História Um Grito De Socorro!!! - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Família, Mistério, Romance, Tortura
Visualizações 11
Palavras 394
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa história gira em torno da Sofia, uma linda garota de 17 anos que sofre com as más palavras de sua mãe Homofóbica. A alma de sofia grita por socorro, pois ela tem enfrentado lutas dificeis a qual não consegue mais suportar, "sorrir como se fosse a pessoa mais feliz do mundo se tornou fácil para ela, mas olha para as pessoas como se tivesse pedindo ajuda, o problema é que ninguém a enxerga" (...)

#BoaLeitura

Capítulo 4 - Não sei lidar ...


Fanfic / Fanfiction Um Grito De Socorro!!! - Capítulo 4 - Não sei lidar ...

Após me senti inutilmente fraca fui para casa sem dar uma satisfação para mary, infelizmente não consigo lidar com essa bagunça que há dentro de mim...As vezes acho que fugir da situação ou seilá é melhor do que ficar é lidar.. 

Sei que devemos lutar contra nossos demonios é mostrar para o diabo que ele não manda... mas a escuridão tem se tornado mais forte do que alguém possa imaginar, por conta disso acho que se eu me afastar das pessoas não irei machucar ninguém com os meus desastres ... 

Eu quero saber quantas vezes vou me perder dentro desse vazio e desse caos imenso...  

Isso tudo é tão lento ...

Tão pesado ...

Tão triste ...

Estou cansada de chegar em casa e me internar no meu próprio quarto ..

Estou cansada de chorar sozinha no quarto, eu não sou mais a mesma pessoa que eu costumava ser ... 

Eu não aguento mais essa tristeza que me sufoca, eu sou meu próprio suicidio...

O choro parece uma corda que me enforca .. 

As palavras parece uma faca que me rasga a cada momento .. 

As pessoas parecem cobras prestes a soltar seus veneno... 

E eu sou uma formiga pequenina prestes a ser pisoteada ...

Porque eu insisto em dormir? Talvez isso seja um descanso ? Ou apenas um treinamento para o dia em que eu morrer?!

E eu continuo sorrindo e fingindo que estou bem, enquanto dentro de mim não há chuva, mas sim uma tempestade, enquanto isso eu não transbordo meu rosto de lágrimas, mas transbordo o travesseiro que em segundos se torna molhado e pesado como a dor que venho sentindo a algum tempo.

ah, como seria bom colocar essa tempestade a tona, mas como seria ruim o estrago que faria a aqueles que me rodeam ...

Eu não vou deixar morrer o melhor que há em mim, por mais doloroso que seja eu estarei sempre lutando ..

As vezes eu penso se é melhor deixar tudo ir e esperar o próximo passo se será o começo ou fim... mas...

É...

Talvez eu devesse pedir ajuda para mary já que ela passou por tantas, mas tenho medo de falar oque está preso dentro de mim e afasta-la ou simplesmente machuca-lá, até então talvez ela ainda não esteja curada da sua dor, mais uma seria só um peso para ela...

Afinal né...

Eu não sou um desastre ...

Eu sou o desastre em pessoa ...

 

                                                          (...)



Notas Finais


Oooi pessoinhas, turubom? Está ai +1capítulo da nossa fic "realidade invetada" .. espero que tenham gostado, fiquem ligados .. e é isto aii !! Bjinhoos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...