História Um Novo Amanhã - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Turma da Mônica Jovem
Personagens Agnes, Aninha, Carmem, Cascão, Cascuda, Cebola, Chikara Sasaki "Tikara", Denise, Do Contra, Eduardo "Dudu", Franjinha (Franja), Irene, Isadora "Isa", Jeremias, Keika Takeda, Luca, Magali, Maria Cebolinha, Maria Mello, Mônica, Nimbus, Penha, Personagens Originais, Quim, Sofia, Titi, Toni, Xaveco
Tags Romance, Tmj, Turma Da Mônica Jovem
Visualizações 33
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Que horas em? Mais aqui está o segundo capítulo como prometido.

MUITÍSSIMO OBG GENTE AMEI OS COMENTÁRIOS DE APOIO. Vocês são incríveis😙😙😙.

Agora fiquem com mais um capítulo...

Capítulo 2 - Somos irmãs?


Fanfic / Fanfiction Um Novo Amanhã - Capítulo 2 - Somos irmãs?


Pov Cebola

Chego de mais um treino, e como sempre eu estava "acabado", a cada dia está sendo ainda mais puxado. Ao entrar em meu quarto me surpreendo com a pessoa.

- Oi mozão. - diz a criatura vindo até mim, e me abraçando, meus ossos pediam por socorro no momento.

- Carmem você está me esmagando. - assim que falo ela sai de cima de mim. - O que faz aqui? - pergunto. Mesmo Carmem sendo minha namorada, não gosto do grude dela. Ela era bonita... E só, apenas estávamos juntos porque combinamos um com o outro, se não fosse pela popularidade nem se quer teria lhe pedido em namoro. Apenas faz uma semana e já estou querendo a mandar ir á merda.

- Bem estou aqui para te falar que hoje a noite meu pai vai fazer um jantar especial para a noiva dele. - reparo que seu tom de voz muda, Carmem parecia não está gostando da nova integrante da sua família. - E você terá que vir, já dei a notícia para sua mãe a convidando, só que ela disse que vocês iriam fazer uma visitar na casa da sua avó.- a interrompo.

- Acho que também irei visitar minha avó. - ela me olha feio. Lembro-me que hoje também hoje haveria as corridas de moto, sempre estou animado para participar de uma corrida, mais hoje apenas gostaria de um dia sem ter Carmem e nenhuma de suas amigas enxendo meu saco.

- Você vai vir sim! Não poderia ficar lá sozinha junto de pessoas que nem conheço. Disse meu pai que terei uma nova "irmã". - diz num tom irônico.

Se bem que eu poderia ir pra casa de minha avó, bem melhor do que esse jantar. Aff, mais aí essa garota iria ficar me perturbando o dia todo.

- Tá eu vou. - falo desanimado. Ela pula em meu pescoço de me rouba um beijo.

- Sabia que poderia contar com você amor. - da uma pausa. Me distancio dela. - O jantar será as 20:00. Esteja pronto. - me olha de cima a baixo e logo lança um olhar malicioso. - Tem algo pendente pra agora?

Assim que lança a pergunta, me celular vibra dentro do bolso de minha bermuda. Vejo que era uma mensagem de meu amigo sujinho.

"Torneio de vídeo game daqui a 10 minutos aqui em minha casa." - Cascão.

- Não dá Carmem, terei de ir á um compromisso. - digo. Mesmo estando cansado um torneio de vídeo game é indispensável.

- Tá bem então. - diz tristonha, mais logo sai de meu quarto.


Pov Mônica

    ------------- Quebra de Tempo -------------

  

Já havíamos chegado no São Paulo, e tenho que confessar, o bairro do limoeiro era bem bonito mesmo sendo simples. Nesse momento estou saindo do carro de Mauro, junto de minha mãe.

Assim que olho a casa, quero dizer mansão, me surpreendo, era linda, e sem dúvida ainda não estava acreditando que iria morar aí.

Já dentro da mansão, eu e minha mãe seguimos Mauro que estava a nos mostra os ambientes da mansão. Até que ele abre a porta de um lindo quarto, as cores das paredes eram vermelha e preta, e os móveis eram também eram dessa cor. Estava maravilhada com aquele quarto.

- Eu disse a ele que sua cor favorita é vermelho, o que achou de quarto seu mais novo quarto? - pergunta ela olhando para mim, e eu a abraço.

- Achei perfeito mãe! Poxa esse quarto é lindo demais. - falo com um sorriso no rosto.

- Que bom que gostou filha. Agora descanse, pois de noite haverá o nosso jantar de noivado as 20:00. - tô achando tudo isso muito rápido, primeiro ele pede ela em casamento, depois tivemos que morar aqui e agora um jantar de noivado.

Jogo minhas malas em qualquer canto do quarto e durmo feito uma pedra.

     ------------ Quebra de Tempo ------------

Acordo as 19:20 e logo me lembro do tal esperado noivado de minha mãe. Ainda na cama, sonolenta mais que tudo, vejo minhas malas jogadas num canto do quarto. Que saco, se fosse preciso não iria pra esse jantar chato, apenas ficaria dormindo.

Se levanto da cama ainda bocejando, meus olhos pediam clemência. Preciso urgentemente de um bom banho gelado que me desperte. Pego um vestido (link abaixo) que havia comprado no shopping junto de minha mãe, ela havia escolhido ele, sou péssima em escolher roupas, pego um salto baixo.

Logo que arrumo meu look vou para o banheiro, tomo um banho demorado, e quando saio visto uma logo uma lingerie rendada da cor vermelha, e depois visto meu vestido, o mesmo havia caído bem em meu corpo, depois que calço meus sapatos vou até a penteadeira, não sou boa com maquiagem apenas faço um deleniador e passo um batom vermelho. Penteio meus cabelos e os deixo solto, apenas colocando uma tiara da cor preta, por fim passo perfume... ótimo eu estava pronta.

Assim que me levanto para sair do quarto a porta se abre revelando duas pessoas, minha mãe e uma garota loira. Me impreciono com minha mãe, ela estava linda.

- Aua! Dona Luísa a senhora está linda! - digo indo até ela.

- Você fantástica filha. - ela olha para a loirinha que o estava com uma cara de poucos amigos. - Essa aqui é Carmem, a filha de Mauro, espero que se tornem boas amigas. Bem agora terei que receber o convidados, até daqui a pouco meninas. - diz ela assim saindo do quarto me deixando com a Carmem.

A garota me olha de cima a baixo com uma cara feia, também a encaro da mesma forma, ela é bastante bonita, tem uma altura mediana, olhos azuis e cabelos loiros, seu corpo é normal eu diria não tão cheio de curvas, e pela sua cara ela deveria de ser uma dessas patricinhas chatas e burras, que só ligam pra status.

- Você que é a Mônica, filha da Luísa? - pergunta com desdem.

- Sim e você será minha nova irmã. - digo tentando mostrar simpática, ela apenas sorrir falsamente e diz:

- Tanto faz, você é mais uma de minhas "irmãs", e a sua mãe deve ser mais uma interesseira no dinheiro de meu pai. - da uma pausa e me olha feio. - Duvido que daqui a alguns meses vocês não voltem para onde vieram... espera é um buraco né? - vabadunda agora ela vai ver só. Ninguém mexe com quem amo e fica impune.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...