1. Spirit Fanfics >
  2. Um novo dia pode ser uma nova vida- Yunho Ateez >
  3. Primeiro dia

História Um novo dia pode ser uma nova vida- Yunho Ateez - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


nada.

Capítulo 1 - Primeiro dia


Meu primeiro dia de aula era amanhã e eu estava arrumando o meu uniforme, um tênis preto com uma saia e o casaco obrigatório com o símbolo do colégio, eu achava machista a parte da saia, deveríamos ter o direito de escolher se queremos usar calça ou não, mas logo deixei para lá pra não ficar me estressando a toa e fui me preparar para dormir.

Passou horas e horas até chegar pelo menos duas da manhã e ainda estar me revirando na cama pensando em como iria falar com as pessoas, como seria a escola nova, ou até mesmo o que iria comer de café de manhã, não era que nem as garotas das fafics que lia aquelas que já no inicio reclamavam de tudo e mandando irem a merda, desta vez estava animada para começar um novo ano, um ano no ensino médio.

Logo após que acordou vestiu o seu uniforme (sem banho desta vez e sem higienes matinas, não quero ser dessas) e foi tomar café já planejado anteriormente. Passou um tempo e deu tchau pro seu pai apenas, sua mãe tinha a abandonado quando era um neném, mas estava feliz assim, se nunca teve uma mãe achava que não sentiria falta de uma.

Foi até de bicicleta ao colégio e a deixou em um lugar especifico no meio das plantas e foi em direção ao centro de eventos onde estava o restante dos alunos. Já que não conhecia ninguém e era uma pessoa razoavelmente tímida, sentou em um banco e pegou o seu livro para ler, “O instituto” de Stephen King, apesar de ser grande era legal, não era de terror e sim de ficção cientifica. Quando o diretor pediu silencio ela foi até a parte destinada a sua turma e sentou em uma das cadeiras de plástico que restavam lá no fundo, no podrão. No meio de todo o fuzuê da apresentação um garoto alto chegou de fininho e sentou na única cadeira que restava, a do seu lado. Não trocaram nem uma palavra, mas ela percebeu que ele era ate que bonito, acho que a fase “garotos” não tinha chegado ainda pois não notou nada de mais em comparação as outras garotas que estavam quase babando por ele, dai ela pensou:

“Bom, esse vai ser popular.”

A aula continuou normalmente após isso e na hora do intervalo ficou sozinha de novo, quer dizer, pelo menos tinha o seu livro. A escola era grande e cheia de arvores e plantas, não tinha nem comparação com a sua antiga, cinza em tudo quanto é canto e apenas um ou dois sinais de verde existente naquela prisão (como chamavam os seus colegas, até que ela concordava, era mesmo um inferno). Lá tinha um espaço destinado para os menores e para os mais velhos que variavam entre risadas e um silencio dos “não adaptados” vamos dizer, ela fazia parte dele, mas tudo bem eram 8 horas da matina, tinha como virar o jogo.

A aula seguinte era de musica e a turma fez um circulo para que o professor pudesse falar e interagir mais com os alunos ela pensava.

-Seguinte, hoje é o primeiro dia de aula e vejo que tem muita gente nova aqui. Quero fazer uma atividade, não um trabalho pra vocês... Valendo nota!- Falou o professor gordinho com óculos quadrados e com uma careca que parecia mais um espelho na verdade, não só os alunos mais sim ele também é novo s/n deduziu- Okey, o trabalho vai ser  em dupla para irem se conhecendo melhor e sim, eu vou escolher os pares para os desinformados- Ele fez uma pausa olhando pra turma com cara de cu e prosseguiu dizendo os nomes, tá, na verdade tentando.

Ele começou a apontar aleatoriamente até cair na sua frente e sem muita intimidade apontou para o garoto de mais cedo, que agora sabia que seu nome era Yunho, indicando para se juntarem.

-Oi.

-Eai.


Notas Finais


nada,


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...