História Um drama aleatório sobre amor (trágico) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Conflitos, Drama, Romance
Visualizações 33
Palavras 759
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Policial, Slash, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A escola, Honey, Rupert e a duvida


Fanfic / Fanfiction Um drama aleatório sobre amor (trágico) - Capítulo 2 - A escola, Honey, Rupert e a duvida

 Assim que jantou, Rose foi logo dormir para poupar energia para o dia seguinte. Ela tomou um banho, colocou um pijama, fez uma oração para agradecer e se deitou. Debaixo de sua coberta ela pensava e fazia votos para o novo dia de aula.

 Rose acordou, aproximadamente pelas 4:50am, e levantou bem rápido da cama, tomou banho, se vestiu e foi tomar o café. Seus pais estavam falando sobre o trabalho, Rose se sentou, falou bom dia para seus pais e tomou uma xícara de leite com chocolate e café acompanhado de dois coockies. Assim que terminou de comer, ela subiu pro seu quarto, escovou os dentes, pegou sua mochila, seu celular, se despediu dos seus pais e saiu para o ponto para pegar o ônibus. Depois de 30 minutos o ônibus chegou, ela pagou, se sentou e colocou seus fones de ouvido e foi olhando as lindas ruas de Manhattan. O ônibus parou bem na frente da escola, depois de 40 minutos. A escola Mrs. Taylor Alisson era a melhor escola publica de Manhattan, com resultados até maiores que escolas particulares.  

 Assim que desceu do Ônibus, Rose entrou pelos portões e foi à secretaria para pegar os horários das aulas. Ela conversou um pouco com a secretária, Srta. Ruby, sobre as politicas da escola e sobre horários dos intervalos:

 - A  entrada, como você sabe, é as 8:00am e a saída é as 3:00pm, mas se você quiser participar de alguma oficina depois do horário de aula, a saída é as 5:30, alguma duvida?

 - Nenhuma duvida, tem mais alguma coisa que preciso saber sobre as aulas?

 - Por enquanto é isso, tenha uma boa aula, a aluna Honey Leniere vai te guiar até a sua sala.

 - Ah sim, obrigada Srta. Ruby, onde a Honey está?

 - Está ali no pátio a esperando, está de camisa preta.

 - Obrigada novamente, tenha um bom dia.

 - Você também, Querida.

 Rose andou pelo pátio e avistou logo Honey, uma garota branquinha com cabelos castanhos claros meio avermelhados, tinha olhos azuis esverdeados e usava um perfume doce e agradável. Elas se cumprimentaram:

 - Olá Honey

 - Oi, você é Rose Marie Hugh?

 - Sim, sou eu mesma!

 - Que ótimo! Seja bem vinda, você vai adorar a escola.

 Rose sorriu para ela e elas foram andando e conversando, Honey apresentou toda a escola para ela, falou sobre os professores, sobre os projetos, as formas de avaliação e etc. Assim que terminaram o tour, elas foram pra sala, já estava no meio da primeira aula, Honey apresentou Rose para a sala e para a professora, era aula de Língua inglesa, a matéria favorita de Rose. As carteiras estavam juntadas em duplas, tinha apenas um lugar vazio, ao lado de um garoto, estranhamente parecido com Honey, tanto pela expressão facial, quanto pelos cabelos avermelhados e a pele branquinha. Ele era simpatico, aparentemente tímido e bem magro, Rose falou um Oi para ele, se apresentou e perguntou seu nome:

 - Olá, prazer, sou Rose Marie Hugh, mas pode me chamar só de Rose!

 - Oi, o prazer é meu. Eu me chamo Rupert Abbie Leniere, mas pode me chamar só de Rupert mesmo, ou Ab, se quiser.

 - (Risos) Okay, você é parente da Honey? Vocês são tão parecidos, além disso, vocês tem o mesmo sobrenome.

 - Ela é minha irmã, gêmea pra variar, mas somos muito diferentes, então nos falamos pouco.

 - Nossa que legal, ela parece ser uma ótima pessoa, gostei dela, e de você também (Risos)

 - Ela não é uma ótima pessoa, nem de longe – Disse Rupert num tom sarcástico - Obrigado (Risos), eu também gostei de você.

 - O que você quis dizer com ela não ser uma pessoa boa nem de longe? – Ela perguntou intrigada.

 - Não, (Risos) não foi nada, na verdade, você vai descobrir com o passar do tempo tudo o que essa escola tem de bom e o que tem de mal.

 Assim as aulas passaram e chegou a hora do intervalo, Rose foi conversar com Honey pra conhecer ela melhor, ela tinha pensado em ficar amiga dela para descobrir sobre sua personalidade. Honey estava com mais uma garota, Jessica, e um garoto, Tyler, todos da idade de Rose, 16 e 17 anos, e eram todos da mesma sala. Ela se apresentou para os amigos de Honey e se enturmou bem rápido com eles. Rose ficava tentando perceber algo estranho nas coisas que Honey falava, mas não percebeu nada de estranho, ou algum indicio de que ela era uma má pessoa, como Rupert disse.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...