História Um Novo Caminho - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Madara Uchiha, Sakura Haruno
Tags Madasaku
Visualizações 532
Palavras 5.782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura Pessoal!!
Espero que curtam!

Capítulo 6 - Gatinho Manhoso, Luta e Kurama Doente?!


Fanfic / Fanfiction Um Novo Caminho - Capítulo 6 - Gatinho Manhoso, Luta e Kurama Doente?!

Eu estou tão cansada, parei de pular nas árvores e fiquei parada apreciando o gostoso vento que acariciava meu rosto e saudando meu cabelo que retribuía faceiro se movimentando.

 Olhei para cima vendo timidamente o sol sair das nuvens, isso é tão bom, esse gostinho de liberdade, a serenata que a natureza faz para quem à ouve e o melhor de tudo é que….

 

 

Eu não estou sozinha.

 

 

 Toco em minha barriga e faço um leve afago ali, mesmo que as marcas do selo não aparecessem em minha pele sabia que isso é real, cada sensação, cada fala ouvida dentro de mim, eu estou feliz, fazendo os cinco membros da minha família tão estranha feliz.

 ‘’ - Oe Cherī-chan. – Chõmei voltou a ser quem era, alegre e entusiasmado, me lembra muito o Naruto, estou com tanta saudades dele.’’

-O que foi Chõmei??

‘’ - Por que parou?? Tem alguma coisa de errado??- Agora todo mundo parou o que estava fazendo e me encarou.’’

-Ó não, só parei para apreciar a natureza, ela não está bela hoje?? – Fiquei encarando o nada com uma cara de boba...

 

 

Aaah a natureza, que cenário mais belo.

 

 

‘’ -Estranha. – Aquele macaco...

-Está se sentindo bem Saky-chan??

-ACHO QUE ELA GANHOU TRAUMA POR MATAR AQUELES NUKENIN.

-Para de berrar seu bêbado!! – Começou.

-DO QUE VOCÊ ME CHAMOU SEU TOMATE!! – Shukaku encarou mortalmente o Son Goku que retribuía com a mesma intensidade.

-Eu não aguento mais!!! – Nem eu Kokuõ, nem eu.

-ORAS VOCÊ- Ele parou de falar quando, Isobu foi ao seu lado lhe olhando ternamente.

-Son-san, se acalme por favor, a Sakura-chan está meio estranha hoje. - Todos olharam para mim novamente.’’

-Eu não estou estranha, mas olhem, a natureza está magnifica hoje, está pedindo para ficarmos aqui para sempre, vocês não acham?? – A resposta foi imediata.

‘’ -NÃO!! – Poxa até tu Isobu-chan.

-Nem vem Cherī-chan, até eu que cheguei a pouco aqui, sei o que está fazendo.’’

-Não estou fazendo nada, mas a natureza está.

‘’ - Para com esse papo doido Algodão, nós vamos continuar até o País do Trovão, não estamos tão longe dele, só mais um dia de corrida.

-ISSO AE!! – Shukaku berrou de novo.

-Eu vou te matar!!’’

 

 

 

Era demais prezar pela vida??

 

 

 

-Kokuõ.

‘’ -Sim, Saky-chan?’’

-O Raikage, como é o nome dele mesmo?? Aah sim, Kira A, se ele aparecer na minha frente naquele país, você sabe que eu estou literalmente morta, não é?? – Pergunto já com as pernas bambas.

‘’ - Mas Saky-chan ele n- Não consegui ouvir o que ela disse porque minha Inner apareceu mandando o Shukaku e o Son Goku pararem de brigar que eles estavam assustando o pobre do Isobu.’’

 

 

 

Um Dia Depois;

 

 

 

-Eu não aguento mais, preciso dormir, serio, eu preciso. – Estava tão cansada, tanto psicologicamente quanto fisicamente, Shukaku não calou a boca um minuto esse dia, um minutinho sequer, agora sei como o Gaara se sentia, todos estão (tirando o próprio Shukaku) com olheiras, nem Son Goku tem mais energia pra discutir com ele.

-Kokuõ, onde eu vou?? – Aquela merda de capa está tão desconfortável, tenho que lavar ela.

‘’ - Vai reto, vai reto, isso reto. - Nem ela estava mais prestando atenção, todo mundo estava capotado e o Shukaku berrando.’’

-Reto, to indo reto...- Fechei meus olhos e resmungava reto enquanto caminhava, ouvi Kokuõ dizer ‘’ siga em frente, sempre reto’’, algo do tipo, não sei quanto tempo eu estou caminhando, não sei se cheguei ao País do Trovão, só sei que bati em uma coisa dura mais a frente, mas ao mesmo tempo macio e quentinho.

Eu resmungava coisas como siga reto e fofinho em quanto minha cabeça roçava na coisinha quente, é tão booommm, sem querer me afastar circulei a coisinha fofa e me apertei nela (ainda bem que eu estou sem sutiã, me incomodaria se estivesse), pulei na coisinha fofa com o intuito de ficar grudada, só sei que ouvi um resmungo e eu caindo.

-Tão gostoso. - Fiquei me apertando e acariciando meu corpo na coisa quentinha que por sinal é bem grande, estranho, tem algumas elevações durinhas.

‘’ - Ih, fodeu.

-Shii Shukaku, cala a boca, ta tão gostoso o chi, ta tão bom agora. – Ouvi Chõmei resmungar.’’

-Fofinho, tão quentinho. – Resmunguei cada vez mais de tão bom que esta, senti alguma coisa a mais ficando dura na coisinha quentinha, que estranho, mas é tão booomm.

‘’ - Rosinha, Hagoromo-sama que nos ajude.

-Porra Shukaku cala a boca um segundo, ta tão bom. – Son Goku ronronava.’’

Acabei soltando um gemido e ronronando também, fazia tanto tempo que não sentia esse calorzinho, aquela coisinha (que está parecendo cada vez maior) a mais está parecendo uma rocha agora, ta até me incomodando.

‘’ - Tem uma coisa dura me incomodando mais embaixo. – Falei meio grogue.

-ROSINHA SE AFASTA DA COISA DURA!! – Shukaku falou desesperado.’’

 

 

Me afastar??? Se eu me afastar terei que sair da coisinha quentinha!!

 

 

‘’ - Não, ta bom assim, não reclamo mais, só me deixa dormir mais um pouquinho Shukaku, só mais um pouquinho. – Resmungava quase desesperada só pra tirar um cochilo, um coro foi ouvido: uhum, foi o que falaram.

-NÃO ROSINHA, ACORDA, PROMETO QUE DEIXO VOCÊ DORMIR, MAS ABRE OS OLHOS!!! – Se eu abrir os olhos tenho certeza que vou ficar mais uma noite sem dormir.

-Desculpa Shukaku, não reclamo mais, só me deixa…. Dormir....

-ROSINHAAAA!!

-PORRA O QUE QUE FOI SHUKAKU??!!! – Ouvi a voz da Kokuõ, isso Kokuõ resolve, vai lá, mostra quem manda.

-Ai meus chifres, é hoje!!

-Saky-chan é melhor você abrir os olhos.

-Me recuso, não caia na dele Kokuõ.’’

  Falei desesperada por um cochilo, nada vai me acordar agora, a coisinha quentinha soltou um grunhido quando em apertei mais e rebolei na coisinha dura pra ver se ela saia daí e me deixava dormir em paz, mas em vez de sair ficou me cutucando, senti algo me apertar na cintura, pera isso são...

‘’ -TODO MUNDO ACORDA E SE PREPAREM PRA CORRER PELA SAKY-CHAN SE ELA NÃO ACORDAR!!

-POR QUE KOKUÕ?? – Macaco gritou indignado e ouvi sua respiração parar.

-PORQUE A COISINHA QUE A SAKURA TA ABRAÇADA É O RAIKAKE!!

-E O NEGOCIO DURO DELE É O – ‘’

Antes do Shukaku terminar abri meus olhos rapidamente e olhei pra cima, vi cabelos brancos (ou seria platinado?) seus cabelos escondiam um olho, ele tinha um charmoso bigode e entre seus lábios apertando fortemente tinha um palito.

‘’ - É Darui, não é o Raikage. – Obvio que estou mesmo assim lascada, mas só para tirar um pouco o peso das minhas costas comentei suando frio.

-Ele foi nomeado Raikage a alguns meses atrás. – Ata.

-E como vocês sabem disso?? – Perguntei me desesperando cada vez mais.

-Naruto. - Todos falaram de uma só vez.’’  

 

 

Claro, só podia.

 

 

-Merda.

Empurrei o peito dele, consequentemente afundando ele na terra, já que eu não regulei a força.

 

 

Porra, to fodida!!

 

 

‘’ -POR QUE VOCÊ PIROU A SITUAÇÃO ALGODÃO??!!’’

-CALA A BOCA E ME AJUDA A CORRER!! – Gritei e comecei a correr mata a dentro.

‘’ -COMO VOU AJUDAR SUA DOIDA??!!!

-MOTIVAÇÃO, ME AJUDA COM MOTIVAÇÃO!! – Todo mundo começou a gritar ‘’corre corre’’ na minha mente.’’

 

 

AAAAAAAAAAAHHHHHHHHH NÃO TA AJUDANDO, TA ME DEIXANDO DESESPERADA!!!

 

 

Olhei para trás por reflexo e vi ele se aproximando.

‘’ -PUTA E AGORA??!!

-JOGA A ÁRVORE!

-QUEM??!!

-A ÁRVORE!!!’’

Arranquei algumas árvores e jogava nele em quanto corria, em um pequeno descuido, meu capuz caiu, ignorei e só corri.

‘’ -KOKUÕ, DIREÇÃO!!

-VAI RETO, VIRA A DIREITA DEPOIS SÓ CORRE ATÉ UM PEQUENO DESCAMPADO DEPOIS VAI EM ZIQUE ZAQUE NA FLORESTA!!’’

Ainda tavaca as árvores, até ouvir um grunhido mais alto, parei de tacar e corri o mais rápido que pude ainda ouvindo a ‘’motivação’’ deles.

Reto.

Direita.

Correr.

Descampado.

Zique Zaque.

Floresta.

Só parei de correr quando Kokuõ disse que estava tudo bem agora, me escorrei numa árvore qualquer tentando regular minha respiração, fechei meus olhos ainda ofegante.

‘’ -Alguém pode me explica QUE PORRA o Raikage fazia lá e ainda, POR QUE NINGUEM TINHA ME AVISADO QUE O DARUI É O RAIKAGE????!!!

 -Sakura-chan, calma por favor. – Olhei nos olhinhos pidões do Isobu e me acalmei.

-Você se lembra quando a gente estava treinando e disse que não queria saber de nada o que acontecia nos países importantes??

 

 

Oh Droga.

 

 

-Desculpa pessoal. - Suspirei e relaxei um pouco mais.

-Saky-chan...

-Sim?

-Matatabi está a alguns metros de nos. – Oi?

-Am?

-Vai seguindo essa pequena trilha ali no chão que você chega.’’

Abri meus olhos e olhei no chão, tinha mesmo uma pequena trilha, andei tranquilamente para logo avistar uma enorme caverna, fui entrando meio receosa.

-Uau é enorme. – Falei admirada.

‘’ – ROSINHA, VOCÊ QUE É PEQUENA.

-Nisso eu tenho que concordar com o bêbado, você sendo humana já é pequena, agora comparado aos outros você é uma formiga. – Os dois começaram a rir de mim.’’

-Cala a boca seu macaco, até parece que você entende de altura, você é o menor dos quatro ali. – Os cinco se encararam e começaram a se medir e não é que eu estava certa.

Fiquei rindo da cara indignada do Son, Shukaku começou a zoar ele pra valer e é claro que começaram a discutir de novo.

-Nossa mas aqui dentro está quente. - Sem alternativa tirei a capa que me cobria, adentrei ainda mais a caverna que parecia fumegar, mas é um calorzinho bom, que aquece até o coração.

Olhei para o lado e vi alguns desenhos, tinha alguns homens adorando um gato gigante, pelo detalhe dos desenhos o pelo do animal tinha ondulações como se parecesse que ela é o próprio fogo, sua cor azul e os olhos com heterocromia deixavam a imagem linda.

-Que lindo, parece que ela é o próprio fogo, olha as ondulações no pelo. – O calor aumentava, mas não tinha nenhuma hostilidade vinda dele, só parecia como uma fonte termal.

-Ainda mais os olhos dela, que cores lindas, meu Kami-Sama.

‘’ -Vai babar até quando Sakura??’’

-Não fique com ciúmes Son Goku. – Acabei rindo.

-Mas é sério, que lindo desenho, imagina ela de perto, da vontade de tocar no pelo, será que é quentinho?? Ou iria me queimar, mas o que ganha é os olhos, que cor mais exótica. – Suspirei imaginando-a.

-Obrigada.

-De nada. – Respondi automaticamente.

 

 

Eh?!

 

 

Me virei lentamente e a vi, perdi o ar, juro, linda, como imaginei só que melhorado e muito, as ondulações no pelo me fez querer acaricia-lo e sem me conter me aproximei com a mão estendida.

‘’ -Cherī-chan, não a toque.’’

O tom sério do Chõmei me fez parar abruptamente, olhei nos olhos dela admirada, ganhando um cenho franzindo dela.

-Me desculpe a intromissão, mas posso saber o que Haruno Sakura faz no meu humilde lar? – Meu Kami, ela é educada, morri de amor.

‘’ -PARA COM ESSA PALHAÇADA SAKURA!!

-Para Son Goku, que ciúmes dela.

-Se acalme Son-san.’’

-Perdoe-me por entrar assim, mas é uma história meio complicada e longa. - Dei um sorriso amarelo, sua expressão de confusão me fez querer agarra-la.

‘’ -ALGODÃO!!’’

-Sinto mais chakras vindo do seu interior. – Ela me olha com expectativa.

-Sim sim, são o Shukaku, Chõmei, Kokuõ, Isobu e o Son Goku. – Seus olhos se arregalaram de maneira graciosa.

-Minha nossa mãe, eu a quero. - Falei baixinho.

‘’ -MINHA NOSSA MÃE VOCÊ VAI DIZER LOGO LOGO QUANDO EU TE ESMAGAR!!’’

-E será que posso saber por que eles aceitaram ser seu jinchuuriki?? – Perguntou humildemente.

-Não vou aguentar isso sem abraçar ela. – Falei sussurrando.

‘’ -VAI ABARAÇAR QUEM??’’

-Bom pra resumir, eles se sentiam sozinho e eu também e acabou que formamos uma família bem doida. - Soltei alguns risos corada.

‘’ -POR QUE RAIOS VOCÊ ESTA FICANDO VERMELHA???!!!

-Cala essa boca Son Goku.’’

-E posso saber por que você veio até mim Sah-chan??

-Sah-chan?? Como ela pode ser tão fofa?? – Falei baixinho de novo babando por ela.

‘’ -CHEGA, não falo com você por dois dias.

-Nem você acredita nisso Son Goku. – Chõmei falou debochadamente.

-Cala a boca mariposa.’’

-É que sabe, a gente tinha um plano de ir atrás de todas as bijuus livres no mundo, para ver se sentiam sozinhas ou abandonadas, se sim, fazíamos a pergunta se queria vir para a nossa família. – Isso me soou incrivelmente idiota, não sei por que.

-Incrível, mas compreenda Sah-chan, eu adoraria ir com vocês, mas aqui dentro não é tão mau, eles não me tratam de maneira cruel e desculpe se soar rude, eu não gostaria de ficar presa.

‘’ -AGORA ELA QUE ELA PERDE A CABEÇA!! – Son Goku riu sadicamente esperando isso.’’

-Não, eles não ficam presos, vou lhe contar um segredinho, fiz um jutsu que permite deixar eles fora do meu corpo sem eu morrer. – Falei animada.

‘’ -COMO É QUE ELA NÃO ESTA ALTERADA??!!

-Nossa Son, você ta pior que o Shukaku.

-EEI!!!’’

-Quer ver?? – Já estava botando minha mão na frente do meu corpo, quando a vi balançar a cabeça e sinal de negação, fiquei triste porque queria ela para minha família.

-Acredito em você Sah-chan e então, quando quer que eu me torne sua Jinchuuriki?? – Ela sorriu para mim, balançando suas caudas animada e eu comecei a dar pulinhos de felicidade.

-Pode ser agora?? Lá fora é melhor. - Ri um pouco nervosa por ter que experimentar aquela dor cruciante.

Andamos lentamente conversando como se nos conhecêssemos a anos, em quanto caminhava com ela coloquei minha capa novamente, já lá fora ela calmamente fez um losango no chão e sorriu pra mim, logo veio a dor, mas já não era tão forte ( acho que depois de ter dois Bijuus selados no meu corpo direto, consigo me acostumar com isso um pouco) meu corpo soltou por alguns instantes um brilho, para logo sumir, ofegante dei um sorriso.

-Enfim acabou tudo be-

Desviei de uma kunai as minhas costas, quando me virei, vi Killer B a poucos passos de mim.

 

 

Ook, posso correr agora??

 

 

‘’ -AAAAAHHH EU VOU MORRER MACACO.

-Aah, agora precisa de mim?? – Olho para ele indignada.

-Para com isso seu ciumento e já deu as boas-vindas para a Matatabi?? – Botei minhas mãos na cintura.

-Algodão, depois, agora te concentra. – Fiquei olhando o Son e o Isobu em quanto bolava um plano.

-Tenho uma idea!!

-Não vai sair nada que preste.

-Pessimista, veja só.’’

-Quando o Raikage-sama me disse que tinha um invasor, yeah, não achei que fosse uma pessoa que queria roubar os Bijuus novamente, mas você vai perder, porque comigo e o Hachibi ninguém ganha, yeah!! Ainda mais uma pessoa pequena, ISSO AE!!!

 

 

Isso era pra ter rimado??

 

 

Ele me chamou de pequena?? Aquele maldito!!!

-Pequeno é o seu controle de chakra, com essa barba branca, deve estar vovô, não vou perder meu tempo batalhando com alguém como você, que não tem...controle…Yeah – Apontei meu dedo pra ele, rindo, mas chorando por dentro, vi que minha provocação deu certo, ele se afastou consideravelmente e fez uma posição estranha.

-Com o Hachibi dentro de mim eu tenho controle o suficiente LEST GO!!

 

 

Uuuhh um Polvo-boi..

 

 

‘’ -Por que raios você sempre da imagens erradas??

-Mas vê se não parece??

-Você deveria estar em pânico Sah-chan, ele se transformou no Gyuuki.

-Ela estava planejando isso Matatabi. – Son Goku respondeu risonho.

-Como assim??

-Olhe.’’

-SON GOKU, ISOBU, SE PREPAREM!! – Estendi minhas mãos e logo Isobu e o Son estavam na minha frente, Isobu abriu a boca e cuspiu um enorme Tsunami que foi direto para o Gyuuki que estava surpreso demais, ele se defendeu, mas não conseguiu a tempo de ver que o Son Goku expeliu pela boca bolas de lava indo diretamente ao seu alvo, bingo, acertou em cheio, o urro de dor do Gyuuki me encheu de pena, mas recobrei a consciência ao notar o Killer B voltando ao normal.

Respirei aliviada e sentei no chão cansada.

‘’ - Saky-chan é a sua chance!! ‘’

-Chance pra que??

‘’ -TOME UMA PARCELA DO CHAKRA DO GYUUKI, VAI ROSINHAA!!’’

-TOMAR PARCELA DO CRAKRA DE QUEM???? – Isobu e o Son Goku se entreolharam e acenaram em confirmação.

-Algodão, pegue a força o chakra do Gyuuki. - Son Goku está mais sério do que nunca.

-Vocês estão loucos?? – Olhei pro Isobu pedindo ajuda, mas só vi determinação.

‘’ - Nos queremos todo mundo unidos e felizes e só você pode fazer isso, você e o Naruto, vai Cherī.

-Vai Sah-chan.’’

-VOCÊS SÃO DOIDOS, DOOOOIDOS, E O NOSSO TRATO??? –Gritei em pânico.

-VAI ALGODÃO!!

-Vai Sakura-chan!!

‘’ -VAI SAKY-CHAN!!

-VAI LÁ ROSINHAA!!

-VAI CHERī-CHAN!!

-VAAI SAAH-CHAN!!!’’

Olhei pro rosto de cada um, só vi determinação e incentivo.

 

Eu mereço.

 

Fui correndo até ele, tocando sua barriga.

‘’ Estava dentro do Killer B tinha certeza, essa sensação é diferente, andei apressada até o Gyuuki, assim que o avistei ele ficou em posição de ataque.

- Por que Isobu e Son Goku estão com você?? – Seu olhar selvagem me fez estremecer um pouco, pegando toda coragem que eu tinha respondi.

-Porque somos uma família partir de agora e queremos que você faça parte dela também. – Estendi meu braços até ele, ele ficou olhando demoradamente, merda não tinha muito tempo logo os ninjas do País do Trovão iriam chegar.

-E por que me querem com vocês?? – Ele estava tenso eu sabia, desconfiado também.

-Porque somos loucos, porque estamos cansados de sofrer, porque queremos agir como nos mesmos e sei que você está feliz com o Killer B, não quero deixar ele sem você, mas preciso de você conosco, preciso que você apoie seus irmãos em quanto eu estiver depressiva pelo canalha do Uchiha, preciso que você ajuda a nos fortalecer, preciso que ajuda a fortalecer nossa família, mas isso é decisão sua, só diga, sim ou não... – Olho nervosamente para ele, sinto alguns chakras não muito longe daqui, sei que ele também sente, droga, rápido Gyuuki.

Ele fica encarando minha mão, por alguns minutos, parece refletir, seu olha vai ao redor parecendo procurar alguém, ele dá um forte suspiro e solta uma baixa risada.

-Droga, ta, eu aceito, parcelado, Killer B é forte sem mim, vou deixar com você minha consciência e meu chakra de 80%, 70% vão para você.

-É muito, o Kille- Me interrompe também apressado.

-Já disse, ele é forte sem mim, consegue se virar, agora vire de costas, já aviso, vai doer. - Sinto um de seus tentáculos encostando minhas costas e cobrindo-a toda, uma pequena fisgada sinto no centro e logo toma todo o meu corpo, mordo meu lábio até escorrer um filete de sangue pelo meu queixo.’’

Abro meus olhos e estou no terreno destruído.

-Isobu, Son Goku, rápido temos que ir embora. – Eles acenam felizes e voltam para meu corpo, mesmo exausta corro o máximo que puder sentindo os chakras próximos de mais.

-Não vou conseguir.

‘’ -Vai sim Saky-chan!!

-Força Algodão, se não vou te zoar pro resto da sua vida. – Nem morta.’’

-SHANNAROOOO. - Gritei corri o mais rápido que pude, vendo só vultos ao meu lado.

 

EU

VOU

CONSEGUIR!!

 

Até que do nada desmaio no chão sentindo minhas forças acabarem.

 

 

Algumas horas depois;

 

 

 

Abro meus olhos com preguiça, olho o céu estrelado acima de mim, suspiro e ouço meu estomago reclamar de fome, olho ao redor tentando reconhecer o local, estou no meio de algumas árvores, meio escondida, solto mais um suspiro reconhecendo que minha situação a partir de agora não é das melhores.

Vamos por partes...

1º O Raikage provavelmente viu a cor do meu cabelo e nem eu conheço muitas pessoas que tem essa mesma cor de cabelo natural.

2º Killer B acha que eu tomei posse da Matatabi a força.

3º Ele viu o Isobu e o Son Goku.

E 4º Ele vai perceber a falta de boa parte do chakra do Gyuuki.

Suspirei novamente cansada só de pensar na dor de cabeça que terei.

‘’ – Boa Noite pessoal. – Olhei para eles que retribuíram, alguns sorrindo outros resmungando, deixei meu olhar marejar, não tinha como eu não me sentir completa a cada dia que passa...

-É definitivo, os amo. - Sorri largamente deixando algumas lagrimas caírem, senti meu rosto esquentar um pouco, todos arregalaram os olhos pela minha subida declaração.

- Cherī-chan a gente também ama você. – Droga de emocional, chorei mais um pouquinho e sequei minhas lagrimas com a costa da mão.

-Gyuuki, não quero que relate nada do que estamos fazendo para o B, nem o porquê de eu ir atrás da Matatabi, deixe quieto, se ele quiser vir atrás de mim, deixe.

- O que você está dizendo Algodão?? A gente pode poupar muita coisa se o Polvo falar a favor de você. - Mesmo bravo com o que o Son o chamou ele afirmou em confirmação.

-Já disse que não, eu quis seguir esse caminho devo arcar com as consequências, desde que sai da minha Villa sem a confirmação do Hokage, já sou um nukenin. – Gyuuki olha nos meus olhos com intensidade antes de falar.

- Vejo nos seus olhos que ainda tem sentimentos profundos pela sua Villa, um nukenin não é só alguém que escolhe sair da Villa, mas sim alguém que corta os laços com ela e isso você não fez, Kiichigo. – Surpresa e emocionada com suas palavras nem liguei por ele ter me chamado de Framboesa.

 

 

Estão abusando nos apelidos.

 

 

-Pessoal eu sei o que eu estou fazendo, não quero que saibam minha localização, não quero que saibam que eu estou com vocês, vai que acham que eu estou os usando...? E ai?? Terei que me afastar de vocês?? Pode apostar que não, não vou deixar isso acontecer.

Olhei pro Gyuuki, ouvi seu suspiro e logo balançou sua cabeça confirmando...

-Obrigada pessoal. – Sorri para todos feliz.

-E agora Sah-chan?? O que vamos fazer??

-Bom, agora só falta o Saiken, mas primeiro preciso de comida, banho e mantimentos para a viagem até o País da Água, então, VAMOS LÁ PESSOAL!!!

-HAI!!!’’

 

 

Alguns Dias Depois;

Perto da Fronteira do País do Som;

 

 

Estava caminhando com calma, ouvindo os 7 conversando entre si e rindo algumas vezes com a discussão do Son Goku com o Shukaku e o Gyuuki, parece que o Gyuuki não é muito receptível, é muito sério e algumas vezes rude, mas é um bom amigo, não gosta de levar desaforo e sempre revida os xingamentos e zoações que o Shukaku e o Son Goku falam para ele é quase cômico.

-Alguém pode me dizer como é o Saiken?? Porque juro que se for como esses três eu enlouqueço. – Respondo já exausta ao imaginar 4 discutindo assim.

Os cinco começaram a rir em quanto os outros três ficaram emburrados.

‘’ -Na verdade Sakura-chan, o Saiken é bem gentil, mas não deixa de ser agitado, você vai gostar dele.’’

-É, eu gosto quando são gentis comigo. – Mas mais um agitado?? Ai meu Kami-Sama.

‘’ -Isso foi uma indireta Algodão?? – Son Goku parou o que estava fazendo sorrindo debochadamente em minha direção.’’

- Ahh vai procurar o que fazer macaco. – Resmunguei arrancando risos dos outros Bijuus.

Mas logo que sorriram suas faces ficaram serias, me preocupei, parando de caminhar.

- O que foi??

‘’ - Sakura. – Nunca Kokuõ foi tão seria em dizer meu nome, comecei a suar frio.

-Naruto está morrendo.’’

 

Meu coração parou.

Tranquei minha respiração.

Senti uma forte vertigem.

E Apaguei.

 

 

 

 

 

 

Ouço vozes, quem está me chamando?? Onde estou??

Coloco minha mão na minha cabeça apertando logo em seguida, esta latejando....... Quem.... Quem está falando??

‘’ - Você não acha que exagerou Shukaku??

-Calma Kokuõ, tudo em plano.

-Mas o Naruto- ‘’

Abri meus olhos em um rompante, lagrimas começaram a cair em abundancia, o Naruto.... Meu irmão.... Não.... O único que me resta não.

Levantei apressada e comecei a correr para qualquer lado em desespero, comecei a lembrar dos meus pais mortos, eu cheguei atrasada naquele dia, não quero que isso aconteça mais.

-NÃO VOU DEIXAR!!! – Rugi em desespero ainda sentindo as lagrimas caírem dos meus olhos.

‘’ - Saky-chan se acalme.

-Sah-chan, respire, assim você não vai conseguir. – Eu... não vou conseguir?? ‘’

-EU VOU SIM!!!

‘’ -Saky-chan você está indo pelo caminho errado, se você não se acalmar não vai chegar a tempo, preciso que pare de correr e respire.’’

Ainda ofegante e tremula, me escorrei numa árvore, respirei fundo e depois soltei, fiz isso pelo menos 6 vezes, ainda não me acalmei, mas melhorei um pouco pelo menos (bem pouco).

-Kokuõ... me guie, agora!! – Rosnei a última parte sentindo meus cabelos voarem pela falta de descontrole do chakra.

‘’ - Sakura-chan ele está bem, mas você tem que se acalmar, vai acabar perdendo o controle assim.

-ELE NÃO ESTA BEM!! – Vi o sorriso maldoso nos lábios do Shukaku, ignorei essa parte e me concentrei na palavras ‘’Ele não está bem!! ..... Ele está morrendo.

-Cala a boca Tanuki de merda. – Ouvi o Gyuuki falar para ele enquanto o Son Goku o tentava morder.’’

-Kokuõ, AGORA!! – Perdi o controle, rachaduras se formaram aos meus pés e comecei a afundar.

‘’ - Ha-hai!! Vire a sua esquerda e vá reto, darei as instruções em quanto você chegar perto.’’

Virei e acumulei chakra em meus pés.

O chão rachou.

E eu voei.

A cada passo meu coração se apertava, imagens entre meus pais mortos no chão sem vida e Naruto ensanguentado se passavam em minha mente, ele me ajudou tanto, ajudou tantas pessoas, ele não pode morrer, o herói de Kohona não vai morrer e eu não vou deixar.

Irei matar ...

Cada um ...

Que tentara ...

Machucar a minha família ...

Eu sabia que estava perdendo o controle, sabia que os chakras das Bijuus que já faziam parte de mim estavam me ajudando nisso, o meu Byakugou começou a transbordar, o segundo o qual estava formando foi se acumulando mais rapidamente, é muito poder, mas, é bom, esse sentimento que poderei defender alguém importante para mim, alguém único.

-NARUTO!!

 

 

 

Um Dia Depois;

 

 

 

Nunca corri tanto, mas não sentia dor, meu chakra foi se acalmando, olhei mais a frente e vi o anoitecer chegando como também, os portões de Konoha.

- Kokuõ, quantos se encontram mais à frente?? – Falei baixo.

‘’ - Apenas dois guardas, seus chakras estão calmos demais, devem estar dormindo, diminua o fluxo do chakra ao máximo que puder, Chõmei, a ajude, você é bom nessa parte.

-Hai!!.’’

Em quanto corria fechei meus olhos me concentrando em diminuir o fluxo, senti o chakra do Chõmei me ajudando nessa parte, entrei na frente e pulei no telhadinho que está o dois guardas, consegui ouvir um baixo ressonar dos dois, confirmando que estavam mesmo dormindo.

 

Tsc, incompetentes e o Naruto??

 

Entrei nos becos de Konoha seguindo diretamente até o Hospital de Konoha, conhecia cada lugar daqui, como a palma de minha mão, desviei de possíveis guardas e cheguei até o hospital.

Me concentrei no chakra dele e com um aperto no coração vi que estava regular, mas bem, levantei uma sobrancelha.

Fui até as costas do hospital e no terceiro andar na quarta janela, sentia com mais precisão seu chakra, com cautela andei até lá.

Abri a janela e o vi.

Ele estava deitado numa cama ampla, num quarto de luxo, ignorei essa parte e andei até ele.

Ele suava, uma agulha com soro estava em sua veia no braço esquerdo, os batimentos meio irregulares, mas ainda sim se encontrava bem.

Ignorei a raiva que queria sair pelo desespero que aqueles 7 me fizeram passar.

Toquei em seus fios loiros fazendo um suave cafune, sem perceber meus olhos marejaram, engoli a vontade de chorar, mas ele está estranho, fui na frente da cama e vi seu fichário, sem nenhuma infecção, sem doenças, sem veneno, mas algo estava muito, muito estranho.

Fui até o seu lado e ele gemeu de dor, me contorci por dentro, o que está havendo??

‘’ - Sakura-chan??’’

-Humm?? – Falei baixinho.

‘’ – O problema não é o Naruto-kun e sim o Kurama-kun, parece que o Naruto-kun teve uma luta muito forte e utilizou de maneira inapropriada o chakra do Kurama-kun e assim afetando seu chi.’’

-Ma-mas o que eu faço Isobu-chan?? Eu não o quero perder. - Afaguei suas bochechas que estavam rosadas e quentes, derramando algumas lagrimas.

‘’ – Algodão, você terá que conversar com o Kurama, vê o que você pode fazer por ele, o seu chi é puro e suave, vai conseguir estabilizar, mas precisa.... Precisa conversar com o Kurama, só você pode fazer isso.’’

-Vou tentar Macaco, vou tentar.

Me deitei ao seu lado o abracei e coloquei minha mão em sua barriga, ouvi ele balbuciar alguma coisa e esconder seu rosto em meu pescoço, até que abri meus olhos.

 

‘’ Vi que são as mesmas cores que eu tenho, só mudava que só tinha canos nas partes de cima e o resto é só concreto, segui um gemido vindo mais a frente, deixei meu instinto me guiar, na segunda entrada eu fui.

E assim o vi, a Raposa, que já fez o Naruto sofrer, mas, o ajudou tanto e agora é seu amigo, tenho orgulho dos dois.

Andei com passos calmos até ele, vi que se retorcia um pouco, parecendo com frio e com dor, o lugar está meio gelado, a luz é meio fraca, tenho certeza que isso é por causa da batalha, o Naruto é acolhedor e gentil, o chi dele deve ser da mesma forma.

 

Mas... que tipo de batalha ambos enfrentaram??

 

-Kurama?? – Vi seus pelos se arrepiarem, para logo com dificuldade seu olhar cair em mim, sua expressão de surpresa me faria rir, mas a situação está tensa de mais para eu ter esse privilégio.

-Você... Haruno Sakura?? O que faz aqui?? Como conseguiu entrar?? – Sua voz estava fraca me fazendo o olhar com compaixão.

-Calma, preciso que você confie em mim Kurama. – Suas caldas balançaram agitadas.

-Como quer que eu confie em você sendo que eu nem a conheço. – Sua voz rude, me fez dar um passo para trás, olhei firmemente para ele e andei mais dois em sua direção, não iria deixar ele assim, nem ele, nem o Naruto.

-Confia no Naruto, não é mesmo?? – Ele acenou ainda desconfiado.

-Naruto confia em mim, sei que parece impossível mas eu posso lhe ajudar, nós podemos. – Ele ainda olhava com desconfiança.

-Com nos você quer dizer quem mais?? – Como dizer que tenho 7 bijuus dentro de mim sem parecer maluca??

-Bom, digamos que eu tenha algumas, ammm, bijuus dentro de mim. – Ele soltou uma risada debochada.

-Não acredito em você. – Revirei os olhos, o humor é tão ácido quanto do Son Goku.

-Se não acredita, pelo menos me deixa lhe ajudar, tanto você quanto o Naruto estão sofrendo, por favor Kurama, eu consigo restaurar o chi de vocês dois. – Seus olhos se esbugalham.

-Como você...?? – O interrompi.

-Kurama eu não sei como lhe explicar sem você me achar maluca, mas precisa acreditar em mim, não tenho muito tempo sobrando, preciso partir daqui antes do raiar do dia.

Vi ele receoso mas acabou cedendo.

- Se eu perceber que irá aprontar algo, irei acabar eu mesmo com você, entendeu?? – Acenei, me contendo para não revirar os olhos.

Me aproximei com cautela e com calma pedi para ele abaixar sua cabeça, ele ainda com aquela desconfiança o fez lentamente, tirei meus sapatos e subi em seu focinho ficando perto de sua testa.

-Pessoal, se vocês puderem ouvir me ajudem com um pouco do chi de vocês, irá ajudar.

-Você é louca mulher. – O ignorei e botei minhas mãos em sua testa, fiz um leve carinho ali e uma luz amarela quentinha saiu de minhas mãos, logo outras cores surgiam e se misturavam numa dança tranquila e linda, ouvi o arfar de surpresa do Kurama e logo seu ronronar, fiquei assim por duas horas e quando percebi o lugar, já estava do jeitinho que eu sempre imaginei do Naruto.

 

Quentinho e Acolhedor.

 

Sem mais forças me deixei deitar sobre o focinho do Kurama, sabia que não tinha mais tempo, precisava sair, andei meio cambaleante até o focinho preto e dei um pulo no chão, caindo de cara naquela água, murmurei coisas desconexas e ouvi a risada do Kurama.

-O que esses sete fazem com você, Sakura?? – Levantei meu tronco e me virei para ele.

-Ele são minha família Kurama-chan. - Sorri meio preguiçosa mais feliz, seus olhos escarlates ficaram emocionados.

-Entendo. – Vi ansiedade correr por eles e mesmo receosa perguntei.

-Kurama-chan, sei que nos conhecemos agora (pessoalmente) e longe disso, não quero deixar você sem o Naruto, mas será que, não gostaria de dar um pouco de seu chakra para mim e fazer também parte da nossa família?? – Sua face demonstra surpresa e vi eles ficarem nublados, parecia distante, como se revivesse o passado, seus olhos marejaram e logo me olhou sorrindo de forma debochada.

-Vocês não iriam conseguir viajar sem mim de qualquer forma. - Falou de forma arrogante, revirei meus olhos mas não consegui conter a gargalhada.

-Então se arrume logo, tenho que ir embora antes dos guardas ou enfermeiras chegarem aqui, - Vi que ele queria perguntar alguma coisa, mas levantei minha mão.

-Só depois Kurama-chan, só depois. - Vi ele ficar emburrado mas mesmo assim concordar.

- Vou dar um pouco mais de 10% do meu chakra, eu ficarei com você. - Sorri faceira, vi ele estender seu punho e fiquei confusa.

 

Nada de selamento?? Nada de dor??

 

Maravilha!!

Estendi meu punho e senti seu chakra entrar em contato com o meu, senti uma leve fisgada na minha barriga mas nada de mais pela dor que senti dos selamentos, fechei meus olhos e quando os abri...’’

Já estou fora, olhei meio sonolenta para o Naruto, vi que sua temperatura abaixou e seu coração voltou a bater normalmente, me soltei dele, mas senti mãos em minha cintura, sorri docemente para ele, tirei com cautela suas mãos de minha cintura e levantei meio tonta, me virei de frente dele e sussurrei.

-Você está tão grande Naruto, se tornou um bom homem, espero que seja feliz. – Deixei algumas lagrimas caírem em seu rosto e me aproximei dele beijando sua testa demoradamente, quando fui me afastar seus olhos azuis me fitavam.

-Sakura-chan, que bom que voltou…Estava, com muitas….Saudades. – E logo voltou a dormir com um sorriso no rosto, respirei aliviada e vi o céu começar a clarear, ajeitei meu capuz em meu rosto e sai pela janela, quando subi no telhado meu coração acelerou, no monumento dos Hokages estava o rosto do Naruto.

Chorei novamente mas dessa vez feliz, sai da Villa realizada.

 

 

Minha família está bem e crescendo, como eu sempre queria, mas algumas Bijuus iriam se ver comigo por me desesperar tanto. E com um sorriso sádico mas beirando a felicidade, sai de minha Villa indo diretamente ao País da água.

 

 

Me Espere Saiken, Eu Estou A Caminho!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuara......

 

 

 


Notas Finais


E ai pessoal!! O que acharam?? Espero que tenham gostado, então que cap gigante não acham?? kkk
Bom gostaria de agradecer uma pessoa em especial, a Anylee creditos a ela pela imagem lá em cima kkkk
Pois, bem quero deixar claro que todas as Bijuus ( até o Kurama não escapou) levaram um baita de um pitão da Sakura pelo que eles aprontaram com a Sakura eeee UAU NOSSA ROSADINHA ESTA FICANDO CADA VEZ MAIS FORTE!!!!!




E MEUS AMORES ADIVINHA QUEM VAI APARECER NO PROXIMO CAP??!!


Beijos de Cereja e até a proxima!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...