História Um Novo Começo? - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Marlee Tames, Maxon Calix Schreave, Princesa Nicoletta
Visualizações 30
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura, tortinhas <3

Capítulo 2 - A viagem


Pov. America

 

Acordei com alguém batendo na batendo na porta. Eu provavelmente adormeci enquanto chorava, o que explicaria minha dor da cabeça insuportável. Anne abriu-a e eu vi Nicoletta e Daphne entrando, nós ficamos amigas durante a Seleção e já havia resolvido minhas diferenças quanto a Maxon com Daphne, que era a princesa herdeira da França.

- America, eu tenho um plano. – disse Nicoletta enquanto sentava na beirada da cama – Eu estava conversando com Daphne e chegamos à conclusão que você não deveria permanecer em Illéa agora que a Seleção acabou. Você sabe que Clarkson te odeia e fará o possível para evitar que o seu caminho e o de Maxon se cruzem novamente, ele sabe que o idiota ainda é apaixonado por você e que em breve vai perceber isso.

- Além disso, - Daphne continou – todas nós sabemos que ele não te merece, já que ele te trocou por aquela vaca da Kriss. Falando nisso, mocinha, você precisa explicar o porquê dele não ter te escolhido, mas isso é assunto para outro momento. Enfim, nós pensamos em você ir à Itália e se tornar dama de companhia de Nicoletta.

- Consequentemente se tornando cidadã italiana e longe de qualquer influência de Clarkson. Ah, claro que sua família também, nós sabemos o quão importante eles são para você. – Nicoletta completou.

- Isso sem falar nos príncipes maravilhosos que nós vamos te apresentar e que são muito melhores que esse idiota do Maxon – Daph acrescentou rindo – Então, o que acha?

Eu me sentia tonta com ele turbilhão de informações, mas por que não? Nada mais me prende aqui, se eu levar minha família comigo e lá eles terão uma condição de vida muito melhor, nós nunca mais passaremos fome ou frio. A proposta também me deixa um pouco assustada, ir a um país completamente diferente do nada e, principalmente deixar Maxon, mas o que é isso que eu estou pensando? Ele não me escolheu, foi escolha dele, ele não quis me escutar.

- Está certo, eu vou. – eu disse com convicção – Não vou mais chorar por ele, nunca mais. Ele que decidiu, está na conta dele. Meninas, eu não consigo agradecer o suficiente pelo que vocês estão fazendo por mim. Muito obrigada – eu falei, enquanto pulava nelas dando um abraço de urso.

- Então está decidido, você vem conosco à Itália e vai se tornar dama de Nicoletta. Ames, agora por que você não nos conta o porquê de Maxon não te escolher? – Daphne pede ao se sentar com Nick na cama.

-Bem, vocês sabem quem é Aspen, o meu amigo de infância que é guarda no castelo, ele veio me dizer ontem que vai se casar com Lucy, uma das minhas criadas e grande amiga, e eu o abracei para dar os parabéns. Só que mais cedo Maxon tinha vindo ao meu quarto e dito que seria eu quem ele escolheria, ele se declarou e até me deu um anel que era da avó dele. Aconteceu que ele passou com Kriss justo na hora que eu e Aspen estávamos abraçados. – nessa hora eu já sentia as lágrimas lutarem, para descer, mas eu não permitiria, não mais. – Ele simplesmente enlouqueceu, quando nos viu e falou que ali estava tudo acabado entre nós e queria o anel de volta, eu tentei explicar, mas ele não quis ouvir. Eu devolvi o anel e ele foi embora. Aspen pediu tantas vezes desculpa por aquilo, dizendo que a culpa tinha sido dele, mas eu sabia que era toda minha por eu não ter sido sincera com Maxon desde o começo sobre Aspen e nossa relação. Caramba, será que ele não entende que eu o amo? Agora é tarde, não adianta mais, eu não vou me sujeitar a isso, eu senti medo por muito tempo. Medo dos rebeldes, da fome, do frio, de não conseguir um trabalho, de não conseguir seguir em frente depois da morte do papai e de tantas outras coisas. Isso é passado, tem uma nova vida me esperando e eu sei que eu posso contar com vocês para tudo.

- Não tenha medo, Ames, você tem pessoas que te amam aqui e que nunca vão te abandonar, nós somos suas amigas e te amamos, ok? – Daph falou me abraçando.

- Exatamente, querida, estamos com você sempre, até se quiser roubar um banco. Além disso, Ames, não chore por Maxon, ele foi estúpido por não te deixar falar seu lado da história. Bem, agora nós temos que combinar como nós vamos te tirar dele lugar terrível. – Nicoletta termina com um sorriso de quem está aprontando.

- O que vocês acham de irmos depois do jantar? É só falar que nós teremos que recepcionar alguns convidados em poucos dias, o que não é bem uma mentira, e que temos que estar na Itália logo. – Daphne sugere.

- E nós não diríamos que America vem com a gente, deixemos que eles pensem que ela simplesmente foi embora mais cedo para casa e quando forem lá, ela já estará longe há muito tempo. – Nick termina de falar andando de um lado para o outro.

- Perfeito. – digo com uma animação crescente no peito – Não posso esperar para ver o maravilhoso castelo italiano.

- Sinceramente, Ames, eu não posso esperar para ver a cara do Clarkson, quando nossos pais disserem a ele que não há mais possibilidade de aliança com Illéa, já que como você não será mais a princesa e Kriss não é exatamente aprovada por outros países, nem Clarkson é, na verdade. – Nicoletta diz com uma expressão malvada.

- Isso será realmente uma cena interessante. – eu falo, imaginado a situação.

-Ames, nós faremos assim, já é quase hora do jantar, você se arruma e por favor esteja deslumbrante, peça a suas criadas para deixar suas malas prontas, apesar de não precisar levar muito. Quando for a hora, eu vou bater três vezes na porta, para que você saiba que sou eu. Tudo certo? – Daphne diz se levantando.

-Entendido, até já, meninas. – eu disse.

Depois de toda essa conversa, ela saíram e foram se arrumar para o jantar, coisa que eu deveria fazer também. Chamei Lucy, Anne e Mary, que trouxeram consigo meu último vestido feito no palácio ileano. Entrei no banheiro, tirei o vestido que eu tinha usado na transmissão e esquecido de tirar e entrei na banheira cheia com água bem quente e perfumada, deixando minhas preocupações irem embora com a água. Saí, me enrolei em uma toalha, entrei no quarto e as meninas começam a vestir em mim um vestido creme, quase branco, e eu tenho certeza que foi proposital. Elas fizeram uma maquiagem simples como habitual e prenderam meus fios ruivos em um coque baixo, meio frouxo e coloquei o colar de pássaro que eu tinha ganhado do meu pai.

- Meninas, eu tenho que agradecer a vocês por terem sido tão maravilhosas durante todo esse tempo aqui no palácio e principalmente por se tornarem minhas amigas. Por isso eu vou pedir a vocês um último favor, preciso que arrumem minhas malas, porque eu vou embora para a Itália e me refazer. Pouca coisa, eu terei tudo o que preciso lá. Obrigada, meus amores, por tudo. – disse, indo abraça-las.

-Nós que agradecemos, senhorita, por sempre ter sido tão generosa conosco, em vez de ser má e arrogante como a senhorita Kriss. – Anne disse com sua formalidade imutável.

-Você não precisa me chamar de senhorita, Anne, nunca precisou. – Eu falei dando um beijo no seu rosto. – E, Lucy, eu estou muito feliz pelo noivado com Aspen, desejo do fundo do coração que vocês sejam muito felizes. – eu disse fazendo Lucy corar e Anne e Mary reclamarem por não saberem de nada.

Depois de terminar as despedidas, desci para o Salão para o jantar. Ao chegar nas portas, respirei fundo e permiti aos guardas abrirem a porta, me dirigi ao meu lugar ao lado de Nicoletta e na frente de Daphne. Depois que mais alguns convidados chegaram, o jantar foi servido. Eu olhei para o lado e vi Maxon passar a mão na orelha, mas eu sabia que eu não deveria fazer aquilo, somente traria mais sofrimento a dois, então balancei levemente a cabeça em negativa e vi sua expressão murchar em seu assento, mas ele logo se recompôs e tornou a conversar com Kriss.

-Lembre-se que nosso avião sairá em duas horas, nós iremos primeiro e depois buscarão sua família porque demoraria demais trazê-los para cá, além de suspeito. Em uma hora e meia passarei no quarto. – Nicoletta me disse baixinho. Eu somente concordei e voltei ao meu jantar. Logo todos se retiraram e eu aproveitei para passar na cozinha e me despedir de Marlee e Carter.

- Marlee, que saudade que eu senti de vocês, mas eu preciso ser rápida, eu vou partir hoje e precisava me despedir de você. – falei ao abraça-la e a Carter.

- Nós sentimos muito por você e Maxon, Ames, todos nós achamos que você seria a escolhida, mas eu só quero que você seja feliz com quem ou onde for. – ela falou com os olhos marejados.

-Eu tenho que ir, mas matenham contato, ok? Escreva para mim sempre que puder. Até logo. – me despedi abraçando-os com força.

Voltei para o meu quarto e tudo estava pronto, não havia um sinal das meninas. Tirei o vestido pesado do jantar e coloquei um vestido mais confortável, ele era um tubinho nude com detalhes pretos e calcei um salto preto baixo de tiras. Mal terminei de arrumar e ouvi as três batidas na porta, abri e lá estava Nicoletta também com uma roupa mais simples e um guarda. Ele pegou minhas malas e fomos para a entrada principal, enquanto os pais de Nick e Daph distraíam a família real de Illéa. Entramos no carro e logo partimos para o aeroporto, entramos no jatinho particular da família italiana e eu me acomodei em um dos vários assentos. Logo o piloto anunciou que a decolagem foi autorizada e eu via pela janela toda Angeles e o castelo que representa uma vida que eu deixei para trás.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, por favor, comentem o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...