1. Spirit Fanfics >
  2. Um Novo Jeito de Recomeçar >
  3. Prólogo

História Um Novo Jeito de Recomeçar - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa é minha primeira fic, então já deixo aqui minhas desculpas por qualquer erro cometido!

Capítulo 1 - Prólogo


    

   SiCheng já estava na porta da balada onde Jeno, um dos namorados de seu irmão, Renjun, havia escolhido para comemorar o seu aniversário. Os amigos já haviam chegado, ele sabia que estava pra lá de atrasado, o sermão de Renjun já era certo. 

Ao entrar na balada ele avistou Kun, um de seus melhores amigos desde o encino médio onde se conheceram em um clube de alunos estrangeiros. Kun assim como ele também era chinês, ele havia indo para a Coreia quando seu pai recebeu uma promoção na empresa onde trabalhava. 

SiCheng andou em direção ao amigo que estava distraído olhando para a pista de dança sentado no bar. Ele resolveu assustar o amigo:

- E aí Kun???? - disse gritando no olvido do amigo por conta do barulho da música.  

- Ninguém nunca tentou colocar um sininho em você? Eu podia ter tido um enfarte! - disse Kun para o amigo.

- Onde está o Chitta?- perguntou SiCheng se sentando ao lado do amigo. 

- Ele não quis te esperar e foi para o camarote, ele disse que quem espera é grávida e ele não te queria como filho - respondeu Kun.

- Eu nem cheguei tão atrasado assim! Isso é drama dele. 

- Você sabe que horas são? - perguntou Kun fazendo o que parecia uma cara se deboche. 

- Agora são..... - SiCheng olhou para o celular - 23:27h, é talvez eu tenha me atrasado um pouquinho - admitiu ao ver o horário, pois o combinado era 22:30 - Mas foi porque.....

- Pode parar, - disse Kun interrompendo o amigo - você está vai ter que se explicar para o Renjun. Agora vamos que minha bunda está doendo e ficar sentado aqui te esperando.

Kun levantou e foi seguido por SiCheng em direção ao camarote. Logo avistou Ten dançando na pista que tinha ali, em uma mesa mas a frete estavam Renjun, Jeno e Jaemin, o outros namorado de seu irmão, Chenle e Jisung, sendo estes os amigos de seu irmão. 

SiCheng sabia que tinha sido convidado por educação, pois era irmão de Renjun, e que Kun e Ten foram convidados só pra ele não ficar sozinho com os mais jovens.

- Finalmente!!! - exclamou Renjun de forma exagerada - Eu já estava achando que você tinha sido engolido por um buraco negro.

- Foi mal, eu estava fazendo uns trabalhos da faculdade e não vi a hora passar. - se explicou SiCheng .

- Quem faz trabalho da faculdade em um sábado à noite? - perguntou Renjun.

- O WinWin aparentemente faz- disse Ten chegando perto dos amigos e jogando os braços ao redor de Kun, que prontamente murmurou algo como " Sai! " e empurrou de leve com seu ombro o tailandês, que já estava um pouco alterado. 

- Eu não tive tempo de fazer à tarde - o que SiCheng nunca falaria é que passou a tarde dormindo em vez de fazer à tarefa de cálculo - e amanhã eu combinei de almoçar com meus pais.

- Então tá. - disse Chittaphon de um jeito desinteressado - Agora vamos dançar!!!

Ten puxou WinWin pela mão até a pista e por lá ficaram por um bom tempo 

                     ○○○ 

SiCheng e seus melhores amigos estavam na mesa sem a presença dos mais novos, Chenle e Jisung estavam dançando mais a frente na pista, já Renjun e seus namorados tinham ido para sei lá onde. 

Kun era o em melhor situação ali, não tinha bebido e nem dançado, SiCheng estava com uma grade dor nos pés e não tinha bebido pois teria que dirigir depois, já Ten que não parou de dançar e beber desde que chegou estava mais pra lá que pra cá.

- Você bem que podia cancelar com seus pais e ir lá em casa hoje igual ao Kun!

- Eu queria Chitta, mas pra minha mãe os almoços em família são sagrados ela nunca deixaria eu faltar em algum - respondeu SiCheng para o amigo que estava praticamente deitado em cima dele. 

- Mas o Renjun disse que amanhã vai passar o dia com Jeno e Jaemin, - disse o tailandês inconformado -  por que vc não pode faltar também???

- Porque o Renjun é o Renjun, se ele fizesse uma voz manhosa e pedisse um castelo, nossos pais iam dar um jeito de dar um à ele!

Chittaphon exclamou algumas palavras incoerentes e deu mais um gole na garrafa de bebida que estava em cima da mesa. 

- Kun, vc está tão quieto hoje! Aconteceu algo? - perguntou SiCheng ao outro chinês da mesa.

- Nada, só estou com uma sensação estranha, como um aperto no peito. Parece que algo vai acontecer e eu não vou conseguir fazer nada - disse Kun com o olhar perdido nas luzes da balada.

- Nossa Kun, bate na madeira. Falando assim parece que uma tragédia vai acontecer. - disse Ten dando batidas na mesa.

                     ○○○

- Renjun - disse Jeno cutucando o namorado - Você ficou meio aéreo de repente. Aconteceu algo?

Os três namorados tinham acabado de ocupar alguns lugares em uma mesa perto do bar. Alguns minutos antes eles estavam no canto mais afastado da pista. 

- Ainda não! - exclamou Renjun. 

- E o que vai aconter? - perguntou Jaemin entrando na conversa, até então ele estava distraído brincando com a mão de Renjun encima da mesa.

- Eu não sei, mas não parece ser algo bom, estou com uma sensação se peso pelo corpo. Parece que estou impotente - disse o chinês. 

- Você só deve estar cansado - disse Jeno - nós estamos andando por aí desde do meio dia. 

- Eu espero que sim- disse Renjun antes de tomar um gole do drink a sua frente. 

                    ○○○

O grupo já estava no lado de fora da balada, o trisal já tinha ido para o apartamento de Jaemin onde passariam a noite para no outro dia irem a casa dos pais de Jeno comemora o aniversário do mesmo com a família. 

Kun já tinha posto um Ten praticamente desmaiado dentro de seu carro e estava se despedindo do outro chinês. 

- SiCheng tome cuidado na estrada, okay? - disse ao amigo com um sorriso forçado no rosto - Já são quase 02:30h da madrugada, quando chegar em casa me manda uma mensagem, não esquece!

- Você está parecendo minha mãe falando desse jeito, relaxa do mesmo jeito que eu saí de casa eu vou voltar - disse WinWin dando um soquinho no ombro do amigo. 

SiCheng entrou no seu caro, ligou p som que estava conectado a um pendrive com uma playlist com suas músicas favoritas.

Era 02:27h da madrugada quando uma luz branca forte o deixou sem visão, depois veio um impacto gosto como ele nunca tinha sentido e então, SiCheng contemplou a escuridão. 

                      ○○○

Um mês e duas semanas depois


 Quando SiCheng abriu os olhos por alguns instantes tudo que viu foi o branco, de todas as direções. Depois seus olhos ganharam foco e ele percebeu a pessoa ao seu lado. Era a sua mãe, estava acomodada em uma poltrona ao lado de sua maca.

Então ele percebeu que estava no hospital, ele tentou falar mas sentia sua língua pesada em sua boca. Tudo que consegui fazer era olhar ao redor e escutar o barulho das máquinas em que estava conectado e os suspiros de sua mãe. Que percebeu que o filho mais velho finalmente estava acordado.

- SiCheng!... Graças a Deus!.... Eu..... - falava a mulher entre suspiros e soluços - Não se esforce querido, seu corpo está dormente pelos efeitos dos remédios. 

Então ele lembrou do acidente, tudo veio como um flash que o vez fechar os olhos e por uns instantes fugir da realidade que o aguardava. 

Quando WinWin voltou a abrir os olhos, sentiu sua mãe fazendo um carinho reconfortante em seu braço. Ele teve forças e levemente ergueu sua cabeça para olhar o quarto ao seu redor. 

Então ele percebeu que sua mãe também acariciava sua perna, mas ele não sentia aquele toque tão maternal.

Então ele percebeu o significado daquela dor irritante em sua coluna. 

Então ele percebeu o motivo do choro de sua mãe quando olhou pra ela em pânico. 

Ele não voltaria mais a andar!

Ele sentiu uma lágrima solitária escorrendo por seu rosto, e se entregou novamente ou sono.


Notas Finais


Então esse foi o nosso prólogo. Eu não sei quando voltarei a atualizar, pois tenho um bloqueio foda de criatividade, mas peço que não desistam de mim kkkkkkk. Peço desculpas por qualquer erro que cometi nesse capítulo. Críticas em um sentido positivo são bem vindas.

Tchau pessoal! E até a próxima (só Deus sabe quando)!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...