1. Spirit Fanfics >
  2. Um futuro melhor (jikook e SN) >
  3. Reencontro

História Um futuro melhor (jikook e SN) - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Oie, tudo bem com vcs?
Hoje está saindo mais um capítulo com um reencontro inesperado.

Boa leitura!

Capítulo 18 - Reencontro


°•°•☆ Reencontro ☆•°•°

Depois de passar mal no banheiro, pude finalmente tomar meus remédios para enjoo, claro, depois de uma expedição dos garotos para saber se o remédio faria mal para o possível bebê.

O exame de sangue que mostraria se estava realmente gravido só sairia terça-feira à tarde, ainda era madrugada da segunda-feira. Os garotos ficaram loucos para saber se todos esses enjoos e tonturas eram mesmo sinal de um pequeno bebezinho.

Estava agora deitado na cama, Jimin estava ao meu lado direito, abraçado em minha cintura, Jungkook se encontrava do lado esquerdo, com a cabeça apoiada na minha barriga, ainda sem nenhuma protuberância. Estava em uma posição agradável então apenas deixei que os dois ficassem agarrados a mim. 

Acabei dormindo recebendo carinhos por toda minha barriga. Acordei com uma fome que não cabia em mim, levantei e percebi estar sozinho, já era segunda-feira e eu precisava ir trabalhar.

Levanto indo para a cozinha, acabo trombando com Jungkook, iria cair, mas o moreno me pega pela cintura me puxando para si.

_Deus, ________! Você iria cair com tudo, tome mais cuidado._ Sua voz era uma mistura de preocupação e repreensão.

_M-Me desculpe, eu não o vi._ Falo baixinho apreciando o toque possessivo em minha cintura._ Estou com fome._ Falo manhoso.

_Claro, agora come por dois. Venha tem que se alimentar bem._ Ela me leva, ainda me segurando pela cintura, para cozinha.

Passamos pela sala dando de cara com Jimin, ele estava sentado no sofá mexendo em seu celular e tomando, o que para mim deveria ser, seu chá da manhã. Ele apenas me mandou um beijo e voltou a ver o que tinha em seu celular.

Quando chegamos a cozinha, a mesa estava posta com todo tipo de café da manhã tradicional coreano, sentei-me na mesa já esperando a montanha de comida que Jungkook colocaria para mim, depois que ele me viu passar mal de fome, sempre coloca meu prato e me faz comer mais da metade se não todo.

_Pronto, hoje você precisa comer coisas saudáveis, então coloquei uma sopa de arroz com legumes e algumas carnes, e também tem salada._ Eu apenas assenti, meu prato estava enorme, mas eu comeria pelo bebê.

Depois de conseguir comer mais da metade do que o moreno tinha colocado, fui tomar um banho e me arrumar. No banheiro lembranças da madrugada vieram desenfreadas.

 

°•°•☆ Flashback On ☆•°•°

Depois de  passar mal e vomitar tudo, Jimin me despiu de maneira calma, seus olhos estavam vermelhos pelo choro, mas seu sorriso estava enorme pela nova descoberta. Jungkook encheu a banheira e colocou sais de banho, pediu para Jimin se despir e nos levou até a banheira.

Jimin entrou primeiro e pediu para que eu ficasse entre suas pernas, apenas obedeci, depois de tanto choro e vomito, precisava tomar um banho e me acalmar. O moreno foi em busca de roupas novas e leves para mim e Jimin, que lavava meus cabelos delicadamente.

_Nós nunca te deixaríamos por ser o que é._ Jimin sussurrou perto do meu ouvido, me arrepiando._ Claro que estou um pouco em choque._ Ele riu._ Mas nunca te bateria ou te acharia nojento por ser hermafrodita._ Ele continuou com a voz suave e os carinhos leves.

_Eu tive tanto medo._ Falei baixo._ Eu precisava confiar em vocês e eu confio, agora percebo._ Digo um pouco feliz e relaxado pela massagem capilar de Jimin.

_Quando te conheci, percebi que seria difícil ter sua confiança, você parecia tão assustado, eu falei para Jungkook que se não fosse você, não seria mais ninguém a ficar conosco._ Eu sorri tímido, minhas bochechas ganhando um tom avermelhado.

_Então foi isso que vocês conversaram?_ Pergunto me lembrando de como achei que eles não me queriam por perto.

_Foi, eu disse a ele que era você, eu sentia e ele...

_E Eu disse que sentia o mesmo._ Me assusto com a voz repentina do moreno.

Olho para o mais alto e vejo em seu olhar, focado em mim e no loiro, amor, carinho e muito outros sentimentos bons. Era verdade quando eles diziam que se não fosse eu, não seria ninguém.

°•°•☆ Flashback Off ☆•°•°

Sorrio com a lembrança, logo saindo do banho e indo me arrumar. Vou até o quarto e pego uma roupa limpa minha, em uma gaveta. Era tão natural eu com passar os finais de semana aqui, que quando percebi, Jungkook lavava minhas roupas e as deixavam em uma gaveta só para mim.

_Está pronto?_ Levo um susto com a pergunta inesperada.

_Por Deus Jungkook!_ Dou um tapa fraco em seu ombro._ Estou, não quero secar o cabelo hoje._ Falei olhando no espelho meu cabelo úmido e penteado.

_Certo, hoje não está tão frio então pode deixa-lo úmido._ Ele sorri e me abraça por traz, suas mãos cobrindo toda a região do meu ventre._ Como está nosso garotão?_ Pergunta com um sorriso enorme.

_Pode ser uma garota, sabia?_ Ergui uma sobrancelha para ele._ Está bem, nada de enjoos._ Sorri pousando minha mão em cima das dele.

_Já tomou todos os remédios._ Afirmo com a cabeça._ Então vamos, irei te levar até seu trabalho.

_Tudo bem._ Sorri e me desvencilhei do seu abraço.

Jimin só trabalharia de tarde para a noite e chegaria tarde em casa, então apenas o beijei e desejei uma boa manhã e um bom trabalho. Ele me desejou o mesmo, beijou minha barriga e se despediu do nosso pequeno fruto do amor.

...

Quando chegamos em frente ao meu trabalho, Jungkook me impediu de sair, disse que precisava falar comigo, eu apenas assenti, ficando no banco.

_Eu não vou poder te buscar hoje._ Diz pesaroso._ Vou ter que editar um álbum de casamento de um cliente, vou passar o dia tirando as fotos e a noite editando, me desculpe._ Eu apenas sorri para tranquiliza-lo.

_Não se preocupe, eu posso ir para casa de ônibus, eu ficarei bem._ Dei um selinho em sua boca, e sai do carro acenando para o moreno.

Entrei no estabelecimento e vi minha melhor amiga me encarar, ela me olhou de cima a baixo e suspirou, eu nem tive tempo de falar para ela sobre a possível gravidez. Fui até ela a abraçando e logo indo me trocar.

Ela me segue até o trocador e fica parada apenas me esperando para falar. Me troco rapidamente e viro-me em sua direção.

_Eu acho que estou gravido e contei aos garotos que sou hermafrodita._ Falo tudo rapidamente, ela me olha espantada.

_Como assim você acha que está gravido?_ Ela parecia indignada._ Como assim você contou a eles?_ Agora parecia surpresa e indignada. 

_Digamos que foi um domingo muito agitado._ Sorri amarelo para ela._ Eu passei mal, fiz os testes, eles deram positivo, eu tive uma crise de pânico e contei tudo._ Simplifico todos os acontecimentos.

_ Uau, e eu achando que o meu domingo tinha sido agitado._ Fala me lembrando da mensagem que ela havia me enviado.

_Ah, parabéns pelo namoro._ A abraço forte._ Eu sempre soube que vocês se gostavam._ Falo sobre ela e Taehyung.

_Tudo bem, obrigada._ Ela retribui o abraço, logo me soltando e tomando uma certa distância._ Bem que eu reparei que anda mais gordinho._ Ela zomba de mim e eu dou risada.

Depois de nossa pequena conversa, fomos trabalhar. Passei o resto da manhã atendendo clientes chatos e apressados. Era uma segunda agitada como todas as outras. Somente de tarde que o fluxo de clientes abaixou.

Eu comia minha terceira maçã, quando o tilintar da campainha, avisando a chegada a de mais um cliente, me tirou do meu momento. Olho para a entrada da cafeteria e meu coração perde o compasso, o medo aflorando e despertando todos os meus sentidos.

HyunJi estava em minha frente, me olhando surpreso, um sorriso carrasco nasceu em seus lábios e eu tremi, ele me olhou até onde o balcão o permitiu, me analisando antes de falar.

_Você ainda tá vivo?_ Era uma pergunta retórica, eu sabia._ Engordou e tudo._ Disse com um sorriso de escárnio na boca.

Eu não sabia oque falar, meu medo aflorando, minhas mãos foram protetoramente para a região do meu ventre. Minhas mãos suavam eu sentia que iria desmaiar a qualquer estante, vejo SunHee se aproximar de mim e olhar interrogativo sobre a cena que Esta vamos protagonizando.

_Está tudo bem ________?_ Eu respirava com dificuldade e ela percebeu._ Quem é você?_ Ela não recebeu nenhuma resposta.

O maior continuou nos olhando fixamente, meu pânico aumentava assim como minha vontade de vomitar, sentia minhas pernas babás e o suor frio descer por minha coluna.

_H-HyunJi._ Consegui sussurrar seu nome.

SunHee agora entendendo a situação me colocou protetoramente atrás de si, ela o olhou friamente e então disse.

_Qual seu pedido?_ Sua voz soava irritadiça.

_Eu quero um _______ para a viagem._ Soou sério e frio, eu me tremi novamente.

_Desculpe mas não trabalhamos com esse pedido._ o continuava seria, ainda me protegendo.

Ele tentou se aproximar mais do balcão, mas SunHee o ameaçou de chamar a polícia, então ele foi embora saindo com raiva da cafeteria.

Eu fui correndo para o banheiro e coloque tudo que havia comigo para fora, sentia minha pressão baixar e o mundo girar, me apoiei nas paredes esperando a tontura passar.

Minhas mãos tremiam assim como todo o meu corpo, eu achei que  nunca mais encontraria ninguém da minha cidade, mas acabei dando de cara com a pior pessoa.

SunHee entrou no banheiro com um copo de água e um calmante, respirei fundo e resolvi sair do banheiro e voltar a atender os clientes, não podia deixar minha vida parar.

...

 

Já era noite quando resolvi ligar para Jimin, ele sairia nesse horário e eu não queria voltar sozinho, ver novamente o meu ex me deixou com muito medo de sair e ele estar lá. Liguei e o loiro atendeu em três toques.

_Alô amor, o que houve?_ Eu suspirei e contei a ele tudo._ Tudo bem, estou indo te pegar, não saia daí 

É assim como Jimin falou eu fiz, fiquei o esperando até as 22hrs, ele estava atrasado e a cafeteria já iria fechar, pedi para SunHee esperar do lado de fora comigo e ela aceitou, ficamos os dois em frente a cafeteria até que sinto meu braço ser puxado a força contra um corpo duro e alto.

Olho para cima me deparando com HyunJi me olhando furioso, tento me desvencilhar do seu aperto, mas ele apenas aperta mais sua mão ao redor do meu braço, solto uma exclamação de dor.

SunHee tenta vim ao meu socorro, mas é parada com um tapa que leva do mais alto, ela cai desacordada no chão. grito por ajuda mas quem está perto apenas ignora, era um bairro perigoso.

_Você achou mesmo que eu não te esperaria?_ Ele pergunta intrínseco._ Eu não achei que te encontraria seu nojento._ Ele me da dá um tapa forte.

Urro de dor e sinto minha cabeça latejar, ele me joga no chão e se prepara para me chutar, fecho os olhos e me encolho todo na parede á espera da dor que não chega.

Abro os olhos e me deparo com Jimin em cima do meu ex namorado o esmurrando sem parar, eu queria intervir, Jimin iria mata-lo mas eu não tinha forças para levantar, vejo que o loiro continua a socar o mais alto e então tento me levantar.

Ando meio tonto até onde Jimin está e o abraço por traz, ele para seu movimentos e ouço sua respiração entrecortada, seu coração batia rapidamente assim como o meu.

_P-Por favor, eu preciso que ajude ela._ Sussurro ofegante._ SunHee, você precisa ajudá-la._ Aponto para a morena que estava agora sentada, desorientada  com as mãos na cabeça.

Jimin não responde nada apenas se levanta me levando junto com Ele, ele anda as pressas até SunHee e começa uma conversa com ela, eu não me sentia bem, minha cabeça latejava de dor assim como todo o meu corpo.

Sinto uma tontura avassaladora que quase me derruba, tendo chamar por Jimin, mas antes de falar qualquer coisa sinto novamente uma tontura, minha visão escurece e a última coisa que ouço e a voz de Jungkook, chamando meu nome.


Notas Finais


Eai? Gostaram?
Eu sei que todos estavam com medo desse momento mas foi necessário.
Amo vcs 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...