História Um novo amor ( Portinon) - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rebelde (RBD)
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni, Personagens Originais
Tags Portinon
Visualizações 27
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa demora é que está meio corrido pra mim por conta do Enem.
Mas assim que passar isso.
Prometo que sempre vou postar pelo manos três capítulos por dia, ou um dia sim é outro não.

Capítulo 45 - Capítulo 45




Pov Roberta


 


Acordei com o som do despertador apitando, era um barulhinho realmente irritante, respirei fundo pra começar a me arrumar pra pegar logo o avião. Mas logo senti um grande vazio  e acabei me lembrando de Mia.


 


Depois de aprocimadamente passado meia hora eu estava saindo do quarto e acabei parando bem a frente do quarto da Mia, um medo percorreu em meu corpo, me fazendo com que eu respirace fundo antes de e entrar ali . Com a possibilidade de não a encontra ali dormindo  que chegou a doer por dentro. Acabei tomando coragem e entrei no quarto ele estava escuro. Então eu acendi a luz e pra minha decepção o quarto estava realmemente vazio, meus olhos chegaram a arderem por eu segurar as lágrimas.


 


-Roberta meu amor,  vem comer o seu café antes dá gente ir te levar  no aeroporto.- minha mãe falou me abraçando por trás e beijando meu ombro - eu tenho quase certeza que ela vai nos encontrar lá, afinal você sabe que a Mia não gosta de dirigir quando bebe, ela deve ter ficado lá na casa da Vicky meu amor, não fique sofrendo por antecipação .


 


Eu apenas concordei com minha mãe e fui com ela até a cozinha .


 


- Bom dia gatinha - Josi disse me abraçando com seu robe  de dormir e com a carinha cheia de sono ainda - eu desci rapidinho só pra te dar um abraço e te desejar sorte, mesmo eu sabendo que você vai arrazar como sempre .Agora deija eu subi que o Théo está lá em cima.


 


 


- Valeu gatinha cuida de todos em quanto eu estiver fora - dei mais um abraço nela e fui me sentar a messa junto com minha mãe e Franco.


 


- Roberta eu sinto muito pela minha filha eu sei que o que ela fez não foi legal.- acabei apertando a mão dele como sinal de que estava tudo bem, mas só eu sei como eu estava por de dentro.


 


- Tudo bem não se preocupe com isso, ela tem todo direito de se divertir.


 


 


Não demoramos muito porque o aeroporto era um pouco longe e não queria deixar a Lauren esperando.


 


Não demoramos tanto quanto eu pensei, deveria ser por conta do horário . Minha atenção estava sempre direcionado a entrada do aeroporto eu estava sempre procurando a Mia com o olhar, sempre que aparecia alguém com os cábelos cor de mel eu pensava ser ela o que chamou a atenção de Lauren ao meu lado.


 


- Se acalme Roberta, se não você vai ter um treco - ela disse bem baixinho em meu ouvido só pra que eu escutasse .


 


- Você tem ração, e também se ela fosse vir  já teria chegado - assim que eu terminei de falar escutamos a chamada do nosso voo, respirei fundo muito decepcionado com a Mia.


 


- Vem aqui meu bebé - minha mãe  veio me abraçar fazendo aquele drama todo dela.


 


Eu acabei me afastando dela e me ajoelhei ficando na autura da barriga dela pra poder falar com o meu irmãozinho.


 


- Ei lindo cuida bem da mamãe, enquanto eu estiver fora tá legal.- minha mãe deu uma risada com os olhos cheios de lágrimas me observando eu conversar com a barriga dela.


 


Me levantei e dei outro abraço nela, em seguida fui até o Franco, que me deu um abraço forte e um beijo no topo dá minha cabeça.


 


- Cuide bem de todos e se cuide também, eu te amo .- e ele apenas deu uma risada fraca pra mim, peguei minha bolsa e fui em direção ao meu voo ao lado da Lauren. 


 


- Dei uma última olhada antes de entrar no corredor de embarque, na esperança de ver a Mia, mas foi em vão.


 


- Até daqui quinze dias Mia, se cuide - assim que terminei de disser essas palavras uma lágrima acabou saindo dos meus olhos e um nó surgiu em minha garganta!- eu te amo, não se esqueça disso meu amor.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...