1. Spirit Fanfics >
  2. Um frio amor >
  3. Capítulo 8 - Recordações

História Um frio amor - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Annyeonghaseyo meus leitores lindões! Estou de volta, depois de duas longas semanas, com mais um capítulo de Um frio amor. O que será que vai acontecer neste capítulo? Leiam e descubram! Boa leitura!

Capítulo 8 - Capítulo 8 - Recordações


Fanfic / Fanfiction Um frio amor - Capítulo 8 - Capítulo 8 - Recordações

Capítulo 8 – Recordações

 

Após um longo dia dentro do avião, Harry finalmente retorna ao solo brasileiro. Uma pontada de tristeza percorre o corpo do ruivo, fazendo ele pensar se fez a escolha certa em deixar a Coréia do Norte. Essa e, diversas outras questões percorrem a mente do ruivo. Tentando ignorar esses pensamento, Harry retira suas malas do bagageiro e, dirige-se ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, aonde ele faz o seu check-in e, caminha até a saída do mesmo. Encostada em um taxi preto, está uma mulher de 28 anos vestida com um vestido preto, saltos pretos e, um batom vermelho matte. Harry fica surpreso em ver sua mãe esperando por ele, mas ele caminha até ela. Com um grande abraço, Helena, recebe Harry:

 

_Bem vindo de volta, meu filho. – Helena diz, sorrindo para Harry.

 

_É bom estar de volta, mãe. – Harry responde para Helena.

 

_Como foi a viagem? – Helena pergunta.

 

_Vamos falar sobre isso quando chegarmos em casa. Não quero que ninguém tenha conhecimento do que se passou nesta minha viagem. – Harry diz, olhando para os dois lados.

 

_Aconteceu alguma coisa, meu filho? – Helena pergunta a Harry, um pouco preocupada.

 

_Sim, aconteceram diversas coisas nesta viagem. Coisas que eu nunca esperei. Eu te conto tudo quando chegarmos em casa. – Harry diz, colocando suas malas no porta malas do taxi e, entrando no mesmo em seguida.

 

_Ok filho, você que manda. – Helena entra no taxi, sentando-se ao lado de Harry.

 

_Você sabe para onde deve ir. – Helena diz para o motorista.

 

_Sim senhora. – O motorista responde e, vira a chave, iniciando o motor do taxi.

 

O taxi começa a andar e, Harry mal pode esperar para chegar na sua casa. Durante todo o caminho, Harry não consegue parar as lembranças de sua viagem. Os beijos, abraços, sua nomeação a liderança da Coréia do Norte, sua esposa, seus amigos e família. Harry não tem ideia de como vai contar isso para sua mãe, mas ele não irá esconder nada de sua mãe. Após 30 minutos de viagem, o taxi finalmente chega até a mansão dos Crownfield e, Harry nunca conseguirá parar de sentir-se desconfortável com o tamanho de sua casa e a desnecessidade de tanto luxo. Nascer em uma família rica, mas ter um espírito humilde é realmente difícil para Harry, mas logo ele se “acomodará” com isso. Retirando suas malas do taxi, Harry e Helena entram em sua mansão, aonde suas empregadas o recebem:

 

_Bem vindo de volta, senhor Crownfield. – As empregadas recebem Harry calorosamente.

 

_É bom estar de volta. Vocês continuam muito bonitas, como sempre. – Harry responde, andando em direção a sala de estar com sua mãe.

 

As empregadas coram um pouco com a frase de Harry, mas logo despersam para os seus deveres. Chegando na sala de estar, Harry olha ao redor e, ainda não consegue sentir-se confortável com o imenso candelábro de diamante que está sobre sua cabeça e, aquela grande sala de estar com porcelanas cristalinas, móveis de couro autêntico e uma TV de 50 polegadas, mas ele se conforma com a situação. Sentando-se no sofá com sua mãe, Helena pergunta:

 

_Então, meu filho... Você disse que não queria que ninguém soubesse de alguma coisa. O que é? – Helena pergunta, pressionando Harry.

 

_Primeiramente, eu queria te mostrar isso. – Harry responde, levantando sua mão direita, mostrando sua aliança de ouro para sua mãe.

 

_Que anél é esse, meu filho? – Helena pergunta novamente.

 

_Mãe, essa minha viagem para a Coréia do Norte não foi apenas uma viagem comum. Muitas coisas aconteceram e, eu nem sei por onde começar a explicar. – Harry responde em um tom acelerado.

 

_Calma meu filho. Conte tudo desde o início. – Helena responde a Harry.

 

_Nesta viagem, eu acabei conhecendo a irmã do Lider norte – coreano. E ela acabou por se apaixonar por mim. – Harry diz, sendo franco e direto com sua mãe.

 

_Continue, meu filho. – Helena diz, interessada na história de Harry.

 

_Nós passamos noites juntos, nos divertimos juntos, jantamos junto a família do Lider, enfim, fizemos diversas coisas juntos. – Harry continua, contando tudo o que vivenciou na viagem.

 

_Qual é o nome desta moça? – Helena pergunta a seu filho.

 

_Kim Yo-jong. É o nome dela. – Harry responde a sua mãe.

 

_Então... Ela é realmente da família do Líder. – Helena diz.

 

_Sim, ela é a irmã do Líder. E, isso não é tudo. – Harry continua.

 

_Tem mais? – Helena pergunta, um pouco assustada.

 

_Sim mãe, tem mais. – Harry responde.

 

_Então conte, meu filho! Não esconda nada de sua mãe. – Helena diz, um pouco empolgada com o assunto.

 

_Segure-se na sua cadeira, pois isso pode te chocar. – Harry responde, alertando sua mãe.

 

_Claro, meu filho. – Helena senta-se um pouco mais formal na cadeira.

 

_O Líder está com câncer terminal nos pulmões. E ele me nomeou sucessor dele quando ele morrer. – Harry diz, soltando a bomba para sua mãe.

 

_O que? – Helena diz, um pouco alto.

 

_Sim mãe, ele me nomeou sucessor dele quando ele partir. – Harry afirma mais uma vez para sua mãe.

 

_Então, você vai ser Líder de um país? Isso é demais! – Helena diz, sorrindo para Harry.

 

_Sim, mas, isso me dá um certo medo. – Harry responde, olhando para baixo.

 

_Meu filho, você fez a nossa empresa crescer e se tornar o que ela é hoje. Eu não tenho dúvidas de que você será um ótimo líder para aquela nação. – Helena diz, levantando a cabeça de Harry, fazendo o ruívo olhar em seus olhos.

 

_Obrigado mãe. – Harry responde, sorrindo e abraçando sua mãe.

 

_Tudo vai ficar bem, meu filho. Tenha certeza disso. Você vai criar uma família honrada com essa moça e, irá se tornar o filho que eu sempre soube que você se tornaria. – Helena diz, retribuindo o abraço de seu filho.

 

_Eu vou te dar toda a honra que um filho deve a sua mãe. Pode ter certeza disso. – Harry diz a Helena.

 

_Eu sei que você vai, meu filho. Você sempre foi e sempre será o meu orgulho. Aquele que me ajudou quando eu mais precisei e, nunca me cobrou pela sua ajuda. Você é uma ótima pessoa, Harry Crownfield. E eu não me arrependo de ter adotado você. – Helena diz, acariciando os fios alaranjados de Harry.

 

_Obrigado, por existir na minha vida. Eu te amo, minha mãe. – Harry diz, beijando a testa de sua mãe.

 

_Eu também te amo, meu filho. – Helena responde, retribuindo o beijo na testa de Harry.

 

Harry e Helena separam o abraço e, dirigem-se a piscina da casa. Harry não se esquece de pegar sua foto em seu casaco antes de ir até a piscina. Chegando na piscina, Harry e Helena deitam-se em suas respectivas cadeiras. Subitamente, Helena pergunta:

 

_Você tem alguma foto dela? – Helena pergunta.

 

_Tenho sim. Eu sabia que você iria pedir uma foto. – Harry responde, entregando sua foto íntima para sua mãe.

 

_Ela é linda, meu filho! Vocês são tão bonitinhos juntos! – Helena diz, olhando a foto.

 

_Sim, ela é muito linda. Eu tenho sorte de ter uma mulher tão maravilhosa como ela na minha vida. E agora, nós vamos nos casar. – Harry diz, sorrindo e, olhando para o céu.

 

_Vocês vão se casar? – Helena pergunta, um pouco confusa.

 

_Sim. Por quê você acha que eu estou usando uma aliança de ouro? – Harry retruca a pergunta.

 

_Mas... Não é tão cedo? – Helena rebate a pergunta.

 

_Sim, é deveras cedo. Mas foi isso que eu escolhi. Eu tenho deveres com ela e, com aquela nação que futuramente será minha para governar. Eu não posso ser um Líder fraco e, não ter um sucessor. – Harry responde, com incisividade em sua voz.

 

_Eu espero que você me convide para seu casamento, mocinho. – Helena diz, um tom ameaçador em sua voz.

 

_Pode deixar, minha mãe. Você vai ser minha convidada VIP. Pode ter certeza disso. – Harry responde, beijando a bochecha de sua mãe.

 

_Sabe, meu filho. Eu não consigo compreender o motivo... mas, quando eu vejo você e essa moça, juntos nessa foto... me dá uma calma que eu jamais senti. Como se vocês fossem feitos um para o outro. Ela é muito melhor do que aquela sua ex maluca. – Helena diz a seu filho.

 

_Sim... neste ponto eu devo concordar com você. Aquela maluca só estava atrás de mim e, me perseguindo incansávelmente por causa do nosso dinheiro. Ela realmente estava achando que iria se tornar “A primeira dama da família Crownfield”. – Harry diz, usando um tom de desgosto nas palavras finais.

 

_Menina tola. Eu jamais daria a ela um tostão furado. Ela nunca mereceu. Depois do que ela fez com você, eu jamais vou aceitar uma pessoa como ela na sua vida. – Helena diz, um tom de arrogância e superioridade em sua voz.

 

_Mãe, a conversa foi boa, mas já está bem tarde e, temos que nos retirar para nossas camas. – Harry diz, mostrando que o relógio marca exatamente 20:00.

 

_Sim, meu filho. Vamos! – Helena diz, levantando-se rapidamente e, puxando Harry pela mão.

 

Os dois sobem as escadas rapidamente, entrando no banheiro e, tomando seus banhos em turnos. Após o banho, Helena e Harry dirigem-se até a sala de jantar, aonde desfrutam de seu extravagante jantar. Um clima agradável instala-se no local. A família Crownfield nunca foi tão feliz e, assim vão ficar. Após o jantar, Harry e Helena assistem TV juntos até 22:00, sua mãe é a primeira que pega no sono e, Harry não espera nada além disso. Desligando a TV, Harry pega Helena em seus braços e, dirige-se até o quarto dela. Subindo as escadas, Harry consegue perceber a beleza de sua mãe que, mesmo com 28 anos de idade, ela continua a mulher linda que ele viu na primeira vez em que se conheceram. Harry sorri, entrando no quarto e, fechando a porta com seu pé. Andando até a cama, Harry gentilmente coloca Helena deitada na mesma, cobrindo-a com os cobertores. Virando-se para ir até o seu quarto, Helena agarra a camiseta de Harry, dizendo em um tom baixinho:

 

_Fica, por favor. – Helena diz, ainda com os olhos fechado.

 

_Você já é muito grandinha para ficar dormindo com seu filho. – Harry diz, rindo baixinho.

 

_Por favor, fica. – Helena pede mais uma vez, ainda segurando a camiseta de Harry.

 

_Tá bom, eu fico. – Harry responde, deitando-se ao lado de sua mãe.

 

_Obrigado, meu filho. – Helena diz, abraçando Harry.

 

_Não precisa agradecer, mãe. – Harry responde, abraçando Helena.

 

Mãe e filho estão completamente confortáveis e aquecidos. Harry sente-se sonolento e, logo pega no sono, abraçado com sua mãe. Ele não sabe como os dias vão ser daqui para frente. Mas ele tem certeza de que serão deveras interessantes.

 

P.D.V Yo-jong

Após uma viagem longa, Yo-jong chega em sua casa, abrindo a porta, retirando seus saltos e, andando até a cozinha, aonde seu irmão a recebe:

 

_Bem vinda, minha irmã. – O Líder sauda sua irmã.

 

_É bom estar de volta, meu irmão. – Yo-jong responde.

 

_Então, ele partiu. – O Líder diz, um pouco triste.

 

_Sim... mas ele voltará logo, eu tenho certeza disso. Ele prometeu. – Yo-jong responde, olhando para a aliança dourada em seu dedo.

 

_Vocês vão se casar? – O Líder pergunta, olhando para a aliança no dedo de sua irmã.

 

_Sim. É um problema para você, meu irmão? – Yo-jong pergunta a seu irmão.

 

_Não, jamais seria. É uma benção! – O Líder diz, abraçando sua irmã.

 

_Obrigada, meu irmão. – Yo-jong retribui o abraço.

 

_Não precisa agradecer, minha irmã. Tudo o que o seu maninho deseja é que você seja feliz. – O Líder responde, beijando a testa de sua irmã.

 

_Ele também me deixou isto. – Yo-jong diz, mostrando o colar que Harry deixou com ela.

 

_Uau. É de ouro mesmo, eu consigo sentir só pelo peso. Parece algo muito raro. – O Líder diz, tomando a corrente em suas mãos.

 

_Ele disse que pertenceu ao pai dele. – Yo-jong responde.

 

_Então, cuide bem disto. Se ele deixou com você, então quer dizer que ele se importa muito com você. – O Líder diz a sua irmã.

 

_Pode deixar comigo, meu irmão. – Yo-jong responde a seu irmão.

 

_Já é tarde... Não fique até tarde assistindo Tv. – O Lider diz, caminhando até seu quarto.

 

_Pode deixar, meu irmão. – Yo-jong responde.

 

Yo-jong dirige-se até o banheiro e, toma um banho bem quente, sentindo a água quente relaxar seus músculos. Yo-jong lembra-se dos momentos que passou com Harry e, como em uma semana, ela achou o homem de sua vida. Um sorriso abre-se no rosto de Yo-jong e, ela mal pode esperar para o retorno dele. Após o banho, Yo-jong caminha até seu quarto e, deita-se em sua cama. As memórias de seu amado não saem da cabeça da morena, fazendo ela sorrir jovialmente. Com a voz baixa e, pegando no sono, Yo-jong diz:

 

_Nós vamos criar uma família muito feliz, meu amor. Pode esperar por isso. – Yo-jong diz, pegando em um sono profundo.

 

P.D.V Yullia

 

Após ter conhecimento de tudo o que Harry e Helena conversaram atráves de câmeras escondidas que ela instalou em sua casa, Yullia diz, bebendo um gole de seu vinho tinto:

 

_Você será meu, Harry Crownfield. Nem que, para isso, eu tenha que te matar. – Yullia diz, olhando a imagem de Harry e Helena dormindo juntos.

 

 

 

Continua...


Notas Finais


Caso gostem, deixem seus comentários e sugestões. Vou ler todas elas. Até o próximo capítulo. Annyeong~~!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...