História Um incubus no mundo humano - Capítulo 33


Escrita por: e Taetae1104

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Romance, Taegi
Visualizações 145
Palavras 904
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - Punição


Fanfic / Fanfiction Um incubus no mundo humano - Capítulo 33 - Punição

Eu e jungkook estávamos pelados em cima da cama, sinceramente não sei como paramos aqui. Só me lembro que fomos para o quarto, ele estava com raiva e eu estava ferrado. Depois dele brigar bastante comigo acabamos assim, não sei como.

 

Ele levantou uma das minhas pernas e coloca em seu ombro, enquanto a outra ele deixa-a deitada na cama. Já tinha acontecido uma vez nessa posição, mesmo assim ela não deixa de ser estranha.

 

— jungkookie por favor, me perdoa, a culpa foi do yoongi— era a milésima vez que tentava escapar da punição, a culpa era do yoongi mesmo.

 

— não interessa jimin, você permitiu que isso acontecesse, e ainda estava dançando animadamente com outros homens— fala irritado, então no final de tudo era ciúmes— agora você vai pagar pelo oque fez.— ai não, sinto que dessa vez vou ficar aleijado com a punição.

 

— por favor jung— sou interrompido pela sensação repentina de seu membro entrando em mim— ah!— não pude deixar de soltar um alto gemido.

 

Ele começa aumentar a velocidade, cada vez com mais força e mais fundo. Caralho achando jungkook está com raiva ele se torna tão selvagem.

 

— ah...ah...ahh— os gemidos saiam e eu não conseguia mais controlar.

 

Oque me deixava mais excitado era ver seu músculos se contraindo pela força que fazia, caralho, jungkook é muito gostoso.

 

— ju-jungkook! haa— estava difícil falar com suas estocadas fortes— já tá bom!! Ah... n-não vou conseguir andar.

 

— não mesmo— fala com um sorriso pervertido— eu vou te foder até não aguentar mais— puta que pariu.— e você não sabe como eu fico feliz em te ver sem conseguir andar, isso é quase um elogio, quer dizer que meu sexo foi bom.

 

Ele tira minha perna de seu ombro e me faz ficar de quatro na cama.

 

— eu não quis te elogiar, isso nem é elogio!— viro meu rosto para olhar para ele.

 

Ele tinha um sorriso tão safado, era tão sexy, suas bochechas meio rosadas, sua franja grudada na testa por causa do suor, tudo era tão excitante. Vejo sua boca, estava tão chamativa, queria beija-la.

 

— jungkook...— o chamo na intenção dele notar minha necessidade de beija-lo.

 

— oque foi jiminie?— ele percebe de como eu estava encarando sua boca, mas seu sorriso se torna ainda mais sacana— você quer que eu vá com mais força?— que sínico, ele sabe muito bem que não é isso.

 

— não, não é isso!— falo desesperado, se continuar assim não vou andar para o resto da semana. Seu sorriso aumenta.

 

— mesmo que diga isso, eu ainda vou te comer com a cabeça do meu pau— caralho como alguém pode falar uma coisa tão suja e ficar tão gostoso assim?

 

Ele me penetra com tudo, voltando a fazer os mesmos movimentos violentos no meu interior. Cadê vez ficava mais difícil de sustentar meu corpo sobre meus braços, estava sem força de tanto estímulo que recebia do mesmo. Ele nunca tinha feito com tanta força assim.

 

— ah...ah...AH!— acabo gozando na cama e ele no meu interior.

 

Desabo na cama de cansaço, ele foi tão violento nas estocadas, mas até que eu gostei.

 

— eu... não aguento mais...— falo cansado deitado na cama.

 

— agora você aprendeu a lição— me viro para seu rosto e ele parece contente pelo estrago que fez comigo.

 

— você é muito cruel jungkookie— falo com um biquinho.

 

— desculpe meu amor pela brutalidade mas você mereceu dessa vez— me puxa para levantar da cama, sento em seu colo e ele me abraça. Eu adoro esse lado do jungkook mesmo ficando com ciúmes ou com raiva, ele sempre me tratava bem.

 

— me desculpe também por não ter impedido essa festa— deito minha cabeça em seu ombro.

 

— tudo bem minie— levanto minha cabeça e ele me dá um selinho— vamos aproveitar o restante da festa— fala sorridente.

 

— eu te amo jungkook!— falo feliz e o abraço com força.

 

— eu também jimin.

 

[...]

 

Descemos para onde os meninos estavam, tínhamos tomado banho e nos organizado para não ficar muito óbvio oque tínhamos feito. Eu tinha que andar devagar para não transparecer que eu mancava.

 

Chegamos na sala e eles pareciam bem animados jogando uno. Assim que yoongi nos vê abre um sorriso descarado.

 

— eai jimin, como foi? Seu cu ficou arrombado?— corei violentamente e os outros presentes riram. Ai como eu queria matar yoongi.

 

— claro que não, seu ridículo!— falo irritado.

 

— para de provocar o jiminie, yoongi— tae o repreende e me defende, eu amo esse menino.

 

— para de ser chato taehyung— fala yoongi com um biquinho.

 

— gente— jhope chama a nossa atenção— vamos jogar o jogo da verdade?— ele parecia animado com a ideia. Eu não sei se é uma boa ideia.

 

— vamos!— fala taemin muito animado.

 

— não sei não se é uma boa ideia...— falo meio receoso.

 

— vamos jiminie— jungkook pede fofo e eu não posso negar as coisas a ele, é impossível.

 

— tá bom...— me dou pro vencido.

 

— então vamos começar!— fala jackson também animado.

 

Eu e jungkook sentamos no chão, eu ao lado de jackson e jungkook ao lado de yoongi que estava ao lado de tae. Pegaram uma garrafa vazia de bebida e colocaram no meio do círculo. 

 

— vamos começar com as revelações!— fala yoongi e gira a garrafa. As vezes eu acho que o yoongi esquece que não pode revelar as coisas para os outros, ele é um demônio sabe, não pode falar isso para ninguém.

 

Não vai sair coisa boa dessa brincadeira, eu sinto isso.

 


Notas Finais


Gostaram???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...