História Um novo recomeço - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama
Visualizações 8
Palavras 1.145
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiiii gente bonita, bom hoje vou dar um pequeno aviso nas notas finais, espero que leiam e que gostem do capítulo de hoje.

Capítulo 3 - Segredos ocultos


Fanfic / Fanfiction Um novo recomeço - Capítulo 3 - Segredos ocultos


Mãe-Mika devolve o celular da sua irmã.

Eu-Mais mãe ela está conversando com aquele tal de Rian de novo.

Betty-Minha conversa com ele não é da sua conta Mika, agora anda me devolve logo.

Pai-Eu posso saber quem é esse tal de Rian??

Eu-Ah pai é só o novo namoradinho da betty.

Betty-Ele não é meu namoradinho, somos apenas bons amigos.

Pai-Acho que preciso conhecer esse seu amigo.

Eu-Assume logo que vocês dois se amam.

Betty-Cala boca Mika.

Mãe-Agora já chega vocês duas já.......

Acordo de repente, sem entender aonde estou, com a visão um pouco embaçada, e com muita dor pelo meu corpo inteiro, em uma tentativa completamente falha de me mexer, tento falar algo mas meu corpo não obedece os meus comandos.

Ouço passos vindo em minha direção e novamente tento me mexer mas falho miseravelmente, de repente minha vista escurece e acabo me entregando novamente a completa escuridão.

....já para o carro, não quero que vocês duas cheguem atrasada no colégio logo no primeiro dia de aula.

Mika-E lá vamos nós para aquela prisão novamente.

Betty-Pelo menos nisso nós duas concordamos, aquela escola é uma completa prisão.

Pai-Parem de reclamar, os estudos são a coisa mais importante para vocês duas, vamos logo, tenho que chegar no escritório mais cedo essa manhã.

Mika-Tá bom.......

Acordo novamente, mas dessa vez consigo me movimentar, suspendo meu braço e vejo vários tubos, olho ao redor e vejo minha tia sentada em um mini sofá no canto esquerdo do que parece ser uma sala. Tento me levantar mais meu corpo todo ainda dói.

Tia-Querida! Você finalmente acordou.

Eu-Onde estou??

Tia-No hospital.

Como um vídeo os acontecimentos voltam a minha memória, eu na banheira com um dos pulsos cortados e logo em seguida a escuridão, não acredito que não estou morta, 2/0 para você Deus, pelo visto você não me quer por aí não é mesmo?? Só pode ser karma, oque eu fiz para merecer isso??

Tia-Porquê fez aquilo?? Porquê tentou tirar a própria vida??

Eu-Não é óbvio?? Eu não quero viver, a vida não serve mais para mim, não tenho mais motivos para viver, não me sinto mais como se estivesse viva por dentro.

Tia-Não diga isso, nem seus pais e nem a sua irmã iria querer que você fizesse isso por eles.

Eu-Você não sabe se eles iriam querer ou não.

Tia-Eu sei porque não iria querer isso para um filho meu.

Eu-É mais eu não sou sua filha.

Tia-Não você não é, mais você é minha sobrinha e sua guarda é minha, eu também perdir o meu irmão naquele acidente, e estou sofrendo por isso, mas não irei me matar por isso, tenho que tomar conta de você agora, e eu te juro, você não irá acabar com sua vida enquanto eu estiver viva.

Eu-Isso é ridículo, você não pode decidir isso por mim, não vê que não quero mais viver sem eles, não consegue entender como dói saber que nunca mais os terei comigo. Sem perceber as lágrimas começam a rolar, queimando minha pele como larva, me mostrando que minha vida será vazia de agora em diante, me mostrando que essa dor não irá parar e nem diminuir, nada irá me impedir, eu tentarei novamente, e não irei falhar dessa vez.

Tia-Pelo seu olhar vejo que não mudarei seu jeito de pensar.

Eu-Acertou.

Tia-Está na hora de você conhecer uma pessoa.

Eu-Que pessoa??

Tia-Você irá ver, o médico disse que você já está melhor e que só bastava você acordar para podermos ir para casa, aí você irá conhece-lo e veremos se ainda vai continuar com essa ideia estúpida de acabar com a própria vida.

Eu-Se você pensa que esse alguém irá me fazer mudar de ideia está completamente enganada.

Tia-É oque iremos descobrir querida.

Quem será essa pessoa e porquê ela acha que ele tem o poder de mudar a minha ideia, como alguém poderia conseguir tirar esse vazio e essa dor que rasga o meu peito?? Ela não entende que minha vida não será mais a mesma, que eu não serei mais a mesma, ninguém entende a minha dor.

Doutor-Vejo que a nossa garotinha já despertou do seu sono.

Eu-Pra começar não estou vendo nenhuma garotinha de 7 anos ou menos aqui, caso não saiba eu tenho 16, e por acaso você acha que eu tava dormindo, meu querido se eu fosse dormir eu estaria na minha cama e não nesse lugar deplorável que só tem cheiro de remédio e pra terminar caso ainda não saiba eu tentei me matar e esse sono ao que o senhor está se referindo era pra ser o sono da morte, mas por intromissão do destino aqui estou eu e graças ao senhor e a minha tia eu não conseguir me matar, então faz um favor para mim e vai se fuder, e eu aconselho olhar para os quatro cantos de agora em diante porque você acabou de fazer uma inimiga para toda vida caro doutor.

Sim, eu ameacei esse médico desgraçado que infelizmente salvou a minha vida, e pela cara de espanto dele as minhas palavras surtiram efeito.

Tia-Mika que comportamento é esse??

Eu-Ah não me venha com essa, não quero nem saber, já que não morri foda-se vocês dois.

Tia-Não é porque você está nesse estado que pode sair por aí despejando sua Irá pelo mundo.

Eu-Ah eu não só posso como já estou fazendo isso, e não me venha com sermões porque de agora em diante a vida não me enteressa em nada, então que o mundo aguente a minha irá.

Doutor-Tenha mais paciência com ela srt Stendhal, ela passou por muitas coisas e é bem compreensivo que esteja agindo assim.

Eu-Sabe vocês dois são ridículos.

Tia-Prometo ter paciência com ela.

Doutor-Tudo bem, bom você Mika já pode voltar para casa.

Eu-Tá bom, vamos ver até quando aquela será minha casa.

Me arrumo e vou para casa, estou curiosa sobre essa pessoa misteriosa, logo depois de conhece-lá eu irei por um fim nisso tudo de uma vez por todas, nada vai me atrapalhar dessa vez.

Olho pela janela do carro para o céu, e imagino como minha família está, será que eles estão a minha espera, estão todos juntos, será que eles ainda sabem quem eu sou ou quem eles são?? São tantas perguntas que logo serão respondidas, não sei como será, só sei que vale a pena o risco do desconhecido.

Tia-Chegamos.

Desço do carro e antes que eu tenha a chance de perguntar algo, minha tia começa a falar.

Tia-A pessoa está a sua espera lá na sala, sei que será difícil para você compreender tudo agora, mas já estava na hora e agora mais que tudo você precisa saber sobre o passado.

Eu-Como assim sobre o passado??

Tia-Vamos entrar, lá dentro estarão todas as suas respostas e também todos os segredos ocultos.

Sem conseguir entender, vou em direção a casa, que segredos ocultos do passado são esses??

Já dentro de casa, avisto na sala de estar uma figura de costas para nós duas, sem entender aquilo tudo, caminho em direção a essa pessoa misteriosa. Paro quando já estou perto o suficiente e ao perceber minha presença a pessoa se vira e me encara.

???-Olá, que bom finalmente conhece-lá Mikaella......

Continua.......



Notas Finais


Bom seres humanos, eu quero avisar que a partir da semana que vem só irei postar capítulos novos na segunda, quarta e sexta, nos finais de semana só postarei no caso de não ter postado nesses dias citados, bom outra coisa que quero falar com vocês é que: o motivo que me levou a escrever essa finc foi o seguinte, eu gosto de histórias com dramas e depressão faz parte da minha vida e nessa história eu quero abordar sobre um dos motivos que podem levar alguém a querer cometer suicídio ou até a se alto mutilar, espero que vocês gostem dessa história e caso tenham alguma crítica eu aceitarei todas elas, e farei o possível para concertar os meus erros, bom se quiserem saber mais sobre mim e tal podem comentar perguntas que eu irei responder com toda sinceridade, sei que não tenho muitos leitores mas os que tenho já me motivam a continuar escrevendo essa história. Bom é só isso, espero que tenham gostado do capítulo pq eu gostei de escreve-lo, beijinhos para todos vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...