1. Spirit Fanfics >
  2. Um doce amor (Takashi Mitsuya) >
  3. 18

História Um doce amor (Takashi Mitsuya) - Capítulo 18


Escrita por: Mei_cha

Capítulo 18 - 18


          Anteriormente em um doce amor

 

 - Para Akira! Já chega- fala Takashi enquanto segurar os meus braços

 - NÃO ENCOSTA EM MIM- eu grito, nesse momento já era tarde mais pois eu já estava tento uma severa crise de raiva 

 

       Fique com o capítulo de hoje


 

 Akira pov's

 

Isso não é justo,por que todos sempre brincam com o meu coração?!, eu me sinto como se aquelas palavras fossem estacas que perfura- me de jeito inimaginável.

-Por que todos os garotos são assim?, eu não sou um brinquedo para vocês simplesmente brincar e depois me quebra para ser  jogada fora,EU NÃO SOU A PORRA DE UM PEDAÇO DE CARNE, PARA VOCÊS ME COMER COM OS OLHOS-  eu odeio isso, por que é sempre assim?!

  - Aki chan, não se faça de sonsa, é óbvio que você também gostava de mim, você sempre sorria pra mim e era gentil, eu te amo Akira, tudo que eu fiz foi porque eu te amo e você rejeitou meu afeto, então eu tive que fazer isso, é tudo sua culpa- disse Hiro e ao ouvir aquilo senti vontade de vomitar e lembranças vieram a minha mente 

 

    flashback on 

 

Eu estava voltando do colégio, em Salvador, as ruas estavam um pouco vazias e as lojas já estavam fechando, o colégio tinha liberado às 17:45, eu morava bem longe do colégio e sempre ia pra casa andando.

-" que hora será que é?"- pensei e decidi entrar numa loja e perguntar à atendente.

 - Boa tarde, a senhora poderia me dizer que horas são?- perguntei para uma moça que estava no balcão de uma lojinha de doce

 -Boa noite flor, são 18:20, você está chegando agora do colégio?! E que está um pouco tarde- perguntou e aparentava estar preocupada 

- sim, o colégio libera às 17: 45, e eu moro longe do colégio, muito obrigada moça- falou respondendo sua pergunta e agradeci por ter me dito as horas .

 - certo, tome cuidado e adeus- falou com um sorriso gentil no rosto

- Adeus e tenha um ótimo trabalho moça- falei me despedindo da mesma e sai da loja.

   Já estava um pouco distante da loja quando eu sinto um forte odor de álcool e olho para trás onde eu vejo que  tem um homem andando, eu resolvo andar mais rápido e sinto que o homem também começou a andar rápido, eu já estava apavorada quando decidi atravessar a rua, porém o homem continuou a me seguir, nesse momento eu já queria chorar, eu começo a andar mais rápido e resolvo re-atravessar a pista novamente, quando olho para trás ele continua a me seguir e eu começo a correr e procurar alguma loja para eu  entrar,porém não acho nenhuma, ele começa a correr também é logo me alcança, sinto suas mão em meu braço.

-Oi boneca, por que você correu hein?- Ele diz e sinto seu  hálito que está com um forte cheiro de álcool.

- Me… me solta- eu disse tentando me soltar de suas mão,quando eu finalmente consegui eu corri o mais rápido que eu pude.

   - ALGUÉM ME AJUDA POR FAVOR- gritei ao ver uma loja, sinto mãos em minha boca que me impedem de grita, o homem passa a mão pelo meu corpo e eu sinto nojo, lágrimas descem pelo meu rosto quando eu sinto suas mão pela minha bunda.

  - SAI DE CIMA DELA, SEU NOJENTO- um outro homem grita e tira aquele "monstro" de cima de mim.

  -  SEU PEDAÇO DE MERDA, EU VOU TE ENSINAR COMO SE TOCA EM UMA GAROTA- ele gritou enquanto socava a cara daquele " monstro".



 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...