimentava todos dali:

_Senhor Reed!-Cumprimentou um velho grisalho que andava, ele estava elegante em seu smoking e com sua bela companhia feminina._E a senhora?

_Hayes.-Logan informou dando uma leve olhada para Lucy._Lucille este é o Jack Ruffman, um dos nossos clientes Vip's.

_Prazer, senhor Ruffman!-Lucy sorriu e acenou, Jack ficou estupefato e abanou a mão.

_Para você é só Jack, mocinha!-O homem piscou galanteador, Lucy deduziu que ele deveria ser mais um dos grandes ricos que bancam o cassino com suas extravagâncias._Achou uma bela moça Reed, poucas vezes o vemos em tão boa companhia!

_As vezes damos sorte!-Logan se minimiza a dizer, Lucy sente-se envergonhada da paparicagem, mas mantém o semblante orgulhoso._Vamos Lucille, Jack tem muito o que apostar nessa noite...e eu não quero perder mais tempo com você!-Lucy fica consternada quando ele simplesmente a leva dali, era como se notasse o notório interesse de Jack nela.

_Ele parece simpático...-Diz a morena olhando para onde estavam, Jack a dá uma piscadela e sai com sua acompanhante.

_Todos os predadores parecem assim antes de atacar, Jack é amistoso com as pessoas, mas faça algo que não o agrada e você vai conhecer o sentido da palavra inferno!-Logan informa sério como sempre, Lucy engole seco apesar das vaidades aqueles cassinos ainda eram o lugar preferido de pessoas ricas e perigosas.

_Me sinto mais segura do que nunca.-Cínica ela menciona, Logan aperta o braço dela contra si.

_Comigo aqui você sempre estará segura.-Ele diz bem confiante.

_Claro, quem desafiará o dono?-Lucy brinca, porém é censurada por Logan.

_Na verdade muita gente faria isso, o dinheiro e a ganância compram as pessoas mais rápido do que imagina!-Comenta Reed que parecia carregar uma grande experiência com aquele tipo de assunto.

Lucy pondera sobre as duras palavras dele enquanto ele os guia na área dos caça níqueis, Logan se desvencilha dela e vai brevemente conversar com outros dos seus clientes, ele à dá a liberdade de andar explorando pelos intensos corredores das máquinas eletrônicas de dinheiro, Hayes fica eufórica: o barulho das rodadas, as pessoas rindo, outras praguejando, as luzes e o ar de dinheiro indo e vindo.

Lucy sempre imaginou como era o interior de um cassino, todavia nunca teve tempo para ir em um, muito menos tinha dinheiro para gastar em um luxuoso como aquele.

Assim sua vida decorreu diante de seus olhos, sua infância agridoce, seus sonhos e suas brincadeiras a deram a sensação de um passado distante, agora Lucy era adulta e independente e se dar conta disso era algo que ela sempre buscou, o problema era que não estava sendo como ela planejava, depois do golpe do destino em ajudar seu irmão tudo parecia ter retornado ao zero, sua vida financeira ao zero, sua condição social ao zero, sua confiança ao zero e aquele mundo de apostos não estava ajudando a lidar com sua inferioridade:

_O que estou fazendo aqui?-Murmura ao se sentar na frente de um caça níquel, vendo as combinações infelizes de um jogador azarado.

"Esse lugar não é para mim, é como se eu tivesse seguido o atrativo coelho e caído na toca dele...como Alice no país das maravilhas...porém sem o conto de mágica, pois esses feitiços aqui não tem nada de reais, só são mentiras que essas pessoas gostam de comprar para se iludir de uma quase impossível vitória" decifra olhando a sua volta, Lucy nunca ligou para status, mas bastou uns poucos minutos ao lado do incrível Logan Reed para mostrar a ela o que era isso, e como era vantajoso, atraente e vicioso.

Lucille percebeu que estava encenando algo que não era, vivendo no meio daqueles que ela jamais se iguaria, erguendo o nariz para pessoas que poderiam ser iguais a ela, mas que graças a sua exaltação deveriam a inferioridade. Aquilo era surreal e sujo, Lucy não era assim e se censurou. Como dizia seu pai "O mundo transforma as pessoas, o dinheiro as motiva, mas só suas ações mostram o que elas realmente são". Hayes podia estar motivada até ali, mas suas ações não iam mais condizer com aquilo, pensando assim ela se levantou e ia indo para longe dali, até que mão de Logan a puxou para trás para fita-la:

_Aonde vai?-Ele indaga com as sobrancelhas erguidas, ainda segurando ela.

_Não importa, só tenho que sair daqui!-Muda de tom Lucy que puxa seu braço de volta ao corpo, ela começará a se sentir sufocada.

_Por que? Cansou de se exibir?-Ele ri desdenhoso.Lucy sente seu sangue ferver.

_Sim, cansei de ser exibida como um troféuzinho seu!-Se exalta ela que chama a atenção das pessoas a volta.

Logan olha em volta voraz, fazendo todos desviarem seus olhares:

_Menos Hayes, bem menos!-Menciona ele controlado, Lucy respira fundo e balança a cabeça se acalmando por um momento._Vamos conversar em outro lugar!

_Eu não quero conversar, eu vou embora Reed!-A morena se move novamente irritada, mas diminui significativamente o volume da voz, não queria dar um show para comentarem de sua cara depois.

_Você sabe que tem pendências comigo!-Ele diz inalterado de sua insatisfação.

_Eu tenho?-Lucy se virá para ele._Então todo esse joguinho foi para me mostrar o quão poderoso é o Logan Reed que eu devo?!-Sem acreditar ela cita, não era como se a noite deles tivesse sido ruim, na verdade fora bem divertida a ambos, isso até Lucy interpretar aquilo com outros olhos.

_Você sabe o que deve!-Logan menciona frio, com olhos afiados._Venha comigo e chega de discutir!

_Okay, vamos terminar com isso!-Lucy pisa duro e caminha em direção a ele.

Logan firma o maxiliar e a puxa pela cintura a prendendo perto dele, como se a indica-se que não teria como fugir, e Lucy realmente não tinha. Ela caiu na armadilha, no covil do lobo e dali não sairia até este a liberar.

Vendo o grave erro que cometeu Lucy suspira diante do aperto dele, se não estivesse assustada com certeza gostaria da pegada firme dele, porém ali era um situação que não a deixava cair o tom alerta, ele estava sobre o controle e Hayes torcia para poder sair dali sã e salva, Logan não demonstrou qualquer atitude de machuca-la, mas ela sabia que não podia confiar nas pessoas só por isso.

Então quando ele a levou para seu escritório particular e trancou a porta Lucy só pode estremecer diante das opções que poderiam ocorrer:

_Sente-se!-Ele rugiu indicando o sofá vermelho.Lucy que detestava ordens, obedeceu na hora, não era porque não gostava que não obedecia, afinal a razão era melhor que o sentimento em algumas situações._Você realmente me tira do sério!-Ele menciona nervoso ao andar de um lado ao outro, temerosa Lucy se encolhe sem perceber.

_O que você pretende comigo?-Indaga com um tom de medo que não passa desapercebido, Logan bufa e a olha com raiva.

_Acha que eu faria algo com você?Acha mesmo que eu bateria numa mulher? Ainda mais dentro do meu estabelecimento?-Ele menciona tenso._Não seja estúpida, não vou fazer nada com você!

Lucille sente o ar voltar aos pulmões, pelo menos um agressor ele não era, mesmo assim aquela boca suja ainda estragava o grande homem que Logan deveria ser:

_Eu só pensei...-Hayes inicia sem jeito.

_Esquece essa porra...-Logan que parecia que ia quebrar algo a uns minutos atrás relaxa os músculos e fica mais calmo, parecendo tentar acalmar ela também, e isso funciona em parte._Só te trouxe aqui para cobrar o que me deve, não imaginava que ia me fazer passar por isso!

_Eu não tenho culpa disso, você que começou com esse teatro!-Ela acusa com voz baixa, no entanto a covardia vai morrendo aos poucos, Lucy prometeu que não se renderia e assim o faria._Se queria me cobrar devia ter feito isso diretamente!

_Mesmo que fizesse, você tem como me pagar Hayes?-Ele pronúncia cruzando os braços.Lucy murcha sem reação, não tinha como contradizer aquilo._Você vai fazer o que? Um empréstimo no banco? Pegar dinheiro de alguém?Em, o que fará Lucille Hayes?-Ardiloso ele se aproxima dela, penetrando seus olhares, Lucy se sente atingida como nunca antes.

_Não, eu não posso fazer nada disso...-Assumi nervosa._E eu sinto essa verdade mais do que nunca ao ver o luxo desse lugar, agora entendo porquê me mostrou ele, assim percebia minha inferioridade!-Ela acusa com pesar, porém seu ódio transcendia qualquer demonstração de fraqueza.

Logan que estava astuto muda seu olhar para um mais incerto, ele parecia não esperar por esta declaração e não parecia ter gostado dela, como se fosse corrigí-la ele abre a boca, mas Lucy é mais rápida e o interrompe determinada:

_Eu não posso te pagar com dinheiro, não posso te prometer coisas que não tenho...mas ainda sim tenho minha integridade, e meu nome que nunca deixa de pagar suas dividas!-Lucille aperta as mãos em punhos e se levanta.

Ela não iria cair de joelhos pedindo perdão, não iria como uma covarde fugir da raia e esperar que ele a perdoasse. Ela tinha feito merda e tinha que arcar com isso mesmo que tivesse um alto preço a pagar.

Hayes era uma mulher orgulhosa, e estava cansada de ter que se manter por esse orgulho, pela primeira vez ela queria se arriscar, jogar tudo, ir de cabeça e resolver aquilo, sem perder as chances que deixava ir por um senso comum de lógica, Lucy estava cansada de ir junto com a maré, então quando ela se levantou uma ideia absurda, porém ardilosa a cruzou, ela não tinha que ser a coitadinha ali, ela poderia ser uma jogadora desde que seu desafiante aceitasse o comprometimento que ela ia realizar:

_Te darei cinco noites!-Ela fala de frente a ele, com a cabeça erguida e semblante mais sério do que nunca._Cinco noites repartidas pelo preço de minha dívida!Essa é minha proposta e não espero negociações!-Bruta ela observa face a face Logan que exibe pela primeira vez uma cara surpresa.

Um minuto de completo silêncio se passa por eles, Logan que parece sair do choque inicial se afasta dela, a olha de cima a baixo e sorri de canto:

_Cinco noites com você?-Ele menciona ignorando o valor, obviamente o dinheiro não o preocupava nesta oferta._Com direito a quê?

_Ao que você quiser!-Lucy diz sem exitar, ela não sabia de onde essa ideia maluca tinha surgido, mas não estava relutante em leva-la a frente.

_Hm...-Logan bota a mão na cara escondendo sua satisfação, a ideia certamente o pareceu divertida._Você não seria capaz...

_Sou sim!-Lucy o corta._Você saberá que sou!-Ela termina sem vacilar.

Reed não tira os olhos dela, parecendo a avaliar com destreza como um prato suculento, Hayes poderia ter sentido nojo daquela situação com outra pessoa, mas Logan não a dava essa sensação, na verdade ela sentia uma certa compensação já que era uma boa verdade que ela estava atraída por ele toda hora que estavam juntos.

O que Lucy só não esperava era que poderiam ir para cama naquele tipo de  circunstância:

_Por que eu aceitaria? Talvez haja algo de diferente em você..mesmo assim por que Lucille?-Ele realmente demonstrava seu interesse quando parou de estuda-la.

_Não a muito porquê...este é o único jeito que encontrei para compensar meu problema!-Lucy afirma sem devaneios, ela vê a cabeça dele balançar em negatividade talvez contrariando a falta de percepção dela.

_E se eu disser não?-Mais calculista ele pergunta, necessitando de verdades.

_Daí terá que se contentar comigo o devendo até que tenha dinheiro para isso, não vou pedir que perdoe minha dívida Logan...não seria justo com nenhum de nós, afinal se eu ganhasse aquela partida eu teria te cobrado!-Ela fala deixando clara pela primeira vez as coisas, Reed não ficou incomodado pela declaração dela, ele exibia que já esperava por isso.

_Que bom que admite isso Lucille, mas não posso deixar dessa forma...ainda que não aceite nenhuma das propostas, você não teria uma mais vantajosa para si mesma?-Ele cruza os braços embalado, tratando aquilo com tom casual ainda que falasse como se estivesse em uma das suas reuniões de negócios.

_Sim, eu posso ir embora daqui por essa noite...pagando todo o dinheiro de uma vez, no fim das contas também dei meu tempo aqui!-Hayes exprime inteligente, Logan que estava envolvido num mantra positivo demonstra rapidamente sua insatisfação.

_Eu faço uma escolha!-Ele anuncia sabendo que no mundo dos negócios não se tinha perda de tempos._Eu escolho as cinco noites!-Lucy fica um pouco pasma, mas decide se resguardar._E então Lucille?

_Então é isso!-Ela diz dando de ombros, Reed não parece gostar da simples resposta.

_Oh, só isso?E seu eu cobrar uma noite começando agora?-Ele desafia sagaz se aproximando dela.

_Eu pagaria!-Lucy responde na hora, não gostava das duvidas sobre a sua palavra.

_Pagaria?Uma noite com que eu quisesse?E se eu te pedisse para transar comigo aqui e agora?-Logan ri desacreditado e se afasta._Vamos parar de brincar Lucille, foi divertido...okay, agora vamos esquecer isso!-Ele aponta para ela._Achei que era uma garota orgulhosa, só não sabia de sua capacidade de inventar histórias!-Ele ri deixando claro sua descrença._Tudo bem, você pode ir!Eu só estava brincando com você...esquece essa merda de dívida!-Logan se irrita e vai até a porta.

Antes dele encostar no trinco da fechadura, Lucy se joga contra ele envolvendo uma mão pelo seu peito e o outra em cima da mão dele:

_Mas eu não estou brincando!-Lucy cita contra a nuca dele o vendo se arrepiar. Hayes tinha que admitir que  Emma tinha toda razão sobre ela ser boa em seduzir alguém.

_Lucille...-Logan não se meche do lugar, ela podia sentir ele ficar tenso abaixo do seu toque conforme sua respiração ficava pesada por se conter._Você não sabe o que está fazendo!

_Eu sei sim!-Lucy aperta as mãos em volta dele e afunda o rosto em sua nuca, o cheiro do perfume intenso masculino entrando em suas vias a fazia lembrar da jaqueta a qual ela se habituou o aroma._Eu vou te provar que sei!

_Lucille!-Nervoso por aquela posição Logan se vira e fica cara a cara com ela._Você não pode se vender assim!

_Não estou vendendo, estou pagando!-Lucy tenta investir novamente e ele a impede a segurando pelos ombros.

_Você não quer isso!-Ele morde os lábios, parecia usar suas últimas armaduras para não se envolver com ela.

_Quero sim!-Lucy achava que estava hesitante, mas as contradições dele começaram a irrita-la.

_Não pode...-Logan começa e ela interrompe de novo.

_Posso sim!-Ruge querendo acabar com aquilo.

_Se começar com isso terá que ter coragem de ir até o final!-Ele alerta sério._Você não tem esse tipo de coragem Lucille, pense bem!-Ele usa sua última resistência para impedi-la.

_Eu tenho, e eu vou te mostrar!-Lucy cansa das resistências dele e avança selando seus lábios com ternura.

Ela fecha os olhos e aproveita a boca que era mais deliciosa do que ela preverá, ela sente ele ficar tenso e arfar diante do beijo que durou poucos instantes:

_Não poderá reclamar disso depois! Você já me provocou demais garota!-Logan diz ao separar os dois do beijo, Lucy gostou do olhar ardente dele, ela tinha despertado aquela onça de olhos verdes e tinha que se virar com ela.

_Eu não vou, lobinho!-Lucy faz um beiço debochada, Logan se irrita e a puxa pela cintura.

_Vou te mostrar o "lobinho"!-Ele a toma com uma vontade enorme, sem inibição ele explora a boca dela com sua língua, Lucy sente o paraíso de encontrar um beijo tão delicioso e ardente.

No meio das ondas de calor que o beijo provocava, Lucy sente as mãos firmes dele descerem por suas costas até a sua bunda a qual ele aperta sem dó, Hayes tremeu diante do ato, nenhum dos caras com que dormiu era tão direto assim, Logan tinha visado seu objetivo e estava sendo bem pontual, Lucy achava que não gostaria de ser pega de surpresa, mas no fim gostava sim, ou pelo menos era isso que seus gemidos indicavam  diante das apertadas que Logan a dava.

Percebendo sua satisfação ele a colou mais em si e puxou pelas coxas, Lucy teve que o envolver com as pernas quando ele se moveu para frente a levando junto:

_Nunca fiz neste escritório...-Ele diz em meio às mordidas que dava no pescoço dela.

_Como você disse, tudo tem uma primeira vez!- Lucy morde os lábios quando ele a deixa no sofá vermelho e começa a tirar a parte de cima de sua roupa, exibindo o lindo abdômen definido de tatuagens e músculos treinados.

_Não se preocupe, essa noite isso é tudo seu!-Ele ri perverso da cara dela que fica vermelha como nunca.

_Que bom...-Lucy deixa escapar, Logan sorri gostando do que ouviu._...mas não vou deixar ficar se gabando por isso!

Impaciente ela se levanta e tira sua blusa e a saia num movimento veloz, mostrando a bela lingerie branca que trajava, Logan lambe os lábios e a mira com desejo, do jeito que Lucy queria ser olhada com bastante fogo, um fogo que ela sempre tinha e ninguém tinha sido capaz de apagar em sua cama:

_Estamos bem nivelados essa noite!-Ele menciona ao vê-la ir de encontro a ele, Lucy o beija faminta envolvendo suas braços em seu pescoço colando suas peles, os dois arfam e o contato é a faísca imediata do incêndio._Ou talvez eu pense assim!Que isso...-Reed é pego de surpresa pela enorme atitude de Lucy que tira sua calça sem desgrudar suas bocas, ela desce a peça com a boxer junto ansiosa para vê-lo por inteiro. Ao constar de que gostou do que viu ela o puxa pelo pescoço e ele nem resiste, deixa ser guiado pela mulher cheia de atitude que o joga no sofá.

Lucy faz menção que ia tirar o resto da roupa, mas Logan a impede a puxa para seu colo deixando em atrito seus sexos, os enlouquecendo:

_Que crime deixar que faça tudo sozinha!-Sussurra ele no ouvido dela antes de tirar seu sutiã, alça por alça com a boca.Lucy se deleita com a boca quente dele em seu ombro, era impossível conter seus gemidos de prazer que ficavam mais altos a cada toque certeiro dele._E isso aqui também é um crime!-Ele pega o último pedaço de peça que o impedia de tê-la e a desce a jogando longe.

_Não a nada agora!-Confiante Lucy se aproveita da distração dele e o empurra para trás, ela sobe sobre ele novamente com vontade, passa as mãos com frequência no tórax incrível dele é o beija envolvente com as línguas quando o monta por completo

_Caralho!-Logan deixa vários palavrões sair quando Lucy se encaixa sobre ele, suas mãos explorando as costas descem para bunda dela a segurando com firmeza.

_Tenho que te ensinar a melhorar essa boca suja!-Lucy sorri e começa a galopar sem esperar, ela estava em brasas e precisava aumentar as chamas.

Em movimentos rápidos os dois trocavam altos suspiros, tomada pelo prazer de ser preenchida por completo Lucy geme alto dizendo o nome dele, suas mãos saem do peito dele e ela se inclina mordendo sua orelha para então o ombro. Se houvesse alguém ali perto certamente os ouviria, porém naquele momento intenso nenhum dos dois parecia se importar para o que se tinha além daquela sala:

_Puta que pariu Lucille!-Logan parecia em choque e tomado de prazer, Hayes gostava de estar por cima, e Logan a dava isso na medida certa._Agora é a minha vez!-Ele a puxa de cima dele ouvindo seus protestos baixos.

Lucille é deitada no sofá com calma, ele sobe de volta como um gato e se posiciona nela a entrando fundo sem esperar, Lucy sente vibrar diante da eletricidade do ato e grita com vontade, sua boca é tapada pela dele que a beija com selvageria enquanto se movimentava ligeiro dentro dela.

Quando seus peitos se encontram Hayes sente os batimentos loucos dele, não deveriam estas diferentes dos dela. Lucy sempre saia satisfeita do sexo, mas nunca impressionada, e Logan fazia isso com maestria, não só pela parte de foder com força, mas com medidas certas de deixá-la domar e ser domada, ele era gostoso e fazia gostoso. Era perfeito, e Lucy se deu conta disso no próximo beijo que deu nele, com gosto, vontade, atração, criando uma conexão que nunca sentiu antes, era como se seus corpos estivessem destinados a estar  conectados pelo prazer, pela razão, pelo sentimento.

Lucy sente seu ponto máximo chegar e estremece debaixo dele, Logan sente seu orgasmo e também se desmancha nela, os dois respiram pesadamente cansados, se olham e riem por um breve momento, Hayes percebeu que adorava o sorriso sincero dele:

_Okay, eu não duvido mais de você...-Ele diz sorrindo, mas isso faz Lucy voltar a tona do que a havia levado até ali.

_E isso quer dizer?-Lucy temeu que ele terminasse com ela e a manda-se embora depois do momento incrível que tiveram juntos.

_Que estou curioso para ver até onde vai essa coragem!-Ainda sorrindo ele a pega do sofá a sentando ao seu lado. _Eu estou cansado e não exausto...e se Lucille Hayes é tão fogosa quanto me mostrou à poucos minutos atrás, eu a convido a alongar um pouco mais essa noite!-Sugere com ar irresistível, Lucy entende suas intenções e não disfarça seu contentamento.

_Para um segundo round acho que o pobre sofá não aguenta!-Hayes bate a mão olhando para o bem utilizado e pequeno sofá vermelho.

_Não falei que tinha que ser aqui...-Logan chama sua atenção, Lucy foi pega de surpresa ainda sentindo a mão dele fiel a sua cintura._Venha para minha casa!

_Agora?-Ela fica abatida, talvez aquela nostalgia de momentos atrás não tenha só desconcertado a ela, mas a ele algo também atingiu.

_Sim, Lucille!-Ele afirma apertando de leve a cintura dela, seu olhar era sério e ansioso. Lucy chegou a conclusão que ele queria mesmo aquilo.

_Okay!-Hayes diz ainda eufórica, ela o vê se levantar e pegar suas roupas pelo chão.

_É melhor sair daqui vestidos!-Ele brinca à entregando suas roupas._E não quero ninguém de olho na minha ovelhinha...-Mencionou baixo ao se vestir também.

Lucy enquanto colocava as peças consegue ouvir aquilo, seu coração dá um pulo, ela nunca gostou daquele apelido, mas foi só ele parar na boca de Reed que já parecia um nome agradável, um nome no qual ela começou a se apegar vindo daquele homem que entrou sem permissão em sua vida só para ela começar a se apaixonar, aos poucos, sem perceber.

Continua...





Notas Finais


Desculpe a demora; vou tentar atualizar com mais frequentemente bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...