História Um lugar que fosse meu - Capítulo 2


Escrita por: e Devilish-Satan

Postado
Categorias Mogeko Castle, The Gray Garden, Wadanohara and The Great Blue Sea
Personagens Alela Grora, Aom, Arbus, Ater, Chelan, Cherryblod, Chlomaki, Dialo, Doloz, Dolph, Emalf, Etihw, Froze, Fukami, Greif, Helica, Hofuru, Idate, Ivlis, Kcalb, Kurotsuno, Lobco, Lowrie, Macarona, Meikai, Memoca, Met, Mogeko, Moge-ko, Old, Personagens Originais, Poemi, Princess Tosatsu, Princess Uomi, Pulmo, Raspbel Preserves, Rawberry Preserves, Reficul, Rieta, Sal, Samekichi, Sheep, Stella, Tarako, Tatsumiya, Tsuribari, Vendetto, Wadanohara, Wodahs, Yonaka Kurai, Yosafire
Tags Comedia, Deep-sea Prisoner, Drama, Eticalb, Etihw X Kcalb, Friendzone, Funamusea, Grodahs, Grora X Wodahs, Guerra, Lobco X Aom, Lobcom, Memoca X Dolphi, Memolphi, Mogeko, Okegom, Pullica, Pulmo X Helica, Romance, Samewadda, Tatsudate, Tatsumiya X Idate, Wadanohara X Samekichi, Yoge-ko, Yonaka X Moge-ko, Yosafire X Froze, Yosafroze
Visualizações 145
Palavras 1.578
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Fluffy, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Foi breve, breve mesmo kk Oláa :3 Tá aí o cap 2, espero que gostem <3

Capítulo 2 - A princesa que não pisca


Fanfic / Fanfiction Um lugar que fosse meu - Capítulo 2 - A princesa que não pisca

POV  Narradora

 

Wadanohara e seus amigos se entreolharam por alguns segundos sem saber o que fazer, até que Wadda toma coragem e chega perto dela, segurando seu ombro. Como reação a garota a olhou assustada.

Wadanohara: Calma, não precisa ficar assustada, somos amigos. Sei que deve parecer loucura pra você, mas vamos tentar te ajudar. 

???: Tudo bem... não é um pesadelo então...

Wadanohara: Qual é o seu nome?

???: Lollie...

Wadanohara: Muito prazer em te conhecer Lollie! Você sabe onde é sua casa?

Lollie: Eu não tenho casa... eu fugi... de um orfanato... fui enganada e todos ficaram bravos comigo... eu não tinha outro lugar pra ir ,então eu acabei na praia... estava olhando o mar e não me lembro direito do que aconteceu depois...

POV Lollie

Flashback on

“Pra onde eu estou indo? Não tenho lugar pra ir... nem sei mais como voltar... acho que minha única opção é ficar aqui olhando o mar... já que não tem nenhum lugar nesse mundo pra mim... estou sozinha... eu só faço tudo errado... sou tão idiota... fui enganada por que sou idiota, ninguém queria que eu ficasse lá, nunca tive um lugar pra mim, e acabei ficando sem minha única amiga também...”

“Por que nunca tive um lugar nesse mundo? O que tem de errado comigo? Por que sempre tenho que ter essa bondade ridícula. Foda-se todo mundo! Não tem lugar pra mim agora. Não tenho lugar na escola nem no orfanato agora. Na verdade nunca tive realmente...”

“Um lugar que fosse meu...”

Flashback off

O impacto de uma onda.

Perca de sentidos... É tudo que eu me lembro.

Fico um pouco perdida em meus pensamentos por um momento e sem perceber, uma lágrima solitária caiu.

Wadanohara me abraça tentando me confortar e os outros ficam me olhando confusos.

Wadanohara: Pode nos contar o resto depois. Por agora vamos deixar você um pouco sozinha, descanse... vou buscar algo pra você comer, deve estar com fome.

Eles saem da sala, primeiro a Wadanohara e o garoto tubarão, depois a menina gaivota e a menina golfinho. O menino polvo fica parado como se estivesse pensando em algo. Ele sai dos seus pensamentos e me olha por um segundo depois vai embora. Eu me deito na cama, fitando o teto acima de mim.

Ok, Lollie. 

Não sei onde você está, mas definitivamente qualquer lugar é melhor que a sua "casa" agora.

=====☆Quebra de tempo☆=====

Eu acordo depois de um tempo. Olho em volta ainda não acreditando que aquela maluquice toda não era um sonho. Eu ainda não sei o que fazer, acho que só vou entrar na deles já que parecem querer me ajudar, afinal não tenho nada a perder mesmo. Só agora que percebi que to com uma roupa de marinheira branca, devem ter trocado minhas roupas... AH MEU DEUS, TROCARAM MINHAS ROUPAS! ELES ME VIRAM...? Sacudo a cabeça tentando tirar esse pensamento. Eu desço e vejo a menina gaivota e a menina golfinho jogando um jogo de tabuleiro na sala.

Memoca: Sua vez, Dolphi. Ah, oi humana! Como é que ce tá? Ta melhor?

Dolphi: Humana...

A golfinho parecia um pouco apreensiva ao me ver, como se eu fosse algum bicho papão.

- Estou, eu acho.

Eu me sento no sofá e fico em silêncio só assistindo elas jogando. 

Uma gaivota e uma golfinho jogando um jogo de tabuleiro... ok, nada de anormal por aqui.

 

POV Wadanohara

- Estranho tudo que aconteceu com essa menina. Pobrezinha... ela disse que não tem casa.

Samekichi: Muito estranho isso, mas o que vamos fazer a respeito? 

- Ainda não sei, mas acho que se ela não tem mesmo pra onde ir talvez ela deva ficar aqui...

Samekichi: Aqui? Mas ela é humana...

- E o que tem isso? Não posso deixa-la sozinha por aí sem ter pra onde ir... Acho que não seria um problema...

Samekichi: Mas, mesmo se ela quiser ficar aqui, acha que a princesa deixaria uma humana ficar? 

- Posso falar com ela, acho que não seria problema. Afinal é só uma garota inofensiva, não é?

Samekichi: É, aparentemente sim.

- Mas mudando de assunto, seu aniversário está chegando não é? 

Eu digo abrindo um sorriso animado.

Samekichi: Pensei que não ia lembrar disso.

- Mas é claro que sim! Como poderia esquecer?

Samekichi: Fico feliz que tenha lembrado, mas não gosto muito de festas.

Meu sorriso se desmancha por um olhar tristonho.

- Aaah por que?

Samekichi: Sei lá, são muito agitadas pra mim, e também não precisa, é só mais um dia.

- É seu aniversário! Não é só mais um dia. Além disso, você salvou o reino. Você é o nosso herói, Samekichi! O meu herói também!

Ele cora um pouco com o que eu disse e desvia o olhar.

- Vai, por favor!

Samekichi: ... T-tá, mas só por que é você que quer. 

- Yeeey.

Eu pulo de alegria e dou um beijo na bochecha de Samekichi, o que o faz corar mais ainda.

- Vai ser a melhor festa da sua vida! ^^
 

POV Samekichi 

Realmente fiquei surpreso por ela ter lembrado depois de tanto tempo. Não gosto de festas, na verdade nunca fui em uma, sempre me pareceram chatas e agitadas demais. Meu aniversário sempre foi só mais um dia pra mim. (Autora: somos 2 :v) Mas se é importante pra ela por mim tudo bem. O que eu não faria pra essa baixinha sorrir?

Wadanohara: Vou levar algo pra menina, a essa altura ela deve estar faminta. 

- Acho que vou dar uma volta.

Wadanohara: Ok, mas tome cuidado, por favor. 

- Pode deixar. 

Sorri pela preocupação dela comigo e ela sorriu de volta, então eu saí. 

 

POV Lollie 

Continuo vendo as meninas jogando até que a suposta bruxa aparece vindo da cozinha, segurando uma bandeja com um pedaço de bolo na mão. 

Wadanohara: Aqui, Lollie. Deve estar com fome.  

- Obrigada... 

Wadanohara: Depois tenho que te levar pra Princesa Uomi pra ver se você pode ficar aqui no mar. 

- Princesa? Mar? Que? 

Eu nunca ouvi tanta maluquice numa frase só.

Wadanohara: Sim, a princesa que governa o mar azul. 

- O queeee? Eu tô no mar? 

Wadanohara: Sim... 

Eu fico olhando ela com uma cara de "mas o que diabos?" por um momento.

Ok, não faço mais perguntas.

- Ok... Bem... então como eu tô respirando? 

Wadanohara: Porque eu joguei um feitiço em você pra respirar aqui. 

- Feitiço? Tá então... como consegue cozinhar embaixo d'água?

Wadanohara: Bem... é fácil usando magia. 

- Magia... 

Ok, de agora em diante não duvido mais de nada. Se ela disser que existe um tubarão branco assassino por aí eu vou só acreditar.

=====☆Quebra de tempo☆=====

A gente foi lá no tal palácio da princesa e eu vi muita gente estranha no caminho, uma sereia, uma menina que dorme em pé, um monte de gente doida. Eu sinto como se eu estivesse num livro onde o autor colocou qualquer coisa sem sentido nas páginas. Chegamos  em um palácio enorme com uma pedra gigante flutuando em cima dele. Subimos um monte de escada, abrimos uma porrada de portas e eu vi a princesa sentada lá no trono, com um olhar bem esquisito e algumas meninas em volta, também com partes animais.

???: Ah, olá querida, o que faz aqui? Quem é essa humana?

Diz uma mulher de cabelos brancos, olhos dourados, partes de peixe e que usava um kimono vermelho florido.

???: Ola, Wadanohara! Trouxe uma amiga?

Essa também tinha cabelos brancos, mas seus olhos eram azuis, usava um vestido branco e parecia haver duas mini águas-vivas uma em cada lado da sua cabeça.

???: Uma humana aqui?

Essa tinha cabelos verdes, presos em marias-chiquinhas, usava um vestido verde e branco, e em uma de suas mãos tinha um casco pontudo verde em forma de cone formando uma espiral.

???: Olá, Wadanohara! O que a trás aqui?

Mas o que... um peixe falante na cabeça de uma menina peixe falante...

Wadanohara: Olá, Tatsumya! Oi, Pulmo! Oi, Helica! Primeiro vim apresentar uma amiga a princesa, Jiiya.

Helica: Desde quando tem uma amiga humana?

Wadanohara: Encontrei ela na praia da ilha estelar, foi levada pelo mar até lá e ela não tem pra onde ir. Então quero pedir a permissão da princesa para deixa-la ficar comigo.

Princesa Uomi:...

A menina que aparentemente é a princesa é uma menina de cabelo cor azul claro. Estava usando um vestido que parecia um peixe gigante, em cima da sua cabeça havia uma coroa dourada e na lateral havia um peixe falante que parecia falar por ela. 

Não sei porque... mas o olhar dela parecia ir até o fundo da minha alma, como se esses olhões lessem minha mente.

Jiiya: Tudo bem, mas antes precisamos verificar se ela não representa uma ameaça. 

A princesa se levantou e começou a me encarar com aquele olhar esquisito e joga uma espécie de energia que ficou em volta de mim . Depois de alguns segundos a luz some e ela se senta novamente.

Princesa Uomi: Tudo bem.

Wadanohara: Muito obrigada, princesa!

Levantei o dedo, como se querendo perguntar algo.

Jiiya: Sim, querida?

- Éee, senhora... a senhora... princesa... não pisca, não?

Todo mundo me olha fixamente.

Wadanohara: Haha, é que você não ta nada acostumada com as coisas por aqui, sabe.

Por um momento achei que tinha vacilado feio, mas a princesa riu.

Jiiya: Imagino.

Wadanohara: Agora o outro motivo é porque queria pedir a permissão da princesa pra dar uma festa.

 

Continua...
 


Notas Finais


Então foi isso, o próximo sai em breve também, bj bye <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...