História Um novo mundo! Uma nova História! (TWICE) - Capítulo 5


Escrita por: e Sorayuki

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jeongyeon, Jihyo, Jisoo, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Lisa, Mina, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sana, Tzuyu
Tags 2yeon, Chaesoo, Dahmo, Jenlisa, Jihyo, Jin, Jungkook, Michaeng, Namjoon, Satzu
Visualizações 35
Palavras 3.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello amores...
Tenho notícias.. Demorei pra postar esse capítulo? Sim.. E agora acho que viu começar a postar um por dia...
Eu voltei a estudar e agr esta mais difícil se concentra só na história da Fic...
Então pra nao fikar pesado pra mim eu vou postar um cap por semana...

Enfim chega de papo...
Boa leitura a todos..

Capítulo 5 - Um pouco do passado!


Fanfic / Fanfiction Um novo mundo! Uma nova História! (TWICE) - Capítulo 5 - Um pouco do passado!


“Nayeon on”

Acordei hoje igual ontem, Jennie estava quase em cima de mim me balançando mas dessa vez não me assustei..

-To levantando! -Falei ainda de olhos fechados..

-Então levante logo temos que tomar café... -Ela me falou já saindo do alojamento e eu não fiquei igual louca pra ir atrás dela hoje, já sabia onde era o lugar do café da manhã só precisava dela pra ir pra nossa base..

Levantei da cama coloquei minha roupa e sai trancando a porta, cheguei no lugar onde tomamos café e vi Jennie, ela me acelerou para podermos ir e eu fiquei com a maior cara de tédio escutando ela falar. Depois do “sermão” nós começamos a andar pra irmos pegar os cavalos e de longe vi Jeongyeon me olhando, não dei bola e continuei andando..

Pegamos os cavalos e fomos para a base e eu já estava decorando o caminho, chegando lá eu amarrei o Rocinante e fui para o mini campo de treinamento, eu e Jennie começamos a treinar e quando estava no meio do dia o Capitão apareceu querendo falar com todos dali sobre mais um ladrão da capital. Eu como era nova fiquei meio perdida pois não sabia que eles iriam me colocar na reunião também..

Quando entramos na cabana de investigações eu fiquei olhando tudo o eu tinha lá e era muito legal, todos os equipamentos, mapas entre muitas outras coisas. Fiquei impressionada de verdade.

-Então.. Eu chamei vocês aqui hoje porque tivemos mais um caso de roubo na capital, dessa vez foi na lojinha da dona Kitana.. Os ladrões roubaram armas, armaduras e mais um monte de utensílios.. -O capitão começou a falar..

-Espera.. Tivemos um caso muito parecido a duas semanas atrás, mas não tínhamos dado muita atenção pois foi bem no tempo que estava acontecendo aquelas coisas loucas.. -Jennie falou pegando um papel que eu chuto ser o relatório desse tal roubo..

-Então agora temos que pegar esses ladrões.. Você pode ir com os seus homens para ir pegar pistas na capital.. -O Capitão falou e deu um papel que daria autorização a toda tropa a fazer buscas pela região..

-Obrigado senhor.. -Jennie se curvou.. -Então Nayeon, acho que agora você vai aprender como é o trabalho de um investigador.. -Ela falou olhando pra mim.. Pelo jeito essa é a minha primeira missão..

-Jennie pode deixar ela hoje.. Eu tenho que falar um assunto com ela.. -O Capitão falou e depois Jennie concordou e chamou seus homens para irem imediatamente pegar esses tais baderneiros.

Depois de pegar todos os equipamentos necessários Jennie e os demais saíram rumo a entrada da capital e nisso só ficamos eu e o capitão ali..

-O que queria falar comigo capitão? -Perguntei depois que todos saíram..

-Bom eu quero te dar um serviço, é uma coisa básica... -Ele falou e eu já comecei a desconfiar..-Tem uma ladra que esta tocando o terror na capital, mas não do mesmo jeito que esses ladrões de meia tigela, ela é diferente.. -Ele continuou contando..

-Ok.. Mas não era bom você escolher alguém mais capacitado?? Eu sou apenas uma novata! -Exclamei..

-Eu não confio em muitas pessoas por aqui... Eu sei que todos eles tem capacitação para fazer tal coisa, mas isso é sigiloso e eu quero alguém de confiança pra isso.. -Ele continuou..

-Obrigado pelo voto de confiança senhor, mas como o senhor sabe que eu não sou inimiga? -Perguntei..

-Eu conheço pessoas assim Nayeon e você com certeza não é uma delas, você anda com uma demi-humana e uma bruxa.. -Ele me respondeu.. -Fora que eu conheci a sua mãe e sei que ela não criaria um monstro para atacar o seu povo..

-Espera... Como assim?? -Eu realmente não sabia de nada sobre a minha mãe ate porque tinha apenas 9 anos quando ela se foi. A única coisa que ela me contou foi que ela já morou em um lugar maravilhoso e que nele tinha feito o meu colar e o dela que um dia ela perdeu. Fora isso eu não sabia de mais nada..

-Sua mãe não lhe contou nada antes de você vim pra cá?? -Ele me perguntou curioso e meio espantado..

-Minha mãe faleceu junto com meu pai quando eu tinha 9 anos... -Falei mas as lembranças daquele dia estavam começando a me atormenta..

-Pelos céus.. Eu não sabia.. Me desculpe.. -Ele ficou meio sem jeito, era até engraçado de ver..

-Não faz mal.. -Falei me segurando pra não chorar ali.. -acontece..

-Me perdoe.. Sei que perder alguém não é fácil.. -Ele começou a falar..

-Quem? -Perguntei na tentativa de me distrair..

-Eu perdi a minha esposa e meu filho a 19 anos atrás.. Eles eram tudo pra mim, meu filho tinha apenas 1 ano de idade..

-Como se chamavam?! -Agora eu estava comovida pela história dele.. -Mas não precisa falar se não quiser..

-Ok.. Eu já superei.. -Ele falou firme.. -Minha esposa se chamava Pietra e meu filho se chamava Jack.. -Nomes bonitos até..

-Bonitos nomes.. -Sorri mínimo.. -Eu simplesmente não consigo superar a morte dos meus pais, foi tão cruel a forma que eles morreram, e tipo tudo aconteceu na minha frente, foi tudo tão rápido, a viagem, a chuva, a carreta, tudo... -Falei chorando.. -E meus avós tiveram que pedir para eles fazerem cremação dos corpos dos meus pais, pois eles estavam...... -Eu estava chorando de mais e falando rápido..

-Hei.. Calma... -O Capitão Namjoon falou tentando me acalmar..

Mas simplesmente não dá.. Palavras não deixam ninguém calmo principalmente essas palavras, eu estava ficando pior, as imagens do acidente estavam passando como flashs na minha cabeça, tava tudo indo pro mal caminho, minha vontade de morrer apareceu novamente e eu comecei a me descontrola até que um simples ato me faz ficar calma e assustada.. O Namjoon tinha acabado de me abraçar.. Isso fez com que eu me acalmasse mas também fez com que eu me assustasse pois eu não esperava uma reação dessas vinda do próprio capitão..

-Olha.. Sei que tudo parece ser pior, parece que tudo vai desmoronar, tudo vai cair por água abaixo, mas eu consegui dar a volta por cima e sei que você também pode.. Esses flashs malucos que passam na cabeça da gente só servem para atormenta, mas você pode excluí-los ou simplesmente fazer com que eles não tomem conta de você em um momento de desespero.. -Agora sim.. Essas palavras e esse abraço me tranquilizaram..

-Obrigada capitão.. -Falei me soltando do mesmo e enxugando as lágrimas.. -Falar dos meus pais me deixa abalada e muito.. Eu tento não pensar, mas toda hora que alguém toca nesse assunto eu sinto uma enorme vontade de não estar no mundo sabe.. -Sentei em uma cadeira que tinha ali pois eu estava tremendo..

-Eu sei como é... Acredite.. Eu vi as duas pessoas que amo serem mortas na minha frente, mas consegui acostumar com a dor e fazer com que ela me desse mais força para continuar vivendo.. -Ele falou e me deu um copo com água.. -Você tem que ser forte... Mas agora pense pelo lado positivo... Eu agora sei muito bem que você não é nenhuma impostora que veio se infiltrar nas minhas tropas e é um sinal de que eu posso confiar em você.. Não 100% ainda.. Mas posso confiar..

-Ata... Óbvio.. -Falei meio sarcástica pois no meio de uma coisa triste, que super acabou comigo ele solta uma dessas.. -O mais louco é esse escudo que....

-Shiii... -Namjoon falou com o dedo na frente da boca.. Eu fiquei quieta na hora e só fiquei observando o capitão e o mesmo se encaminhou pro lado de fora, ouvi seus passos andando por volta da tenda inteira e enquanto ele estava lá eu fiquei me acalmando do lado de dentro.

Depois de fazer a sua ronda o mesmo entrou de volta na tenda com uma cara nada boa, parece que algo estranho estava acontecendo e não é de hoje..

-O que aconteceu capitão? -Perguntei depois de estar mais calma..

-Não é de hoje que sinto que tem alguém me espionando.. -Ele respondeu raivoso e depois disso um soldado entrou correndo..

-Capitão não conseguimos capturar o suspeito.. Me desculpe.. -O homem falou tudo e eu só vi que o Namjoon acabou ficando ainda mais bravo com a situação..

-Eu treinei você pra que?? Seus inúteis. -Namjoon começou a se descontrolar.. -Vocês..

-Capitão calma.. Espera.. -Falei me levantando.. -Podem ir embora ok eu cuido do capitão.. -Falei pro soldado e ele me olhou Feio..

-Você não manda em mim.. Eu sou soldado da quinta divisão.. -O homem falou.. Que cara ingrato, eu tentando ajudar e ele me agradece dessa maneira..

-Faz o seguinte.. Vaza daqui seu imbecil, não era nem pra você está aqui dentro, pois é base de investigadores e que eu saiba você não é um.. -Falei autoritária.. -Ou seja eu como sou uma investigadora e estou cuidando do local, ordeno que saia daqui agora antes que as coisas fiquem piores para você seu imbecil da quinta divisão... -Falei autoritária e ele mesmo sendo contra acabou saindo..

Depois disso eu peguei um copo de água para o Namjoon, ele parecia muito nervoso, estava igual aquela vez que o vi no meio da floresta quebrando árvores com socos e chutes.. Esperei um tempo até o mesmo se acalmar..

-Eu to achando que esse negócio de ser capitão é uma chatice! -Falei tentando descontrair.. -Tenho pena de você Namjoon.. Mas acho que você gosta disso.. Então neh.. -Falei meio sem jeito pois não sabia o que falar para acalmar meu próprio capitão..

-Não é nada fácil... -Ufa ele está mais calmo.. Que bom...

-O melhor é que você está se acalmando... -Falei sorrindo.. -Só estava imaginando o estrago que você ia fazer com esse soldado.. -Falei e ele me olhou.. -Aquele dia na floresta eu vi você quebrar um árvore com apenas um chute e sim isso me assustou um pouco.. -Falei rindo..

-Desde quando você estava lá?! -Ele me perguntou.

-Não fazia muito tempo, eu só vi você destruir a árvore e logo a Jeongyeon apareceu e falou com você.. Antes mesmo de eu ir falar com você alguns soldados me alertaram e falaram que não estava bem... -Respondi..

-Você não podia ter me visto naquele estado, eu.... Se você tivesse aparecido eu poderia ter te machucado.. -Ele falou e agora perecia nervoso..

-Não se preocupe... Bom pelo agora sei que você tem costume de ficar bravo desse jeito, até porque ocupar o cargo que você ocupa é extremamente difícil.. -falei calma..

-...... -Ele simplesmente ficou quieto e voltou a beber água, depois de um tempo ele parecia estar normal.. -Quero agradecer por ter me acalmado.. Eu não sou muito bom em fazer isso sozinho..

-Sem problema, eu estou aqui para ajudar... -Falei sorrindo..

-Como você pode ser tão igual a sua mãe? Gentil a esse ponto?! -Ele perguntou e acabei lembrando do meu último pedido para Sana antes de vim pra esse mundo..

-Olha Namjoon eu não sou totalmente gentil e meiga, só sou assim com pessoas que eu posso confiar ou que me deram uma mão.. -Falei e olhei o mesmo.. -Antes mesmo de vim para esse mundo eu era excluída no colégio e sofria bullying da parte dos meus colegas.. Foi ruim me criar no meio de um monte de gente que não gostava de mim, mas por um lado isso me ajudou, cresci forte e agora não ligo para o que acham de mim, se eu ficar mal falada ok, se não ficar ok também.. Pra mim não importa os outros e sim a mim..

-Ual.. Palavras profundas.. -Ele me olhou.. -Mas agora que já sabemos coisas um sobre o outro nós podemos ter um voto de confiança.. Eu espero que possa confiar com você... -Ele ergueu uma sobrancelha..

-Ah sim.. Claro... Pode confiar Capitão... -Falei batendo continência e depois ri..

-Eu acho que você é meio louca! Mas tudo bem.. A Jeongyeon era assim no começo também.. -Ele riu..

-A muda??? -Perguntei meio assustada.. -Perdão, mas é isso que eu acho dela, porque ela nunca fala nada além do necessário..

-Isso são traumas do passado, não tem muita importância... -Depois que ele falou isso eu fiquei meio curiosa, o que aconteceu com ela para ela ter ficado daquele jeito?! Enfim isso não importa, não agora pelo menos..

-Mas voltando ao assunto de mais cedo, o que o senhor tinha pra me falar?! -Perguntei fingindo não estar interessada no assunto anterior..

-Tem uma ladra na capital, mas não é uma ladra comum, ela é rápida sabe usar estratégias muito bem, mas o que eu não entendo é o fato de que toda vez que estou perto de pega-la ela consegue escapar e eu não sei como. Estou a observado a dias mas nada... -Ele falou meio pensativo. -Toda vez que ela entra em algum ligar escuro da floresta ela simplesmente some..

-Interessante! -Isso sim era algo legal, como uma pessoa consegue sumir sem deixar rastros? -Mas por que eu? Eu sou nova não sei fazer nada ainda..

-É por isso mesmo... Eu vou treinar você todas as noites esqueceu?! -Fiz que não com a cabeça.. -O seu treinamento vai ser junto comigo enquanto estou na cola dela.. -Agora ficou ainda mais interessante.. Acho que vou gostar desse treinamento..

-Ok... Quando começamos mesmo? -Já estava animada com isso..

-Como as pessoas de investigação estão fora hoje, podemos começar agora.. O que você acha?! Até porque vou lhe ensinar coisas básicas de investigação antes de começarmos a trabalhar em campo...

-A Jennie estava me ensinando isso já lá no campo de treinamento.. Nesse começo de dia e ontem só ficamos lá treinando.. -Falei enquanto íamos para o lado de fora.

-Hmm.. Então vou te ensinar camuflagens, até porque quando você esta investigando ou pegando informações, o mais fácil é se camuflar.. -Ele falou..

-Ok... Começamos então... -Falei animada..

-Vamos lá... -Ele falou..

Depois que fomos para o campo de treinamento, ficamos lá a tarde inteira. No começo foram apenas explicações de como se camuflar bem ou como se esconder bem, depois disso partimos para a prática que sem querer me achar mas eu consegui tudo de primeira, no final do dia Jennie e seus homens voltaram a base com três pessoas a mais, esses foram presos pelo Namjoon e depois foram encaminhados pra sei lá aonde.. Com isso Namjoon me deixou para terminar o treinamento da Jennie e depois mais a noite terminaríamos o que começamos agora a tarde.

Jennie me perguntou o que eu fiquei fazendo nesse tempo em que ela esteve fora, só disse sobre alguém que estava nos observando e o qual os soldados do Namjoon não pegaram e falei sobre ele estar me treinando enquanto ela não estava, até por que a missão pra qual eu estava treinando era sigilosa. Ela não insistiu no assunto só terminou o meu treino de reconhecimento de pistas e depois voltamos para o alojamento.

Conversei novamente com Namjoon lá nos alojamentos e consegui permissão para sair a noite porque além de ter que fazer a missão eu queria ir ver Sana e Chae lá na floresta. Depois de conseguir a autorização eu sai rapidamente pelas pessoas, peguei meu cavalo e estava indo para casa de Sana, mas no meio do caminho acabei esbarrando em alguém..

-Pelos céus, olha por onde anda.. -A pessoa reclamou e eu conhecia essa voz, eu acho.. Olhei pra pessoa e vi que era ela..

-Eu acho que é o destino que nos faz se encontrar pelo menos uma vez no dia Jeongyeon! -Falei..

-Hm... Aonde está indo?! É proibido entrar na floresta agora e muito menos ficar andando por ai.. -Ela falou me encarando..

-Então estou com sorte pois tenho autorização pra isso.. -Falei quase rindo..

-De quem?! -Ela me perguntou e ergueu uma sobrancelha...

-De quem você acha?! -Perguntei debochando.. -Foi o Namjoon! Agora se me der licença eu tenho que ir.. -Desviei dela e comecei a andar..

-Não vou deixar você sair sozinha.... -Ela disse me seguindo..

-Eu não preciso de babá! -Falei de costas pra ela..

-Eu não sei de qual mundo você veio, mas sei que aqui é totalmente diferente de lá.. Ou seja, você precisa de uma babá sim.. -Meu Deus, que mulher insistente.. Não falei mais nada apenas continuei andando e ela me seguindo..

Estávamos andando de cavalo bem de boa pela floresta, faltava pouco pra chegar na casa de Sana, mas algo estranho aconteceu, eu não sei a Jeongyeon mas eu senti que estava sendo observada então olhei para o lados para conferir e vi que Jeongyeon fez o mesmo..

-Não se mexa. -Ela sussurrou pra mim e eu parei na hora e então começamos a prestar mais atenção ao nosso redor.. Vimos algo no meio da floresta, não parecia ser uma pessoa e sim algo.. Jeongyeon desceu do seu cavalo e já empunhou sua espada e foi até a tal criatura, ela o atacou sem nenhum aviso e depois ela voltou com aquela coisa na mão. -Era apenas uma marionete...

-Mas marionetes não se mexem sozinhas.... -Falei olhando pra ela..

-Eu consegui pegar só a marionete, a pessoa que estava usando ela escapou antes.. -Ela falou desconfiada... -E você queria vir sozinha! Aliás pra onde você está indo?

-Vou na casa de uma amiga! -Falei e voltamos a cavalgar.

Não demorou muito e nós chegamos na casa da Sana e acabei vendo a Chae brincando do lado de fora, ela estava atacando as árvores, eu achei isso muito fofinho, quando ela nos viu parou o que estava fazendo..

-Oi Chae! -Falei depois que desci do cavalo.. -Olha eu trouxe algo pra você! -Peguei o pão com carne de frango que eu fiz no acampamento pra ela.. Ela ficou meio desconfiada mas logo pegou e em poucos minutos já tinha devorado tudo..

-Chae venha para dentro já esta tarde menina! -Sana tinha saído pra fora para falar com Chae e nos viu, ela veio correndo e me abraçou.. -Nay... Que saudade...

-Nossa Sana foi só um dia! -Falei sorrindo..

-É só um dia mas eu sinto falta de ter alguém pra conversa... -Ela falou meio triste..

-Mas você tem a Chae... -Falei e apontei pra menor que tinha voltado a brincar com as árvores..

-Ela ainda é criança Nay... Preciso de adultos pra conversa! -Ela falou..

-Então você está com sorte pois eu recebi autorização pra vim ver vocês duas todos os dias! -Falei sorrindo e Sana me abraçou e depois que me soltou ela reparou que eu não estava sozinha..

-O que ela ta fazendo aqui? -Sana estava séria agora.

-Ela veio comigo pois insiste em ser a minha babá até eu aprender a me defender sozinha! -Respondi.. -E não se preocupe, como eu já disse antes ela é muda..

-Eu não sou muda.. -Jeongyeon respondeu..

-Ual... -Falei debochada.. -Enfim... Vamos para dentro e dae você me conta as novidades Sana. -Falei puxando a outra para dentro.. -Venha também Jeongyeon, não vai ficar sozinha aqui fora.. E você também Chae.. -A pequena me olhou tristonha.. -Se você se comportar amanhã eu te trago outro sanduíche.. -Depois disso ela se alegrou e foi correndo para dentro..

-Parece que alguém tá ganhando a confiança dela.. -Sana falou enquanto andava..

-E eu to gostando disso... -Falei e sorri..

Entramos na casa e hoje estava tudo diferente de ontem, tinha muito mais coisa, e estava tudo arrumadinho, andei pela casa vendo as coisas novas e Jeongyeon se sentou em uma das cadeiras.. Eu e Sana conversamos sobre muitas coisas e ela me contou que mais cedo o capitão tinha passado ali para falar com a Chae e explicar algumas coisas para ela.

O tempo tava passando e estávamos super animadas até que alguém chegou, era o Capitão Namjoon. Ele veio me chamar pro treino e eu falei para levar a Chae e a Jeongyeon quis vim junto também e eu não achei problema nenhum..


Notas Finais


O que acharam????
Esta mais ou menos ainda...

Espero que estejam gostando...

Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...