História Um Jogo de Rua - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Butsuma Senju, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mebuki Haruno, Mei, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Visualizações 108
Palavras 1.570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal... vim postar a minha Terceira Fanfic Sasusaku. Para os antigos leitores que acompanha #Desert Eagle e #Reactivatione The Supernatural (Que estou Reescrevendo) essa é minha Terceira Fanfic #Um Jogo de Rua. Postei para não deixar vocês sem lerem por alguns dias em quanto término de reescrever a do sobrenatural.

Aos novos leitores sejam bem vindos (a) obrigada pela motivação os comentários e os favoritos no Grupo Sasusaku no Face. Espero que gostem. Desculpe qualquer erro, eu revisei umas três vezes mais sempre aparece algo. Boa leitura a todos.
Mas uma vezes obrigada❤😍👏👏👏...

Cherry não me mate. Ksksks te Love miguis❤😂😎😜

Capítulo 1 - O Início


Fanfic / Fanfiction Um Jogo de Rua - Capítulo 1 - O Início

Um jogo de Rua



-Pai? Acorda Pai! Não morra, aguenta firme já chamamos a ambulância. - Sasuke diz.

-Não morra! - ele fala chorando.

Sentiu suas mãos serem apertadas, um aperto gelado cheio de sentimentos.

- Não irei morrer enquanto não ver o meu filho se tornar um grande jogador de Basquete. - ele sorrir. - Mas se eu morrer antes disso. Ele faz uma pausa. - Sasuke. Viva por mim! Jogue por mim! Prometa-me que vai seguir a vida por mim? Sasuke…. Filho? Prometa? - a voz sai embargada pelo sangue que escorria da sua boca.

-Itachi? Cuide de sua mãe e do seu irmão. Não deixe minha Nora e meu Neto passarem necessidades! Cuidarei de todos vocês de onde eu estiver. Mikoto querida. Eu amo você. Sempre!


________________________________




Nem adiantava olhar para o Relógio para saber que ele marcava às 03:00 hrs da madrugada. Mesmo depois da morte de seu Pai, mesmo depois de um ano, ele continuava a acordar no mesmo horário. Pela mesma lembrança de sempre!

E como de costume, se levantou da cama lentamente fazendo um breve raciocínio dos mesmos objetos que tinha em seu quarto. No Vigésimo terceiro objeto ele parou!

A bola laranja de listras pretas estava ali, parada no mesmo lugar. Nunca mais fora tocada, nem essa nem a que estava no final do corredor. Nem sua mãe tinha coragem de tocá-la. Desviou o olhar do objeto indo em direção ao banheiro, tomou um banho frio para espantar o cansaço de mais uma noite mal dormida. Depois do banho se arrumou, vestindo uma calça rasgada no joelho direito uma camiseta preta, se olhou no espelho e nem se deu o trabalho de arrumar o cabelo rebelde que tinha. Saiu do quarto indo direto para a garagem, seu passa tempo até a hora do trabalho estava lá em baixo. Uma moto.

Todas as madrugadas, Sasuke descia até a garagem para consertar algo da moto. O que era motivo de alívio para ele, era motivo de preocupação para Itachi. Itachi sabia que Sasuke estava metido em alguma coisa além do trabalho, em uma noite antes de Sasuke ir dormir, Itachi entrou em seu quarto e viu o irmão mais novo com um corte no abdômen. Não perguntou como o irmão conseguiu aquele corte só fez o que aprendeu a fazer no Hospital onde trabalhava. Além do corte descobriu que Sasuke tinha uma tatuagem de um Falcão no Peito direito.


Sempre que acordava para dar a mamadeira para a pequena Ayaka, Itachi se deparava com os barulhos na garagem, e sempre que ia averiguar o que era, ele via seu irmão mexer na moto que sempre aparecia quebrada.

Para Sasuke era um alívio já que para não se lembrar das lembranças dolorosas que tivera com seu Pai, ele via isso como um passa tempo longo para esquecer a dor de ter que viver a vida sem o seu Exemplo que era o seu Pai.


Sasuke terminou de ajustar o motor da Moto se virando para a porta que dava para dentro da casa vendo Itachi parado ali observando o irmão mais novo.


- Você não deveria está dormindo? - Itachi pergunta divertido vendo Sasuke revirar os olhos.


- E você deveria cuidar mais da sua vida Itachi! - Sasuke diz arrogante. Sem ver o risinho que Itachi estava dando por já saber que seu irmão iria lhe responder nesse tom de voz.


- Sua língua parece mais afiada do que nunca irmão tolo. Mas agora é papo sério. Não está conseguindo dormir desde quando? - o tom de sua voz era preocupado.


Por breves segundos que se passaram em sua mente, Sasuke não iria responder nem uma pergunta que Itachi farai naquele exato momento. Mas de alguma forma suas palavras saíram.


- Desde a morte do nosso Pai. - ele diz sem muita importância.


- Vai fazer um ano que ele se foi, Sasuke você deveria fazer o que ele falou! Siga a sua vida droga. - Itachi se exalta.


- Seguir a vida? - ele pergunta. - Seguir como você está seguindo? Me diz Itachi. Você já superou a morte do nosso Pai? Han? Superou?


- Foi difícil Sasuke mas temos que continuar! Eu seguir em frente porque tinha que dar forças a minha família. Você mesmo sabe disso, sabe que não posso ser fraco! Izumi e Ayaka esperam por mim. Tenho que ser forte por elas. - ele diz triste.


- Hum. Sua dor não é maior que a minha Itachi. - Sasuke fala frio.


- Você que não sabe o que diz. Acha que foi correto o que fez? Parou de estudar para trabalhar? Em? Acha? O que o Grande Fugaku Uchiha diria disso? Vejamos! - ele faz uma pausa. - Ele não sentiria orgulho de você.  Quando ele morreu eu tive que assumir a Família, tive que ajudar a nossa mãe! Tive que assumir a casa, logo em seguida tive que ver você sair da escola para trabalhar, sei que se meter com gente errada! Acha que não sei o que anda fazendo? Com quem você anda? Acha que pode me esconder alguma coisa Sasuke Uchiha? - ele fala com autoridade vendo Sasuke bufar de ódio. - Eu não sou um moleque como você Sasuke. Só lembre-se que para onde você vai! eu ja fui e voltei formado. - ele diz se retirando.


Ainda de pé perto da Moto, Sasuke soca o banco de couro da mesma praguejando por ter tirado a paciência de Itachi.

Se culpou por ser um idiota, mas não pediria desculpas para o irmão. Olhou a hora no relógio de parede em sua frente, estava quase na hora de ir trabalhar. Subiu até seu quarto pegando a jaqueta preta vestiu-a rapidamente descendo as escadas e indo para a garagem novamente. Olhou o Relógio e Já marcava 06:30 hrs da manhã. Subiu na Moto vendo a porta automática da garagem se abrir lentamente. Os primeiros raios de sol iluminaram seu rosto, e Sasuke deu a partida na Moto saindo dali antes que a garagem abrir-se totalmente.


Pela janela Itachi observava Sasuke acelerando na rua de Konoha. Não teria alternativa senão fizesse algo rapidamente. Sem pensar duas vezes Itachi pegou o celular discando um contato que não tinha conversado a muito tempo.

Esperou alguns segundos até a voz feminina que ele conhecia bem falar.


- Instituto Konoha Bom dia? Tsunade Senju Falando!- a moça diz.


- A quanto tempo Tsuna! - ele diz Alegre.


- Quem está falando? - a mulher pergunta confusa.


- Não diga que não se lembra mais do seu renegado favorito?! - ele diz meio ofendido.

- Itachi? - ela faz uma pausa. - Itachi Uchiha?- continua. - A quanto tempo eu não ouvia essa sua voz, como você está? Fiquei sabendo através do meu Pai sobre o Tio Fugaku. Sinto muito meu amigo. - ela dá as devidas condolências.


- Obrigada Tsuna. Mas o que queria falar com você é algo muito importante. Tem um minuto? - ele pergunta receoso.


- Claro que tenho. Pode dizer.


- Serei bem rápido. - ele suspira. - Gostaria que arranje uma vaga para meu irmão Sasuke ai no Instituto se for possível. - ele diz rápido.


No outro lado da linha ele houve um suspiro grande. Sabia desde o começo que seria difícil um pedido desses, mas pelo seu irmão e principalmente pela Proença feita a seu pai ele tinha que tentar.


- Então. Será que você pode me ajudar nisso? Não pediria algo dessa magnitude se não fosse algo extremamente urgente.


- Entendo Itachi. As aulas começam na próxima semana, se trouxer para mim os documentos dele antes e de Sábado colocarei ele na nossa instituição. - ela diz.


- Obrigada Tsunade. Prometo que conseguirei é levarei pra você antes do dia previsto. - ele fala feliz. - Realmente obrigada pela oportunidade.


- Não poderia negar nada a você. Principalmente a sua família que já fez muito por essa escola.- ela diz triunfante. - A família Uchiha tem um legado muito grande neste Colégio. Nosso time de Basquete deve muito a vocês Uchihas.


- Nada disso! Só fazíamos a nossa parte nem era grande coisas. - ele fala lembrando.


- Vocês levaram o nosso time a grandes Vitórias. Isso era muito coisa!


- Se acha? Se fala assim é porque nunca viu o meu irmão jogar. Ele é incrível. Quase tão bom quanto o meu Pai. - ele fala orgulhoso.


- Hum difícil alguém ser melhor do que o Tio Fugaku. Mas esperarei para ver com os meus próprios olhos o quanto Sasuke é  bom no Basquete. Até mais Itachi, foi muito bom falar com você. - ela diz.


- Foi bom falar com você Tsunade. Obrigada. - ele diz desligando o aparelho.


Sentiu dois braços lhe envolvendo num abraço apertado e soube que era sua amada e linda espoja.


- Tem certeza que está disposto a fazer isso com ele? - ela pergunta antes de depositar um beijo no rosto do marido.


- Que chance eu tenho se nao tentar? Só espero ele não surte quando souber. - ele fecha os olhos só de pensar que Sasuke o mataria por isso.


- É capaz dele iniciar a Quarta Guerra Mundial por isso! Então esteja preparado para enfrentar a ira do Uchiha menor. - ela dá uma risadinha.


- Tenha certeza que estarei pronto. Amanhã mesmo levarei os papéis para Tsunade. Instituto Konoha ai vai mais um Uchiha. Mas diferente de mim ou daqueles que vieram antes do meu Pai, Sasuke é bem diferente. - ele diz colocando o jaleco do hospital de Konoha em mãos.


____________________________


By: Wild_flower.





Notas Finais


Bom esse foi o Primeiro Capítulo o segundo será mais detalhado então fiquem ligados. TEREMOS uma grande surpresa em relação a nossa DIVONA SAKURA. Espero que vocês gostem de como planejei fazer esse Casal.
Me digam o que acharam nos comentários opiniões são bem vindas críticas também são. Amo voces. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...