História Um homem indomável ( imagine Suga/ Min yoongi) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 103
Palavras 2.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi turu bom?
Capítulo pra vocês. Espero que gostem.
Se acharem erros avisem pra eu corrigir.
Desculpem a demora pra postar.
O próximo não demora a sair. Eu sei... Tô destruindo o shipp da S/n com o Yoongi... Kkkk
Eu shippo mais S/n e Jimin também kkkk 90 favoritos ❣️

Capítulo 25 - Atitude.


Fanfic / Fanfiction Um homem indomável ( imagine Suga/ Min yoongi) - Capítulo 25 - Atitude.

Segunda - 6:00 - S/n on

Meu celular berra me acordando, estou atordoada de sono, claro que pelo fato que ter ido dormir tão tarde. Olho pra Kim que dorme ao meu lado e toco em seu braço tentando acorda-la. Pena que hoje é prova, juro que faltaria se não fosse. Levanto e vou tomar banho, o meu quarto é o único que não tem banheiro então eu tenho que usar o banheiro social do apartamento, ou seja, passar só de toalha pela cozinha e sala. Ainda bem que sempre acordo mais cedo que os meninos, então eles não ficam me tarando. Após sair do banho Kim já entra no banheiro e eu vou me trocar em meu quarto. Tiro um de meus uniformes para emprestar para Kim que não trouxe roupas de casa, ainda bem que ela já tem algumas roupas que largou aqui antes. Me troco e saio do quarto quando ela entra, enquanto ela se troca aproveito para chamar os meninos, vou até o quarto de Tae e abro a porta.

- Tae! Tá na hora de acordar bebê! - falo alto da porta do quarto mesmo.

- já vou... - falou em um fio de voz. - vou até o quarto do Chim, abro a porta e entro.

- Bom dia Chimchim! - grito para que ele acordasse.

- aí S/n não grita... Minha cabeça tá doendo...- ele reclama com as mãos na cabeça.

- deixa disso Chim. - dou um beijo em sua testa e saio do quarto, vou para a cozinha e faço o café.

Depois de algum tempo todos aparecem na mesa e sentam para tomar café.

- ew... Esse café tá amargo S/n. - Tae reclama.

- sim está, é pra curar a ressaca de vocês. - falei dando um gole em meu café que estava doce.

- como bebe isso desse jeito? - Jimin perguntou incrédulo com o gole que dei em meu café.

- sou forte. - respondi simplista. O café de Kim também estava doce, então ela ficou calada.

- se você consegue, eu consigo. - Tae virou o copo e bebeu tudo de uma vez. Depois ficou fazendo cara feia.

- eu também. - Chim também virou o copo e bebeu todo o café amargo.

- S/n vamos fazer compras hoje?- Kim finalmente se pronunciou.

- compras? Vamos comprar o que?- perguntei

- roupas... Precisos de novas roupas íntimas.

- também preciso... Chim que cor você gosta? - perguntei e ele corou e sorriu encabulado.

- preto. - ele respondeu quase inaudível.

- E você Tae? - o sorriso de Jimin se desfez com minha segunda pergunta.

- hm... Vermelho, é pra você ou pra Kim? - ele respondeu, e perguntou em seguida.

- hm... Pra mim, pra ela... decidimos depois haha... obrigado meninos vai nos ajudar bastante, não é Kim? - a esbarrei com cotovelo.

- é... Claro... - ela corou.

Saímos do apartamento e como de costume descemos para o estacionamento e pegamos o carro,Kim e Tae já não tinham aquele climão de quando Tae deu o fora nela. Eles estavam tentando seguir uma amizade pelo que vi.

Jimin nos deixou na escola normalmente, Fizemos o primeiro horário de provas, ficamos de bobeira até a hora do almoço, depois apresentamos nosso trabalho com a Lee. O dia correu bem e como pensei as provas de hoje estavam bem fáceis.

Saímos da escola e Jimin veio buscar nos buscar, pelo caminho me deixou no trabalho.

Entrei no estabelecimento, ainda eram 17:50 quando cheguei, estava com minha roupa da escola ainda.

- Boa Tarde Kawan. - falei me aproximando do balcão.

- Boa Tarde S/n. Entre alí na sala dos empregados onde vou te mostrar algumas coisas. - indicou um porta no corredor ao lado do balcão. entrei lá e ele apareceu logo atrás de mim.

- bom S/n esse é seu uniforme. - me entregou uma blusa rosa de gola pólo com o logo da sorveteria, e uma saia branca rodadinha. O uniforme era tão fofo quanto sua sorveteria, não era à toa o nome. - seu crachá, e a chave do seu armário que é aquele, o 03. - apontou pra alguns armários a sua esquerda. - seu expediente começa às 18:00 e termina às 22:30, entendeu? Hum?

- sim entendi. - balancei a cabeça positivamente.

- certo, vou te deixar só pra você trocar de roupa. Te espero lá no balcão pra poder te ensinar a usar as máquinas de sorvete. - saiu da sala em seguida me deixando sozinha. Vesti o uniforme coloquei o crachá e saí pra lá.

(...)

- Até que enfim S/n! Achei que nunca você ia acertar fazer um sorvete! - ele ria de mim que estava com uma casquinha na mão.

- olha, essa aqui tá bonita. - dei pro cliente que esperava do outro lado do balcão, recebi o dinheiro e guardei no caixa.

- confesso que você aprende rápido.

- você quer fazer graça? eu estraguei 15 casquinhas antes de conseguir essa.

- eu tinha esquecido desse detalhe. - ele começa a rir novamente.

No final do expediente, troquei de roupa, me despedi de Kawan e encontrei Kim em frente a sorveteria. Andamos até umas lojas que ficavam lá perto e entramos. Fizemos algumas compras de roupas íntimas, umas mais lindas que as outras.

- olha essa S/n, você compra essa pra usar com Jimin, hahaha. - ela levantou uma lingerie bem depravada, era muito bonita, preta e com bastante transparência, não sei tinha coragem de usar.

- E por que você não usa essa com Kook? - balancei uma lingerie vermelha, fio dental em sua frente.

- eu lá tenho coragem de usar isso? Olha a como isso é fino. - ela pegou na calcinha da lingerie.

- mas confessa, tá linda... Então o que vai usar com Jungkook?

- não sei S/n... Não sei nem se vou fazer algo com ele...

- ah qual é? Você não tá pronta?

- tô mas...

- então compra logo ué. - falei interrompendo-a.

- eu compro, se você comprar essa pra usar com Jimin. - ela balançou a peça novamente.

- feito! Empurro a peça vermelha em sua mão e pego a preta. Já tínhamos feito muitas compras, mas essas duas lingeries eram especiais. Como todos sabem eu nunca transei com Jimin e eu estou até insegura disso, mas, e Kim? Ela nunca nem transou na vida, espero que Jeon seja bem carinhoso, porque sinceramente... Dói muito.

Pagamos as peças e eu Liguei pra Jimin vir nos buscar, ele não demorou muito a chegar, entramos no carro, ele deixou Kim em sua casa e depois seguimos para a nossa nossa.

Terça-feira - 12:00 (meio-dia)

- nossa essa prova estava fácil de mais. - Kim falou sentando-se à mesa do refeitório.

- concordo plenamente Kim. - sentei junto dela.

- sabe... Eu tava pensando em irmos jantar fora hoje. - falou abocanhando suas batatas.

- comer fora? Só eu e você?

- sim...

-o que ouve entre você e Kook? Não vi mais você falar nele. Por que não saem juntos?

- bom a gente ainda conversa por mensagens... mas... Desde que saímos no sábado não nos vimos.

- Nem aqui na escola?

- não nem aqui, ele foi muito gentil mas...

- shiiiii.... Cala a boca lá vem ele ali. - falei fazendo sinal pra ela com a cabeça.

- aí meu Deus... Ele tá vindo pra cá? - ela perguntou nervosa.

- sim... - sussurrei. Ele andou até nós.

- oi meninas. - sentou-se conosco. - Kim, me desculpa não ter ligado... Eu fiquei ocupado com as coisas da empresa do papai e não deu tempo... Eu nem vim à escola ontem. Acabei de vir da sua sala e você não estava lá. Te procurei pela escola toda e não te achei. Não fique chateada comigo...

- Jeon, está tudo bem. - Kim falou séria com ele.

- Jeon? Por que Jeon? Você sempre me chama de Kook. - ele fez uma cara triste.

- Olha Jeon, eu esperei você ligar, e você não ligou o que queria que eu pensasse?

- me desculpa por favor. - Kook fez por favor com as mãos.

- ok... - ela pegou o queixo dele e trouxe para perto de seu rosto, o fazendo fechar os olhos esperando um beijo, mas ela apenas beijou sua bochecha. Ele suspirou de decepção e a ficou olhando com uma cara triste então ela lhe dá um pequeno selar.

- Feliz agora? - ela perguntou sorrindo.

- sim. - ele sorriu também.

Passamos a tarde sem fazer nada depois que terminamos as provas, fui trabalhar e na saída do trabalho Kim apareceu com Jimin e Tae no carro. Fomos em um restaurante perto, comemos e voltamos pra casa.

Quarta-feira - 15:00

- ah que saco... - Kim suspirou.

- nunca tinha te visto chingando sem motivo. - falei impressionada

- É porque, não temos nada pra fazer... As provas de hoje... já terminamos, mas não podemos sair... Que coisa chata.

-calma Kim daqui a pouco já é 17:00.

- tá... Você tem razão ... Ei, o que vai fazer esse final de semana?

- ah... Nada que eu saiba... Semana passada passei o dia jogada no sofá com Jimin e Tae comendo besteiras.

- que legal... Quero fazer isso.

- a gente marca, se não tiver nada nesse fim de semana podemos fazer.

- claro.

Passamos a tarde toda conversando sem fazer mais nada, deu a hora de irmos embora e como sempre Jimin me deixou no trabalho. Lá pra uma 10:00 chegou uma mensagem de Jimin em meu celular.

"_quero falar com você amor. Quando acabar seu expediente me manda uma mensagem que eu vou te buscar."

O que será que ele queria? Espero que não seja nada de mais. Apenas respondi um "ok Chimchim". Final de expediente troquei de roupa guardei minhas coisas e mandei umas mensagem ao Chim.

_ Chimchim já pode vir me buscar.

_ daqui a pouco eu chego aí.

_ vou te esperar aqui em frente.

_ cuidado S/n, me espera lá dentro. É perigoso lá fora...

_ tá bom.

Sorri da preocupação dele comigo, ele é sempre tão fofo e cuidadoso. Me sento em uma das mesas da sorveteria e o espero mexendo em meu celular.

- ele é seu namorado? - Kawan perguntou tirando minha atenção do celular.

- Q-quem?

- você sabe, o baixinho loiro que vem te buscar as vezes. O Tal do Jimin que é um dos donos na empresa de Marketing da Cidade.

- ah... Não... - respondi desconfiada.

- não mente S/n...

- não tô mentindo. - afirmei.

- então tenho uma chance? Vocês não tem nada mesmo?

- não temos nada ainda. - Jimin apareceu na porta da sorveteria. - e não, você não tem uma chance com ela, ela é minha. Vamos S/n - ele pegou em minha mão, dei um tchau de relance para Kawan que ficou sem dizer mais nada, antes de sair da loja acompanhada de Jimin.

Entramos no carro sem dizer uma palavra, eu ia permanecer calada. Jimin disse que sou dele, mesmo ele não tendo tomado atitude alguma para isso. Ele não ligou o carro, apenas ficamos alí, parados olhando para a rua em silêncio total, estou quase pirando com isso.

- S/n desculpa... - ele finalmente se pronunciou.

- desculpar? Jimin não temos nada, e você disse que sou sua na frente do meu chefe, que provavelmente está afim de mim. - falei em um tom irônico.

- S/n... Eu sei mas... Eu piro com a idéia de que não posso te deixar sozinha, porque os caras dão em cima de você. Eu quero te proteger, tenho medo do que eles possam te causar... - ele falou em um tom triste.

- por que está fazendo isso? - falei ríspida.

- não sei... Eu sempre fui um cara desapegado, que não se importa com ninguém... Mas olha pra mim S/n?! Olha pra mim agora?! Tô com medo de te perder pra outro, tô inseguro... Coisa que eu nunca fui... Desculpa parecer possessivo... Não era minha intenção... Eu sei que não temos nada.. - ele jogava as palavras.

- calma Chim... Tá tudo bem. - eu já havia me arrependido de ter sido dura com ele.

- É você S/n... É culpa sua...

- culpa minha?! - perguntei indignada.

- Você é tão... Gentil e Fofa... Mas mesmo assim consegue ser provocadora e gostosa... Tô enlouquecendo... - saí de onde estava, passei uma perna por cima dele e sentei em seu colo com meu rosto quase colado no seu, sim, dentro do carro mesmo, afinal era todo películado e ninguém nos veria. Passei minhas mãos ao redor de seu pescoço e mordi seu lábio inferior o puxando um pouco e depois soltando, Jimin tem lábios tentadores para se morder. Ele permaneceu imóvel, com os olhos fechados.

- o que ouve? - achei que ele não tinha gostado da minha atitude.

- tô... Só tentando me controlar. - ele respondeu quase em um fio de voz...

- por que? Não quero que se controle comigo Jimin...

- Jimin? Me chamando pelo nome agora amor?

- você me chama de S/n...

- porque não tenho um apelido fixo pra você.

- gosto quando me chama de amor... Soa sexy...

- okey amor... - ele juntou nossos lábios em um pequeno selar. Confesso que eu queria descobrir mais sobre Jimin, como é ele na cama, se é carinhoso ou se é mais bruto. Mas ele não toma nenhuma atitude comigo... Confesso que de início não tinha intenções claras de transar ou ter algo com ele, mas agora... Eu preciso saber até onde ele está disposto a segurar esse "protetor"... E quando ele vai tomar a atitude de realmente tentar algo mais a frente do que uns simples beijos.

- então... O que queria me dizer? - falei ao separar nossos lábios. Lembrando que ainda estava sentada em seu colo.

- amanhã é aniversário do meu pai... Vai acontecer no Hotel Grand Ambassador Seul, as 23:00 horas. Vai durar a noite toda...

- aquele que fica à beira da praia? O 5 estrelas?

- sim esse mesmo.

- que chique, então vou ter que ficar sozinha com Tae em casa a noite toda? É essa sua preocupação?

- Não S/n. Quero que vá comigo, como minha acompanhante, ou seja, quero te apresentar aos meus pais. Considere isso um encontro, então, S/n... Quer sair comigo?

...

Retiro todas minhas palavras sobre as atitudes não tomadas por Jimin...

- Quero... - sorri... - claro que quero.

...

...

...


Notas Finais


O hotel que mencionei existe, porém é 3 a 4 estrelas, é muito lindo mesmo. E eu nem sei se ele fica de fato na beira da praia, eu tentei descobrir mas não consegui. Mas saibam que o niver do pai do Jimin vai ser Show.
Comentem se puderem. Ah... Desculpem os quase hots. Amo vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...