História Um livro para almas solitárias - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 11
Palavras 558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hello. Mais um capítulo que provavelmente ninguém vai ler!

Capítulo 3 - Capítulo 3


Ela parou em frente ao portão da escola, mesmo que Savana tenha deixado explicito que naquele dia em especial queria ir para a escola sozinha. Ela desistira... desistira de tentar convencer sua mãe de que o melhor para ela, nem sempre era o que ela achava melhor.

- Tchau filha, se cuida – disse enquanto a garota saltava do carro

Savana olhou para trás e bateu os nós dos dedos no vidro fazendo com que sua mãe o abrisse instantaneamente.

- Mãe, para de falar isso! – ela tirou uma mecha solta do cabelo que atrapalhava sua visão e abaixou o tom da voz – Você sabe que pagou para a metade das pessoas cuidar de mim.

Virou enquanto ouvia sua mãe balbuciar pequenas explicações sem nexo sobre o porquê de tê-la tratado como se fosse eternamente aquele bebê que precisa infinitamente de seus cuidados.

Passou pelo portão e acenou com a cabeça para o porteiro vendo os pequenos grupos se formando e contando as fofocas do momento.

- Savana – ela se virou para a voz de Ryan que mexia os braços freneticamente para que ela se aproximasse dele.

- Oi, tudo bem? – ela o abraçou afundando a cabeça em sua blusa de frio que se laçada aos céus poderia tampar as diversas “falhas ” da Camada de Ozônio.

- Tudo – ele a observou se desvencilhando da garota – Vamos, daqui a pouco o sino toca.

Andaram lado a lado ignorando as pessoas especulando que os dois eram um casal – por ela até que sim, todavia os pensamentos de Ryan eram totalmente difusos e lá no fundo ela sabia que ele merecia coisa melhor.

Savana observou Amanda revirando o armário a procura de algo e realmente pensou que esta merecia uma explicação sobre o dia anterior.

- Ryan, te encontro na sala – fez uma pausa - Preciso falar com uma pessoa

Caminhou rumo a garota sabendo que Ryan ainda mostrava uma certa resistência em deixa-la sozinha.

- Oi, você ainda está pesando se é melhor falar comigo ou não? – encostou o cotovelo na porta do armário dando total apoio para seu braço.

- Sabia desde que cheguei naquela vizinhança, que não seria fácil ser amiga de uma garota que mal saia de casa – prosseguiu – Despois que você me contou como sua mãe te trata... eu entendi o porquê de você ter me expulsado de sua casa

- Então espero que nossa amizade ainda esteja de pé – Savana posicionou seu braço no ombro de Amanda

- Sempre estará – confirmou e fizeram o juramento de dedinho -  E aí... – disse mudando de assunto – Como está esse coraçãozinho?

- Na mesma coisa de sempre – continuou – Acreditando em um amor impossível

- Eu acho que você deveria parar. Sei lá esquecer

Savana viu um pouco de raiva nos olhos da garota e sentiu que o comentário se portou como uma ordem. Ela lera vários livros sobre linguagem corporal e por um momento se perguntou se deveria confiar em Amanda.

- Hoje meus pais vão jantar com alguns acionistas da empresa. Você não quer dar uma passada lá a noite?

- Eu tenho uma ideia melhor – ofereceu lhe um sorriso travesso – Que tal você ir na festa que eu vou dar hoje à noite?

- Não sei não – falou apreensiva

- Todos da escola foram convidados –olhou ao redor - Você urgentemente precisa ir à uma festa!


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...