1. Spirit Fanfics >
  2. Um novo Izuku Midoriya. Villian Deku >
  3. "Mudanças insperadas?!"

História Um novo Izuku Midoriya. Villian Deku - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii galera!!!!
Tudo bem com vocês?!
Eu espero que gostem dessa fanfic de Villian Deku.
(Ps: é minha primeira fanfic)
E quero agradecer a minha amiga por me ajudar com ela.
Tchau
E boa leitura!!!!!

Capítulo 1 - "Mudanças insperadas?!"


Fanfic / Fanfiction Um novo Izuku Midoriya. Villian Deku - Capítulo 1 - "Mudanças insperadas?!"

Era um dia, aparentemente normal para todos, somente mais um dia normal. Nesse mundo onde 80% de sua população possui um poder, uma individualidade. Nesse mundo havia dois adolescentes de comportamentos distintos, mas, com o mesmo sonho ...

SER UM HERÓI.

Katsuki Bakugou, o adolescente com uma individualidade  almejada por muitos.

 Izuku Midoriya, o adolescente que não possui uma individualidade, e por conta disso é humilhado, abusado, e até assediado pelo adolescente que antes de possuir sua individualidade era seu...

 Amigo de infância. 

Haveria um teste para entrar na melhor escola para treinamento de super-heróis. A U.A.Tanto Bakugou como Midoriya fariam esse teste que ocorreria em seis meses depois, mas algo mudou alguns fatos dessa história. 

Na escola dos adolescentes. Bakugou sabe pelo seu professor que seu "rival" Midoriya pretendia a mesma coisa, isso o irritou, não somente ele como a sala inteira que começaram a zombar de como em um dia qualquer. Depois das aula, Midoriya escrevia em seu caderno referente ao "seu futuro como herói". Bakugou o pega em um tom de deboche.

- K-k-k-kacchan, poderia me devolver, por favor ?! - dizia Midoriya desesperadamente.

Mas, Bakugou o explodi e o joga pela janela da sala. Olhando para Midoriya queimando seu ombro como o de costume, e caminhando até a saída, quando então para e diz :

- Se você quer tanto ter uma individualidade para ser tornar um herói por que não tenta reencarnar com uma, pode tentar pelo terraço da escola. - diz Bakugou de costas para o garoto.

Ao ouvir essas palavras, ele para de tremer e se vira rapidamente com lágrimas nos olhos, fazendo o outro se virar e o ameaçar com pequenas explosões em uma de suas mãos, o que Midoriya paralizar onde estava.

Ao sair da sala, Midoriya vai em busca de seu caderno e o encontra com os peixes o fazendo de almoço. E lá estava ele voltando para casa. Quando um vilão gosmento sai do bueiro o capturando, estava a ponto de desmairar quando foi salvo pelo All Might o Símbolo da paz, o herói n° 1 que o levou para casa em segurança.

Ao acordar o herói estava indo embora, porém em preocupação de Midoriya de responder uma dúvida que o fez ir até no topo de um prédio. No prédio e explica o por quê de tê-lo seguido e pergunta:

- Alguém que não possui individualidade pode ser como você?! 

- Você não possui uma individualidade?! - perguntou o Símbolo da paz, onde não obteve resposta, então contínuo - Não,  você não pode ser tornar um herói sem uma, encare a realidade. Disse se retirando do local.

Nesse momento, Izuku sorri, mas não como fazia normalmente, seu sorriso expressava um vazio que se transformava em ódio à  cada segundo que se passava, com esse sorriso e diz:

- Vocês estão certos!- ele larga sua mochila e corre para a beira daquele prédio... até que para, e retorna para sua mochila se apossando de papel e caneta. Então começa a escrever uma carta, que dizia:

" Caro, Kacchan!

Venho por meio dessa carta dizer que você têm toda a razão. Sou realmente um inútil e agradeço por me lembrar disso todos os dias. 

AH! E obrigado pela dica sobre a individualidade

Até mais, Kacchan

De seu amigo de infância Deku

Após feita ele à dobra e retorna para sua escola e à coloca a mesma no armário de Kacchan.

Dois alunos que finalmente saíram da detenção viram tal ato e começaram a provoca-lo:

- Olha só !!!!! O inútil do Deku finalmente vai se declarar!!! - disse o aluno em tom de deboche, enquanto o outro ria.

Midoriya por outro lado dá um pequeno sorriso de canto e abaixou a cabeça como de costume, se vira começando a andar para fora da escola, porém é parado pelos dois alunos que estavam bem próximos ombro por ombro, queixo por queixo, então um deles disse :

- Pra quê a pressa, não quer se divertir, deku?!! - o empurram fazendo o mesmo dar um  pequeno passo para trás o que os dois estranham pois ele sempre caía. Então ele levanta sua cabeçae rapidamente entrelaça seus braços nós pescoços dos dois alunos, e disse com uma voz pertubadora em seus ouvidos:


 - Fico feliz por estarem aqui, poderiam dar um pequeno recado para o kacchan amanhã?! - diz midoriya em um tom tenebroso, porém autoritário, já os dois alunos acertiram positivamente com a cabeça - Pois bem diga à ele que " suas palavras me feriram mais do que suas explosões", e se ele for burro demais para entender, *APENAS* saíam de perto, entenderam?! - os dois alunos gelam aceitando com a cabeça.

Midoriya se distância alguns metros e para se vira e diz fazendo os dois alunos tremerem :

- Depois me contem como foi!

Se distância até não ser visto. Os alunos a ponto de chorar, apesar de não terem entendido o "porquê? " não iriam desobedecer.

No dia seguinte, com Katsuki ao chegar próximo da casa de deku.

"Que estranho, aquele nerd de merda não  está aqui como o custume, em vez dele diversos... policiais?! "

Ele ignora mesmo com dúvidas e vai pars a escola. Na escola ao abrir seu armário para pegar seus livros, percebe um papel cair, ele o pega o lendo... Quando o finaliza ele como automático iria jogar no lixo, mas é impedido pelos dois alunos, que conversaram com deku ontem, eram seus amigos. Eles explicam o que houve ontem após sairem da detenção.

- POR QUE CARAHLOS ELE FALOU ESSA ASNEIRA E VOCÊS ACREDITARAM ?!!!!!- grito Bakugou para o nada. Que como disse deku " se ele for burro o suficiente para entender apenas saem de perto" .

Bakugou on 

" ESSES MERDAS ME DEIXARAM FALANDO SOZINHO?!!!! Mas o que está acontecendo ?! Por que têm policiais na frente da casa dele?! Por que ele mandou aquela carta para mim ?! E o que ele quis dizer 'suas palavras me feriram mais do que suas explosões ' ?!!!! Ele foi  .... sequestrado?!" - pensava eu enquanto pegava tudo para as aulas inclusive aquela carta.

No meio da aula eu a lí novamente,  o que me fez lembrar do que disse no dia anterior,  isso me fez suar frio.

Após às aulas fui para minha casa pensando em ir para a casa dele ver o que estava acontecendo.

Após às aulas os dois alunos comunicaram ao deku sobre os acontecimentos do recado.

- O Bakugou está calado após de questionar quando lhe falamos, De- Izuku - se corrigiu.

- Muito bem!! A partir de semana que vem vou começar a espiona-lo - os outros se imaginaram livres, porém esse sentimento foi embora - Porém, vocês não iram abrir o bico. - disse midoriya com um tom calmo,porém autoritário. Os dois garotos afirmam. E a ligação se encerra.

Com Midoriya.

" Parece que houve mudanças insperadas na sua rotina não é, Kacchan?! Isso é só o começo " - pensou consigo mesmo.

Continua...? 


Notas Finais


O que será que ele está armando ?!
Por que sua antiga casa está cercada pela polícia?!
Veja no próximo capítulo!!!
Espero que tenham gostado😊!!!!
Até o próximo capítulo
Tchauuu!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...