História Um Novo Kyuubi - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias High School DxD, Naruto
Personagens Akeno Himejima, Asia Argento, Issei Hyoudou, Itachi Uchiha, Koneko Toujou, Kuroka, Naruto Uzumaki, Ophis, Rias Gremory, Rossweisse, Serafall Leviathan, Sirzechs Lucifer
Tags Naruakeno, Narukuro, Naruophis, Naruravel, Narurias, Narusera, Naruvene, Naruyasa, Naruyube
Visualizações 1.026
Palavras 2.287
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fala pessoal, muito tempo não é mesmo? Eu ia escrever capitulo para a fic O Peão Mais Forte, mas notei que essa fic estava mais atrasada então decidi atualizar ela. Não sei que fic vou atualizar amanhã, vai depender da minha criatividade. Enfim, é isso e boa leitura.

Capítulo 13 - Kyuubi encontra kyuubi.


NO CAPITULO ANTERIOR...

- Pode repetir por favor, Onii-sama? – Rias pergunta para o mesmo, apenas para ter certeza que entendeu direito. Ela estava na sala do seu clube, junto com o restante de sua nobreza, Naruto, Kuroka e Yubelluna, enquanto que na frente dela estavam Sirzechs, Serafall e Grayfia, embora esta ultima estivesse olhando para Naruto com os olhos um pouco mais frios que o normal.

- Como eu disse, Serafall e eu iremos para Kyoto amanhã para tentar uma aliança com Yasaka e a facção Youkai. Ficaremos fora por alguns dias e gostaríamos que vocês fossem conosco para relaxar um pouco em Kyoto. Sona e sua nobreza também irão. – Sirzechs explica sorrindo.

Parecia uma boa ideia na opinião de Rias, ela realmente gostaria de um descanso para ela e sua nobreza.

Mais fundo na sala, Naruto que ouvia a tudo atentamente mentalmente estava pedindo para Rias aceitar o convite. Pelo menos assim ele poderia ficar de olho em Yasaka por um tempo e ajuda-la quando surgisse algum problema.

Ele tinha prometido a seu falecido sensei que iria.

- Nós vamos. – Rias se decide sorrindo.

- Perfeito! Nos reunimos na estação de trem amanhã as 10:00h, se cuidem. –Sirzechs fala e ele, mais Serafall e Grayfia desaparecem em um círculo de teletransporte.

NO CAPITULO ATUAL...

O dia seguinte chegou quase que em um piscar de olhos. Naruto, Kuroka, Yubelluna e Rias, que havia se mudado para a casa do kyuubi, terminaram de fazer as malas e estavam saindo de casa, indo em direção à estação de trem. Todo esse tempo, Naruto esteve imerso em seus pensamentos sobre a atual situação. Ele admitiria que não conhecia quase nada da facção Youkai, apesar de ser um deles, mas ele sabia que a dita facção era completamente neutra em relação as outras. Então que tipo de problemas chegariam até Yasaka? Ou se chegaria algum problema? Naruto não sabia ao certo, tudo o que ele sabia era que James tinha um pressentimento de que Yasaka, sua filha, estaria em apuros no futuro próximo. Não era exatamente uma informação infalível, talvez o velho estivesse pensando demais a respeito. Mas Naruto cumpriria o ultimo desejo de seu sensei e garantiria que nenhum mal chegasse a Yasaka ou a filha dela.

Será que o velho sabia que tinha uma neta? Será que ela conhecia o avô? E como será que as duas reagiriam ao saber da morte do mesmo? Naruto não sabia ao certo. O que ele sabia era que, infelizmente, ele estava completamente no escuro sobre a atual situação. Uma coisa que ele precisava corrigir o quanto antes.

- Você está bem, Naruto-sama? – Naruto foi tirado de seus pensamentos pela voz de Yubelluna que o olhava preocupada.

- Sim, está tudo bem. – Naruto a tranquiliza com um sorriso. – Apenas pensando em muitas coisas. – Dá a primeira desculpa que surgiu em sua mente.

Yubelluna o olhou, desconfiada, por mais alguns segundos antes de acreditar nas palavras do loiro. Ele se sentiu um pouco mal por mentir na cara dura assim. Mas se Yasaka realmente estivesse correndo perigo, então esta era uma situação em que Naruto esperançosamente queria resolver sozinho.

Com alguma sorte, ele encontraria alguma pista sobre Vandriz.

Vandriz. Só pensar nesse nome enfurecia Naruto.

- Estou ansiosa por isso, estava precisando de algumas férias, nyah. – Kuroka fala animada. – Eu vou grudar na minha Shirone-chan. – Ela fala animada, entrando em seu “Modo Siscon”.

 - Koneko ainda não está muito acostumada com sua presença Kuroka, melhor pegar leve. – Rias fala em um tom de aviso.

- Eu concordo. – Naruto fala com um sorriso.

- Sua siscon. – Yubelluna fala sem piedade.

A nekoshou apenas começou a chorar lágrimas de anime. Por que eles tinham que ser tão maldosos com ela? Tudo o que ela queria era simplesmente abraçar o corpo pequeno de sua irmã e esmaga-lo em seus seios enormes.

Isso era pedir demais?

************

Eles chegaram na estação de trem, vendo que só faltavam Issei e Ásia no momento. Kuroka tratou de imediatamente pular em Koneko. Ela literalmente voou na direção de a irmã mais nova, apenas para a mesma desviar para o lado, fazendo Kuroka bater o rosto violentamente na coluna de concreto que estava a sua frente.

Fale sobre tratamento frio.

Alguns minutos depois, Issei e Ásia chegaram e assim todos puderam seguir de trem em direção a Kyoto. Dentro do trem eram quatro bancos por vez, dois na frente e dois atrás, divididos em duas fileiras. Em uma das fileiras ficaram Naruto, Rias, Akeno e Yubelluna. Em outra fileira ficaram Issei, Asia, Xenovia e Yuuto. Mais a frente estavam Kuroka e Koneko, que conversavam civilizadamente e de forma agradável, exceto quando a nekoshou mais velha chegava ao limite e puxava a cabeça da nekoshou mais nova, a afundando em seu amplo decote.

Koneko não sabia se gostava da sensação por serem tão macios e quentes, além de sentir o carinho que Kuroka estava lhe dando, ou se odiava os seios de sua irmã por serem tão grandes e os dela tão pequenos. Foi impossível ela não sentir um pouco de inveja.

Era também possível se ver Sirzechs sentado com Serafall, conversando com a mesma, e Grayfia sentada em silêncio. Embora ela olhasse para Naruto com olhos frios de vez em quando.

Naruto também podia sentir a assinatura de magia de Sona e sua nobreza, mas eles estavam em outro vagão do trem, então ele não sabia dizer quem estava sentado com quem. Não tendo nada para fazer, o loiro decidiu fechar os olhos e dormir um pouco. Ainda demoraria um pouco até chegarem em Kyoto, então ele aproveitaria para descansar.

*****************

O trem finalmente chegou a Kyoto e Naruto estava totalmente descansado. Assim que ele colocou seus pés dentro de Kyoto, Naruto sentiu uma sensação de nostalgia que era um pouco estranha para ele. Ele se sentiu da mesma forma quando pisou novamente em Konoha após seus dois anos e meio fora. Ele também podia sentir que Kyoto estava carregada com quantidades absurdas de Senjutsu, principalmente no subsolo, formando uma enorme cadeia de fios, como uma gigantesca teia de aranha.

Aquele lugar era bom. Talvez até melhor do que Kuoh para ser honesto. Naruto pensaria na possibilidade de no futuro se mudar para cá.

- Vamos, Yasaka está nos esperando. – Sirzechs fala com um sorriso e liderando o enorme grupo que vinha atrás dele.

Enquanto caminhava, Naruto teve um pressentimento que não sentia a muito, muito tempo.

- Meus sentidos de brincalhão estão formigando. – Naruto pensa, antes de discretamente se distanciar do grupo e desaparecer entre as multidões.

****************

Em outra parte de Kyoto, uma pequena menina de cabelos loiros dourados, olhos de cor correspondentes, orelhas de raposa, nove caudas douradas e vestindo uma roupa de Miko, atualmente estava escondida atrás de um beco nas ruas, olhando seus guardas a procurarem desesperados.

Esta era Kunou, filha de Yasaka e herdeira da facção Youkai. Kunou apensar de ter apenas 12 anos, era muito responsável e sabia atuar como uma líder quando necessário. Mas havia momentos em que ela sufocava e isso a levava a fazer coisas que seus guardas tinham pavor.

Brincadeiras.

A ultima brincadeira foi no ano novo que foi completamente desastrosa. Envolvendo latas de tinta verde, um pato de borracha, penas e um forte feromônio industrial para cães. Muitos dos guardas ficaram traumatizados, especialmente os membros do Inu.

Kunou agora estava observando as vítimas de sua próxima pegadinha em três..., dois..., um..., agora! Explosões de fumaça ocuparam a visão dos três kitsunes, ao mesmo tempo em que cordas se enrolaram pelo corpo dos dois e ao utilizar a manobra da alavanca, os dois foram arremessados longe como um saco de batatas e isso levou a pequena kyuubi a gargalhar alto.

Ela nem ao menos notou outro kyuubi atrás dela.

- Eu daria nota 6 de 10. – Naruto fala com um pequeno sorriso.

Kunou parou de rir na hora e se virou para Naruto. Quando o viu, ela arregalou os olhos ao ver o número de caudas, contando de uma até nove. Depois olhou para os cabelos loiros dourados de Naruto e só uma coisa veio a sua mente.

- CHICHI-UE?! – Kunou gritou em choque.

-... O que? – Naruto pergunta confuso.

NA MANSÃO DE YASAKA...

- Kunou sumiu de novo?! – Yasaka pergunta preocupada com o paradeiro de sua filha.

- Minhas desculpas Yasaka-sama, eu só tirei os olhos dela por um segundo. – Se desculpa um tengu youkai. – Eu já alertei kitsunes e outros youkais para ajudarem na busca. – Ele fala, vendo ela acenar confirmando.

Tendo avisado sua líder, o youkai desapareceu rapidamente e pouco depois Yasaka ouviu batidas na porta. Ao pedir para entrar, Yasaka viu Sirzechs, Serafall e Grayfia chegarem ao mesmo tempo em seu escritório.

- Obrigado por nos receber Yasaka. – Sirzechs agradece a kyuubi que aceita o agradecimento, mas parecia visivelmente preocupada com algo. – Algo errado? – Sirzechs pergunta curioso.

- Não é nada, apenas minha filha que resolveu desaparecer como sempre. – Yasaka fala um pouco cansada, mas preocupada ao mesmo tempo.

- Entendo... – Sirzechs murmura.

- Oh, agora que eu parei para pensar, Naruto-kun também sumiu antes de chegarmos. – Serafall fala, atraindo atenção de todos.

- Quem? – Yasaka pergunta curiosa.

EM OUTRO LUGAR DE KYOTO...

Em uma barraca de lamén, estavam Naruto e Kunou, cada um com uma grande tigela de lámen para se deliciar. Naruto pegou uma tigela de miso lamén, enquanto que Kunou preferiu pegar uma com tofu cozido.

- Então você não é meu chichi-ue? – Kunou pergunta a Naruto e foi impossível o loiro mais velho não notar a decepção e tristeza no tom de voz da menina.

- Não, desculpe. – Naruto se desculpa com um pequeno sorriso triste. – Você pensou que eu era seu pai por ser um kyuubi e loiro? – Ele perguntou vendo a pequena acenar confirmando. - Suponho então que você não conheça seu pai, estou certo? – Ela acenou novamente com a cabeça. – Entendo...

Os dois começaram a comer o lamén e não demorou muito para que um silêncio constrangedor se instalasse entre eles. Naruto claramente podia ver que a garota, por um momento, se encheu de esperança ao vê-lo, pensando ser seu pai. Apenas para no final, saber que não era.

Naruto resolveu cortar aquele silêncio.

- Aquela brincadeira não foi ruim, mas não diria que foi a melhor que já vi. – Naruto fala com um pequeno sorriso, vendo Kunou o olhar para ele com um olhar sério, como se ela estivesse levando aquilo como um desafio. – Sua brincadeira foi muito simples e gastou muito material para só ter duas vítimas. Eu diria que sua brincadeira merece uma nota 6 de 10. – Ele termina com seu pequeno sorriso se alargando um pouco.

- Oh, é mesmo? E o que você sabe de brincadeiras? – Kunou pergunta desafiadoramente.

- O que eu sei sobre brincadeiras? – Naruto soltou uma pequena risada. – Me deixe te ensinar, porque eu era conhecido como O Rei Brincalhão Demoníaco. – Seu sorriso se alargou ainda mais.

Em algum lugar no céu e no inferno, todos aqueles que já moraram em Konoha sentiram um calafrio por sua espinha. Ele estava de volta! O Rei Brincalhão Demoníaco retornou!

*****************

Kunou olhou em puro choque ao ver aquilo. Várias brincadeiras estavam acontecendo por toda Kyoto ao mesmo tempo. Explosões de tinta laranja, explosões de bombas fedorentas, tachinhas sendo colocados em sapatos, animais masculinos completamente enlouquecidos atrás de humanos e youkais por causa de feromônios sintéticos, pessoas sendo cobertas por super cola e penas, entre muitas outras pegadinhas. E o gatilho disso tudo?

Uma pessoa tropeçou em uma corda de náilon quase invisível.

Uma corda de náilon e o inferno se desencadeou!

- E então Kunou-chan? Acha que foi bom o bastante? – Naruto pergunta com um sorriso vulpino.

Imediatamente Kunou se curvou para Naruto, colando sua testa no chão.

- POR FAVOR, ME FAÇA SUA APRENDIZ!! – Kunou implorou sem pensar duas vezes. – ME ENSINE OS CAMINHOS DO BRINCALHÃO!! – A pequena kyuubi implorou a esta figura divina do reino das brincadeiras.

-... Muito bem, esteja preparada minha pequena aprendiz, temos muito o que treinar e muitas pessoas para traumatizar. – Naruto avisa.

- Hai, sensei! – Kunou fala empolgada.

NA MANSÃO DE YASAKA...

Yasaka sentiu um arrepio percorrer seu corpo, assim como sentiu seu sangue gelar. A última vez que ela se sentiu assim foi quando Kunou fez aquela brincadeira no ano novo, o que lhe redeu duas semanas seguidas de papelada dobrada.

Mal sabia ela que agora sua filha aprenderia com o verdadeiro profissional na arte da brincadeira. Que Amaterasu-sama e os outros deuses do panteão xintoísta tivessem piedade dela.

 COM NARUTO E KUNOU...

- Sabe, eu ainda não sei seu nome. – Kunou fala para Naruto, enquanto os dois voltavam para o palácio de Yasaka. Ela ficou surpresa quando soube que seu novo sensei estava indo se encontrar com os amigos dele que, atualmente, estavam na casa de sua mãe.

- Uh é mesmo, meu nome é Naruto Uzumaki Namikaze, é um prazer conhece-la, Kunou-chan. – Naruto se apresenta com um sorriso.

- O prazer é todo meu, Naruto-sensei! – Kunou fala empolgada.

Após andarem por um tempo, eles chegaram na enorme casa de Yasaka. Kunou e Naruto rapidamente passaram pelos vários guardas, muitos os quais, estavam chocados ao ver outro kyuubi, quando se acreditava que os únicos eram sua líder e a filha dela.

Naruto e Kunou rapidamente chegaram ao salão de recepção da mansão, onde se encontrava todo o grupo de demônios, Yasaka e alguns outros youkais.

- Haha-ue! Estou de volta e quero que conheça meu novo amigo. – Kunou fala animada.

Assim que voltou sua atenção para a filha, Yasaka e os outros youkais arregalaram os olhos ao ver Naruto. Mais especificamente, as caudas dele.

- U-Um kyuubi? – Yasaka pergunta em choque.

Continua...


Notas Finais


E ai pessoal gostaram? Ficou legal? Comentem o que acharam, o próximo sai em breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...