História Um nome na neve - parte 1 - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 10
Palavras 503
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Um nome na neve - parte 3


Fanfic / Fanfiction Um nome na neve - parte 1 - Capítulo 3 - Um nome na neve - parte 3

A parteira explicou a sua admiração pelos os meios-sangues, eles eram jovens cujo as mentes tinham melhor habilidade de aprendizado fazendo deles ótimos discípulos. Porém a fé cega em Gruunsch deixava os meios-sangues carentes por pertencer a alguma coisa fazendo os próprios orcs se tornarem ainda mais ignorantes visando sempre a força absoluta e a dominação total dos mais fracos.

- para você entender minha criança como a nossa tribo está tão maculada, eu sou a única parteira dessa tribo inteira.

- sério? Então quer dizer que você fez...

- todos os partos de todos os orcs desta tribo desde a morte de minha mãe.

Eu naquele momento entendi o que o meu pai sempre me alertava, ele sempre dizia que a nossa tribo seguia para um abismo sem volta e que se a tribo não mudasse, em breve não existiria mais tribo e os poucos que entendia isso seriam os primeiros a morrer e sem passar o seu conhecimento a diante a tribo morreria mais um pouco.

Nós seguimos viagem depois daquilo nos despedimos da parteira e descemos a montanha. O frio aumentara consideravelmente e quando perguntava para o meu pai se estávamos próximos ele não me respondia e apenas andava e eu o seguia. Dias se passaram estávamos nos aproximando do final do primeiro mês e meu pai me ensinara métodos de sobrevivência e rastreio e depois de muito treinamento nós finalmente fomos caçar.

- tente ler esse rastro - disse U'greb.

- sim... pai.

- seu cabelo... Está tampando as orelhas e olhos.

- ah! Sim, senhor! - disse o filho amarrando o cabelo e olhando para os rastros - quatro veados... Um macho e três fêmeas.

- são três. Uma fêmea e dois filhotes - corrigiu U'greb - para onde foram?

- vieram por baixo e... subiram? Comeram a casca desta árvore e... err... Comeram e...

- é o contrário. Vieram de cima pra baixo - corrigiu novamente - quando?

- na noite de... Ontem...

- na tarde de anteontem - corrigiu novamente o pai afagando a cabeça do filho - esforce-se mais.

- sim, senhor...

Ele me fez treinar com arco e com a espada e quando eu perguntava se eu usaria o machado ele sempre dizia que eu deveria aprender a usar uma espada, e assim eu treinei até que finalmente as minhas habilidades de caça se refinaram. O meu pai ficou orgulho e em nosso acampamento ele me revelou qual era o nosso objetivo, estávamos alí para caçar Apollo e quando ele disse isso o meu sangue gelou, e ele disse que essa caça eu faria sozinho e que eu deveria trazer a cabeça do urso para ele, eu aceitei o desafio e antes de partir o meu pai me fez escolher uma única arma para derrotar o animal ele colocou a minha frente o meu arco a espada e o machado que eu havia trazido comigo, eu fiquei pensando por um breve momento e sem muita esitação eu peguei a espada e fui a caça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...