História Um inesquecível empecilho (Wuko) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Avatar: A Lenda de Korra
Personagens Asami Sato, Bolin, Korra, Mako
Tags Avatar A Lenda De Korra, Mako, Romance, Wuko
Visualizações 1
Palavras 787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola a todos, estou de volta trazendo ess afanfic dedica a Lenda de Korra com meu shippe favorito(um dos no caso hehe 7w7)

Espero muitíssimo que gostem fiz com todo carinho. ♡

Capítulo 1 - Um convite inesperado


Fanfic / Fanfiction Um inesquecível empecilho (Wuko) - Capítulo 1 - Um convite inesperado

Era mais uma tarde entediante, Wu estava sentado na mesa de seu escritório, tudo havia mudado tanto no reino da terra, Wu foi eleito o Rei de Ba Sing Se por votação e se dedicava em demasiado ao seu reino, entretanto aquele trabalho era muito cansativo. 

- Ah eu não aguento mais, preciso tirar um tempo pra mim. O pequeno rei se levantou e se retirou do escritório, seguiu seu caminho até seu quarto e logo se sentou na cama, olhou para a foto em sua cômoda e sorriu, foi uma foto tirada de recordação, ele estava junto com todos os seus amigos, Asami, Korra, Bolin e Mako, é claro que implorou para todos tirarem aquela foto, mas no fundo valeu muito a pena. Sentia saudades de Mako, embora na maior parte do tempo estivesse irritando o mesmo, era tudo porque queria a atenção do garoto.

- Era muito divertido, mas agora estamos com rumos diferentes. 

Alguém batera na porta do quarto de Wu, provavelmente um serviçal. 

- Vossa Alteza. 

- Pode entrar. 

- Foi entrega esta manhã um convite para uma festa. Wu olhou intrigado para o papel que o serviçal tinha em mãos.

- Quem me enviou isto? 

- Mestre Tenzin para comemorar a festa de Natal na ilha do templo do ar em cidade República. Um grande sorriso escapou dos lábios de Wu, o moreno logo correu para pegar a carta, e a abriu. 

(...)

Papéis se empilhavam na mesa de Mako, eram colunas enormes de vários delitos que ocorriam, o crime não parecia ter cessado após a batalha final de Kuvira.

- Como a chefe Beifong aguentava isso, preciso de mais ação. Reclamava o dobrador de fogo entediado. A tarde passou rápida com bilhões de reclamações e ocorrências de delitos comuns e não muito graves. Mako suspirou cansado já, um policial foi até a mesa de Mako e alertoou: 

- Chefe, temos um pedido urgente do reino da Terra sobre... 

- Cuidem disso eu sei que podem, vou me retirar. Mako se levantou e começou a andar até a saída, entretanto a recepcionista da delegacia de polica entregou a Mako um convite, ele olhou intrigado para o objeto em mãos e o abriu. 

"Prezado Mako

Tenho a felicidade em lhe convidar para a festa de Natal neste fim de semana.

Para comemoração em familia com nossos velhos amigos.

Sua presença é muito importante, esperamos que venha. 

Ass: Tenzin" 

Mako não deixou de sorrir, fazia tanto tempo que não revia seu irmão e seus amigos, a saudade era imensa, a jornada de Korra e Asami entraria em pausa, elas iriam voltar por um curto período de tempo para a festa de Tenzin. Mako voltou para sua mesa um tanto feliz para guardar a carta em sua gaveta, foi então que ouviu ao longe o policial de antes falar ao telefone.

- Sim o chefe disse que poderíamos cuidar disso, pode então trazer o Rei Wu em segurança, isso hoje mesmo. Mako arregalou seus olhos, o policial desligou e o garoto correu até o policial.

- Ei como assim estão escoltando o Wu sem me falar nada.

- Mas chefe o senhor disse que...

- Se tivesse dito que era o Wu, eu mesmo irei trazê-lo.

- Chefe eles já estão trazendo ele.

Mako saiu correndo. 

(...)

Wu já estava quase chegando em cidade república, estava atravessando a ponte Kyoshi, quando ouvira um barulho. 

- O que está acontecendo? Perguntou o rei olhando para o motorista. 

- Não é nada vossa alteza, fique tranquilo. 

- Eu fiquei sabendo que Cidade República está um pouco desordenada desde o desfecho de Kuvira.

- Sim, há muitos bandidos se rebelando, mas isso está a correr mais no centro da Cidade, aqui as coisas estão mais pacíficas. 

- Entendo. 

De repente as rodas do Sato-Móvel foram detonadas por pedregulhos, o carro começou a perder o controle e a girar, o carro havia parado, o policial/motorista ajudou Wu a sair do veículo, entretanto foi nocauteado por um bandido dominador de terra, Wu estava sem saída, e com passos lentos pra trás estava encurralado, um bandido ergueu o punho dominando a terra e lançou uma rocha na direção de Wu, foi então que Mako apareceu a tempo destruindo a rocha com raios, Wu com a surpresa deu um passo em falso e caiu da ponte, Mako correu e se jogou também, ele com uma velocidade incrível, chegou a terra firme primeiro e logo segurou Wu no colo, o moreno sorriu animado e disse:

-Mako! Mako colocou Wu no chão cuidadosamente e perguntou com um olhar sereno: 

- Você está bem. 

- Estou sim, é tão bom te ver de novo. Mako sorriu sutil e respondeu: 

- É muito bom te ver também Wu. 


Notas Finais


E então o que acharam? Gostaram? Espero que sim

Até a próxima!!♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...