1. Spirit Fanfics >
  2. Um Milhão de Sonhos (Levi x Oc) >
  3. Capítulo 15- Levi VS Lena

História Um Milhão de Sonhos (Levi x Oc) - Capítulo 16


Escrita por: hyugabia62

Capítulo 16 - Capítulo 15- Levi VS Lena


Fanfic / Fanfiction Um Milhão de Sonhos (Levi x Oc) - Capítulo 16 - Capítulo 15- Levi VS Lena

POW!

O homem de cabelos negros como um corvo, o mais forte da Humanidade deu um pontapé na cara ao rapaz de 15 anos de idade.

POW!

Depois, na barriga

POW!

E de novo na cara com o joelho...

Levi continuava espancá-lo...O tribunal ficou chocado enquanto observava aquela cena violenta, incluindo Lena. O que antes era medo e nervosismo tinha sido substituído por raiva e ódio...Mikasa estava quase a ir parar aquela cena, mas Armin impediu-a mesmo a tempo.

O rosto de Lena ficara vermelho de raiva...O rosto de Eren estava cheio de sangue e nódoas negras...A moça de caracóis ruivos não conseguia assistir mais aquela cena. Era uma mistura de raiva, repugnância e choque. Tudo ao mesmo tempo...Que crueldade tão grande...

-Sabes, pessoalmente...Penso que nada incute melhor a disciplina do que a dor- disse Levi num tom frio, àspero e duro. O coração de Lena encheu-se ainda mais de raiva e rosnava para o homem com ódio nos seus olhos -Não precisas de uma boa conversa...Aquilo de que precisas, rapaz, é que te ensinem uma lição. E, por acaso, encontras-te na posição perfeita para te dar pontapés.

Eren gemia de dor enquanto o homem de cabelos cor de corvo continuava a dar-lhe pontapés e a bater-lhe. A moça de bochechas sardentas teve de fechar os olhos...Não podia assistir mais aquela cena, simplesmente não podia...Mas uma coisa era certa...Não deixaria Levi escapar tão facilmente com aquela tortura...

-Espera, Levi...E se ele se zangar e se transformar num Titã?- perguntou um polícia militar. No entanto, Levi pontapeou-o novamente.

-Não sejas parvo-, respondeu Levi ásperamente -Durante o tempo em que ele se transformou, disse que Yeager foi capaz de matar 20 Titãs antes de ficar sem forças. Como inimigo, a sua inteligência torna-o ainda mais perigoso. Mas eu ainda posso derrubá-lo sem problemas... Quantos de vocês podem dizer o mesmo? Antes de atormentarem a besta, é melhor pensarem: Conseguem matá-lo?

Besta? Levi chamar besta a Eren era, no mínimo, irónico...Não era Eren que estava a espancar um adolescente quase até à morte. Lena pensava, sentindo a raiva e a revolta a alastrar-se pelas suas veias. Se ela não gostava do Capitão Levi antes, agora tinha a certeza que o odiava...Ele não tinha o direito de fazer essa crueldade a um mero garoto.

-Realmente, é uma vergonha... Um homem a bater num garoto que nem fez nada de mal...- sussurrava Lena assustadoramente para si própria. Os seus olhos estavam frios e a sua voz era dura como uma pedra, como ninguém tinha visto antes em Lena -Ele vai ouvir o que penso quando isto acabar...

-Sei que parece demasiado duro, mas se o Capitão não espancasse assim o Eren os da polícia militar matá-lo-iam... Ele fez isso para o salvar, sabes. Armin pôs a mão no ombro da moça dos cabelos ruivos para a acalmar. Depois sorriu-lhe, já a perceber o que Lena queria fazer -Por favor, não faças nenhuma loucura.

-Estou contigo, Lena- respondeu Mikasa, com a raiva a crescer-lhe enquanto assistia aquela cena também -Não vou ficar aqui sem fazer nada... Ele não precisava de ir tão longe.

De repente, Erwin levantou a mão, obrigando os dois soldados e a enfermeira a olharem para ele.

-Senhor, tenho uma proposta- O Comandante começou -Há demasiado que não sabemos, por isso sugiro isto: Eren Yeager vai ser colocado sob a supervisão do Capitão Levi. E vamos conduzir uma missão de reconhecimento fora do muro. Eren irá juntar-se a nós nesta excursão e você mesmo poderá ver os resultados desta missão. Se ele controlar com sucesso a sua capacidade, Eren provará o seu valor para a espécie humana.

-Deus abençoe o Comandante Erwin.- Lena suspirou, enquanto ela deixava sair a tensão do seu corpo. Eren ser supervisionada por Levi não era algo que ela gostaria de ver. Mas pelo menos deixavam-no em paz- Que ele é a única pessoa com um bocado de senso comum neste bando de loucos.

-Eren será supervisionado...E se ele perder o controlo?- perguntou o juiz, olhando para Eren. Lena também olhou para ele...Ele estava completamente no chão, cheio de sangue...Ela não suportava vê-lo daquela maneira...

-Eu posso matá-lo se chegar a esse ponto. A questão é....Não há absolutamente nenhum meio termo- Levi virou-se para ver os rostos dos amigos de Eren.

Lena aproveitou a oportunidade para lhe dar o melhor de um rosnar, ao lado de Mikasa. Os seus olhos estavam cheios de fogo e ódio, mas ao mesmo tempo estavam frios como gelo. Quase que conseguia cortar alguém só de olhar para eles. Armin também tinha uma expressão desagradável, talvez também não estivesse a gostar da escolha de palavras do Capitão Levi. Os seus olhos concentraram-se em Lena, os seus olhos encontrando-se novamente como um trovão. Depois, ele olhou para o juiz.

-Então tomei a minha decisão...

___________________________________________________

-Deviam ir embora com os vossos chefes - disse Lena a Armin e Mikasa enquanto os três andavam pelos corredores do tribuna.

-Não são chefes, Lena. São nossos superiores- Armin sorriu à expressão claramente embaraçada de Lena.

-Oh, isso foi o que eu disse. Vão-se lá embora que eu vou tentar ver o Eren, está bem?

-Não, eu também preciso de ver o Eren! Esta pode ser a última vez que falamos com ele... Precisamos de ir contigo!- Mikasa colocou-se à frente da moça de cabelos ruivos, com os olhos já um pouco molhados por causa das lágrimas que tentavam cair. Lena suspirou...Como ela gostaria de os deixar ver Eren...

-Não vai ser a última vez, Mikasa. Prometo- Lena segurou as duas mãos, com o mesmo olhar compassivo -Conheces Eren tal e qual como eu. Eu sei que ele não nos vai falhar. Mas agora vão mas é embora, senão podem ser castigados pelos vossos chefes por estarem perto dele. Eu depois digo-lhe que queriam ter ido com ele.

-A Lena tem razão...Devíamos ir, Mikasa- disse Armin à moça de cabelo cor de corvo, numa tentativa de a acalmar -Além disso, afinal vamos vê-lo de novo quando nos formarmos.

Mikasa olhou para baixo, o que fez o coração de Lena quebrar-se por completo. Depois de todos aqueles anos com eles separados, eles estavam finalmente juntos. E precisamente naquele momento acontecera outra tragédia... Como se o universo os odiasse...O que é que Deus planeava fazer com toda aquela miséria?

-Muito bem...Mas por favor diz ao Eren que tentámos vê-lo- disse Mikasa, sentindo a sua voz partir-se. Lena deu-lhe o melhor que podia de um sorriso.

-Claro que sim, meus docinhos...- Lena tentou iluminar o ambiente com um pouco de esperança. Ela tinha de tentar fazê-los ver que toda essa situação não seria tão má...Positividade e esperança antes de qualquer outra coisa...

-Obrigada. Adeus Lena, até logo- Armin pegou na mão de Mikasa e começou a dirigir-se para a grande porta para onde iam também os outros recrutas.

A moça de cabelos ruivos suspirou, sentindo uma profunda tristeza e medo... Como poderia tudo isso estar a acontecer exactamente quando ela os tinha finalmente reencontrado após 5 anos a pensar que estavam mortos? Foi tão injusto...Ela teve de admitir...Ela preferia um milhão de vezes ter Mikasa e Armin com ela. Como deveria ela saber onde Eren estava? Aquele lugar era gigantesco.

Então, Lena finalmente ganhou coragem para caminhar novamente pelos corredores, não podia estar muito longe. De repente, ela lembrou-se quando passaram pelo Comandante Erwin e pelo Capitão Levi... Eles estavam a sair de uma sala...Talvez Eren estivesse lá dentro. Caminhando novamente, desta vez mais determinada, ela tentou lembrar-se onde estava aquela sala.

-Posso dizer que estás perdida?- Uma voz familiar soou por trás dela. Lena ficara tensa depois dessa voz... Exactamente quem ela procurava. A ruiva virou-se e não viu mais ninguém para além do Capitão Levi. O homem de coração mais gelado das Muralhas. Aquele que espancara o seu amigo -Isso não parece uma cara agradável.

-SEU ARRUACEIRO DE CORAÇÃO DE PEDRA!!- gritou Lena, fazendo com que os seus olhos se alargassem. O seu rosto estava cheio de raiva e raiva... Ele nunca imaginaria ver a sorridente Lena com uma expressão como aquela.

-Huh?- respondeu Levi com o mesmo tom de voz desinteressado e monótono.

-Você não se faça de parvo comigo!!! Porque é que fez uma crueldade daquelas ao Eren?? Ele é só um garoto!!- exclamou Lena, com uma mistura de raiva, tristeza, pena e repugnância na sua voz.

-Tch...Um garoto que se pode transformar na porra de um Titã-, respondeu Levi. Os nervos de Lena estavam de novo a ferver... -Não sei se reparaste mas é por causa do que fiz que o teu amigo ainda está vivo. Se eu não lhe tivesse feito aquela 'crueldade', o teu doce Eren seria um cadáver numa cova neste momento.

-OH você deve achar que eu não sei isso???? Mas para que é que serviu aquela violência toda??? Não tinha nada de ir aonde chegou!!!- Lena respondeu novamente, gritando ainda mais alto do que o habitual -Deus, até parece que gosta mesmo de ver sofrimento!

A ruiva olhou para o chão sem dizer nada, já com as lágrimas a formarem-se nos olhos. Levi só olhava para ela sem emoção, sem um pouco de piedade, sem preocupação...Nada. Completamente vazio.

-És demasiado ingénua para compreender...- Levi olhou para o chão...Sempre com o mesmo tom monótono e desinteressado que encheu Lena de ainda mais raiva. Como poderia uma pessoa nunca se importar com nada nem com ninguém?

-A quem está a chamar ingénua, SEU BRUTAMONTES!?- Lena aproximou-se de Levi sem pensar direito. As sobrancelhas de Levi franziram... O que planeava ela fazer?

-OH Levi! Parece que encontraste a Lena!- Uma voz feminina disse, entrando no corredor com Erwin e Eren. Os seus olhos alargaram quando observavam a pequena moça de caracóis ruivos a tentar dar um murro na cara do mais forte a Humanidade -Oh....Será que viemos em má altura?

O pequeno punho de Lena estava diretamente apontado na direcção do rosto do homem de cabelos negros, com a sua mão a bloquear o movimento. Ele tinha obviamente impedido a sua ridícula tentativa de um murro, mas Levi teve de admitir que a ruiva o apanhou desprevenido. Nunca ninguém teve a coragem de sequer olhar para ele nos olhos. Lena era assim tão corajosa ou simplesmente uma idiota?

Levi tinha a certeza que era a segunda opção.

Os seus olhos estavam cheios de raiva, mas não apenas. Não como a raiva que fazia com que os olhos das pessoas parecessem frios da forma como ela estava no julgamento. Em vez disso, os seus olhos estavam a ferver chamadas altas e ardente. O olhar de ambos encontraram-se de novo...E puderam sentir mais uma vez outra explosão, que sempre acontecia quando os seus olhos se encontraram...A expressão de Lena parecia suavizar um pouco...

-Lena, pára!!!! O que é que pensas que estás a fazer??- chamava Eren o seu nome, correndo em em sua direção. O adolescente de 15 anos puxou-a para trás, deixando o seu punho da mão de Levi... E a sua expressão suavizou definitivamente... -Estás louca?? O Capitão Levi é nosso superior!!!

-Häustler, acalme-se- ordenou Erwin.

Lena olhou para Eren e pousou o braço, olhando para o chão. Talvez ela tivesse ido longe...mas não se conseguiu conter. Aquele capitão deixou-a tão furiosa... Ele tinha batido naquele rapaz e ainda tinha aquela atitude pedante, arrogante e superior. Lena não suportava pessoas assim...

-Agora, vamos todos acalmar-nos- declarou Hange, tentando arduamente não rir. Aquela cena era demasiado divertida para ela...Levi já era baixinho, Lena era ainda mais baixa que ele...Ver uma mulher tão pequena a tentar esmurrar o rosto do soldado mais forte da Humanidade era algo que ela não esperava ver. E era demasiado engraçado -E vamos ao que interessa.

-Foi esta louca que começou a gritar como uma cabra em primeiro lugar...- respondeu Levi ásperamente como sempre. No fundo, ele divertia-se ao ver aquela mulherzinha mal-humorada zangada e desesperada para lhe dar um murro. Os seus olhos ardiam de raiva e raiva mais uma vez.

-SEU CRETINO-!!!- Lena começou a atirar-se a ele, sendo imediatamente parada por Eren, que a agarrou mesmo com força por trás.

-Lena!!! Acalma-te!!! Estás doida????- Eren disse que tentava impedi-la de fazer alguma loucura, embora isso já tivesse acontecido quando a moça de caracóis ruivos tentou dar um murro a Levi... -Anda lá, o Comandante Erwin tem algo importante a dizer!

No momento em que ouvira aquilo, Lena deixou imediatamente de resistir e acalmou-se, respirando fundo...Hange olhou para aquela cena com uma expressão divertida, enquanto Erwin estava ali de pé um pouco desconfortável por toda aquela tensão. Eren só a soltou quando viu Lena mais calma, apesar de não ter a certeza se era uma boa ideia... Ele sabia que Lena era explosiva quando se zangava. Ele tinha-os visto demasiadas vezes quando eram crianças...Mas nunca tinha visto a ruiva com tanta raiva.

-Peço desculpa, Comandante... Talvez tenha exagerado- suspirou Lena revirando os seus olhos azuis. Mas a sua guarda ainda estava de pé, ainda a olhar com olhos assassinos para o Capitão.

-Talvez?- perguntou Eren num tom sarcástico. Lena olhou para o chão e enfrentou o Comandante da Tropa de Exploração.

-Bem...Agora que tudo está mais sereno, temos uma proposta para si, Elena- começou Erwin, fazendo a moça de bochechas sardentas levantar uma sobrancelha. Contudo, com uma postura nervosa e talvez um pouco assustada.

-Uma proposta, senhor?- perguntou Lena, colocando um pedaço do seu cabelo ruivo atrás da sua orelha. O que planeavam fazer com ela?

-Sim. Antes dos outros soldados da Tropa de Exploração chegarem ao novo Quartel General, irá juntar-se aos esquadrões da nossa operação especial como enfermeira- explicou Erwin, alargando os olhos da ruiva -Como disse no tribunal, é a menina que conhece o Eren há mais tempo. Conhece-o melhor do que todos nós juntos. Veja isto como uma posição de confiança ou como uma testemunha. Além disso, será realmente útil se um dos nossos soldados ou mesmo Eren se magoar durante o treino.

Lena olhou para o chão... Era um dilema, de facto...Por um lado, ela queria ajudar Eren a todo o custo e apoiá-lo aconteça o que acontecer. Seria também uma boa maneira para treinar as suas "capacidades" como enfermeira. Para começar com alguns soldados e depois chegar ao verdadeiro negócio. Era um bom plano, mas mesmo assim... Era uma coisa bastante assustadora de se fazer. E se Eren ficasse fora de controlo e morresse? A jovem moça não suportava ver isso acontecer.

-Então mas... Eu tenho soldados no antigo quartel general que precisam de fisioterapia e de medicamentos. Devo simplesmente deixá-los de mal a pior?- perguntou Lena, preocupada com esse assunto. Seria uma dor de cabeça não manter a saúde dos soldados em ordem. Era da sua responsabilidade...

-Não precisa de se preocupar com isso. Vamos instruir as outras enfermeiras para se encarregarem do assunto. Uma semana mais tarde e todas elas irão para o novo quartel general, por isso não precisa de se preocupar com isso- Erwin respondeu com uma voz calma e suave. Erwin dizer isso fe-la sentir-se mais calma e confusa... Porque hesitou ela com essa decisão? Lena sempre adorou o imprevisível e a aventura... -Mas afinal de contas a escolha é sua...

-Lena, por favor diz sim, imploro-te!!!- gritou Hange, aproximando-se da moça de cabelos ruivos. A cientista louca pegou nas suas duas mãos e olhou-lhe nos olhos com um sorriso psicótico -Vais ser muito útil nas minhas experiências!! Sabes muito sobre o corpo humano, talvez melhor do que eu!! Por favor!!!! Estou mesmo a precisar de alguma ajuda para fazer isso!!! Imagina só descobrir juntas os segredos da capacidade titânica de Eren!!!

-Hange, não a pressiones- disse Erwin, sentindo tanto o nervosismo de Lena, como o de Eren -Cabe a ela decidir.

Lena olhou para os olhos de Hange e apeteceu rir-se. Aquela mulher era realmente obcecada por Titãs, mas era muito engraçada. A ruiva não podia recusar essa proposta... Estaria com Eren, afinal de contas. Certificar-se-ia de que ninguém o magoaria dessa forma novamente e ajudaria também a Humanidade. Poderia essa ser a verdadeira vontade de Deus para ela?

-Bem...Então acho que não tenho nada a perder... Podes contar comigo!!- Lena exclamou com alegria e excitação.

-YAHOO!!! OBRIGADA LENA, ÉS A MELHOR!!!- respondeu Hange, quase esmagando os ossos de Lena com um abraço apertado. As moça de bochechas sardentes também retribuiu o abraço, rindo em voz alta. Deixando a morena ir, ela enfrentou o homem loiro alto e deu-lhe um sorriso de confiança.

-Obrigado, menina Häustler. Estamos gratos pela sua ajuda- Erwin também sorriu para ela, e a ruiva tentou fazer a saudação que normalmente faziam.

É uma honra, senhor!

Depois, virou-se para Eren, que estava a olhar para o chão...Lena pôde ver que ele estava tão ansioso e nervoso. Colocando-lhe a mão na bochecha, o jovem de 15 anos olhou para ela. Ela deu-lhe um sorriso bondoso e compassivo numa forma de dizer "tudo vai ficar bem". O garoto deixou um pequeno sorriso para a sua amiga de infância. Depois, abraçaram-se num abraço cheio de nostalgia e de carinho. Tentando dizer que eles estariam sempre lá um para o outro

-Ok, vocês dois pirralhos podem deixar essa merda para mais tarde- Levi interrompeu o seu abraço, aproximando-se da moça ruiva e do jovem de cabelo castanho. Lena e Eren separaram-se do abraço e enfrentaram o capitão da esquadra.

Ela tinha-se esquecido dele...Lena não podia acreditar que teria de lidar com aquele homem arrogante, mal-humorado e incivilizado. Só de pensar nisso, fez com que ela quase desistisse do assunto da Tropa de Exploração. Saber que seria ele a supervisionar Eren fê-la sentir raiva e, no entanto, medo. O Capitão Levi era duro como uma pedra e tinha um coração gelado. Ela tinha a certeza de que ele poderia matá-lo só porque lhe apetecia. Mais uma razão para ir também com eles, para impedir que o seu amigo fosse espancado ou mesmo morto por aquele homem.

-E então? Já nem abraçar o meu amigo posso?- perguntou Lena com corajosamente. Com um olhar confiante no seu rosto, enfrentou o  Capitão como uma sequóia.

-Na verdade, o acordo aqui é não estar demasiado perto dele. Ele pode transformar-se num Titã e acabas por ir desta para melhor. Sei que és uma freira, mas tenho a certeza de que não queres ir para o céu tão cedo.

-Levi, já chega- Erwin avisou. O Comandante sabia exactamente o que se estava a passar...Não só Lena não suportava Levi, mas Levi também gostava de se meter com Lena. A única coisa era que ele não fazia ideia do porquê. Levi não costumava ser assim -Por favor, peço-vos que se dêem bem. Não temos tempo para lutas de crianças. A humanidade está em jogo.

Lena e Levi olharam um para o outro com um olhar enojado. Lena suspirou... Tinha mesmo de lidar com aquele arrogante Capitão pela a Humanidade. Afinal de contas, era a sua missão...

-Sim, senhor. Vou tentar controlar a minha frontalidade...- respondeu Lena, olhando para o chão -Mas não posso prometer que vou ficar calada se vir algo que vai contra os meus valores. Era o que mais faltava.

Os dois líderes trocaram olhares. Ambos sorriram gentilmente para a moça ruiva, enquanto Levi apenas arqueou a sua sobrancelha. Lena suspirou...Ela não fazia ideia de como se podia controlar...Que o capitão mexeu demasiado com os seus nervos. Ela nunca se imaginaria a dar-se tão pouco com alguém... Mas Lena tinha de tentar. Pela Humanidade, pelos seus amigos, por Eren...

-Muito bem...Levi? Estás disposto a trabalhar com a menina Häustler?" perguntou o Comandante Erwin.

O Capitão olhou para ela novamente... Com a mesma expressão desinteressada. No entanto, desta vez, também houve um pouco de intensidade. Pelo menos algumas chamas podiam ser sentidas nos seus olhos frios.

-Não é que eu tenha escolha...- Levi suspirou. Os nervos de Lena ferveram mais uma vez com a sua arrogância -Então sim. Se a Häustler não me tirar muito do sério, estou pronto para trabalhar com ela.

Lena cruzou os seus braços, ainda a olhar para ele. Todas as pessoas naquele corredor estavam a sentir a tensão entre os dois. Era o que acontecia quando dois polos opostos se encontravam... Uma tempestade que não podia fazer mais nada senão explodir com trovoadas, tsunamis e terramotos.

Ia ser um mês longo e agitado...


Notas Finais


Espero que tenham gostado🧡🧡🧡🧡🧡 muito obrigada pelo feedback que me têm dado, motiva mesmo qualquer autor 🥰🥰🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...