História Um final feliz? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Angel, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Meredy, Mirajane Strauss, Wendy Marvell
Tags Beijo, Declaração, Erza, Fairy Tail, Final Alternativo, Jellal, Jerza, Namoro, Romance
Visualizações 36
Palavras 3.415
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Magia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal, tudo bem?

Brilhou uma idéia na minha mente q eu fiquei: "PRECISO ESCREVER ISSO MEU DEUUUUUUUUUSSSS"

Eu até gostei do resultado, não acho q ficou a melhor coisa que eu escrevi mas! Da pro gasto kkkkk

CHEGA DE ENROLAR VCS, FIQUEM COM A FIC PESSOALLLLLLLLL

Boa leitura❤

Capítulo 1 - Ele... gosta de mim?!


Pov's Erza

Isso é um pouco estranho, nós estamos em uma fase de sossego na Fairy Tail, é como se não existisse mais nenhum perigo devastador ou alguém querendo dominar o mundo e ser o "rei" do mundo. Já derrotamos Zeref, Acnorogia e ainda conseguimos concluir a missão de cem anos à algumas semanas atrás. Óbvio que não foi tão fácil e não saímos intactos, recebemos ferimentos considerados graves. Já imaginava que isso aconteceria já que nossa missão é derrotar cinco dragões com a força comparada a Acnorogia.

Agora todos estão na guilda reunidos pois o mestre queria falar com todos nós. Ele aparece e nos olha com um sorriso. Parece que a notícia é boa. Logo ele começa a dizer:

Estou feliz em dizer que temos mais oito membros na nossa guilda! Espero que todos daqui os tratem bem e espero que eles nos trate como suas famílias.

A guilda se agitou por completo, todos gritavam eufóricos sobre a notícia, dizendo que queriam vê-los. Eu tambem estava bastante curiosa. É sempre bom ver pessoas novas na Fairy Tail, só espero que eles não tragam mais problemas para o mestre, já basta o Natsu que parece destruir tudo o que toca. Depois de toda a gritaria o mestre continua:

Mas saibam que eles já nos ajudaram muito! E vocês já os conhecem.

Agora a gritaria aumentou ainda mais, todos curiosos com os novos integrantes da guilda. Confesso que minha curiosidade também aumentou, passei a encarar o mestre com mais atenção. E, depois de longos segundos fazendo mistério, ele finalmente anuncia:

Os novos membros são, nada mais, nada menos que a Crime Sorciere!!!!!

Meu coração parou por um micro-segundo ao vê-lo entrar em meu campo de visão. Ele está mais velho e mais maduro, esta mais... Homem... Ah! Meu coração começou a bater mais rápido, ele sempre faz isso comigo. Eu gostaria de saber como ele consegue, ou então é apenas comigo e eu estou pensando coisas.

Não sou nenhuma princesa em apuros que não sabe o que sente pelo príncipe encantado, pelo contrário, eu salvei meu príncipe encantado que mais se parecia com o vilão da história e sou uma guerreira que sabe muito bem o que sente, amor. Essa é uma palavra muito estranha ao meu ver, é uma palavra que passa muitos sentimentos, sentimentos demais, e por isso é que a usamos em raras ocasiões, como estar apaixonado, que por conhecidência é o meu caso.

Me desculpe por não falar antes mas eu estou falando de Jellal Fernandes, uma ex-ameaça ao Conselho que foi perdoado a um tempo, mas continua a se sentir mal por ter matado um de nossos amigos de infância, Simon. Eu acho que ele não deveria se menosprezar tanto, o que ele fez é errado mas já está no passado, faz anos que isso aconteceu, e ele continua a ser sentir culpado.

Junto com Jellal, Meredy e a Oracion Seis entraram no palco junto com o mestre. Jellal primeiro olhou para o lugar e depois seus olhos se encontraram com os meus. Os olhos opacos que ele emitia era realmente deprimentes, isso me fazia pensar que ele não tinha superado Simon ainda, eu já disse muitas vezes para ele que isso já é passado, mas ele insiste em dizer que isso não tem perdão.

As pessoas começaram a gritar novamente, agora comemorando e parabenizando os novos membros. Eu continuava o encarando, e ele também não tirava os olhos dos meus. Por mais que eu esteja apaixonada por ele, não acho que ele os correspondem. Já se passaram anos e anos desde a última ㅡ que também foi a primeira ㅡ afeição romântica que tivemos, umas semanas antes dos grandes jogos mágicos, aquele momento foi um dos mais felizes e tristes da minha vida: iriamos nos beijar, mas ele mentiu dizendo que tinha uma noiva. A partir daí eu comecei a duvidar, mas agora tenho certeza que ele não sente mais nada, já que passou muito tempo e seus resquícios de sentimentos sobre mim já se foram.

Espero que nos demos muito bem ㅡ Meredy disse animada, como sempre é. Acho que ela teria mais chances com Jellal do que eu, mas agora que ele está na Fairy Tail irei me esforçar para conquista-lo.

O dia correu "bem", e digo entre aspas porque para mim não foi tão bem assim. Enquanto o pessoal da guilda conversavam, eu e Jellal não parávamos de nos encarar, aquela sensação estranha de borboletas no estômago era presente quando eu ficava perto dele, e isso me irritava.

[...]

Duas semanas se passaram e o clima entre nós dois não melhorou, nesse tempo fui em algumas missões com as meninas para me ajudar a esquece-lo por pelo menos algum tempo mas, já deveria ter imaginado que não deu muito certo. As meninas notaram meu comportamento estranho e eu apenas menti, não queria que elas soubessem da minha paixão pelo Jellal, até porque elas iriam fazer algo nada discreto para me juntar com ele.

Estavam todos na guilda conversando e como todas as vezes que eu e Jellal ficamos no mesmo lugar nos encaramos, e dessa vez não foi diferente. Estávamos nos encarando quando de repente Jellal se levanta e grita:

Para mim já chega!!!!!!!

Ele expressava raiva e determinação (?). Saiu da guilda pisando forte no chão e eu fiquei bem confusa, chega de que? Será que ele realmente não está gostando de ficar aqui? Eu fiz algo para ele? Não sei, mas espero saber logo.

Não se preocupem, vou ver o que aconteceu com ele ㅡ Meredy se levantou e correu na mesma direção em que Jellal foi, para fora da guilda. O pessoal continuou a conversar porém eu fiquei de cabeça baixa, tentando compreender o que havia acontecido com Jellal.

Erza?! Erza Scarlet você está prestando atenção?!?! ㅡ Lucy disse ao perceber meu estado e me encarou profundamente, continuando ㅡ eu sei que você não está bem e queria que você nos contasse o que aconteceu.

Um dia vocês saberão ㅡ foi o que respondi e então soltei um suspiro, saindo dali e iguinorando os comentários das meninas.

Fui direto para a Fairy Hills e caí em minha cama. Como é que eu vou fazer para Jellal começar a gostar de mim? Preciso de um plano mas não tenho nenhum. Será que era melhor ter contado para as meninas? Não sei e... Argh! Como é difícil! Eu não sou de ficar indecisa! Eu realmente estou diferente. Olha o que você fez comigo Jellal Fernandes!

Acho que tenho uma idéia de como conquista-lo, um dia eu ouvi que homens preferem mulheres mais femininas, então amanhã eu poderia ir na cidade e procurar algo que me deixe mais feminina. Isso! É isso que farei! Me espere Jellal. Apenas me espere.

[...]

Hoje já é o dia seguinte e estou um pouco mais alegre já que irei começar a minha operação "conquistar Jellal" comprando roupas e acessórios. Isso não é muito o que uma Erza faria mas o que o amor não faz não é?

Erza! Parece mais alegre! ㅡ Levy me disse sorrindo e eu sorri de volta, parece que ela percebeu a minha mudança.

Essa guilda está virando um caos! Erza feliz e Jellal estranho. Eu realmente não sei o que está acontecendo ㅡ era a vez de Gray dizer e depois lancei um olhar mortal em sua direção, que o assustou porém continuei a andar como se nada tivesse acontecido.

Pouco tempo depois Jellal chega juntamente com Meredy, o que me deixou um pouco desapontada mas eu já disse, irei conquista-lo com ou sem Meredy atrapalhando. Isso não significa que eu odeie Meredy, eu apenas não gostaria que ela tivesse sentimentos amorosos por Jellal.

Bom dia pessoal! ㅡ a rosada disse com seu típico bom humor, o que já era de se esperar.

O que aconteceu com você Jellal? Gritou do nada ontem e saiu bravo daqui ㅡ Wendy disse com seu jeito delicado e meigo, o que a deixava fofa e era impossível a ignorar.

Vocês verão depois ㅡ foi o que o azulado respondeu, me deixando intrigada e uma manada de elefantes, que eu chamo de guilda, confusos e alguns bravos.

Ah! Qual é?! Todos estão estranho e dizem que vamos descobrir depois?! Parem de enrolar e digam logo ㅡ Natsu (para variar) disse encarando eu e Jellal, e eu o bati, ele deveria entender que não queremos falar agora.

Isso é verdade! Quero uma explicação também! ㅡ o cúmplice, digo, Gray disse um pouco alto.

Quer um soco também Fullbuster? ㅡ eu o respondi com o punho fechado. Mas que droga! Eu deveria me comportar mais como mulher e não fazer o contrário!

Não Erza ㅡ ele disse assustado, apenas o iguinorei, se eu pedisse desculpa todos iriam olhar estranho para mim, já se eu continuasse a conversa eu não iria passar a impressão de mulher que eu quero passar ao Jellal.

Sentamos na mesa e começamos a conversar ㅡ menos Gray e Natsu que brigavam em um canto da guilda ㅡ e aquilo de eu e Jellal nos encararmos começou novamente porém ele desviou e saiu dali, dizendo que iria no banheiro. Isso realmente está acontecendo? Poxa! Isso me chateava já que aquelas encaradas me davam um animo para conquista-lo e agora ele me iguinora? Isso é frustrante.

Continuamos a conversar e nada do Jellal, ele estava demorando demais para quem ia ao banheiro. Ele está mesmo me evitando? Isso não saia da minha cabeça até que finalmente Jellal volta mas ele não se senta com nós. Ele vem em minha direção e coloca uma flor vermelha ㅡ que ele tinha em mãos quando voltou ㅡ apoiada em minha orelha esquerda e então saiu correndo para fora da guilda.

É oficial. Ele está estranho ㅡ Gajeel comentou ao vê-lo sair.

Olha Erza! Tem um papel no caule da flor! ㅡ disse Meredy apontando para a rosa e eu retiro a flor do meu cabelo, para analiza-la melhor e eu vejo um papel enrolado no caule, pego e vejo o que tem dentro.

Esta escrito algo ㅡ digo a todos e eles me olham curiosos.

Leia Erza ㅡ Mirajene disse olhando atentamente para o papel.

"Eu irei fazer uma pergunta a você, se a resposta for sim, saia da guilda com a rosa no seu cabelo, apoiada no ouvido, como eu coloquei em você. Se a resposta for não, saia da guilda com a rosa na mão e me entregue" ㅡ eu repetia o que estava escrito na "carta" e todos ouviam atentamente porém alguém me interrompe.

Qual é a pergunta? ㅡ Happy perguntou me interrompendo.

"Você q-" ㅡ eu comecei a ler em voz alta novamente mas, o que estava escrito me fez parar, e continuei a ler em minha mente.

"Você quer namorar comigo?"

O que houve Erza? ㅡ Lucy perguntou percebendo que eu parei de falar o que tinha na carta e eu apenas comecei a chorar, é isso mesmo, chorar. Isso assustou a loira, que continuou desesperada ㅡ Erza?! O que aconteceu?! Porque está chorando?!

Após a última frase da Heartfilia todos começaram a se desesperar, afinal não era todo dia que você me via chorar. Porém eu não me importei com os outros e continuei lendo em minha cabeça:

"Você pode não estar acreditando mas é isso mesmo, eu te amo! Eu te amo mais do que tudo! E gostaria que fosse minha namorada mas, eu te fiz sofrer não é? Matei Simon, interrompi o nosso beijo dizendo que tinha uma noiva e eu ainda te fiz correr perigos que eram apenas meus. E eu me culpo por te fazer sofrer e eu não merecia ter você como minha namorada mas, por algum motivo, quero isso mais do que tudo. Eu não sei se você sente o mesmo por mim e, se você tivesse, já teria perdido a muito tempo. Mas eu quero tentar mesmo assim e estou trabalhando duro para me desculpar e seguir em frente, e eu quero fazer isso ao seu lado. Por isso, Erza Scarlet, você quer namorar comigo?"

Mais e mais lágrimas saiam de meus olhos e quando eu terminei de ler, me levantei e gritei:

Jellal! Venha aqui por favor!

A porta foi aberta e de lá saiu o homem mais lindo que eu já havia visto em toda a minha vida. Os membros da guilda pararam de gritar e começaram a nos olhar.

Eu sei que você iria dizer não mas não custa tentar ㅡ ele disse coçando a nuca, envergonhado, e isso me fez sorrir.

Quem disse que eu não queria? ㅡ eu disse em um tom mais alto ainda chorando.

Mas é qu- ㅡ ele dizia porém eu o interrompi.

É óbvio que quero ser sua namorada!!!! ㅡ eu disse e rapidamente eu coloco a flor do jeito que estava em minha orelha e corro em sua direção, o beijando.

Ele estava assustado, mas segundos depois retribuiu o beijo. Abri um pouco minha boca, o deixando invadir com sua língua e fiz o mesmo. Ele explorava a minha boca e eu a dele, tudo que podia ter no beijo de alguns anos atrás, tem nesse. O sentimento de finalmente te-lo era presente e me deixava animada e extremamente feliz. O beijo foi finalizado após termos a necessidade de respirar, separando nossas bocas devagar. Eu sorri como nunca havia sorrido antes, e ele também me mostrou seu melhor sorriso.

Espera aí ㅡ Natsu diz e faz uma pausa. Eu e Jellal o encaramos ㅡ como é que é?

Eu e Jellal rimos da expressão confusa do Dragneel, que por sinal, todos da guilda tinham, era muito engraçado vê-los assim. Cessamos as risadas e encaramos um ao outro, nossas testas estavam coladas e o sorriso continuava em nossos lábios. Jellal foi o primeiro a se pronunciar:

Então posso lhe chamar de "minha namorada"?

Claro! Meu namorado ㅡ o respondi e ele soltou uma risada gostosa e contagiante.

Ha! Pode ir me pagando Angel! Eu venci!!! ㅡ Meredy gritou, ela estava com a mão estendida e aberta na direção de Angel, que entregou uma boa quantia de dinheiro à rosada. No rosto da albina era aparente a raiva e a decepção.

O que é que está acontecendo? ㅡ Jellal perguntou olhando a cena.

Apostei com Angel que você iria se declarar para a Erza ainda essa semana, e ela apostou que você ainda iria demorar um pouco ㅡ Meredy estava com suas pernas cruzadas e, enquanto falava, contava o dinheiro que havia recebido da albina.

Desde quando Angel sabe que eu gosto da Erza? ㅡ Jellal fez outra pergunta, agora se virando totalmente para encarar as duas mulheres.

Desde que eu contei a ela ㅡ Meredy disse normalmente.

Você é muito mal Jellal! Deveria ter beijado ela logo naquele dia que vocês se encontraram um pouco antes dos grandes jogos mágicos ㅡ Angel finalmente disse algo e Jellal cruzou os braços olhando para Meredy. Porém Angel continuou ㅡ Você queria parecer mulherengo inventando aquela desculpa de ter uma noiva?

Você sabia da história Meredy? ㅡ eu fiz a pergunta direcionada à Meredy.

Sabia. E contei à Angel também ㅡ foi o que respondeu quando terminou de contar as cédulas de dinheiro que pertenciam à Angel.

Que história é essa Erza? ㅡ Levy perguntou se interessando no assunto.

Eu e Jellal estávamos conversando quando nos reencontramos depois de ficarmos sete anos na ilha Teiroujima. Nós acabamos caindo um em cima do outro e então iriamos nos beijar, mas ele interrompeu no último segundo dizendo que tinha uma noiva ㅡ eu resumi a história e todos da guilda que não sabiam da história exclamaram um "ah!". Dizendo que compreendiam.

Que cruel! ㅡ Lucy disse olhando para Jellal.

Esta todo mundo contra mim agora? meu azulado disse emburrado e eu dei um beijo em sua bochecha, que logo corou.

Eu não acreditei desde o começo. Você mente muito mal ㅡ respondi Jellal e acabei rindo de sua expressão, suas bochechas se encheram de ar e suas sobrancelhas e testas franziram, isso o deixava tão fofo...

Juvia acha que Erza e Jellal formam um belo casal ㅡ disse Juvia com um sorriso ㅡ da próxima vez, Juvia vai conversar a sós com Gray-sama e Juvia e Gray-sama iram cair um em cima do outro e irão se beijar. Juvia agradece Erza por dar esta dica à Juvia ㅡ ela continuou determinada e eu só consegui rir porque a cara que o Gray fez foi impagável.

Como é que é? Tô fora!

Juvia vai conquistar Gray-sama ㅡ disse Juvia iguinorando totalmente o moreno.

Chega de conversa fiada! Erza, quer dar uma volta na cidade comigo? ㅡ Jellal me olhou profundamente e eu não pude conter um sorriso.

Lógico! ㅡ ele pegou minha mão e corou. Nos despedimos e saímos da guilda.

Fomos para a cidade, caminhávamos com as mãos juntas, o que atraiu alguns olhares. Estava tudo indo bem, até Jellal me puxar para um beco pouco movimentado, me prensando na parede, deixando nossos corpos colados e nossos lábios a poucos centímetros de distância. Porém isso foi por pouco tempo até ele acabar a distância me dando um beijo feroz e mais "quente". Eu automaticamente o correspondi e ficamos longos segundos nos beijando.

Nos separamos para respirar porém voltamos rapidamente e, dessa vez, ele desceu sua mão até a minha cintura, e eu coloquei minhas mãos em sua nuca, brincando com seus cabelos que cresciam na região. Tirei minha mão direita de sua nuca e passei a apalpar seu braço, ele é... forte... sentia seus bíceps definidos. Era tão bom saber que ele finalmente era meu, só meu.

Paramos e decidimos caminhar mesmo, eu estava olhando as vitrines nas lojas até que achei um que me tirou a atenção, era um vestido branco com detalhes em azul, seu comprimento vai até o meio da cocha, que tem dois cortes laterais, mostrando a perna inteira. Na parte do busto, ele tinha dois pedaços de tecido cumpridos em que você amarrava na parte de trás do pescoço, e ele ficava um decote que termina entre os seios. Também tinha um cinto preto, bem grosso, que iria na cintura.

Ele era bem sexy, mas eu gostei bastante e parecia que Jellal havia notado porque ele disse:

Ele é realmente bonito.

É... ㅡ foi tudo o que eu disse.

Venha! Vou compra-lo para você! ㅡ ele disse já me puxando para dentro da loja.

Não quero gastar seu dinheiro Jellal! Eu compro amanhã ㅡ eu disse e ele passou a me encarar.

Eu não posso comprar um presente para a minha namorada? ㅡ respondeu e eu não tive como dizer não depois de ele olhar no fundo dos meus olhos.

Ele comprou para mim e voltamos a andar pela cidade. Eu perguntei do porque a Crime Sorciere entrou para a Fairy Tail e ele me respondeu que não tinha mais necessidade da guilda independente existir, já que quase todas as guildas das trevas já foram exterminadas.

Quando começou a escurecer, decidimos voltar, e ele me levou até a Fairy Hills. Quando ele iria voltar para sua casa eu o segurei, e disse:

Saiba que eu te amo, e muito. Mesmo quando você era ruim, eu não sentia raiva, sentia esperança de que um dia você iria melhorar ㅡ eu disse e uma lagrima escapou dos olhos do azulado ㅡ Você era, é, e sempre será a primeira e a última coisa que eu pensar no dia.

Obrigado por sentir o mesmo que eu sinto por você ㅡ ele me puxou pela cintura e me deu um selinho demorado ㅡ até amanhã, minha namorada.

Até, meu namorado ㅡ eu o respondi e ele saiu andando, rumo à sua casa.

Entrei no prédio e me deparei com Lucy, Wendy, Levy, Mirajane, Lissana, Juvia, Cana, Evegreen, Meredy e Angel me encarando profundamente.

Pode ir explicando essa história de Erza apaixonada ㅡ a loira, que eu nem sabia o porque dela estar na Fairy Hills, disse com um tom mandão, e como eu estava muito feliz, apenas ri.

Tudo bem, então que tal nós fazermos uma festa do pijama para eu contar detalhe por detalhe? ㅡ eu pergunto e todas esboçam um sorriso, afirmando.

E o resto da noite foi eu contando sobre minha história com Jellal. Meredy e Angel já sabiam de algumas coisas e diziam a parte do Jellal na história. Só fomos dormir perto das três da manhã.

Agora eu estava com o azulado que eu tanto amava, o meu azulado. E agora eu posso dizer que todos os meus sonhos foram realizados. Eu nunca fui tão feliz na minha vida, e quero que isso dure por muito tempo.

Fim...


Notas Finais


Gostaram? Eu n sei se ficou bom mas espero q tenham se divertido lendo.

Até a próxima.

Bye bye 😙❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...