História Um Novo Começo - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 5
Palavras 1.052
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hello pessoas mais um cap para vcs. Ficou grande me perdoem, mas espero que gostem e boa leitura. Bjs

Capítulo 8 - Réveillon - parte 2


Fanfic / Fanfiction Um Novo Começo - Capítulo 8 - Réveillon - parte 2

Elisa: Oi

Rafael: Oi

Lorena: Filha estava te procurando

Elisa: Oi mãe

Lorena: Você deve ser o Rafael

Rafael: Prazer dona Lorena. Eu já vou indo depois a gente se fala Elisa

Elisa: Ta fica bem

Rafael: Valeu

Lorena: Esta tudo bem filha?

Elisa: Esta sim mãe

Lorena: E o seu irmão?

Elisa: Ele esta com o Matheus. Olha ele ali, porque não vai falar com ele?

Lorena: Vou mesmo ele não me parece bem

Elisa: Certo

Matheus: E o Rafael?

Elisa: Não falei com ele

Matheus: Porque não vai falar com ele agora?

Elisa: É melhor deixar ele sozinho um pouco

Matheus: Se você esta falando

Elisa: E o meu irmão?

Matheus: Ele esta péssimo pelo que fez, mas afinal o que aconteceu?

Elisa: Rafael estava me ajudando a procurar o Vinicius e ele disse que sabia onde ele poderia estar e acertou no final. Quando a gente chegou nesse lugar ele estava lá com a namorada de Rafael

Matheus: O Vinicius passou dos limites dessa vez

Elisa: Eu sei disso. Ele te contou o que aconteceu?

Matheus: Nada

Elisa: Quero muito saber quem tomou a iniciativa

Matheus: Quando seu irmão estiver se sentindo melhor você pergunta

Elisa: Vou procurar minha mãe

Matheus: Vou procurar minha família também

Elisa: Ate depois

Matheus: Ate – procurei e minha mãe e o Vinicius estavam sentados em umas das poltronas do lado de fora do salão

Elisa: Oi maninho

Vinicius: Como ta o Rafael?

Lorena: Alguém pode me explicar o que esta acontecendo?

Elisa: Melhor não mãe

Vinicius: Já voltamos mãe 

Lorena: Aonde vocês vão?

Elisa: Não vamos demorar

Lorena: Ta

Vinicius: Pode perguntar

Elisa: Como aquilo aconteceu?

Vinicius: Eu estava bebendo e a Luana chegou reclamando do Rafael ficamos conversando ai ela me agarrou do nada

Elisa: Porque ela fez isso?

Rafael: Boa pergunta

Vinicius: Mano foi mal pelo o que aconteceu

Rafael: A culpa não sua

Elisa: Eu vou deixar vocês conversando

Rafael: Valeu e será que posso falar com você depois?

Elisa: Claro – voltei para onde mamãe estava e ficamos conversando sobre como seriam as coisas daqui pra frente, minha faculdade só começaria no segundo semestre então iria procurar algo para fazer ate a faculdade começar

Lorena: Você vai me contar o que esta acontecendo com o seu irmão e o Rafael?

Elisa: Não posso mãe

XXX: CONTAGEM REGRESSIVA

Lorena: Cadê o seu irmão?

Elisa: Deve estar com os meninos

XXX: 10, 9, 8, 7, 6,5

Lorena e Elisa: 4, 3, 2, 1 e Feliz Ano Novo

Vinicius: Feliz Ano Novo para vocês duas – ele nos envolveu em seus braços e nos duas rimos disso

Lorena: Que bom que você apareceu filho – Vinicius puxou nossa mãe para dentro do salão de festa assim que a musica voltou a tocar

Matheus: Quer dançar ou dar uma volta?

Elisa: Prefiro a segunda opção

Matheus: Que surpresa. Esta gostando de Uberlândia?

Elisa: Ate agora sim, mas estou ansiosa para começar a faculdade

Matheus: Vai fazer artes mesmo?

Elisa: Claro

Matheus: Que bom você dança muito

Elisa: Obrigada e você?

Matheus: Eu passei em direito na USP

Elisa: Matheus que ótimo. Parabéns

Matheus: Obrigada

Elisa: Quando você começa?

Matheus: Em fevereiro

Elisa: Isso é ótimo

Matheus: É sim. Olha não sei quando vamos nos ver novamente então queria fazer uma coisa que já era para ter feito há muito tempo

Elisa: Do que você esta falando?

Matheus: Disso – ele me puxou tão rápido que quase perdi o equilibro, mas isso não o impediu de selarmos nossas bocas em um beijo intenso. Ele me segurava pela cintura com uma força, mas não capaz de me machucar e como ele era mais alto que eu fiquei na ponta dos pés ate nos afastarmos

Elisa: Ok – disse com um sorriso bobo no rosto

Matheus: Faz tempo que eu queria fazer isso

Elisa: OK né

Matheus: Ficou sem palavras cala boca

Elisa: Foi bom te encontrar de novo

Matheus: Digo o mesmo e vou sentir saudade de você

Elisa: E do Vinicius também

Matheus: Há claro

Elisa: Tchau

Matheus: Tchau e Feliz ano novo

Elisa: Pra você também – voltei para onde estava e encontrei Rafael sentada olhando para o nada – Atrapalho?

Rafael: Não senta ai

Elisa: Esta melhor?

Rafael: Ainda quero entender porque a Luana fez aquilo

Elisa: Não a conheço, mas aquilo que ela fez sentido nenhum

Rafael: Eu também acho e olha que a conheço há mais de dez anos  

Elisa: Vocês se conhecem há muito tempo

Rafael: Moramos no mesmo bairro desde que minha família se mudou para Uberlândia

Elisa: Achei que você era de Uberlândia

Rafael: Não eu nasci em São Paulo e me mudei para Uberlândia com dez anos

Elisa: Olha só enquanto eu nasci em Uberlândia e me mudei para São Paulo com oito anos

Rafael: Você é de Uberlândia? Quem diria

Elisa: Nem eu me considero de lá

Rafael: E porque se mudaram para São Paulo?

Elisa: Por conta do trabalho do meu pai e também meu avô iria abrir uma filial da empresa uma ótima oportunidade para minha mãe

Rafael: Isso é verdade, mas e o seu pai? Eu não o vi nem na festa nem aqui

Elisa: Meu pai morreu ano passado em um acidente de carro

Rafael: Eu não sabia, sinto muito Elisa

Elisa: Tudo bem e pode me chamar de Eli

Rafael: Ta Eli.

Vinicius: Atrapalho?

Rafael: Não, vou indo

Vinicius: Não precisa, fica ai mano

Rafael: Não quero atrapalhar

Elisa: Não se preocupe

Vinicius: Pelo menos que você aqui minha irmã fica calma

Elisa: Cala a boca idiota

Vinicius: Você e o Matheus né maninha?

Elisa: Como assim?

Vinicius: Vocês se beijaram hoje dia de ano novo

Rafael: Vocês dois?

Elisa: Não sei quem é mais fofoqueiro você ou o Matheus. E não temos nada só foi um beijo e nada mais

Vinicius: Olha só maninha, gostei

Elisa: Chega né. Vamos mudar de assunto, por favor.

Rafael: Ficou vermelha

Vinicius: Foi mesmo

Elisa: Chega vocês dois

Vinicius: Vou pegar alguma coisa para bebermos

Elisa: Sem álcool pra mim

Vinicius: Pode deixar

Rafael: Você e o Matheus

Elisa: Somos só amigos

Rafael: Serio?

Elisa: Só foi um beijo

Rafael: Entendi

Vinicius: Aqui esta – ficamos conversando ali ate começar a clarear o dia – Já deu pra mim. Vou dormir, tchau

Rafael: Já vou também

Vinicius: Já deu pra mim também

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eai pessoas oq acharam? Me contem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...