História Um novo amor Naruko e Gaara. - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Kankuro, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari
Tags Gaara, Naruko
Visualizações 237
Palavras 937
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha só parece até uma obra de Deus, outro capítulo em menos de uma semana, exemplo de superação kkkkkkkkkkkkkkkkkjkk

Espero que vocês gostem.

Lembrando se você chegou até aqui, não esqueça de favoritar.

E aos leitores que não se manifestam esperam que também gostem, apesar de serem anônimos kkkkk

Um grande beijo.

Capítulo 23 - Flagra hot


Fanfic / Fanfiction Um novo amor Naruko e Gaara. - Capítulo 23 - Flagra hot

Naruko on.

- Aonde está seu pai Minato ?

- Onde mais o velhote estaria? Infurnado naquela papelada, se está preocupada com a janta esquece ele provavelmente vai jantar lá.

Disse me virando a cara e subindo para seu quarto, fiquei a olhar aquele monte de comida, se não comece provavelmente iria estragar...

Olhei de um lado para o outro, até ter a brilhante idéia... (U.U aí tem)

Fui em direção ao seu trabalho, estava completamente vazio, ele não toma jeito mesmo, bati em sua porta antes de entrar.

- Entre... abri a porta ele nem se quer levantou o rosto para ver quem era. Caminhei em sua direção.

- Já está tarde poder ir, mais antes me traga um café.

Tô com cara de secretária? "Abusado" fui até a cozinha e lhe fiz um cafe, voltando eu estendi a mão para que pegasse.

- Com ou sem açúcar Senhor? Ele levantou o rosto assustado. - Naruko?!

Eu simplesmente ri de sua reação, me sentei em sua mesa. - Aconteceu alguma coisa?

- Te trouxe a janta!

Ele me olhou aliviado, parecia faminto, ele olhou para um lado e para o outro então jogou no ar. - Aonde está?

Coloquei meu pé em seu peito e coloquei duas mãos apoiada na mesa, o olhando descaradamente, nada disse esperei que ele saquase.

Ele rapidamente sorriu e tentou me tirar de cima da mesa, para que pode-se voltar ao trabalho, então o empurrei e me sentei em seu colo, toquei em sua camisa o puxando para perto, lhe arrancando um grande beijo, que o tirou o fôlego.

Me olhou aerio, foi então que percebeu que havia perdido. - Você venceu eu me rendo...

Sorri vitoriosa, ele me olhou sereno, passando os dedos em meus lábios, - você é maluca.

Mordi seus lábios. - Mas você gosta da maluca aqui que eu sei.

me pegou no colo e me jogou em cima da mesa, empurramos a papelada toda no chão, o puxei me enroscando em seus braços, ele me chupou o pescoço, me tirando o juízo, desabotoei sua camiseta, e fiquei a beijar aquele abdômen sarado, deslizei minha linha por toda região o fazendo me segurar pelos braços, me olhando nos olhos. - O que foi que deu em você hoje mulher?

- Fome! olhei para ele passeando com a lingua sobre seus dedos, depois de morder meus lábios.

- Fome? Me olhou espantado com tanta voracidade em uma só pessoa. - Fome de VO - CÊ GOS - TO - SO!

O empurrei de volta para cadeira, lambendo sua orelha descendo pelo pescoço, chegando em seu umbigo, dei um puxão em sua cueca fazendo um stalo quando soltei, ele me olhou animadinho.

( Tirem as crianças da sala kkkkkkkk zoas, no tutorial de hoje vamos aprender a como fazer aquele boquetinho maroto para agradar o namorido)

Fiquei de joelhos no chão, abaxei um pouco sua cueca, segurei na ponta encostando em sua barriga, e resolvi dá uma atençãozinha inicialmente para suas bolas, lambi uma delas coloquei na boca a ingulindo por inteira, fiz o mesmo com a outra, ele amava quando eu fazia, subi minha língua até início abaixando a pele para baixo lambendo a cabecinha, enquanto chupava a área, movimentava minhas mãos para cima e para baixa para lhe trazer uma melhor sensação.

Ele estava a se contorser de prazer e me puxou para cima pelos cabelos, me colocando em seu colo, me beijando ferrozmente.

Naruko off

Enquanto isso na casa dos Sabaku...

Minato on.

Eu não acredito que o velhote vai dormir fora logo hoje, que ele precisa descansar para irmos a Konoha para as provas chunnins amanhã de manhã, com certeza já esqueceu!

Desci para ver se já havia chegado, fui até a cozinha e as panelas cheias como antes. Coitada da mamãe fez comida achando que ele iria jantar em casa...

( A mamãe dele já deu a janta do papai kkkkkkkk)

Eu resolvi ir eu mesmo chama-lo não podia em hipótese alguma perde o exame.

Cheguei, estava totalmente deserto, escultei alguns gemidos vindo de seu escritório, será? caminhei devagar em direção a porta e parei em frente. Os gemidos de mulher aumentaram...

Serei os punhos, como ele pode fazer algo assim com a mamãe.

Empurrei a porta com tudo com os olhos cheios de lágrimas e de cabeça baixa gritei. - Seu Cafagesteee, então é isso que você faz todas as noites, você não se importa com... levantei a cabeça aaaaa... MAMÃE....! disse assustado.

Naruko on.

Meu semplante foi de assustada para desolada, que situação constrangedora.

- Minato ? me vesti rapidamente.

Gaara tentou amenizar. - Não é nada disso que você está pensando...

Ele estava com uma cara de bobo, parecia um pimentão... - Eu não sabia que era a senhora mamãe.

- Está tudo bem eu que peço desculpas... por ter que presenciar essa cena...

- O que é que você está fazendo acordado essa hora? amanhã iremos sair em uma longa viagem!

Ele olhou assustado. - Você lembrou?

Eu apenas sorri parecia óbvio o que ele veio fazer aquilo cobrar o pai. - Bom seu pai, não disse nada mas ele está muito animado para ter ver lutar...

Gaara me olhou fixamente. - Naruko...

- A verdade é que seu pai está tentando garantir que você seja um dos primeiros a lutar para mostrar a todos como é forte o filho dele.

O Gaara ficou meio constrangido ele nunca se abria com o Minato, que estava a sorrir. - Eu não irei desaponta-lo papai!

O que fez surgir um sorriso na face de meu marido. - Tenho certeza que não.

- Bom eu vou ir dormir será um longo dia amanhã... disse insuando que o local ficaria sozinho.

Me fazendo corar violentamente - Minato!

- Acho que nós também iremos.. disse o Gaara quebrando o clima.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...