História Um NAMORADO para o meu melhor amigo. (KIM MINGYU) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Kim Mingyu, Mingyu, Mingyu Seventeen, Seventeen
Visualizações 11
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


bom dia, boa tarde e boa noite - ou madrugada hahaha. ♥

oi, pessoas? como estão? já tomaram água? deram views em svt?

(nunca sei o que dizer k)

espero que gostem da fic! boa leitura <3

Capítulo 1 - Chapter I


Fanfic / Fanfiction Um NAMORADO para o meu melhor amigo. (KIM MINGYU) - Capítulo 1 - Chapter I

P.O.V. Mingyu


 "Já faz um longo tempo que eu gosto de você

Penso nisso o dia todo

Andando pelas ruas, ouvindo música

De repente você aparece diante dos meus olhos."


- Gyu?


Ouço uma voz familiar que me assusta e distrai dos meus pensamentos.

Tiro um dos fones e olho para cima a fim de ver quem estava me chamando.

Vejo S/n em minha frente. Seo S/n. Simplesmente a garota mais legal e cobiçada do colégio inteiro.

E, surpreendentemente, minha melhor amiga.


S/n - 'Tô te chamando tem meia hora e você não responde. Ficou surdo, foi?


Ela me olha com uma cara travessa e um pequeno sorriso se forma em seus lábios. 


S/n - E que música você 'tá ouvindo?


Antes que eu pudesse responder algo, ela rapidamente pega o lado direito do fone e põe no ouvido.

Seu sorriso logo se desfaz e se transforma numa expressão de desgosto.


S/n - Você tá no fundo do poço? Misericórdia. 


Ela tira o fone com certa agressividade. Olho pra ela, surpreso e curioso.


- Fundo do poço? Por quê? 


Ela ri. Um sorriso que deixa à mostra sua covinha na bochecha esquerda.


S/n - Tá brincando?? Olha a música que você tá ouvindo, cara. Qual foi a vaca da vez que te magoou, hein? Quero trocar uma ou duas palavrinhas com ela.


Rio tímido lembrando das vezes que ela tirou satisfação com garotas que me rejeitaram. Ela sempre me defendeu e jurou me proteger de tudo desde que fizemos nosso 'pacto da amizade eterna 'pra sempre' no sexto ano - um nome bem ridículo, eu sei. Foi ideia dela.


- "Dessa vez" - digo fazendo um sinal de 'aspas' com as mãos - não foi nenhuma "vaca". Não se preocupe.


Ela me olha, impaciente.


- Eu só gosto dessa música. - a olho com deboche - Não posso mais?


Ela me dá um soco no ombro. 


S/n - Ok, "dessa vez" vou acreditar - Ela imita o sinal com as mãos - Vamos, o sinal tocou e agora temos aula de matemática. 


Corremos pra sala, que ficava no último andar do prédio de 6 andares - que, para completar, não tinha elevador.


- É hoje que a Sra. Lee mata a gente.


Enquanto corríamos pelos degraus que pareciam nunca acabar, ela ri e olha pra mim.


S/n - Ai, meu deus! Vai ser a segunda anotação no caderninho dele! Pobrezinho! Não sei se vai sobreviver..


Ela sempre arruma algum jeito de tirar sarro do fato de eu ser praticamente 'correto' em relação à escola. 

Eu sempre fui mais preocupado com essas coisas que ela. 

Se bem que, depois que viramos amigos, muita coisa mudou. 

Ela é meio que uma 'má influência' pra mim. Mas eu não me importo. 

Ela me faz bem. 


Bufo e continuo correndo.


...


Chegamos na sala e a S/n abriu a porta primeiro. 

Ela fez um rangido horrível e alto. O suficiente pra toda a sala olhar em nossa direção.

Inclusive, a Sra. Lee.


Sra. Lee - Posso saber onde os dois estavam? 


Sempre fico nervoso quando alguém chama a minha atenção. Ainda mais perto de muitas pessoas.  Fui para atrás de S/n e comecei a tremer e a suar muito. 

Entrei em pânico.


S/n - Bom,...


Ela percebendo minha situação estendeu o braço e segurou minha mão. Se virou pra mim e sorriu. Isso me deixou mais calmo. Assim como todas as vezes.


S/n - Bom dia, Sra. Lee. O Mingyu acabou passando mal antes da aula começar e o acompanhei até a enfermaria. Esperei até que ele ficasse estável e pudesse vir assistir sua aula. 


Ela capricha na expressão de tristeza e encara a professora, depois a mim.


S/n - Me perdoe por não avisar antes, é que fiquei preocupada com ele e não queria deixá-lo sozinho..


Olho para a Sra. Lee e vejo que ela está com uam expressão de surpresa. Vendo que tinha conseguido o que queria, S/n precisava dar seu toque final.


S/n - Professora, juro que da próxima vez tentarei ser mais responsável pra não cometer o mesmo erro. Vou usar essa experiência como exemplo para no futuro poder me tornar uma pessoa melhor.


Ela conseguia ser bem convivente quando queria. O que mais me impressionava era que os professores sempre caíam na mentira dela. 

Eu amo o quão corajosa - e cara de pau - ela é. 

...

Após ficar sem palavras, a professora nos pede pra sentar e continua dando sua aula. Mais uma vez, vitória da S/n.

...


Finalmente, o sinal pra saída toca e os alunos saem apressados da sala.


S/n estica os braços pra cima, se alongando.


S/n - Ai, que cansaço! Só quero minha cama e um miojo


Rio.


Quando nos preparávamos pra sair calmamente da sala, um grupo de garotas surge na porta. Nem percebem minha presença ali e se dirigem à S/n.


Mya - Seo, ficou sabendo?


Suponho que elas devem ser próximas. Nunca vi ninguém a chamar pelo sobrenome. 

...

Essa garota é familiar..


S/n - Do quê, exatamente?


A garota com cabelo avermelhado olha surpresa pra ela.


Mya - Me surpreende que você não saiba. Simplesmente a MAIOR festa do ensino médio inteiro! 


S/n a olha com certa expressão de tédio.


S/n - É.. Achei bem exagerado. Talvez eu não esteja interessada. 


Ela se vira pra mim.


S/n - Prefiro ir pra casa e comer um bom miojo com meu melhor amigo.


Finalmente as garotas olham pra mim. Sorrio tímido e sussurro um 'oi'.

Elas me olham de cima a baixo.


Mya - Ah, então é com esse garoto que você começou a andar. 


Ela me olha com algo similar à desprezo.


Mya - Se quiser,  aposto que o Hansol não vai se importar se ele for. Leve-o também. Aposto que ele não é chamado com frequência pra festas.


Elas se viram e vão embora.

...

Me lembrei quem era aquela garota.




















Notas Finais


final meio 'nhe', me perdoem ㅠㅠ

{ o próximo cap será um flashback da infância dos dois, taokei? }
◆ obs: e provavelmente vai demorar a sair pq amanhã tenho enem pra fazer ㅠㅠ e vou entrar em semana de provas na escola. ent, dps disso tudo estarei livre haha ♥

(outro lugar que eu nunca sei o que escrever)

é isso.
~ mingyuwu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...