História Um Ídolo Apaixonado (Camila Cabello) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Amor Platonico, Camilizer, Camren, Ídolo, Romance, Sexo
Visualizações 79
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, seu lindos! Tô de volta com um capítulo novo!
Espero que gostem... boa leitura!!

(Huuum, dessa vez eu demorei menos, hein! Talvez eu esteja evoluindo kkkkkkkkkkkk)

Capítulo 15 - "O Despertar"


Fanfic / Fanfiction Um Ídolo Apaixonado (Camila Cabello) - Capítulo 15 - "O Despertar"

Assim que clicou em “postar” sua publicação, Giovana se deu conta do quão apaixonada estava:

- Meu Deus, eu amo demais essa garota, cara! – Falou alto consigo mesma, largando seu celular sobre a cama e levando as mãos à testa, pensativa, sentada nas próprias pernas cruzadas.

Naquele dia, Giovana havia passado horas (mais do que de costume) revendo as fotos do show de Camila no Rio. Parecia que a cada vez que as mesmas fotos eram vistas, algo de novo surgia. Um pouco mais de amor, talvez.

Cada detalhe naquelas imagens fazia com que Gio se transportasse de novo para aquele momento tão especial. Era como se a presença de Camila pudesse ser sentida ali, de perto novamente.

Giovana jogou-se na cama e fechou os olhos, perdendo-se em seus pensamentos de desejo e paixão.

GIOVANA POV ON
 

- Vem logo pra cá, amor. Me ajuda a escolher o filme! – Chamava Camila deitada na cama com o controle da TV na mão.

- Tô indo, deixa eu só escovar os dentes rapidinho! – Respondeu Giovana de dentro do banheiro.

Pouquíssimos minutos se passaram até que os pés gelados de Gio puderam tocar os de Camila.

- Aaai, que pé gelado!! – Reclamou Camila, desencostando-se impulsivamente dos pés da namorada.

- Esquenta eles pra mim, amor! Deixa de ser ruim! – Choramingou Giovana levando suas mãos ao redor da cintura da cubana e aproximando seus corpos sob o edredom.

- Amor, para! Tá muito gelado... não vai rolar. Coloca uma meia! – Pediu a cantora.

- De jeito nenhum, o único calor que eu quero sentir é do seu corpo no meu, vem aqui! – Gargalhava Giovana abraçando Camila que se encolhia tentando “fugir”.

Depois da “luta” travada entre o casal, finalmente Camila parecia ter cedido. Deitadas de “conchinha”, Gio tinha os braços entorno da cintura da mais jovem, enquanto sentia seus dedos da mão entrelaçados com os dela e seus pés minimamente encostados.

- Pronto! Assim tá quentinho, amor! – Cochichou Giovana no ouvido de Camila, sentido seu seio colado às costas da amada.

- Claro, você roubou todo meu calor. – Resmungou a cubana empinando um pouco a bunda para se encaixar melhor ao sexo da namorada.

- Hum, mas não parece que você tá achando ruim, não. – Brincou Giovana sorrindo.

- Ah... é que agora já aceitei que você não vai desistir. – Retrucou Camila.

- Desistir? Jamais! Nunca desistiria de estar perto de você! – Apertando ainda mais a garota contra o seu corpo e trazendo-a ainda mais para perto de si.

Tocada pelas palavras sinceras de amor emitidas por Giovana, Camila não se contém e vira-se de frente para a mais velha, jogando uma das pernas sobre o quadril da brasileira.

- Eu te amo tanto, amor! – Suspira a cantora levando a mão esquerda ao rosto de Gio, acariciando sutilmente a pele macia.

- Eu te amo muito mais, minha linda! – Acariciando os cabelos próximos à orelha de Camila e olhando fixo no fundo dos olhos da garota.

A reciprocidade daquele sentimento podia ser percebida a quilômetros de distância. Os olhares apaixonados não eram capazes de esconder todo amor que transbordavam.

- Toda vez que você me olha assim... eu tenho vontade de te apertar bem apertado e não soltar nunca mais! – Disse Gio aprofundando os dedos nos cabelos de Camila e esmagando-a em um forte abraço.

- Então não me solta, amor. Nunca mais, por favor!!! – Replicou Camila também apertando a brasileira em seus braços e fazendo com que seus lábios se encostassem fogosamente.

Em meio aos planos que faziam de viver eternamente juntas, “Giomila” (vamos chamar esse shipp assim? Não sei, tô pensando kkkkk) permaneceu entrelaçada naquele abraço profundo, corpos grudados – no qual mal era possível identificar quem era quem – por longos minutos, apenas sentindo a respiração uma da outra e ouvindo o som aconchegante dos corações acalentados.

- Para de me encoxar desse jeito, você sabe que fico excitada. – Quebrou o silêncio Camila.

- Neeem tô fazendo nada, cara! Só dei uma mexidinha de nada com o quadril. – Defendeu-se Giovana.

- Para de ser cínica! Você tá quase rebolando a sua xoxota na minha, Giovana! – Acusou a cubana desprendendo-se do abraço, passando uma perna de cada lado do quadril da estudante de arquitetura e sentando-se sobre sua barriga.

- Meu Deus, como você é fácil... nem foi pra tanto! – Gargalhando, porém, na defensiva diante da atitude selvagem da amada.

- Sou fácil mesmo! – Segurando as mãos de Gio sobre o travesseiro, uma de cada lado da cabeça da brasileira e inclinando-se para levar a boca até o pé do ouvido da namorada. – Mas só para você, baby! – Cochichando sedutoramente.

- Você tá de jogo comigo, garota? – Desafiou Giovana. – Não me provoca, porque senão...

- Ah, é? Por que senão o quê? – Interrompeu Camila aproximando seus lábios dos de Gio enquanto falava.

Sem dizer mais nenhuma palavra Giovana trava uma “batalha” com Camila e as duas se seguram, se soltam, se prendem, se largam e se grudam em questão de segundos.

Até que... Giovana finalmente sai “vitoriosa”, tendo o quadril da cubana sob o seu.

- Porque senão eu vou te pegar assim, bem forte, até você gemer de tesão! – Inclinando-se e levando sua boca ao pé do ouvido de Camila, conforme a cantora fizera há pouco.

- Ai, você não seria capaz de tamanha “maldade”, seria? – Instiga Camila deslizando a ponta da língua na parte externa de seu próprio lábio superior.

Diante de tamanha tentação, Giovana não resiste e beija Camila ardentemente, fazendo com que seus sexos se esfreguem ao mesmo tempo.

Sem perder mais nenhum minuto, Camila leva suas mãos sob a blusa de moletom que Gio usava e joga a peça para longe, deixando os seios pequenos e os mamilos firmes expostos. A brasileira, por sua vez, leva a boca até o pescoço da amada, arranhando a nuca da garota enquanto fazia com que seus dedos se perdessem no emaranhado de fios negros. Com a outra mão, porém, Gio descobre a intimidade da mais jovem já molhada e implorando por “atenção”.           

- Aah, amor... isso, me come! – Suplica Camila arqueando o corpo ao encontro do dedo médio de Giovana que a massageia.

- Só se você disser que me ama! – Chantageia Giovana ofegante.

- Eu te amo! Te amo muito, mais que tudo... AAAAH! – Soltando um gemido incontrolável de prazer ao ser penetrada pela namorada.

- Eu também te amo, meu amor! – Responde a estudante de arquitetura enquanto gira seu dedo dentro da cubana e inclina-se para beijá-la desesperadamente.

Giovana percorre a barriga de Camila com beijos e lambidas chegando, enfim, até o sexo eufórico da parceira, sem deixar de penetrá-la um momento sequer.

Assim que sente a língua da brasileira estimulando sua intimidade latejante, Camila gruda nos cabelos da garota e rebola freneticamente na boca sedenta que a chupa.

- Issooo... aaah... – Geme a mais nova. – Que delícia, amor... aaaah... não pára...

Não foi necessário muito tempo até que Camila chegasse ao ápice e as posições das duas latinas se invertesse, dando continuidade ao momento intenso de prazer.

A noite foi repleta de amor, desejo e paixão, representando muito bem a alegria de um casal que se ama!

GIOVANA POV OFF
 

Logo que despertou de sua fantasia, Gio se deu conta do quão fértil sua imaginação podia ser.

- Meu Deus, isso é uma loucura! – Sentando-se na cama e esfregando o rosto, como se tentasse acordar de um sonho. – Essa garota nunca vai ser minha... até quando vou viver essa ilusão?

Desesperada, Giovana parecia estar caindo em si, desistindo... Se dando conta de que Camila jamais lhe pertenceria!

 


Notas Finais


Iiiih, parece que a Gio deu uma surtada, hein!
Será que ela vai desistir?

Espero que tenham gostado, amores! ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...