1. Spirit Fanfics >
  2. Um novo dono, um novo psicopata >
  3. Sadomasoquismo

História Um novo dono, um novo psicopata - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Agora vai ser hot.

Capítulo 5 - Sadomasoquismo




Horas se passaram e nada de eu consegui sair. As fitas eram extremamente fortes, que era impossível eu consegui sair dali. Ouvi o barulho da maçaneta mexer, e tinha certeza que era aquele homem que me comprou. A porta foi aberta revelando um homem com uma pele bem branca como açúcar que vinha em minha direção com um sorriso vitorioso.


---- E aí, gatinha... sentiu minha falta? ---- O mesmo se agachava em minha frente. Eu não consegui encara-lo, então desviei o olhar para outra direção. Mas pela minha surpresa, ele toca em meu queixo, fazendo eu olhar novamente para ele. Ele tirou a fita da minha boca com força. ---- Eu gosto de falar quando a pessoa está olhando pra mim. ---- Ele diz calmo, um típico comportamento de um psicopata. Eu não disse nada, apenas ficava quieta. Com o medo que eu sentia, lágrimas começaram a jorrar.


---- Socorro! ---- Eu gritei. Min Yoongi coloca o seu dedo indicador em meus lábios.


---- Shh, shh, shh... não grite. ---- Ele ainda dizia calmo.

---- O-que você vai fazer comigo? ---- Pergurava com puro medo.

---- O que eu quiser! Não é óbvio? ---- Ele dá outro sorriso, ainda com a mão no meu queixo.

---- Por favor, eu quarto ir embora. ---- Eu implorava ainda chorando é desesperada. Yoongi tirava o meu cabelo que estava na frente do meu rosto para trás da minha orelha, com um sorriso simples, sem mostrar os dentes.

---- Ahhhh. Você quer ír embora? ---- Ele faz bico fazendo cara de dó. ---- Mas não vai. ---- Aquela sorriso diabólico voltou novamente que chegou a me dar calafrios.


---- Socorro!

---- Cala a boca e para de chorar. ---- Ele ainda estava calmo, como se não se preocupasse, como se não tivesse ninguém que poderia me socorrer.

---- Socorro! ---- Mas eu ainda continuava.

---- Cala a boca! ---- Ele gritava com a voz falha, como se ele tivesse com a boca seca engolindo o próprio seco. Mas era só o seu jeito estranho.

---- Socorro! ---- Após isso só senti e ouvi um tapa no meu rosto bem forte.

---- Eu mandei você falar a boca! E para de chorar! ---- Ele me dá outro tapa. Vendo que eu continuava, ele agarrou meu cabelo com força fazendo eu olhar para ele. ---- Eu não quero ver você gritando ou chorando. Eu quero você quietinha. ---- Logo em seguida ele me solta.



Ele se levanta indo para uma mesa que tinha ali, pegando uma faca. Eu comecei a me debater achando que ele iria usar aquilo em mim. Mas não era isso.


---- Para de ser dramática. Eu não vou usar isso em você. ---- Ele se aproximava usando a faca para cortar as fitas que me prendiam.


---- O que você vai fazer comigo? ---- Me assustei.


---- Apenas obedeça.

Ele me levanta pelo braço e me encara. ---- Eu vou mandar e vai ser só uma vez. ---- Ele avisa sério. ---- Tira essa roupa. ---- Fiquei com medo e não queria fazer isso. Fiquei em silêncio o encarando. ---- Vai logo! Quer que eu dou outro tapa? ---- Eu continuei quieta. Mas ele me dou outro tapa no rosto. ---- Tira agora! ---- Comecei a tirar as peças ainda chorando, ficando apenas de peças íntimas. ---- Isso. Que corpo... ---- Ele passava por trás analisando o meu corpo.



Eu estava de cabeça baixa encarando chão, ate senti um beijo de surpresa. Tentei empurra-lo, mas ele era mais forte que eu. Toda vez que eu tentava, ele me agarrava com mais força, dando beijos mais profundos. Mas eu continuava empurra-lo, pensando que em uma hora eu iria conseguir.


---- para de me empurrar.

Ele mandava entre os beijos forçados, porém eu co tentava com os empurrões. ---- Para de me empurrar!


Ele me dá mais um tapa e me empurra em uma cama, onde ele ficou por cima de mim prendendo os meus braços um para cada lado me beijando mais ainda. Mas eu continuava o empurrando, ate que ele não suportou e me levantou com força, agarrando os meus braços com força.


---- Se você pensa que vai ficar com as roupas íntimas, pode tirar!

Eu tirava ainda chorando. Por esse motivo, ele foi ate um armário e tirou de lá um chicote.


---- Se você continuar e começar a fazer essas tolices, eu serei obrigado a bater em você. ---- Ele me ameaçava com o objeto. ---- Agora fique quieta.


Ele me deitou na cama e começou a chupar uns dos meus seios e massagear o outro, ainda por cima de mim. Logo ele me levantou.


---- S/N, agora eu quero que você me chupe.

Ele tira a sua calça e em seguida a sua cueca, mostrando o seu membro. Eu tentei impedi, mas era desnecessário. Toquei no membro com timidez e abocanhei o chupando em seguida. O seu membro era grande, quase me engasgo com aquilo na minha garganta, e de repente sentir um líquido entrando e passando pela minha garganta, o qual Yoongi havia mandando eu engolir. Logo ele tira da minha boca.


---- Agora eu vou te fuder. Fique de quatro na cama, agora!

Eu já não podia fazer nada, por isso não me restava nada além de seguir as ordens. Eu fiquei na sua posição desejada. Ele me dá um tapa na minha bunda a observando.


---- Que visão maravilhosa... ---- Ele analisava. ---- Agora impine bem essa bunda que eu quero fuder essa buceta.

Impinei bem, ate que do nada sinto uma dor dentro de mim. Era a minha primeira vez e aquilo doía muito. Eu gemia de dor e ao mesmo tempo chorava. Não estava suportando, pois Yoongi estava indo muito rápido e fundo, que parecia que eu não iria andar nunca mais. Eu gemia e eu chorava. Yoongi pegou seu chicote e começou a bater na minha bunda violentamente.


---- Para de gemer! E para de chorar. Eu quero ver você quietinha, gatinha. Vadia.---- Ele dizia entre gemidos me batendo com o chicote.



Estava assim até que ouvimos uma batida na porta. Yoongi se retira arrumando sua calça.


---- Vista a sua roupa. ---- Sua fala estava ofegante. Fiz o que o mesmo mandou, vesti todas as minhas roupas. Yoongi me pega pelo braço fazendo eu sentar no chão. E em seguida ele amarra meus pulsos para trás com uma corrente super resistente, e vai em direção à porta.



Ele abre revelando um homem de terno. O homem era muito bonito, tinha cara de "predador". Yoongi falou um "entre" para o homem que estava com uma maleta, parecia que era de dinheiro.


---- Obrigado por trazer. ---- Após agradecer, Yoongi me olha. ---- Está vendo essa maleta? Nela, está o dinheiro que vou entregar para os seu "pais" que eu prometi em troca de você. ---- Com uma mão ele segurava a maleta e com a outra ele fazia aspas na palavra "pais". ---- Eu fiz aspas com as mãos porque pais, são aqueles que apesar de tudo jamais faria isso que os seus fizeram com você. Ah, esqueci, eles não são seus pais de verdade, por isso que não te amam o suficiente para recusar isso. ---- Me senti ofendida e tive uma vontade de chorar. Ele olhou novamente para o homem, ainda sorrindo.


Logo veio outro homem, também era bonito. Ele também tinha o mesmo jeito que o primeiro.


---- Ah, olha só quem apareceu. ---- Yoongi diz com ironia. ---- Está atrasado.


---- Desculpa chefe, só que eu tive um problema. Tinha policias indo atrás de mim e tive que dispista-loa. ---- Yoongi não parecia interessado na desculpa desse homem.


---- S/N, esse aqui é o Huang Zitao, mais conhecido como Tao. E esse é Kim Min-Seok, também conhecido como Xiumin. Eles são aqueles que vão garanti que você não vai fugir. ---- Yoongi apresenta os dois apontando.



Xiumin foi ficar de guarda no lado de fora e Tao ficou dentro me vigiando. Yoongi ao saber que estava tudo certo, sai do local deixando só eu com o Tao, o primeiro homem que tinha entrado. Ele me observava de um jeito que me deixava incomodada, sentado em uma cadeira, que de vez em quando, ele mexia no seu celular para se distrair. Eu ficava lá, sozinha, sem saber o que fazer. Eu sentia que medo estava misturando com vontade ao mesmo tempo de ficar, ou seja, ao mesmo tempo que eu queria ir embora, eu queria ficar.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...