História Um novo amor (NAMJIN) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin!bottom, Jimin!ômega, Jin!bottom, Jin!ômega, Jungkook!alfa, Jungkook!tops, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Mpreg, Namjin, Namjoon!alfa, Namjoon!tops, Park Jimin
Visualizações 53
Palavras 1.062
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello, olha quem apareceu para dar mais um capítulo para vocês, sim eu mesma, fico feliz em ver você favoritando e comentando, muito obrigado mesmo pessoal.

Uma boa noticia é que eu decidi continuar coma história, ou seja, vamos ter capítulos todos os sábados ok?

bem chega de enrolação e vamos ao capítulo.

PS: por favor favoritem e comentem nessa delicinha..

Capítulo 4 - Quarto


Fanfic / Fanfiction Um novo amor (NAMJIN) - Capítulo 4 - Quarto

— Faça isso.— digo beijando sua boca em seguida.

  O maior se afastou tirando a camisa e então começou a desabotoar os botões da minha, meu corpo se arrepiou pelo frio repentino, meus mamilos estavam eriçados e meu membro estava duro como pedra, o loiro tirou meus sapatos com calma logo tirando minha calça também me deixando apenas de cueca, corei por me sentir tão exposto, o alfa então sorriu beijando logo embaixo do meu umbigo e subindo os selares pelo meu dorso até chegar em um dos meus mamilos, não demorou muito para abocanhar o mesmo com fome, gemi alto pelo choque de prazer que me percorreu, Namjoon continuou a chupar meu mamilo enquanto massageava o outro, minha lubrificação começou escorrer entre minhas pernas deixando a cueca molhada.

— Namjoonie.— chamei manhoso.

  Meus dedos acariciavam seus fios claros deixando que ele fizesse o que quiser, então sua mão passou pela minha cintura até chegar na minha bunda e então adentrou na cueca chegando até minha entrada, ele acariciou devagar fazendo-me ter um sobressalto de prazer.

— Jonnie ai… não.— falei gemendo fraco ao sentir um dedo entrando em mim devagar e fácil por causa da lubrificação.— Namjoonie.

— Shh bebê, deixa eu lhe fazer se sentir melhor.— ele sussurrou beijando meu pescoço dando leves chupões pela pele.— Quero tanto me enfiar dentro de você e acertar seu ponto doce até você não aguentar mais.

  Assento desesperado para que ele fizesse isso. Namjoon tirou minha cueca fazendo meu membro saltar para fora e bater na minha barriga, o loiro sorriu malicioso pegando meu falo devagar e começando a me masturbar, gemi alto abrindo mais minhas pernas ao sentir seu dedo voltar a me penetrar, eu estava totalmente exposto para ele, submisso do seu prazer, doido por suas ações. O loiro sem demoras abocanhou meu falo com fome e eu gemi alto e choroso, mais um dedo entrou em mim e ele começou a fazer movimentos de tesoura, senti algo dentro de mim ser pressionado então eu arregalei os olhos estremecendo brutalmente de prazer.

— Olha só o que eu achei.— o alfa sorriu contra meu membro dando mais uma lambida na glande.— Diz para mim babe, o que você quer?

— E-Eu preciso de você… dentro de m-mim.— respondi com os olhos cheios de água.— Por favor, por favor.

   Namjoon rosnou alto se afastando de mim, o encarei atentamente, o loiro desabotoou a calça tirando-a junto a cueca revelando seu falo duro e gotejante, minha boca se encheu de água, fiquei se quatro na cama engatinhando até a beirada ficando de frente para o seu membro.

— Você quer chupar amor?— ele perguntou começando a massagear devagar.

— Quero.— sussurrei passando a língua pelos lábios.— Quero tanto.

— Ele é todo seu anjo, faça o que quiser.

   Sem esperar muito coloquei aquele pau grosso na minha boca e masturbei o que não cabia, o gosto agridoce tomou minha boca  junto ao tesão de ter aquele falo em minha cavidade bucal, chupei tudo que podia com vontade, mesmo sendo a primeira vez que eu fazia aquilo, parece que eu sei exatamente o que fazer, chupar devagar e raspar os dentes na glande o deixava com mais prazer. Namjoon gemeu segurando meus fios castanhos com força, mas nada que pudesse machucar, ele tinha calma e não me forçava a colocar mais do que podia na boca.

  Me afastei do seu membro vendo um pequenos fio de saliva se formar.

— Você chupa tão bem anjo.— ele sorriu passando a língua pelos lábios.— Agora deita na cama e se abra para mim, eu quero ver você.

   Eu podia apostar que minha pupila estava dilatada e meus olhos negros de prazer, me deitei na cama e abri minha pernas olhando para Namjoon, ele rosnou se aproximou ficando no meio das minhas pernas com seu membro raspando perto do meu, novamente ele me beijou, minhas mãos foram para suas costas onde eu arranhei sua pele devagar. 

— Se doer me avisa.— o loiro disse pressionando sua glande na minha entrada.

  Assenti segurando seus ombros com força, ele começou a entrar em mim, gemi baixo, por mais que tenha muita lubrificação para ajudar, ainda ardia um pouco por eu estar tanto tempo sem fazer sexo, meu cio foi a dois meses já. Quando por fim sua virilha encostou na minha bunda nós suspiramos juntos, levantei minhas pernas e as entrelacei em sua cintura, Namjoon beijou meu pescoço dando chupões que com toda certeza ficaram marcados.

— Se mexe.— sussurrei gemendo baixo.

    O loiro riu baixo e provocante quando se afastou e então voltou com força, minha boca se abriu em um gemido mudo, ele voltou a se afastar tirando seu quase que completo e então voltou com tudo, não aguentei de prazer e gritei.

— Não para.— implorei manhoso.

 O alfa continuou estocando em um com força, meus gemidos se tornaram altos juntos aos suspiros altos de Namjoon, arregalei os olhos e gemi alto quando senti minha próstata ser acertada com força.

— J-Jonnie… acerta aí de novo.— pedi puxando os fios claros do outro.

  Namjoon me beijou com força, nosso dentes batiam às vezes por ele continuar estocando dentro de mim, mas isso não importava agora, mordi seu lábio inferior com força sentindo o gosto do sangue tomar nossas bocas, ele chupou minha língua com força e eu gemi baixo. Meu baixo ventre fisgou denunciando que eu estava próximo do orgasmo.

— N-Não para eu estou quase lá.— pedi arranhando suas costas.

— Anjo.— ele sussurrou colando sua testa na minha.— Receba meu nó.

— Sim, sim! Me de seu nó alfa!— gemi alto, finalmente me desmanchando em jatos fortes pelo meu abdômen.

  Namjoon me beijou estocando forte dentro de mim por fim libertando seu prazer me dando seu nó.

   Ficamos ali com respirações pesadas, o nó do alfa de desfez e ele se jogou ao meu lado ofegante, nos encararmos e então sorrimos um para o outro, o loiro se aproximou e me deu um beijo demorado. Sorri entre o beijo, o maior me puxou para mais perto e eu me aninhei em seu peito ficando mais confortável.

— Boa noite anjo.— foi a última coisa que eu ouvi antes de cair no sono.

 


Notas Finais


Eles literalmente fizeram bebê nesse capítulo, bem faz parte do ciclo da vida, quem sou eu para ir contra né?

Bem esse foi a capítulo de hoje, espero que tenham gostado e que tiveram uma boa leitura, esqueci de desejar nas notas iniciais, mas vocês tiveram uma boa leitura?

Bem se quiserem me responder nos comentários eu aprovo.

Bem é isso que temos hoje, espero vocês semana que vem, até mais. ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...