História Um destino de amor. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Agustín Bernasconi, Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Lionel Ferro, Michael Ronda, Ruggero Pasquarelli, Valentina Zenere
Personagens Agustín Bernasconi, Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Lionel Ferro, Michael Ronda Escobosa, Ruggero Pasquarelli, Valentina Zenere
Tags Gastina, Sou Luna
Visualizações 24
Palavras 935
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente sou nova espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo 1 encontro


Fanfic / Fanfiction Um destino de amor. - Capítulo 1 - Capítulo 1 encontro

Carolina 

Nesse momento estou no avião decolando pra Buenos Aires escutando música até que logo chego e desci do avião fui correndo até o meu irmão e o abracei e disse:

-Ruggero!-o abraço e ele me ergue e me roda e diz:

-que saudade maninha.-fala e logo me solta e logo vou abraçar o meu primo e nos soltamos e Mike diz:

-prima você tá linda.

- eu sei eu sou linda.-falo jogando o cabelo pra trás e ele diz rindo:

-convencida mais bom vamos quero te apresentar alguns amigos meus.-fala abrindo a porta do carro pra mim e eu e logo entro e tiro a camisa e Rugg pergunta:

- o que tá fazendo?

-tirando a camisa do to com valor UE.-falo bebendo um pouco de água e o meu primo diz:

-ah é esqueci que minha prima é maluca né? 

-nada haver e outra prefiro ser maluca e ser do jeito que sou do que fingir alguém que eu nunca vou ser e nem quero ser.-falo e coloco música no carro e Rugg diz:

-ei eu não te deu permissão sábia?

-sim mais eu faço assim mesmo.-fala e jogo a garrafa no chão do carro e logo paramos em um lugar onde a placa dizia Jam and Roller e Mike diz:

-vamos?

-vamos!

-mais primeiro coloca a camisa.

-não.-falo e desço do carro e Rugg diz:

-bom tchau volto pra pegar vocês a seus.

-a não pega a gente as meia noite.

-tá doida Carolina não sou irresponsável não tá? Bom cuida bem dessa loca Mike.-fala e sai com o carro e logo entramos no Rolar e vários caras ficaram olhando pra mim e Mike logo diz:

-da pra colocar uma camisa?

-não to bem assim.-falo parando em uma lanchonete e peço um milkshak e o rapaz da lanchonete diz;

-é não pode ficar sem blusa aqui.

-viu Carolina agora coloca uma blusa.

-por acaso tá em alguma regra de que não pode entrar sem blusa?

-não mais...-interrompi ele e falei:

-então agora vai pagar meu milkshak.-falo e ele logo sai e Mike diz:

-Carolina não precisava falar assim com o Gaston.

-fala sério ele tava me mandando e isso eu não aceito não gosto de ser mandada e você sabe muito bem.

-Ai te aguentar não é fácil.

-digo a mesma coisa é outra se fosse um menino sem blusa poderia ne agora só porque eu sou uma menina ai quer saber foda-se tá eu não preciso que ninguém manda em mim e eu faço o que bem entender.-falo e quando ia sair esbarro com alguém um pouco baixa de cabelo castanho escuro andulado de olhos verdes  me sujando toda de milkshak e eu logo ela falou:

-Ai desculpas eu não te vi....UE por que tá sem camisa?

-to com calor e você quem é? 

-eu sou a Karol Sevilla e você? 

-sou a Carolina muito prazer.-falo apertando sua mão e ela diz:

-uau você é muito corajosa eu não conseguiria ficar assim em público.

-eu sim e outra não ligo para o que os outros pensam só logo para o que eu penso.

-já gostei de você.

-é eu também mais bom sabe onde fica o banheiro?

-sei sim vamos?

-vamos.-falo e logo ela me levou até o banheiro feminino mais estava trancado então falei;

-vai ter que esperar aqui.

-não vou mesmo.

-então o que vai fazer?

-UE se o banheiro feminino ta fechado e o masculino não então eu vou ter que entrar no masculino.

-tá já saquei você é maluca ne como vai entrar ai?

-com os pés.-fala e entro no banheiro masculino e abro a torneira e vou limpando o milkshak até que escuto uma voz atrás de mim:

-garota o que você tá fazendo aqui?

-limpando o milkshak que derrubaram em mim.

-tá mais sabe que aqui é o banheiro masculino ne?

-sei.

-então porque tá aqui?

- porque o feminino ta fechado.

- a não custava esperar abrir.

-uma das coisas que eu não gosto é de esperar.-falo fechando a torneira e me virando pra ele mais quando vi fiquei o olhando.-uau você é muito gato.

-obrigado eu sou o Agustín.

-eu sou a Carolina prima do Mike.

-tá brincando ele é meu melhor amigo.

-então você é o famoso Agustín de quem meu primo fala.

-e você a famosa prima maluca dele.

-eu não diria maluca eu só sou diferente.

- diz a garota que entrou no banheiro masculino.

-é qual o problema eu não vi ninguém sem a calça pode ficar tranquilo.

-eu to tranquilo.

-aham.-falo virando pro espelho e logo pergunto.-tem namorada?.-digo mordendo os lábios e ele diz;

-tenho e você?

-não ninguém ainda me pediu.-falo voltando à olha-lo e ela logo responde:

-duvido alguém não ter te pedido você é muito linda.

-sua namorada vai ficar com ciúmes.

-ela não tá aqui.-fala se aproximando de mim e eu sorri de lado e falo:

-nem ela nem ninguém.

-pena que eu to namorando.-fala olhando nos meus olhos e falo novamente:

-e se não tivesse o que você faria?

-isso.-fala e me beija e eu aceito de bom grado senti suas mãos pararem na minha cintura puxando mais pra si e eu logo digo assim que nos separamos do beijo:

-sua namorada vai ficar brava.

-foda-se não suporto ela mesmo.-fala me beijando de novo e dessa vez ele me coloca sentanda na pia enquanto nós beijavamos senti sua mão em minha perna e eu peguei sua mão e coloquei em minha cintura e falei:

-vai com calma Agustín eu sei que tá querendo mais e não o culpo sei que sou muito atraente pra você mais eu também sou de fazer com calma.-falo e ele me beija de novo e eu correspondo mais ele se separa de mim rapidamente quando a Karol bate na porta;

-Carolina você não vai sair?

-já vou Karol.-falo e ela diz:

-é melhor você ir.

-também acho mais antes.-fala e o beijo novamente e quando nós separamos desço da pia e logo saio do banheiro e Karol diz:

-tudo bem?

-sim bom vamos?

-vamos ne.-fala e saímos.







Notas Finais


Eu gostei e você?ah tomar e neh a Carolina é moh louca não acham?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...